web analytics

Arroz, feijão, carne e frango são alimentos mais desperdiçados no Brasil

Foto: Andre Frutuoso/ Fotos Públicas

O arroz, a carne vermelha, o feijão e o frango são os alimentos mais desperdiçados na casa das famílias brasileiras, conforme levantamento do Ministério do Meio Ambiente (MMA) através da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania do MMA. A fim de combater o desperdício a pasta realizou a Semana Nacional de Conscientização sobre Perdas e Desperdícios de Alimentos 2018.

O evento teve culminância neste sábado (10), em Brasília, e contou com uma estrutura montada na Central de Abastecimento (Ceasa) da capital federal, e incluiu oferta gratuita de oficinas de combate ao desperdício, com dicas sobre como tirar o melhor aproveitamento de alimentos, evitando o descarte daquilo que ainda pode ser consumido. Ao longo dos últimos dias, exposições e outras oficinas, como a de hortas urbanas, também movimentaram o local. (Bahia Noticias)

Dieta do ovo: Quais são os riscos?

Crédito: Pixabay

As dietas milagrosas são os carros chefe de muitos sites voltados para o emagrecimento rápido. Vende-se o sonho da perda de peso no curto prazo e com o mínimo de sacrifício, tornando-as possibilidades mais viáveis, aceitáveis e assertivas para os leitores. A dieta do ovo é uma das mais pesquisadas na internet e também uma das mais praticadas por quem quer perder peso.

O ovo é um alimento muito nutritivo composto majoritariamente por água, proteínas e gorduras (lipídios). Ainda, de acordo com a EMBRAPA, ele não só é rico em proteínas, mas apresenta as de melhor qualidade, contendo uma boa quantidade de aminoácidos essenciais à nutrição humana.  Por apresentar essas características, foi popularizado como um superalimento e deu origem à dieta que propõe o seu consumo mais frequente. (mais…)

Hospital da Mulher realiza triagem para 500 consultas com mastologista neste sábado, 20

O Hospital da Mulher realizará, no próximo sábado (20), a partir das 7h, uma triagem para realização de consultas com o serviço de mastologia. Cerca de 250 pacientes serão contempladas e receberão atendimento ainda no mesmo dia. As mulheres que não forem atendidas durante o período serão cadastradas para serem atendidas posteriormente nos meses de outubro e novembro. Ao todo, 500 pacientes serão contempladas com o serviço.

Para ser atendida, a paciente deve comparecer à unidade munida de RG, comprovante de residência e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). É obrigatório apresentar a requisição (guia do SUS) para consulta com profissional da mastologia ou ultrassonografia e/ou mamografia indicativa de suspeita de lesão cancerígena (BIRADS 4, 5 e 6).

O Hospital: Unidade de referência estadual no diagnóstico e tratamento dos principais agravos que acometem a mulher, o Hospital da Mulher Maria Luzia Costa dos Santos, localizado no Largo de Roma, em Salvador, já atendeu, desde a sua inauguração, em janeiro de 2017, mais de 160 mil mulheres. Destes, mais de 30 mil atendimentos foram realizados pelo serviço de Mastologia. (mais…)

Musculação ajuda a aumentar a força e a resistência para outros esportes

Editada | Foto: Lucas Figueiredo/ CBF/ Fotos Públicas

Muitas pessoas que praticam esportes, como tênis, futebol, lutas, corrida, entre outros, deixam de fazer musculação por, às vezes, acharem que o exercício a mais pode trazer prejuízos. Mas isso pode ser um erro! Os exercícios de força podem contribuir bastante para o indivíduo ter um bom desempenho na sua modalidade ‘principal’. Existem boas razões para incluir na rotina de atividades físicas, os treinos de musculação. Uma delas diz respeito à força muscular.

