Dom Macedo Costa realizou Festa Literária; evento contou com a participação da poetisa Maria do Carmo

Dom Macedo Costa realizou Festa Literária; evento contou com a participação da poetisa Maria do Carmo - literatura, dom-macedo-costa, destaqueFoto: Jorge Soares

Aconteceu na cidade de Dom Macedo Costa, no Recôncavo baiano, entre os dias 5 e 7 de setembro, a FLIDOMA – Festa Literária, realizada pelo município através da Secretaria de Educação.

A Programação do evento incluiu atividades culturais diversificadas, envolvendo a participação de escritores e poetas locais e regionais, apresentações musicais e teatrais, cinema a céu aberto, saraus, roda de conversa, contação de histórias, lançamento de livros e stands com exposição de produções dos alunos da rede municipal, retratando leituras e releituras literárias de escritores consagrados, através de várias modalidades artísticas: jogos, pinturas, desenhos e textos poéticos.

A poetisa e escritora Maria do Carmo, residente em Mutuípe (BA), participou da Roda de Conversa intitulada “Vozes Femininas na Literatura Contemporânea”, fazendo um relato da sua trajetória literária, ressaltando a importância do incentivo a leitura, da valorização de artistas locais e regionais e da prática de ações que fortalecem a Cultura Literária, citando como exemplo, presentear com livros. Carminha, como é conhecida, ressaltou a importância das Feiras Literárias como oportunidades de intercâmbio literário, de divulgação de autores e de incentivo aos novos autores.

A FLIDOMA – Festa Literária de Dom Macedo Costa foi concluída nesta quarta-feira (07) com um desfile literário que teve como tema: Arte Moderna e Contemporânea: Narrativas da vida.

Matéria: Tribuna do Recôncavo®

Dom Macedo Costa realizou Festa Literária; evento contou com a participação da poetisa Maria do Carmo - literatura, dom-macedo-costa, destaque

Foto: Maria do Carmo

SAJ: Roda de conversa entre escritora Maria do Carmo e estudantes incentiva hábito pela leitura

SAJ: Roda de conversa entre escritora Maria do Carmo e estudantes incentiva hábito pela leitura - saj, noticias, literaturaFoto: José Gilberto

O último dia da Semana Literária de Santo Antônio de Jesus, nesta sexta-feira, dia 5, teve a roda de conversa entre a poetisa e escritora Maria do Carmo (Carminha) e alunos da Escola Municipal Hercilia Tinoco Andrade. O evento, realizado pela Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Juventude, teve início na segunda, dia 1º, e sua programação foi composta por visitas guiada à Biblioteca Municipal e bate-papo com escritores.

A roda de conversa, realizada na manhã desta sexta na Biblioteca Municipal, foi aberta com a acolhida aos alunos e professores do 8º e  9º anos da Hercilia Tinoco, feita pelo professor José Gilberto (Batata), falando sobre a importância do evento e apresentando obras de escritores locais.

A escritora Maria do Carmo iniciou sua participação declamando o poema “Sou Artesão da Palavra” e em seguida interagiu com os estudantes, convidando dois deles para responderem as perguntas: “Quem já fez a leitura de algum livro que não fosse didático” e “Quem não gostava de ler”. A partir das respostas “Carminha” premiou os dois alunos, cada um com um livro, como forma de incentivo a leitura.

Em seguida a escritora fez um resumo da sua trajetória de estudante, desde as séries iniciais até a conclusão do Ensino Fundamental, quando começou a escrever poesias. Maria do Carmo deu continuidade a roda de conversa ressaltando a sua caminhada literária que teve início com a publicação do seu primeiro poema no ano de 2007 na Revista Mundo Jovem, tornando-a conhecida como poetisa e intensificando sua participação em saraus, feiras literárias, cursos, antologias e em eventos literários na Escola Municipal Luis Eduardo Magalhães, em Santo Antônio de Jesus, onde ela é professora.

