MEC divulga resultado do Fies nesta terça, 09

Foto: Reprodução/ Site Fies

O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta terça-feira (09), o resultado do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) juro zero e do P-Fies. Nesta edição, serão ofertadas 46,6 mil vagas a juro zero. O resultado estará disponível na internet, na página do programa e nas instituições de ensino superior participantes. Os estudantes selecionados no P-Fies devem comparecer à instituição de ensino para validar as informações prestadas na hora da inscrição a partir desta terça-feira.

Já os selecionados na modalidade Fies devem complementar a inscrição no período de 10 a 12 de julho. Quem não foi selecionado na modalidade Fies juro zero pode ainda participar da lista de espera, entre os dias 15 de julho e 23 de agosto.Não há lista de espera do P-Fies. A pré-aprovação do financiamento na modalidade do P-Fies é de responsabilidade exclusiva dos agentes financeiros operadores de crédito que tenham relação jurídica estabelecida com instituições de ensino participantes.

O Fies concede financiamento a estudantes em cursos superiores de instituições privadas com avaliação positiva pelo Ministério da Educação.Pode concorrer quem fez uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e obtido nota maior que zero na redação. O novo Fies, que começou a vigorar em 2018, tem modalidades de acordo com a renda familiar. (mais…)

MEC diz que Enem digital poderá ter vídeos e games

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

A versão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vai possibilitar o uso de conteúdos como vídeos, infográficos e até mesmo games nas questões, segundo o Ministério da Educação (MEC). O anúncio da prova digital foi feito nesta quarta-feira (03), durante coletiva em Brasília. O exame terá uma versão piloto optativa em 2020, para 50 mil candidatos.

A partir de 2026, todos os estudantes farão a prova exclusivamente por meios digitais. De acordo com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a digitalização vai ao encontro do que está sendo feito no restante do mundo, além de possibilitar economia com a impressão de provas. Outra vantagem, segundo o MEC, é a rapidez na correção.

“Objetivamente, a pessoa pode receber a prova dela no celular já corrigida e verificar se concorda ou se teve algum erro de registro. Vai ter o comprovante em arquivo, tudo certinho”, afirmou. A redação também será feita pelo computador, digitada. Quanto às dificuldades de acesso a computadores e meios digitais – de acordo com o Censo Escolar 2018, 38% das escolas públicas têm laboratório de informática e 67%, acesso à internet -, Weintraub disse acreditar que a realidade brasileira terá mudado até 2026, quando o exame será apenas digital.

Metro1

Enem: Nenhuma escola da rede pública da Bahia aparece entre as 100 primeiras do estado

Foto: Suami Dias/ GOV-BA

A primeira escola estadual da Bahia no ranking das instituições com as melhores médias gerais no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aparece na posição 115. O Colégio da Polícia Militar Eraldo Tinoco, em Vitória da Conquista, apresentou o melhor desempenho da rede pública de ensino da Bahia com média geral 592,16.

Os dados foram divulgados pelo Inep nesta quinta-feira (27), e computados pela startup de educação Evolucional. A instituição de ensino baiana com a melhor média geral, considerando todas as escolas do estado, foi o Colégio Bernoulli, com média 706,55 e a posição 17 no Brasil inteiro.

O ranking baiano segue com o Colégio Helyos, de Feira de Santana, no segundo lugar com média geral 691,39 e ocupando a posição 40 nacionalmente; com o Colégio Acesso, também de Feira, com 690,05 e sendo o 43 do Brasil; seguido pelo Anchieta, com média 671,05 e 114º colocado em nível nacional. A primeira escola pública da lista é uma instituição federal e aparece na 10ª posição em âmbito estadual e 496ª no nacional, o Colégio Militar de Salvador, com média geral 642,84.

Bahia Noticias

Inscrições para o Fies do segundo semestre de 2019 estão abertas

Foto: Reprodução/ Site Fies

Estão abertas as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2019. Os estudantes devem se inscrever pela internet, no site do programa, até o dia 1° de julho.

O Fies concede financiamento a alunos de cursos superiores em instituições privadas com avaliação positiva pelo Ministério da Educação.

Pode concorrer quem fez uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e obtido nota maior que zero na redação.

