Por Stefanie Poblete – médica veterinária

Escovar os dentes é um hábito que faz parte da nossa rotina e deve fazer também na dos nossos pets. Problemas nos dentes e gengivas podem ser a porta de entrada para doenças ainda mais perigosas, mas afinal, o que é e como prevenir as periodontites?

A médica veterinária Stefanie Poblete, analista técnica de marketing da Syntec do Brasil, esclarece que a doença periodontal, ou periodontite, é o processo inflamatório dos tecidos que sustentam o dente, e dependendo do seu grau compromete a qualidade de vida dos pets. “Ela surge em razão do acúmulo de placa bacteriana. Mesmo sendo uma característica fisiológica frequente, o desafio pode aumentar se o tutor não realizar a higienização correta dos dentes dos animais”.

De acordo com a Comissão de Animais de Companhia (Comac) do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para a Saúde Animal (Sindan), pelo menos 85% da população de cachorros e gatos no país já sofreram com essa doença. A prevalência pode variar de 44 a 80% em animais com mais de 3 anos de idade.

Stefanie explica que é importante lembrar que outras infecções podem surgir em razão da periodontite. “Além de causar incômodo e dor na boca dos cães e dos gatos, o acúmulo de placas bacterianas pode causar alterações em outros órgãos causando pneumonias, doenças hepáticas, problemas renais e até doenças cardiovasculares. Isso acontece porque as bactérias da boca podem cair na corrente sanguínea, e levar a alterações sistêmicas”.

Mas, segundo a veterinária, a periodontite tem prevenção, “basta praticar bons hábitos de higiene bucal em seu pet. Escovar os dentes dos pets pode parecer muitas vezes um desafio, o ideal é que essa prática seja introduzida desde que o pet é filhote, facilitando e tornando prazeroso, esse momento tão importante”.

Stefanie ressalta ainda, que pastas dentais de humanos não devem ser utilizadas. “Os pets, diferentes de nós, ingerem a pasta no momento da escovação, esses produtos podem conter altos teores de flúor e xilitol gerando intoxicações”.

Fonte: Syntec