Maria ainda falou sobre a publicação do seu primeiro livro de poesias “Retalhos de Vivências” em 2017 e sobre a oportunidade que teve, através de sua amiga e colega Jocinere Soares, de publicar suas poesias no site Tribuna do Recôncavo, que tem como editor o web jornalista Hélio Alves.

As poesias de Maria do Carmo são inspiradas na natureza e no cotidiano do povo permeado com luta, sofrimento, sonhos, desejos e conquistas. Ela também gosta de escrever sobre preconceito e discriminação. O segundo livro de Carminha é “Recomendações Poéticas”, que foi lançado em novembro de 2021, em sua terra natal, Mutuípe.

Leia as poesias de Maria do Carmo no site Tribuna do Recôncavo, na coluna POESIAS.

Matéria: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo®

SAJ: Roda de conversa entre escritora Maria do Carmo e estudantes incentiva hábito pela leitura - saj, noticias, literatura

Foto: José Gilberto

Edgard Abbehusen e Camilla França explicam homenagem ao poeta Capinan no Literatur

Edgard Abbehusen e Camilla França explicam homenagem ao poeta Capinan no Literatur - salvador, literatura, destaqueFotos: Reprodução/ Vídeo

O escritor muritibano Edgard Abbehusen e a jornalista Camilla França, curadores do Circuito Literário da Bahia (Literatur), falaram nesta quarta-feira, dia 25, sobre suas expectativas para a primeira edição do evento. Edgard disse que a proposta do evento é unir a produção literária com a identidade de cada lugar.

Já Camilla falou que a ideia é potencializar os expoentes culturais que já existem nos diferentes campos das artes. Ainda segundo ela, uma das intenções do projeto ao homenagear o poeta José Carlos Capinan é “reverenciar almas vivas. “A gente tem em Capinan um espelho da transversalidade múltipla que a gente quer trazer para a programação”, disse a jornalista.

A primeira edição do Circuito Literário da Bahia (Literatur) será realizado entre os dias 26 e 28 de maio, em Salvador, no Museu de Arte Moderna (MAM). Haverá apresentações musicais, recitais, lançamento de livros, contação de histórias e mesas de conversa. O escritor Edgard afirmou que vão ter outras edições do Literatur, se possível ainda nesse ano. A ideia é que outras cidades baianas sejam alcançadas pelo projeto.

Redação: Tribuna do Recôncavo | Reportagem: Rádio Metropole | Informações: Metro1

Bahia recebe primeira edição da Literatur; Edgard Abbehusen será um dos curadores

Bahia recebe primeira edição da Literatur; Edgard Abbehusen será um dos curadores - literatura, bahiaNa foto, Edgard Abbehusen | Crédito: Uanderson Alves/ Tribuna do Recôncavo

A primeira edição do Circuito Literário da Bahia, o Literatur, será realizada entre os dias 26 e 28 de maio, no Museu de Arte Moderna (MAM), em Salvador. Com programação gratuita, o evento tem como curadores o escritor muritibano Edgard Abbehusen e a jornalista Camilla França. Com a intenção de casar a leitura com as diversas opções turísticas da Bahia, essa primeira fase faz homenagem ao poeta, cantor, compositor e músico, José Carlos Capinan.

A programação conta com apresentações musicais, recitais, lançamento de livros, contação de histórias e mesas de conversas sobre diferentes temas ligados à proposta da Literatur. Nomes como Eliana Alves, Mariana Guimarães, Malu Fontes,  Cássia Vale, Hugo Canuto, Ramon Cruz, Aldri Anunciação e Luana Souza falam sobre suas experiências literárias nas mesas que acontecem nos três dias.

O evento, promovido pela Mais Ações Integradas, contará com espaço reservado para promoção do livro e incentivo à leitura, e nele está planejado a participação de editoras baianas a exemplo de Solisluna e  Edufba, além da livraria LDM. A grade contará com show de Alexandre Leão, Pedro Pondé e Paroano Sai Milhó. Outras cidades da Bahia receberão o projeto itinerante.

