Editora realiza live de lançamento do livro de Maria do Carmo “Recomendações Poéticas”

Editora realiza live de lançamento do livro de Maria do Carmo “Recomendações Poéticas” - literaturaFoto: Reprodução/ Vídeo

Foi realizada na noite desta quinta-feira, dia 25, a Live de Lançamento do Livro de Poesias RECOMENDAÇÕES POÉTICAS da poetisa mutuipense Maria do Carmo (Carminha), pela EDITORA COGITO onde o seu livro foi editado. A live foi mediada pelo editor, jornalista e poeta Ivan de Almeida que destacou o teor de sensibilidade das produções poéticas da autora e da satisfação em editar este livro.

O evento contou com a participação de familiares da autora, escritores, professores, estudantes e de colaboradores com a edição do livro que abrilhantaram a live com depoimentos sobre a trajetória literária da autora, leitura de textos incentivando a necessidade da prática da leitura, e declamação de poemas da autora.

A live foi encerrada com as considerações finais da autora que apresentou dicas de motivação e ações de incentivo ao hábito de ler, tais como: presentear com livros, participar de eventos literários, visitar livrarias e bibliotecas. Nesta sexta-feira(26), a autora estará lançando o seu livro virtualmente em um evento alusivo ao novembro negro no AZÂNIA, grupo de estudos e pesquisas, coordenado pela Dra. Joanice Conceição.

Matéria: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Confira a live no play abaixo:

Escritora baiana Liu Oubiña foi a convidada do Tribuna ON nesta sexta

A convidada do Programa Tribuna ON na sexta-feira, dia 15/10/2021, foi a escritora baiana Liu Oubiña, autora da obra “Animatrópole”, livro inspirado no clássico da literatura mundial, a revolução dos bichos.

Além de falar sobre o livro, que conta a história de uma cidade formada apenas por animais, Liu revelou a importância das histórias lúdicas na hora de ensinar aos pequenos sobre diversidade e respeito às individualidades.

ASSISTA:

O Tribuna ON é um programa jornalístico em formato de live realizado pelo Portal Tribuna do Recôncavo ®, que tem como fundador o radialista, web jornalista e Bacharel em Direito, Hélio Alves.

É apresentado por Hélio e seu filho Uanderson Alves, de segunda a sexta, a partir das 21h30, com transmissão no site, FaceBookInstagram e Youtube.

1ª faxineira a criar conteúdo nas redes sociais lança livro sobre valorização da atividade doméstica

1ª faxineira a criar conteúdo nas redes sociais lança livro sobre valorização da atividade doméstica - literaturaNa foto, capa do livro FAXINA BOA | Divulgação

“Eu não terminei como faxineira, eu comecei.” A frase marcante é da inspiradora digital Veronica Oliveira e subtítulo da obra Minha vida passada a limpo. Entre a própria história de vida e o relato de superação, a escritora abre um diálogo necessário sobre a valorização da atividade doméstica e da prestação de serviços nas 216 páginas do lançamento publicado pela VR Editora, selo Latitudeº.

Mãe de três filhos, negra e com origem na periferia de São Paulo, Veronica narra como decidiu que a porta para uma nova vida seria por meio da faxina: o start veio após um profundo quadro de depressão e tentativa de tirar a própria vida. Ao fazer divertidas postagens para divulgar seu trabalho na internet, ela criou o Faxina Boa. A página conquistou os internautas e tornou-se um lugar de resistência que permitiu a autora ressignificar a profissão e o modo como via a si mesma.

“Fiz o post no final do dia. Quando eu acordei… Sei lá o que aconteceu: eu queria que meus trezentos amigos do Facebook soubessem da minha empreitada e me chamassem para faxinar a casa deles enquanto eu estava afastada do trabalho, só isso. Mas tinha quase 10 mil likes e 6 mil compartilhamentos na postagem! De onde tinha saído toda aquela gente?”, (Minha vida passada a limpo, p.125). (mais…)

Livro Direito e Mídia Digital debate as leis para a publicidade digital no Brasil

Livro Direito e Mídia Digital debate as leis para a publicidade digital no Brasil - literaturaFoto: Divulgação

Diante de tantas conexões e interações entre leis e a mídia digital, o segmento da publicidade digital ainda é um campo de muitas dúvidas e incertezas, em especial por conta dos processos de inovação tecnológica. O livro Direito e Mídia Digital (ed. Dialética), do Dr. Pedro Henrique Ramos, traz uma contextualização inédita no Brasil e coloca à mesa o debate sobre a linha tênue entre Direito e Mídia Digital, traçando uma análise dos desafios de realizar as atividades publicitárias na Internet em acordo às normas vigentes.