“O desenvolvimento dessa capacidade física é a base necessária para correr, saltar, chutar a gol, dar golpes e fazer movimentações rápidas com mudanças de direção, dentre outros gestos exigidos em diferentes modalidades”, explica Igor Castro, Diretor Técnico da Rede Alpha Fitness.

A segunda razão diz respeito à prevenção de lesão muscular, graças ao fortalecimento e equilíbrio muscular em geral. Músculos utilizados de forma primária no esporte,assim como músculos acessórios, (que oferecem estabilidade às articulações) são alvos freqüentes de lesões no meio esportivo. (mais…)

Fisioterapia melhora qualidade de vida das pessoas com deficiência

Foto: Pixabay

Em 21 de setembro é comemorado o Dia Nacional de luta das pessoas com deficiência. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, mais de 45,6 milhões de brasileiros declararam ter algum tipo de deficiência. O número representa 23,9% da população brasileira. A deficiência visual foi a que mais apareceu entre as respostas dos entrevistados e chegou a 35,7 milhões de pessoas. Pelo estudo, 18,8% dos entrevistados afirmaram ter dificuldade para enxergar, mesmo com óculos ou lentes de contato.

Para a coordenadora do curso de Fisioterapia do Centro Universitário Estácio da Bahia, Daniella Gomes, qualidade de vida é um conceito subjetivo, já que pode ter significados diferentes para diferentes pessoas. Estão aí envolvidos o acesso a saúde, a educação, transporte, trabalho decente, lazer, relações pessoais, dentre outros. “Porém, pode-se dizer que a fisioterapia trabalha com o objetivo de dar independência funcional ao paciente. Ser independente nas suas atividades de vida diária e, além disso, ter possibilidade de ter lazer e vida digna é o objetivo de toda pessoa com deficiência. O desejo do paciente é, muitas vezes, conseguir tomar um banho sozinho, ou se alimentar sem ajuda e é aí que a fisioterapia faz o seu papel”, diz.

O nível de melhora não pode ser definido. Isso vai depender do tipo de deficiência (física, intelectual, visual, múltiplas deficiências), da idade do paciente, da doença de base, da extensão da lesão, do tempo que levou para o socorro ser dado e da intensidade e estímulos dados na reabilitação. Para isso o fisioterapeuta deve realizar uma avaliação minuciosa no paciente e a partir daí traçar os objetivos da reabilitação e escolher as técnicas adequadas para esses objetivos sejam cumpridos. (mais…)

Diagnóstico precoce pode melhorar qualidade de vida de pacientes com Doença de Alzheimer

Na foto: André Gordilho | Crédito: Divulgação

Já existem mais de um milhão e seiscentas pessoas acometidas pelo Alzheimer no Brasil, segundo dados da Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz). A previsão é de que o número de casos no mundo atinja 135,5 milhões até 2050, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). O dia 21 de setembro é Dia Mundial da Conscientização sobre a Doença de Alzheimer, por isso, ao longo de todo o mês, diversos órgãos e instituições do Brasil realizam uma campanha para promover os cuidados com a saúde dos idosos e informar sobre a patologia.

Com o aumento da expectativa de vida da população e, consequentemente, do número de idosos no País, é preciso cada vez mais que as famílias estejam informadas sobre a doença, para que seja feito o diagnóstico precoce, elemento que é essencial para proporcionar um aumento na qualidade de vida dos pacientes.

O Alzheimer é uma doença neurológica degenerativa, progressiva e irreversível, caracterizada por perdas graduais da função cognitiva (atenção; concentração; raciocínio; memória), e distúrbios do comportamento (agressividade; irritabilidade) e afeto. A doença é o tipo de demência mais comum e reduz a capacidade de trabalho e relação social, interferindo no comportamento e na personalidade do indivíduo. (mais…)

Novo desafio da internet alerta para risco de suicídio entre crianças e adolescentes

Na foto: Ethel Poll e Nadja Pinho | Divulgação

Um possível caso de suicídio, ainda em investigação, que ocorreu esta semana em Pernambuco, alerta para o risco de crianças e adolescentes se envolverem em situações que podem levar a mutilações e até a morte. Uma criança de 9 anos encontrada pelos pais enforcada em uma árvore por um fio, no quintal de sua casa, pode ter relação com o chamado desafio de “Boneca Momo”, que tem circulado no WhatsApp.