Metro1

Itabuna: Aldo Arantes lança biografia de Haroldo Lima

Itabuna: Aldo Arantes lança biografia de Haroldo Lima - literatura, itabunaFoto: Arquivo Pessoal | Editada pelo Tribuna do Recôncavo

A trajetória e as idéias de Haroldo Lima – um dos principais dirigentes do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), é contada pelo ex-deputado constituinte Aldo Silva Arantes, no livro Haroldo Lima coragem e dedicação à luta do povo, que será lançado na próxima terça-feira (17/05), às 18h, no Sindicato dos Bancários, em Itabuna (BA). “É com orgulho que recebemos em nossa cidade esse brilhante autor que fez com tanta veemência a biografia desse grande líder comunista baiano”, celebrou o presidente do PCdoB de Itabuna, Wenceslau Júnior.

Segundo ele, a obra oportunizará aos conterrâneos conhecerem as lutas, a coragem, a dedicação das causas democráticas, dos direitos humanos e dos trabalhadores e do socialismo do militante comunista Haroldo Lima. “São essas causas que nos move, move nossa vida e nossa luta por um país melhor e igual para todos. Que o exemplo deixado por esse memorável líder popular possa fazer multiplicadores”, disse.

A história de Aldo Silva Arantes é dividida em três partes: a vida de Haroldo Lima em Caetité, a filiação no partido comunista e a resistência à Ditadura Militar. Os textos e imagens que, integram o livro possui relatos escritos pelo líder comunista baiano que faleceu em março de 2021, vítima da Covid, sem conseguir ver suas memórias publicadas. (mais…)

Destaque nacional, escritor Fernando Vita se apresenta na I FLISAJ, em sua terra natal

Destaque nacional, escritor Fernando Vita se apresenta na I FLISAJ, em sua terra natal - saj, noticias, literatura, flisaj, destaqueFoto: Divulgação

A I FLISAJ (Festa Literária de Santo Antônio de Jesus), que teve início nesta quinta (12) e segue até domingo (15), na Praça Padre Mateus, contará com a presença do escritor baiano Fernando Vita, o qual nasceu em Santo Antônio de Jesus, em 22 de dezembro de 1948, cidade onde iniciou os seus estudos. Mudou-se em 1965 para Salvador e em 1973 formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal da Bahia. Foi presidente da Empresa Gráfica da Bahia e do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia – Irdeb/TvE.

Com cinco obras literárias publicadas: “Tirem a doidinha da sala que vai começar a novela”, “Cartas Anônimas”, “O Avião de Noé”, “República dos mentecaptos” e o mais recente “Desirée, a sexóloga que não sabia amar”. Esse último é uma “hilariante história de rufiões, garanhões, putanheiros, sacanas e mentirosos de modo geral”, disse Fernando. Geralmente carregadas de muito humor, suas histórias tem inúmeros personagens inspirados em pessoas da sua terra natal e são considerados romances de entretenimento.

Conforme analisa o próprio Fernando Vita, suas obras “são livros em voga nesses tempos tão trágicos, com doses gigantes de erotismo bem maluquinho, picante e trepidante. Seria, digamos assim, a casa dos budas ditosos dos pobres, o Kama Sutra dos oprimidos e o Analista de Bajé dos coitadinhos”.

Não percam a oportunidade de ver e ouvir a palestra de Fernando Vita, sob o tema “SAJ, minhas memórias e escrita”, nosso conterrâneo criativo, dia 13 de maio, sexta-feira, às 19 horas, na FLISAJ – Festa Literária de Santo Antônio de Jesus, na Praça Padre Mateus.

Informações: Tau Tourinho | Adaptação: Tribuna do Recôncavo

Cabaceiras do Paraguaçu: Feira Literária Internacional foi realizada com sucesso

Cabaceiras do Paraguaçu: Feira Literária Internacional foi realizada com sucesso - literatura, arteFoto: Maria do Carmo/ Tribuna do Recôncavo

A cidade de Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo baiano, foi palco da FLIPAR (Feira Literária Internacional do Paraguaçu, de 11 a 14 de março, no Parque Histórico, onde está instalado o Museu Castro Alves, que preserva o acervo histórico do renomado poeta Castro Alves. O evento foi realizado pela CALI (Cachoeira Literária), patrocinado pelo governo do estado em parceria com o Município de Cabaceiras, reverenciando a data natalícia do poeta, catorze de março.