Agência Brasil

De cada 10 professores do fundamental, 4 não têm formação no que ensinam

Imagem Ilustrativa | Foto: Carol Garcia/ GOVBA

Cerca de quatro em cada dez professores que davam aula para o segundo ciclo do ensino fundamental (do 6º ao 9º ano) no Brasil em 2018 não tinham formação adequada para o que ensinavam, segundo dados divulgados na última segunda-feira (24), no Anuário Brasileiro da Educação Básica 2019.

O estudo aponta que 37,8% dos docentes dos anos finais do ensino fundamental não tinham licenciatura ou complementação pedagógica na área da disciplina pela qual eram responsáveis. No ensino médio, esse índice ficou em 29,2%.

O anuário é resultado de uma parceria entre o movimento Todos pela Educação e a editora Moderna e se baseia nos microdados do Censo e nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, realizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Metro1

Fies chega com ‘terrível atraso’ nas Universidades Católicas, diz Dom Murilo

Foto: Divulgação/ Arquidiocese Salvador

O Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, declarou que o “atraso terrível” nos depósitos de valores do Financiamento Estudantil (FIES) cria um “clima muito pesado” nas instituições de ensino.

Dom Murilo, que é o principal gestor da Universidade Católica do Salvador (Ucsal), disse que o problema atinge todas as faculdades particulares.

“Não são só as faculdades católicas, mas todas as faculdades particulares que estão sofrendo. Eu penso que ainda é uma fase que o governo está se reorganizando e espero que logo se resolva isso”, disse.

Ele detalha como isso prejudica o aprendizado na instituição.

“O governo mesmo aceita que as universidades particulares recebam alunos que faça um convênio com ele, governo, e ir pagando depois. Esses recursos não tem vindo e os professores, com todo direito, querem no fim do mês os seus salários, e os funcionários também. Está havendo, esse ano, um atraso terrível, e isso prejudica todo o andamento, pois cria um clima muito pesado”, afirmou.

Redação: Metro1 | Fonte: Bocão News

Total médio de anos de estudo cresce, diz IBGE

Foto: Pixabay

O número médio de anos dedicados ao estudo no Brasil aumentou 0,2 ano a cada 12 meses entre 2016 e 2018, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A média passou de 8,9 anos em 2016 para 9,3 anos em 2018.De acordo com o relatório, as mulheres estudam cerca de seis meses a mais que os homens, mas todas as regiões do país registraram melhoras.

O Nordeste passou de 7,6 anos de estudo para 7,9. Os dados estão na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Educação 2018 (Pnad Educação), divulgada nesta quarta-feira (19), pelo IBGE.

Metro1

OAB vai ao STF pedir a suspensão do bloqueio das verbas da educação

Foto: Ascom/ OAB-BA

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nacional propôs nesta terça-feira (18), Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) que questiona o contingenciamento de verbas da educação superior no Supremo Tribunal Federal (STF).

A OAB aponta que a medida viola a autonomia das universidades, e que atinge as despesas com a manutenção das instituições. A iniciativa requer a concessão de uma medida cautelar para suspender os bloqueios e proibir a fixação de cotas de orçamento para as universidades pelo governo.

A OAB defende que a educação é um direito garantido pela Constituição, além de ser um dos pilares do Estado democrático de direito por promover a cidadania e o pluralismo político, princípios fundamentais da República.

Metro1

Inscrições para o Prouni se encerram nesta sexta, 14

Foto: Elza Fiuza/ Agência Brasil

As inscrições para a edição do segundo semestre do Programa Universidade para Todos (Prouni) se encerram nesta sexta-feira (14). Os candidatos têm até as 23h59 para pleitear bolsas de estudo integrais ou parciais em cursos de graduação.

O Prouni oferece cerca de 169 mil vagas, sendo 68 mil de bolsas de estudo integrais e 101,1 mil para bolsas parciais, cobrindo 50% do valor da mensalidade.

As inscrições podem ser feitas no site do Prouni. Podem participar candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018 com pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota acima de zero na redação, e que ainda não tenham diploma do ensino superior.