Nadja Pinho, psicopedagoga da Holiste, salienta que uma das dificuldades em se identificar o risco de suicídio entre os jovens é que, naturalmente, essa fase da vida já é marcada por grandes mudanças de comportamento. O problema reside em separar o que pode ser considerado um comportamento normal daquilo que merece a atenção de um especialista.

“Aquele aluno que nunca teve problemas disciplinares e que, de repente, começa a filar aula, se envolver em confusões e brigas; ou o aluno que nunca teve problemas com notas passa a ter um rendimento escolar muito abaixo da média, comprometendo sua aprovação nos exames. Esses dois perfis merecem a atenção dos pais, educadores e colegas, pois estes são indícios de que algo não está bem com o jovem”, pontua Nadja.

A psicopedagoga admite que em alguns casos os indícios podem ser mais sutis. “Certos casos vão apresentar sinais mais pontuais, que não chegam a comprometer o rendimento escolar, mas que podem caracterizar um risco. Os adolescentes tendem a amplificar o seu sofrimento, pela falta de experiência em lidar com suas emoções. Ao se deparar com essas situações de sofrimento, o jovem pode desenvolver um episódio depressivo”, alerta a especialista. (mais…)

Consumo de álcool está ligado ao suicídio, diz estudo

Foto: Reprodução / Youtube

Um estudo científico indica a ligação entre o consumo de álcool e o suicídio de pessoas entre 25 e 44 anos. A pesquisa foi realizada pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) divulgado este ano em um jornal científico. Foram analisados 1,7 mil casos na cidade de São Paulo entre 2011 e 2015 a partir de exames toxicológicos e mais de 30% das vítimas apresentavam diferentes concentrações de teor alcoólico no sangue.

Entre os homens essa porcentagem chegou a 34,7%. Um dos motivos para isso é que, ao estar sob efeito de álcool, diminuiu a capacidade de julgamento, senso crítico e autocontrole. No próximo mês, será lançada a campanha #SaiaDaSombra, para contribuir para as atividades educativas da campanha global Setembro Amarelo, que tem como foco o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, celebrado no próximo dia 10.

A mensagem será lançada em forma de vídeo nas redes sociais com o objetivo de atingir os mais jovens. A campanha é feita em parceria com o Centro de Valorização à Vida (CVV) e o laboratório Pfizer. O foco será nos jovens que apresentam sinais de alerta em relação à depressão e à possibilidade de cometer suicídio. (Bahia Noticias)

Dicas de cuidados diários para uma pele saudável

Foto: Pixabay

O estresse do dia a dia e a falta de cuidados diários provocam não só cansaço físico e falta de disposição, como também alguns sinais visíveis na pele, principalmente na região do rosto.

Para evitar danos, além dos processos básicos como limpeza, hidratação e proteção solar, a pele do rosto requer outros cuidados específicos, como a tonificação. Uma rotina consistente, composta por limpeza, cuidados e proteção solar, auxilia na saúde da pele.

A partir de um passo a passo simples, a pele, tanto do corpo como do rosto, pode manter-se saudável e radiante todos os dias. Confira algumas dicas elaboradas pela Eucerin, uma das principais marcas de dermocosméticos: (mais…)

Exercícios físicos ajudam a evitar pânico e ansiedade, diz OMS

Editada | Foto: Lucas Figueiredo/ CBF/ Fotos Públicas

Cerca de 264 milhões de pessoas no mundo sofrem de síndrome do pânico e ansiedade, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). As mulheres são as mais afetadas. Os benefícios dos exercícios físicos para a saúde de uma maneira geral são bem conhecidos.