O Professor Paulo Gabriel Nacif, ex-reitor da UFRB – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia e curador da FLIPAR,  demonstrou imensa satisfação em estar à frente deste significativo evento, acompanhando assiduamente a programação, repleta de diversas atividades como: rodas de conversa com escritores, lançamento de livros, recital, contação de histórias, relatos sobre a cultura literária local e regional, apresentações culturais, exposições de trabalhos artísticos, dentre outras.

O evento contou com a participação de escritores regionais que discorreram sobre interação literária, escritos de autoria negra e feminina, importância da Feiras Literárias como meio de fortalecimento da cultura literária, a produção de poesias pela juventude, o encantamento da poesia, o incentivo aos novos autores, mercado editorial, o reconhecimento da literatura como arte, a sala de aula como espaço de interação literária, a valorização do samba de roda (destaque na cultura local e regional) dentre outros assuntos.

Vários escritores e poetas compareceram ao evento, deixando suas contribuições através de explanações, depoimentos sobre a sua trajetória literária, declamando poesias autorais do homenageado Castro Alves e citando também referências literárias dos renomados poetas: Vinicius de Moraes, Mario Quintana, Cecília Meireles, Ferreira Goulart, Casimiro de Abreu, Clarice Lispector.

Marcaram presença na FLIPAR, dentre muitos poetas e escritores: Rita Queiróz, Jacquinha Nogueira, Paula Amália Anias, Valdeck Almeida, Maria do Carmo, Neide Thethê, Acely Araújo, Professora Valdicinéia Aragão, João Jorge (presidente do OLODUM e escritor) e artistas de diversas áreas.

Matéria: Maria do Carmo/ Tribuna do Recôncavo®

Cabaceiras do Paraguaçu: Feira Literária Internacional foi realizada com sucesso - literatura, arte

Foto: Maria do Carmo/ Tribuna do Recôncavo

ADRIANA OLIVEIRA FALOU SOBRE O PROJETO NÁCAR MADRIGAIS

ADRIANA OLIVEIRA FALOU SOBRE O PROJETO NÁCAR MADRIGAIS - tribuna-on, literatura, destaque

A convidada da LIVE Tribuna ON desta segunda-feira, dia 14/03/2022, foi Adriana Oliveira – poeta, escritora, artista visual e professora universitária, a qual falou sobre sua obra literária intermídia “Nácar Madrigais”, que une música, poesia e imagem.

Em um enredo poético e ficcional, materializado por meio de haicais e microcontos livremente criados, a obra conta a história de Butterfly, jovem em busca do amor, que viveu experiências afetivas malsucedidas. Em forma de poesia, o enredo constrói a mensagem de que o amor é possível e precioso.

Adriana leciona na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), no Estado de Minas Gerais. Trabalha no trânsito entre texto e imagem transpondo, intersemioticamente, de um código para outro. É mestre e doutora em Comunicação e Semiótica pelo Programa de Comunicação e Semiótica da PUC-SP e Bacharel em Artes Plásticas pelo IA-Unesp. É paulista mas mora em Juiz de Fora desde 2011.

Assista a entrevista completa no vídeo abaixo:

O Tribuna ON é um programa jornalístico em formato de live realizado pelo Portal Tribuna do Recôncavo®, que tem como fundador o radialista, web jornalista e Bacharel em Direito, Hélio Alves. É apresentado por Hélio e seu filho Uanderson Alves, de segunda a sexta, a partir das 21h30, com transmissão no site e nas redes sociais do Tribuna do Recôncavo. Confira AQUI os programas anteriores!