Metro1

Prazo para participar da lista de espera do Sisu começa nesta terça, 11

Foto: Elza Fiuza/ Agência Brasil

Começou nesta terça-feira (11) a inscrição para a lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre deste ano. O cadastro pode ser feito pelo portal do Sisu até a próxima segunda-feira (17), pelo link http://sisu.mec.gov.br/

Podem se inscrever candidatos que não foram selecionados na chamada regular em nenhuma das duas opções de curso aplicadas no Sisu.

A inscrição para a lista de espera pode ser feita para a primeira ou a segunda opção de curso. Os estudantes serão convocados a partir do dia 19, e o dia da matrícula para as listas de espera é decidido pelas instituições de ensino.

Metro1

Resultado do Sisu será divulgado nesta segunda, 10

Foto: Elza Fiuza/ Agência Brasil

O resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2019.2 será divulgado nesta segunda-feira (10), pela internet. A informação foi divulgada pelo MEC através do Twitter. Os aprovados devem realizar a matrícula entre os dias 12 e 17 de junho.

As inscrições para a seleção foram encerradas na última sexta-feira (10), com mais de 575 mil candidatos inscritos.

Três estados representavam 37% dos inscritos até o último dia de inscrição: Rio de Janeiro (74.730 pessoas); Minas Gerais (68.133) e Bahia (52.048).

Metro1

Começa prazo de recurso para quem teve nome social recusado no Enem

Foto: Arquivo/ Agência Brasil

Os estudantes que tiveram a solicitação do uso do nome social negado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem, a partir desta segunda-feira (03), até sexta-feira (07), interpor recurso. Eles devem enviar novos documentos para a análise, pela Página do Participante do Enem. O resultado do recurso será divulgado, também pela internet, no mesmo endereço, a partir do dia 10 de junho.

O atendimento pelo nome social é ofertado para participantes travestis ou transexuais que desejam ser identificados, na aplicação da prova, em consonância com a identidade de gênero. O prazo para solicitar esse atendimento terminou no dia 24 de maio. Os candidatos tiveram que enviar fotografia atual, nítida, individual, colorida, com fundo branco que enquadre desde a cabeça até os ombros, de rosto inteiro, sem o uso de óculos escuros e artigos de chapelaria; e cópia digitalizada, frente e verso, de um dos documentos de identificação oficial com foto válido.

Os documentos somente seriam aceitos caso estivessem nos formatos PDF, PNG ou JPG, com o tamanho máximo de 2MB. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, ao todo, nesta edição, foram feitos 2.068 pedidos de uso de nome social. O resultado da primeira análise está disponível desde o dia 31, também na Página do Participante.

Agência Brasil

Levantamento aponta que 75,6% dos alunos são negros na Ufba

Foto: Divulgação / Ufba

O perfil da graduação na Universidade Federal da Bahia (Ufba) é de maioria negra, jovem e feminina, de acordo com dados da V Pesquisa Nacional de Perfil dos Graduandos das IFES 2018, realizada pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e divulgada pela instituição. De um total de 38,6 mil alunos, 5774 estudantes responderam à pesquisa. Quinze anos após o início da política de acesso por cotas sociais e raciais, a Ufba ainda carece de recursos para atender às demandas trazidas por esse novo perfil de comunidade.

Três a cada quatro alunos são negros e de baixa renda, mas somente um tem ou já teve acesso a políticas de assistência estudantil. O setor, apesar de não ter sido incluída no bloqueio anunciado pelo Ministério da Educação, acaba sendo afetado na medida em que o funcionamento geral da universidade fique comprometido. Atualmente o perfil racial dos estudantes da universidade corresponde quase plenamente à composição racial da Bahia. Hoje 75,6% dos alunos são negros na Ufba, diante de 76,7% de negros da população do estado, segundo a PNAD/IBGE de 2018.

A pesquisa permite estimar ainda que 62,3% dos alunos são mulheres, acima do percentual nacional (54,6%). O percentual de ingressantes por cotas também supera o percentual nacional (45,1% x 41,9%), muito embora o total de alunos que vêm de escolas públicas seja um pouco menor na comparação com o conjunto das federais (57,7% x 64,7%). Outro dado indica que 69,1% dos estudantes da Ufba têm renda familiar média per capita de até um salário mínimo e meio. Além disso, 15,7% dos graduandos têm renda entre 1,5 e 3 salários mínimos, e apenas 12,3% vêm de famílias que têm renda acima disso. (mais…)

UFRB abre concurso para vagas de professor efetivo

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abriu inscrições para o concurso público de professor efetivo para trabalhar nos campi de Amargosa e Feira de Santana. São oferecidas seis vagas: duas para o Centro de Formação de Professores (CFP), em Amargosa; e quatro para o Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), em Feira de Santana.