Porém, o que muitos não sabem é que eles também podem ajudar a combater os sintomas destes problemas e beneficiar a sua saúde mental, segundo apontou um estudo da OMS. “Os exercícios físicos são capazes de estimular a produção de endorfina, substância que causa a sensação de bem-estar e euforia”, explica Igor Castro, Diretor Técnico da Rede Alpha Fitness.

A prática de exercícios físicos distrai os pensamentos negativos, comuns durante episódios de pânico e ansiedade. “Fazer exercícios só quando sentir ansiedade ou crises de pânico não vai adiantar. É a prática regular que vai proporcionar os benefícios citados. (mais…)

Câncer mata 32 pessoas por dia na Bahia

Foto: Carlos Sodré/ Ag. Pará/ Fotos Públicas

O câncer lidera o número de causas de mortes na Bahia. Por dia, em todo estado, cerca de 32 pessoas tornam-se vítima fatais da doença, de acordo com dados do Ministério da Saúde referente ao ano de 2016. Para se ter uma ideia do crescimento da doença, em 2011, o câncer nem aparecia como principal causa de mortes no estado.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, a partir do DataSus, a neoplasia maligna ocupa o topo do ranking de mortalidade na Bahia, tendo vitimado 11.697 pessoas em 2016 – média de 32 por dia. Ainda segundo a pasta, deste total 6.261 foram homens e 5.436 mulheres. Já quanto à faixa etária da população, cerca de 45% das vítimas eram idosos entre 60 e 79 anos. (mais…)

Epidemias de zika e chikungunya podem voltar com força no verão

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

A poucos meses do início do verão, especialistas alertam que o Brasil pode voltar a sofrer com epidemias de Zika e Chikungunya. Apesar da redução da incidência de casos este ano, as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti podem voltar a ter força a partir de dezembro ou janeiro de 2019, quando já terá passado o período da primeira onda de surto em alguns estados.

O pesquisador colaborador da Fundação Oswaldo Cruz em Pernambuco Carlos Brito, disse que o país se dedicou mais nos últimos dois anos no estudo dos impactos do Zika, devido ao surto e a perplexidade causada pelos casos de microcefalia nos bebês. Ressaltou, no entanto, que mesmo assim o país continua despreparado para atender novos casos das arboviroses, principalmente de Chikungunya.

“Na verdade, deixou-se um pouco de lado a Chikungunya que, para mim, é a mais grave das arboviroses. E as pessoas geralmente nem têm ciência da gravidade, nem estão preparadas para conduzir a Chikungunya. É uma doença que na fase aguda não só leva a casos graves, inclusive fatais, mas deixa um contingente de pacientes crônicos, que estão padecendo há quase dois anos com dores, afastamento das atividades habituais de trabalho, lazer, vida social”, explicou Brito. (mais…)

Atividade física turbina o cérebro em qualquer fase da vida, diz pesquisa

Editada | Foto: Lucas Figueiredo/ CBF/ Fotos Públicas

Além de ajudar a prevenir problemas lá na frente, os exercícios físicos deixam nossos neurônios mais capacitados para responder aos desafios do dia a dia, e o raciocínio mais rápido do que os piques dos grandes corredores. Movimentar o corpo fortalece tanto a massa muscular, quanto a massa cinzenta.

“Os estudos científicos apontam que a prática esportiva diminui o risco de comprometimento cognitivo leve em 35% e o de Alzheimer em 51%. Além de aprimorar o funcionamento de um cérebro considerado saudável”, explica Guilherme Reis, coordenador geral da rede Alpha Fitness.