A obra apresenta questões como proteção de dados pessoais, influenciadores digitais, propriedade intelectual, mídia programática, memes, fake news, brand safety e publicidade infantil. O livro tem como expectativa ampliar o debate por melhorias tanto para os profissionais que atuam em profissões jurídicas, como para empresas e profissionais de comunicação digital no mercado brasileiro.

“Longe de querer dizer que uma visão é certa ou errada, o objetivo do livro Direito e Mídia Digital é provocar, estimular e propor novas lentes de análises para o problema que, para mim, é o grande desafio jurídico do século XXI: a incapacidade do Direito em acompanhar novas tecnologias, as quais exigem uma lente de análise muito particular e diversa, e sem a qual, os operadores do Direito corram o risco de se tornarem jurássico”, explica Pedro Henrique Ramos.

(mais…)

Artista baiano Gabriel Lopes Pontes lança o romance “Absynto Azul”

Artista baiano Gabriel Lopes Pontes lança o romance “Absynto Azul" - noticias, literaturaFoto: Marcelo Oliveira/ Divulgação

Celebrando neste mês de agosto 36 anos de atividades profissionais, o artista baiano Gabriel Lopes Pontes lança o romance “Absynto Azul”, em que mistura sem cerimônia a temática típica da science fiction e das histórias em quadrinhos de super-heróis para narrar a estória de um amor adolescente cheia de sexo e humor.

Seu protagonista, Franquinho, é um jovem milionário, superdotado e multitalentoso. Bonitão, másculo, atlético e um tanto quanto enigmático, ele é paparicado por pais e empregados, cobiçado pelas garotas e invejado pelos amigos. Só que, sem que ninguém além dele saiba disso, também é portador de capacidades sensoriais tão estranhas que bem poderiam ser consideradas superpoderes. Na verdade, ele tem pleno domínio sobre seus sentidos. É capaz de sentir na boca o sabor que quiser, independentemente do que esteja ingerindo. Pode escolher o cheiro que prefira sentir, por mais que este cheiro seja bem suave e por muito que a fonte deste cheiro esteja longe dele. Também pode selecionar o som que quer ouvir e ouvi-lo no volume do seu agrado, mesmo que a uma grande distância. Seu tato é tão sensível que sua pele pode distinguir cada um dos fios que compõem a urdidura de qualquer tecido que toque. Ele não vê os seres, as paisagens, as construções, os objetos do mundo com suas cores reais, mas com as cores que melhor lhe aprouver. Como se não bastasse, desde a mais tenra infância que Franquinho está sempre de óculos escuros, mesmo à noite e em ambientes penumbrosos, o que só contribui para reforçar a aura de mistério que o cerca.

Ao completar dezoito anos, ele experimenta uma bebida rara, muito forte e de coloração incomum. A partir daí, toma consciência de que é um criminoso de outro planeta, exilado entre nós, e que terá três apenas chances de voltar ao seu mundo de origem. Mas uma escolha terrível lhe está reservada. Se optar pelo retorno ao seu planeta, onde as cidades são de jade e as pessoas têm asas, perderá toda e qualquer possibilidade de recuperar a mulher que ama. Por outro lado, se preferir ficar em companhia daquela que suspeita que é a sua amada, não terá mais nenhuma chance de reverter seu exílio. (mais…)

Será no sábado (31) o 5° Encontro do Clube do Livro SAJ; inscreva-se já

Será no sábado (31) o 5° Encontro do Clube do Livro SAJ; inscreva-se já - saj, literatura, destaqueArte: Divulgação

Vai acontecer em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo baiano, no próximo sábado, dia 31, o 5° Encontro do Clube do Livro SAJ. O evento, que será presencial e gratuito, será realizado a partir das 15 horas, na Simplex, localizada na Rua Viriato Lobo, na rua da Coopeducar.