Editora realiza live de lançamento do livro de Maria do Carmo “Recomendações Poéticas”

Editora realiza live de lançamento do livro de Maria do Carmo “Recomendações Poéticas” - literaturaFoto: Reprodução/ Vídeo

Foi realizada na noite desta quinta-feira, dia 25, a Live de Lançamento do Livro de Poesias RECOMENDAÇÕES POÉTICAS da poetisa mutuipense Maria do Carmo (Carminha), pela EDITORA COGITO onde o seu livro foi editado. A live foi mediada pelo editor, jornalista e poeta Ivan de Almeida que destacou o teor de sensibilidade das produções poéticas da autora e da satisfação em editar este livro.

O evento contou com a participação de familiares da autora, escritores, professores, estudantes e de colaboradores com a edição do livro que abrilhantaram a live com depoimentos sobre a trajetória literária da autora, leitura de textos incentivando a necessidade da prática da leitura, e declamação de poemas da autora.

A live foi encerrada com as considerações finais da autora que apresentou dicas de motivação e ações de incentivo ao hábito de ler, tais como: presentear com livros, participar de eventos literários, visitar livrarias e bibliotecas. Nesta sexta-feira(26), a autora estará lançando o seu livro virtualmente em um evento alusivo ao novembro negro no AZÂNIA, grupo de estudos e pesquisas, coordenado pela Dra. Joanice Conceição.

Matéria: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Confira a live no play abaixo:

Escritora baiana Liu Oubiña foi a convidada do Tribuna ON nesta sexta

A convidada do Programa Tribuna ON na sexta-feira, dia 15/10/2021, foi a escritora baiana Liu Oubiña, autora da obra “Animatrópole”, livro inspirado no clássico da literatura mundial, a revolução dos bichos.

Além de falar sobre o livro, que conta a história de uma cidade formada apenas por animais, Liu revelou a importância das histórias lúdicas na hora de ensinar aos pequenos sobre diversidade e respeito às individualidades.

ASSISTA:

O Tribuna ON é um programa jornalístico em formato de live realizado pelo Portal Tribuna do Recôncavo ®, que tem como fundador o radialista, web jornalista e Bacharel em Direito, Hélio Alves.

É apresentado por Hélio e seu filho Uanderson Alves, de segunda a sexta, a partir das 21h30, com transmissão no site, FaceBookInstagram e Youtube.

1ª faxineira a criar conteúdo nas redes sociais lança livro sobre valorização da atividade doméstica

1ª faxineira a criar conteúdo nas redes sociais lança livro sobre valorização da atividade doméstica - literaturaNa foto, capa do livro FAXINA BOA | Divulgação

“Eu não terminei como faxineira, eu comecei.” A frase marcante é da inspiradora digital Veronica Oliveira e subtítulo da obra Minha vida passada a limpo. Entre a própria história de vida e o relato de superação, a escritora abre um diálogo necessário sobre a valorização da atividade doméstica e da prestação de serviços nas 216 páginas do lançamento publicado pela VR Editora, selo Latitudeº.

Mãe de três filhos, negra e com origem na periferia de São Paulo, Veronica narra como decidiu que a porta para uma nova vida seria por meio da faxina: o start veio após um profundo quadro de depressão e tentativa de tirar a própria vida. Ao fazer divertidas postagens para divulgar seu trabalho na internet, ela criou o Faxina Boa. A página conquistou os internautas e tornou-se um lugar de resistência que permitiu a autora ressignificar a profissão e o modo como via a si mesma.

“Fiz o post no final do dia. Quando eu acordei… Sei lá o que aconteceu: eu queria que meus trezentos amigos do Facebook soubessem da minha empreitada e me chamassem para faxinar a casa deles enquanto eu estava afastada do trabalho, só isso. Mas tinha quase 10 mil likes e 6 mil compartilhamentos na postagem! De onde tinha saído toda aquela gente?”, (Minha vida passada a limpo, p.125). (mais…)

Livro Direito e Mídia Digital debate as leis para a publicidade digital no Brasil

Livro Direito e Mídia Digital debate as leis para a publicidade digital no Brasil - literaturaFoto: Divulgação

Diante de tantas conexões e interações entre leis e a mídia digital, o segmento da publicidade digital ainda é um campo de muitas dúvidas e incertezas, em especial por conta dos processos de inovação tecnológica. O livro Direito e Mídia Digital (ed. Dialética), do Dr. Pedro Henrique Ramos, traz uma contextualização inédita no Brasil e coloca à mesa o debate sobre a linha tênue entre Direito e Mídia Digital, traçando uma análise dos desafios de realizar as atividades publicitárias na Internet em acordo às normas vigentes.