As duas vagas em Amargosa são para área de conhecimento Língua Inglesa e Estágio Supervisionado de Língua Inglesa; e Educação do Campo e Produção Animal em Bases Agroecológicas. O vencimento básico é de R$ 4.463,93, com retribuição por titulação de R$ 2.204,27 e auxílio alimentação de R$ 458,00.

Em Feira de Santana, as quatro vagas são para a área de conhecimento Engenharia de Energia (01 vaga); Dispositivos de Potência/Transmissão e Distribuição da Energia Elétrica (02 vagas); e Engenharia de Produção/Engenharia Organizacional (01 vaga). O vencimento básico é de R$ 4.463,93, acrescidos de retribuição por titulação de R$ 5.136,99 e auxílio alimentação de R$ 458,00. As inscrições estarão disponíveis apenas por meio da internet, no site da UFRB, até às 23h59min do dia 21 de junho.

Metro1

UFRB abre inscrições de aluno especial de graduação para o semestre 2019.2

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abre inscrições para os interessados em cursar componentes curriculares na condição de aluno especial de graduação, com ingresso no semestre 2019.2. O período de inscrição segue até o dia 06 de junho. É possível o interessado cursar até cinco componentes curriculares em cursos de graduação, sem constituir vínculo com o curso e sem necessidade de participação em processo seletivo. O aluno especial receberá uma certidão, com o registro do desempenho obtido no componente cursado, que poderá ser aproveitado quando ingressar na instituição.

Os interessados devem se dirigir o Núcleo de Gestão Técnico-Acadêmico do Centro de Ensino responsável pela oferta do componente, preencher o formulário de solicitação com os nomes dos componentes que deseja cursar e entregar cópia do RG, CPF e o documento que comprove sua condição acadêmica. Podem se inscrever quaisquer alunos que estejam cursando o terceiro ano, mediante apresentação da declaração da Unidade Escolar, ou que concluíram o Ensino Médio, com a cópia do certificado de conclusão; alunos regulares de cursos de graduação de outras instituições, com a cópia do histórico escolar atualizado; e portadores de diploma de cursos de graduação, mediante cópia do diploma e do histórico escolar.

Para identificar os componentes curriculares que deseja cursar, basta acessar o Projeto Pedagógico de cada curso, que está disponível nos sites dos Centros de Ensino: Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB) e Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC), em Cruz das Almas; Centro de Formação de Professores (CFP), em Amargosa; Centro de Ciências da Saúde (CCS), em Santo Antônio de Jesus; Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), em Cachoeira; Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (CECULT), em Santo Amaro; e Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (CETENS), em Feira de Santana. (mais…)

UFRB faz concurso para professor efetivo em Feira de Santana e Amargosa

Arte: Divulgação

Um concurso oferece vagas para professor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Ao todo são seis vagas, quatro para os campi de Feira de Santana [Centro de Ciência e Tecnologia em Energia e Sustentabilidade (Cetens)] e duas para o de Amargosa [Centro de Formação de Professores (CFP)].

As inscrições para o campus de Amargosa ocorrem, apenas pela internet, até as 23h59min do dia 21 de junho. Mais informações de horário e local são obtidas pelo endereço www.ufrb.edu.br/concursos. O valor da taxa de inscrição é de R$ 150, e o vencimento básico é de R$ 4.463,93, com retribuição por titulação de R$ 2.204,27 e auxílio alimentação de R$ 458,00.

Para concorrer as quatro vagas para o campus de Feira de Santana, o candidato deve se inscrever também até as 23h59min do dia 21 de junho. A taxa de inscrição é de R$ 200. O postulante deve acessar o endereço eletrônico www.ufrb.edu.br/concursos para saber mais informações do certame.

Redação: Bahia Noticias | Fonte: Acorda Cidade

Voltar à página inicial