Segundo a organizadora do encontro, Jucimare Andrade, trata-se de um evento científico, com número reduzido de participantes, uso de máscara obrigatório, distanciamento e álcool 70% disponível no local. Ainda segundo Jucimare, o livro fica a critério do participante, desde que seja dentro do tema DISTOPIA. O público-alvo são jovens maiores de 16 anos e adultos.

“Você será muito bem vindo se quiser participar! Vamos nos encontrar, tomar um café (cada um paga o seu) e trocar uma ideia (ou várias)!”, disse Andrade.

Para participar é necessário se inscrever pelo link www.sympla.com.br/5-encontro-do-clube-do-livro-saj__1289907

Serão sorteados durante o evento:

  • Marca páginas da @ksdoamor
  • Bloquinho da @exemplaronline
  • Livro da @fernanda_piazon
  • Livro do @tonio.rs , enviado pelo @sescsaj

Quer ser parceiro, apoiar ou mandar brindes para o Clube? Entre em contato no direct do perfil @sajeventos ou no whatsapp (75) 9 9994-5150.

Observação: O 5° Encontro do Clube do Livro SAJ pode ser adiado em decorrência da pandemia.

Fonte: Tribuna do Recôncavo

Jornalista Otto Freitas lança livro de crônicas sobre a velha boemia baiana

Jornalista Otto Freitas lança livro de crônicas sobre a velha boemia baiana - literatura, bahiaFoto: Fábio Bouzas

O jornalista e escritor baiano Otto Freitas acaba de lançar seu novo livro, Aquele jeito baiano de ser boêmio. Com ilustrações do artista plástico Elano Passos, a obra reúne 35 crônicas em 144 páginas recheadas de bom humor e informação sobre a Bahia, principalmente Salvador, nas três últimas décadas do século passado. Os textos falam de boemia e de história, patrimônio natural e cultural, hábitos e costumes baianos naquele tempo.

O projeto do livro foi contemplado através do Prêmio das Artes Jorge Portugal e contou com o apoio financeiro do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia), via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Aquele jeito baiano de ser boêmio traz conteúdo inédito e uma seleção de crônicas publicadas no site de notícias Bahia Já (www.bahiaja.com.br), ao longo de sete anos. As crônicas escolhidas do site foram reescritas, adaptadas e atualizadas. É um texto simples e direto, fácil e agradável de ler, com expressões cotidianas, palavras próprias do baiano comum, especialmente de Salvador. (mais…)

3 dicas para escritores independentes terem sucesso

3 dicas para escritores independentes terem sucesso - literaturaImagem Ilustrativa by Free-Photos from Pixabay

Mudança de comportamento durante a pandemia fez com que o número de escritores e novos títulos crescesse exponencialmente. Para Ricardo Almeida, escrever uma boa história, nos tempos de hoje, não basta mais. “Não que o conteúdo não seja mais importante, pelo contrário, continua sendo absolutamente fundamental que um livro tenha uma boa narrativa construída e que engaje o leitor de alguma maneira. Mas existem outros fatores que ajudam a conquistar mais leitores”, comenta.

Ricardo separou algumas dicas. Confira:

1 – Conteúdo de qualidade

Um livro de qualidade não é um livro que agrade todo mundo – até porque isso é essencialmente impossível – mas é aquele que reúne, em sua narrativa, todos os elementos necessários para agradar o seu próprio público-alvo, a fatia de leitores que goste do tipo de literatura em que ele se encaixa. Para os que estão começando, buscar dicas de como escrever um bom livro também ajuda. Além disso, é recomendado que haja uma leitura crítica e revisão ortográfica antes da publicação. (mais…)

II Feira Literária de Canudos encerra com a participação de mais de 70 convidados

II Feira Literária de Canudos encerra com a participação de mais de 70 convidados - noticias, literatura, canudos, bahiaFoto: Divulgação

Com mais de 70 convidados da literatura, artes plásticas, música, teatro, cordel, fotografia e cinema, além de pesquisadores, a II Feira Literária de Canudos (Flican) foi encerrada na noite de sábado (10), com o show de celebração Viva Canudos! Viva Conselheiro!, com Fábio Paes, Roze e Gereba. Transmitida ao vivo pelos canais do Youtube da TV Canudos e do Campus Avançado da Uneb em Canudos, a Flican atraiu público de todo o país e do exterior, ao colocar no centro das conversas e apresentações a arte como forma de resistência.