A obra apresenta questões como proteção de dados pessoais, influenciadores digitais, propriedade intelectual, mídia programática, memes, fake news, brand safety e publicidade infantil. O livro tem como expectativa ampliar o debate por melhorias tanto para os profissionais que atuam em profissões jurídicas, como para empresas e profissionais de comunicação digital no mercado brasileiro.

“Longe de querer dizer que uma visão é certa ou errada, o objetivo do livro Direito e Mídia Digital é provocar, estimular e propor novas lentes de análises para o problema que, para mim, é o grande desafio jurídico do século XXI: a incapacidade do Direito em acompanhar novas tecnologias, as quais exigem uma lente de análise muito particular e diversa, e sem a qual, os operadores do Direito corram o risco de se tornarem jurássico”, explica Pedro Henrique Ramos.

(mais…)

Artista baiano Gabriel Lopes Pontes lança o romance “Absynto Azul”

Artista baiano Gabriel Lopes Pontes lança o romance “Absynto Azul" - noticias, literaturaFoto: Marcelo Oliveira/ Divulgação

Celebrando neste mês de agosto 36 anos de atividades profissionais, o artista baiano Gabriel Lopes Pontes lança o romance “Absynto Azul”, em que mistura sem cerimônia a temática típica da science fiction e das histórias em quadrinhos de super-heróis para narrar a estória de um amor adolescente cheia de sexo e humor.

Seu protagonista, Franquinho, é um jovem milionário, superdotado e multitalentoso. Bonitão, másculo, atlético e um tanto quanto enigmático, ele é paparicado por pais e empregados, cobiçado pelas garotas e invejado pelos amigos. Só que, sem que ninguém além dele saiba disso, também é portador de capacidades sensoriais tão estranhas que bem poderiam ser consideradas superpoderes. Na verdade, ele tem pleno domínio sobre seus sentidos. É capaz de sentir na boca o sabor que quiser, independentemente do que esteja ingerindo. Pode escolher o cheiro que prefira sentir, por mais que este cheiro seja bem suave e por muito que a fonte deste cheiro esteja longe dele. Também pode selecionar o som que quer ouvir e ouvi-lo no volume do seu agrado, mesmo que a uma grande distância. Seu tato é tão sensível que sua pele pode distinguir cada um dos fios que compõem a urdidura de qualquer tecido que toque. Ele não vê os seres, as paisagens, as construções, os objetos do mundo com suas cores reais, mas com as cores que melhor lhe aprouver. Como se não bastasse, desde a mais tenra infância que Franquinho está sempre de óculos escuros, mesmo à noite e em ambientes penumbrosos, o que só contribui para reforçar a aura de mistério que o cerca.

Ao completar dezoito anos, ele experimenta uma bebida rara, muito forte e de coloração incomum. A partir daí, toma consciência de que é um criminoso de outro planeta, exilado entre nós, e que terá três apenas chances de voltar ao seu mundo de origem. Mas uma escolha terrível lhe está reservada. Se optar pelo retorno ao seu planeta, onde as cidades são de jade e as pessoas têm asas, perderá toda e qualquer possibilidade de recuperar a mulher que ama. Por outro lado, se preferir ficar em companhia daquela que suspeita que é a sua amada, não terá mais nenhuma chance de reverter seu exílio. (mais…)

Será no sábado (31) o 5° Encontro do Clube do Livro SAJ; inscreva-se já

Será no sábado (31) o 5° Encontro do Clube do Livro SAJ; inscreva-se já - saj, literatura, destaqueArte: Divulgação

Vai acontecer em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo baiano, no próximo sábado, dia 31, o 5° Encontro do Clube do Livro SAJ. O evento, que será presencial e gratuito, será realizado a partir das 15 horas, na Simplex, localizada na Rua Viriato Lobo, na rua da Coopeducar.