Em uma análise de oito estudos com voluntários de diversas faixas etárias, pesquisadores da Universidade da Columbia Britânica, no Canadá, concluíram que o fato de a pessoa não gastar o dia inteiro sentada, já está associado a um melhor desempenho em testes cognitivos – e a uma probabilidade reduzida de demência. Dito de outra maneira, as células nervosas – assim como o bíceps ou a musculatura da coxa – ganham potência ao serem estimuladas por uma vida movimentada. (mais…)

Saiba como superar obstáculos de forma positiva sem perder o controle emocional

Foto por Joe St. Pierre

Planejar o futuro muito possivelmente seja uma das coisas que você goste de fazer. Bacana. Fazer planos, ter sonhos e objetivos é ótimo. Nos motiva e nos coloca pra frente. Temos uma ideia, construímos um futuro na nossa cabeça e começamos a buscá-lo. Mas não é necessário muitos anos de vida para já perceber que as coisas nem sempre saem como planejado. A estrada é cheia de buracos e às vezes ficamos trancados em alguns.

Complicações fazem parte do dia a dia. Têm vezes que as coisas ficam bem complicadas e passamos por fases difíceis. Nessas horas existem diferentes formas de lidar com elas. Muitas pessoas sofrem e ficam batendo cabeça contra os acontecimentos e infortúnios. Mas outras, têm uma característica muito bacana e que precisamos aprender a desenvolver. É a nossa capacidade de resiliência.

A habilidade de ser resiliente é algo cada vez mais importante nesse mundo de mudanças constantes que vivemos. Ser resiliente basicamente significa saber se adaptar à nova realidade quando a vida apronta algo que não gostamos. É saber superar obstáculos de forma positiva sem perder o controle emocional. Aceitar a nova realidade por mais que não seja aquela que se deseja e começar a ver o que fazer para melhorar a partir desse novo ponto.

A resiliência nos ajuda a desprender do passado e encarar a nova fase de frente. Assim como precisa ser. Sem lamentações pelo leite derramado. Com coragem e vontade de vencer. Assim, mantendo nossos planos e sonhos no caminho de serem alcançados.

Texto produzido com exclusividade para o Tribuna do Recôncavo por Juan O’Keeffe (mais…)

Margarina x manteiga: Qual a melhor opção para a saúde?

Foto: Pixabay

Manteiga ou margarina? Com certeza a dúvida já passou pela sua mente, seja na hora de preparar uma receita, tomar café da manhã ou comprar os produtos no mercado.

Apesar de serem igualmente saborosas, as duas possuem grandes diferenças no que diz respeito a sua origem e valores nutricionais.

Para ajudar a entender melhor, a Dra. Renata Domingues, médica especializada em Nutrologia, diretora responsável da Clínica Adah e vice-presidente da Associação Brasileira de Nutrologia Médica (Abranutro), explicou cada uma delas. Confira: (mais…)

Preliminares no Sexo: Descubra os segredos para arrasar na hora “H”!

Foto: Pixabay

Para uma relação sexual ser boa é preciso que ambos sintam prazer, mas a pressa dos homens pulando etapas fundamentais, como as preliminares, tem deixado as mulheres insatisfeitas com a vida sexual.

Para a sexóloga e consultora do site www.cdate.com.br, Carla Cecarello, os homens são afoitos e esquecem que uma boa preliminar pode ser muito melhor que a penetração em si. Carla explica que as mulheres precisam do aquecimento inicial e não é apenas uma coisa de mulher, é que todo esse processo auxilia na preparação do clitóris e da vagina para receber a penetração.

Segundo a sexóloga, as mulheres se sentem incomodadas quando vão para a cama com um homem que não olha para ela. “Elas gostam de serem olhadas, gostam de serem tocadas no corpo. Quando o homem não faz isso, não aprecia o corpo dela, ela se sente incomodada por não ser percebida por ele”, diz. Ainda segundo Carla, Para o sexo ser bom o homem tem que demonstrar desejo por aquela mulher através da pegada, do jeito que ele chama o corpo da mulher para perto do corpo dele. (mais…)

Voltar à página inicial