“O tema Canudos como símbolo de resistência, especialmente no momento em que vivemos, consegue aglutinar sempre artistas e pensadores com ótimo conteúdo. São essas pessoas que fazem com que a Flican venha se consolidando seu espaço, entre os importantes eventos literários do país. A partir de agora, já começamos a pensar na próxima edição para que seja tão exitosa como a de 2021”, destacou o curador da feira, o professor e pesquisador Luiz Paulo Neiva.

Ao longo dos três dias do evento que a aconteceu de forma virtual e foi ciceroneado pelo ator Jackson Costa, diretamente de Canudos, o público pode conferir as apresentações da professora emérita da USP e uma das maiores autoridades da temática Canudos e obra de Euclides da Cunha, Walnice Galvão, dos jornalistas Xico Sá e Franklim Martins. E ainda, os escritores Aleilton Fonseca, Franklin Carvalho e Marcelino Freire, o poeta Bráulio Tavares, os diretores teatrais Paulo Dourado e José Celso Martinez e os estudiosos baianos Manoel Neto e Antônio Olavo, Neuma Paes e Ilza Carla. Entre as atrações musicais, além de Gereba, Fábio Paes, Roze, se destacaram como atrações musicais Targino Gondim, a Orquestra Sisaleira de Conceição de Coité e Bião de Canudos. (mais…)

Padre Fábio de Melo traz lições sobre a morte em novo livro

Padre Fábio de Melo traz lições sobre a morte em novo livro - literatura, catolicoMontagem: Tribuna do Recôncavo | Créditos: Divulgação e Canção Nova

De pé, Ana. Deitada, Sofia. Enfermeira e paciente. Uma, inteira. A outra, aos pedaços. É a partir deste encontro que o padre Fábio de Melo mergulha em profundas reflexões sobre a morte. O novo livro é, na verdade, uma ode à vida. Em A hora da essência, o sacerdote analisa a importância de reconciliar-se com si mesmo e valorizar a vida antes que seja tarde demais.

Morrer requer liturgia. Da verdade. Viver o rito que nos põe diante de nós. Caem as escamas, vedam-se os caminhos, não sobrando mais respiro para as caricaturas que criamos de nós mesmos. Morrer requer coerência. Fazer o caminho de volta, redescobrir o sabor do manancial da verdade, estar em si, inteiramente reconciliado com as escolhas que lhe tornaram quem é. (…) O resultado de quem sacrifica e celebra é a vida na essência. Nada pode ser mais realizador. Não espere a morte para conquistar tão nobre riqueza. (A hora da essência, p. 3 )

A história começa antes mesmo de Sofia conhecer sua companheira de quarto, que espontaneamente, sem mais explicações, decide dedicar parte de suas férias para cuidar da paciente recém-chegada. Internada às pressas, a protagonista se depara com a notícia de que não irá sobreviver ao câncer, diagnosticado inicialmente no pâncreas, mas que acometeu também outros órgãos. (mais…)

Poeta, cordelista e cantador, Maviael Melo, lança neste sábado seu livro O Espelho Girassóis

Poeta, cordelista e cantador, Maviael Melo, lança neste sábado seu livro O Espelho Girassóis - salvador, literatura, bahiaFoto: Arquivo Pessoal

Para marcar o lançamento do seu livro O Espelho Girassóis, neste sábado, dia 20, às 20 horas, o escritor Maviael Melo, residente em Salvador, recebe no seu canal do Youtube nomes especiais em uma live literária e musical. Estarão presentes, Aiace, Xangai, Celo Costa e João Sereno, que vão conversar sobre o tema do livro, que faz uma viagem aos labirintos do passado, do presente e do futuro. Este é o primeiro romance do poeta, cordelista, cantador e que agora se aventura pelos romances.

“O livro adentra no mais resguardado dos nossos sentidos e nos chama a encarar os espelhos de nós mesmos, os reflexos da nossa existência, o bolor que rouba a nitidez da face real da história do país”, conta o autor.