Segundo a organizadora do encontro, Jucimare Andrade, trata-se de um evento científico, com número reduzido de participantes, uso de máscara obrigatório, distanciamento e álcool 70% disponível no local. Ainda segundo Jucimare, o livro fica a critério do participante, desde que seja dentro do tema DISTOPIA. O público-alvo são jovens maiores de 16 anos e adultos.

“Você será muito bem vindo se quiser participar! Vamos nos encontrar, tomar um café (cada um paga o seu) e trocar uma ideia (ou várias)!”, disse Andrade.

Para participar é necessário se inscrever pelo link www.sympla.com.br/5-encontro-do-clube-do-livro-saj__1289907

Serão sorteados durante o evento:

  • Marca páginas da @ksdoamor
  • Bloquinho da @exemplaronline
  • Livro da @fernanda_piazon
  • Livro do @tonio.rs , enviado pelo @sescsaj

Quer ser parceiro, apoiar ou mandar brindes para o Clube? Entre em contato no direct do perfil @sajeventos ou no whatsapp (75) 9 9994-5150.

Observação: O 5° Encontro do Clube do Livro SAJ pode ser adiado em decorrência da pandemia.

Fonte: Tribuna do Recôncavo

Jornalista Otto Freitas lança livro de crônicas sobre a velha boemia baiana

Jornalista Otto Freitas lança livro de crônicas sobre a velha boemia baiana - literatura, bahiaFoto: Fábio Bouzas

O jornalista e escritor baiano Otto Freitas acaba de lançar seu novo livro, Aquele jeito baiano de ser boêmio. Com ilustrações do artista plástico Elano Passos, a obra reúne 35 crônicas em 144 páginas recheadas de bom humor e informação sobre a Bahia, principalmente Salvador, nas três últimas décadas do século passado. Os textos falam de boemia e de história, patrimônio natural e cultural, hábitos e costumes baianos naquele tempo.

O projeto do livro foi contemplado através do Prêmio das Artes Jorge Portugal e contou com o apoio financeiro do Estado da Bahia, através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia), via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Aquele jeito baiano de ser boêmio traz conteúdo inédito e uma seleção de crônicas publicadas no site de notícias Bahia Já (www.bahiaja.com.br), ao longo de sete anos. As crônicas escolhidas do site foram reescritas, adaptadas e atualizadas. É um texto simples e direto, fácil e agradável de ler, com expressões cotidianas, palavras próprias do baiano comum, especialmente de Salvador. (mais…)

3 dicas para escritores independentes terem sucesso

3 dicas para escritores independentes terem sucesso - literaturaImagem Ilustrativa by Free-Photos from Pixabay

Mudança de comportamento durante a pandemia fez com que o número de escritores e novos títulos crescesse exponencialmente. Para Ricardo Almeida, escrever uma boa história, nos tempos de hoje, não basta mais. “Não que o conteúdo não seja mais importante, pelo contrário, continua sendo absolutamente fundamental que um livro tenha uma boa narrativa construída e que engaje o leitor de alguma maneira. Mas existem outros fatores que ajudam a conquistar mais leitores”, comenta.

Ricardo separou algumas dicas. Confira:

1 – Conteúdo de qualidade

Um livro de qualidade não é um livro que agrade todo mundo – até porque isso é essencialmente impossível – mas é aquele que reúne, em sua narrativa, todos os elementos necessários para agradar o seu próprio público-alvo, a fatia de leitores que goste do tipo de literatura em que ele se encaixa. Para os que estão começando, buscar dicas de como escrever um bom livro também ajuda. Além disso, é recomendado que haja uma leitura crítica e revisão ortográfica antes da publicação. (mais…)