A publicação tem ilustrações de Cau Gomez, cartunista premiado por diversos trabalhos no mundo e que assina a concepção da capa da publicação. O livro terá venda no valor de R$ 50,00, através de contato direto com o autor pelas redes sociais, mas serão disponibilizados exemplares gratuitos para bibliotecas estaduais, além de uma versão em braile que será entregue ao Instituto de Cegos da Bahia. Uma versão também será disponibilizada em eBook. O Espelho Girassóis foi escrito e inspirado no momento de isolamento, durante a quarentena do Covid 19, onde também teve a primeira edição lançada.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal. Maviael Melo é natural de Iguaraci, estado de Pernambuco, mas reside em Salvador.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Matéria:

Marcela Oliva (mais…)

TRIBUTO A CAROLINA, uma das primeiras escritoras negras

TRIBUTO A CAROLINA, uma das primeiras escritoras negras - literaturaImagem Ilustrativa | Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

Por Maria do Carmo – poetisa

Lá estava Ela!

Catando papéis e neles escrevendo o seu cotidiano.

Construindo o seu barraco na favela.

Lá estava Ela!

Mulher negra, sonhadora,

determinada na superação da pobreza,

determinada na superação do preconceito,

determinada na superação da discriminação!

Lá estava Ela!

A mulher que batizou a favela como:

“O Recanto dos Vencidos”!

A mulher favelada que virou escritora,

compositora, poetisa!

Aqui está Ela!

A nos relatar em um Diário,

as “agruras” da vida e da sobrevivência!

A despejar pelo mundo afora,

os seus escritos de resistência.

A nos ensinar uma lição de enfrentamento,

às adversidades humanas e sociais!

Aqui está Ela!

A transformar em livros sua sofrível trajetória.

A presentear gerações com a sua exemplar história!

Aqui está Ela: CAROLINA MARIA DE JESUS,

A enaltecer e impactar a Literatura Brasileira,

com sua simplicidade, sabedoria e bravura!

Aqui está ELA!

Uma renomada escritora,

renascida das mazelas de uma favela! (mais…)

Projeto Pesquisando Kirimurê abre inscrições para concurso literário da Baía de Todos os Santos

Projeto Pesquisando Kirimurê abre inscrições para concurso literário da Baía de Todos os Santos - sao-felipe, muniz-ferreira, literatura

O projeto Pesquisando Kirimurê: convergindo educação, ciência, tecnologia e inovação abriu inscrições para a 1ª edição do Maré: concurso literário da Baía de Todos os Santos (BTS), com o objetivo de incentivar e divulgar escritores escolares, bem como mapear a produção literária dos municípios da BTS.

Com o tema “O mar da Baía de Todos os Santos (BTS), o concurso está organizado em quatro categorias – poema, narrativa em prosa, vídeo-narrativa e RAP – e oferecerá prêmios como smartphones, tablets, passeio pela BTS, dentre outros, aos três primeiros colocados em cada categoria. Além disso, os demais selecionados terão seus textos/vídeos publicados em modalidade impressa e digital, no site e canal do projeto. As inscrições serão on-line, de fevereiro a 22 de abril de 2021.

Podem se inscrever estudantes de escolas públicas e particulares do Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano), Ensino médio (1 ao 3º ano e EJA) e Ensino médio técnico (1 ao 4º e EJA) em municípios que compõem a Baía de Todos os Santos, são eles: Aratuípe, Cachoeira, Candeias, Itaparica, Jaguaripe, Madre de Deus, Maragogipe, Muniz Ferreira, Muritiba, Nazaré, Salinas da Margarida, Salvador, Santo Amaro, São Félix, São Francisco do Conde, Saubara e Vera Cruz.

Para se informar e se inscrever, acesse:

Site: concursomare.com.b

Instagram: @concursomare

Facebook: concursomare

WhatsApp: (75) 99914-9983

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM

Sobre o Carnaval de Salvador, Guiga Sampaio lança o livro “Fantasia Eterna”

Sobre o Carnaval de Salvador, Guiga Sampaio lança o livro “Fantasia Eterna” - noticias, literaturaNa foto, Guiga Sampaio | Crédito: Victor Figueredo

O empresário e agora escritor Guiga Sampaio lançou seu primeiro livro, intitulado “Fantasia Eterna”, em uma pequena reunião – seguindo os protocolos sanitários. O autor recebeu e conversou com os convidados, autografou livros e falou um pouco sobre a obra.

“Eu estou muito feliz com esse lançamento. Desde que resolvi me dedicar a esse livro, tenho tido muitas alegrias. Sabemos que 2020 foi muito difícil, mas conseguir transformá-lo em algo especial foi gratificante”, disse Guiga.

Personagens empáticos, envolvidos na maior festa popular do mundo, o Carnaval de Salvador. Esse é o contexto do novo livro. Através de quatro pessoas, com histórias totalmente diferentes, o autor retrata as perspectivas de cada uma delas sobre a cidade e o Carnaval. Embora os personagens sejam fictícios, a narrativa traz artistas reais, responsáveis pela alegria de milhões de foliões nos dias de festa.

O livro já está disponível para venda no site da Amazon e custa R$ 14,90 a versão em Ebook e R$ 39,90 em versão física (com frete grátis). A obra também ficará à venda na Loja Chez Cohen, no Salvador Shopping, L2. (mais…)

Artigo: Semana de Arte Moderna de 1922 – Anseios por uma livre expressão modernista

Artigo: Semana de Arte Moderna de 1922 - Anseios por uma livre expressão modernista - literaturaImagem de Robert Armstrong do Pixabay

Por Danielly Dias Sandy – museóloga

Há 99 anos sobrevinha no Brasil um evento marcante e com propostas revolucionárias não apenas para a arte, como também para outros segmentos na sociedade. De 13 a 18 de fevereiro de 1922, no Theatro Municipal de São Paulo, abria-se ao público a Semana de Arte Moderna, sendo uma sagaz reunião de artistas brasileiros que apresentavam, além de ideias transformadoras, sua arte por meio da pintura, escultura, arquitetura, poesia, música, dança e mais.

Porém, como nada vem do nada, para o historiador brasileiro Mário da Silva Brito, o ‘estopim’ para a realização da Semana de 22 foi a exposição da artista Anita Malfatti, realizada em 1917, a partir da qual ela sofreu severas críticas de Monteiro Lobato. E no texto crítico Lobato defendia a ideia de uma ‘arte pura’ em detrimento dos ‘ismos’ dos movimentos artísticos europeus modernos que tomavam força naquele período. Mas, se por um lado Malfatti era duramente criticada por Lobato e mal vista pela sociedade conservadora, por outro tornava-se ícone da vanguarda que ansiava transcender o conservadorismo na arte e cultura brasileira.

Dentre os envolvidos na Semana de Arte Moderna, podemos destacar nomes de exímia sensibilidade como Anita Malfatti, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Di Cavalcanti, Menotti Del Picchia, Victor Brecheret, Heitor Villa-Lobos. A proposta era transformadora e tinha como objetivo renovar a visão artística do país a partir de uma estética mais voltada aos aspectos nacionais. E assim evocavam com entusiasmo a brasilidade na arte para substituir o academicismo pela livre expressão modernista. Buscava-se romper com o conservadorismo e a rigorosa formalidade parnasiana que se opunha à liberdade lírica tão desejada pelos modernos e românticos. (mais…)

“Fantasia Eterna”: empresário Guiga Sampaio aproveita quarentena para escrever livro

"Fantasia Eterna": empresário Guiga Sampaio aproveita quarentena para escrever livro - literatura, bahiaFoto: Rodrigo Castro

Um dos empresários mais reconhecidos do trade do entretenimento baiano, Guiga Sampaio, aproveitou a quarentena para dar vazão a projetos antigos, que vinham sem tempo de aflorar em meio a seu dia a dia tão corrido com as festas de verão, como o Camarote Harém e outros projetos que pilota à frente da Diva Entretenimento.

Guiga aproveitou os meses que passou em casa, no início da quarentena, e tirou do papel – literalmente – a ideia de escrever um livro. O novo “filho” não poderia ter outro tema: o Carnaval de Salvador!

“Eu sempre tive em mente fazer algo nessa linha, mas a rotina corrida vira e mexe me fazia deixar essa ideia de lado. Com a quarentena, tive a oportunidade perfeita”, conta Guiga.

O livro, batizado de “Fantasia Eterna”, está sendo finalizado e em breve será lançado.

Matéria: Christiane Midlej/ Pipa Comunicação