Carnaval: Evite contágio de doenças pela boca

Carnaval: Evite contágio de doenças pela boca - saude, brasilCrédito: Pixabel

Segundo levantamento divulgado recentemente pelo Ministério da Saúde, o Brasil conseguiu evitar 2,5 mil mortes causadas pela Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids, sigla em inglês) entre os anos de 2014 e 2018. Apesar dos números, o órgão estima que atualmente 135 mil brasileiros vivem com HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana, na tradução) e não sabem.

O cirurgião-dentista do Seconci-SP (Serviço Social da Construção) Alexandre Martins explica que a cavidade bucal pode ser a porta de entrada para uma série de doenças, incluído o HIV, no caso do sexo oral. Daí a importância de uso de preservativo nesta prática, além do hábito de visitas regulares ao dentista para a detecção dos primeiros sinais da Aids. “Muitas lesões bucais surgem por consequência do declínio do sistema imunológico dos pacientes soropositivos. Por isso, em uma consulta de rotina, a doença pode ser identificada”, comenta.

O especialista destaca que nem toda ferida na cavidade bucal pode ser diretamente associada à Aids, pois aftas são itens relativamente comuns na maioria das pessoas e não estão diretamente relacionadas a uma doença específica. Apesar disso, manchas esbranquiçadas na língua e feridas persistentes na boca devem ser consideradas sinais de alerta.

Prevenção

O especialista explica que a saliva não possui uma quantidade viral suficiente para que uma pessoa possa se contaminar com o HIV por meio de um beijo em um indivíduo soropositivo, por exemplo. Contudo, cáries e infecções sexualmente transmissíveis, como herpes, sífilis, gonorreia e o Papilomavírus Humano (HPV), podem sim ser transmitidas por meio deste contato.

Outra doença que precisa estar no radar das pessoas, principalmente em época de festividades como o Carnaval, é a Mononucleose, conhecida também como enfermidade do beijo. Trata-se de uma doença infecciosa, assintomática, causada pelo vírus Epstein-Barr e transmitida pelo contato íntimo de salivas.

O cirurgião-dentista destaca que a melhor forma de prevenção é evitar beijar pessoas com feridas na boca e sempre realizar todos os tipos de relações sexuais com proteção. “Outra dica muito importante é evitar colocar as mãos na boca, principalmente quando estiver em locais com grande aglomeração de pessoas, pois vírus como os da herpes podem ser transmitidos ao tocar uma ferida e levar a mão à cavidade bucal”, finaliza.

Matéria: Karina Gaudereto, Harley Moreira  e Raquel Brito/ Seconci-SP

Ministério da Saúde quer eliminar sarampo do país até julho

Ministério da Saúde quer eliminar sarampo do país até julho - saudeFoto: Carlos Bassan/ Fotos Públicas

O Ministério da Saúde estipulou como meta erradicar o sarampo até julho deste ano. A declaração do secretário de Vigilância em Saúde (SVS) do ministério, Wanderson de Oliveira, ocorreu nesta sexta-feira, dia 14, após a morte de uma criança de 9 anos no Rio de Janeiro. “Nossa meta é eliminar com o sarampo até 1º de julho de 2020. Para isso temos que ter adesão da população e dos gestores estaduais e municipais”.

O ministério lança no sábado, dia 15, o Dia D de vacinação contra o sarampo. O secretário-executivo da pasta, João Gabbardo, lamentou a morte da criança e acrescentou que a fatalidade serve de alerta para os pais e responsáveis vacinarem as crianças. “A morte dessa criança, tragicamente, é o maior alerta que a gente pode fazer para que os pais levem as crianças aos postos de saúde do Brasil inteiro para fazer a vacina”.

Segundo dados do ministério, o Brasil tem, atualmente 337 casos de sarampo registrados e confirmados. Foi feita uma campanha de mobilização contra o sarampo no ano passado, mas Wanderson de Oliveira lamentou a baixa adesão entre os adultos. “O movimento foi preparado para eliminarmos o sarampo do território nacional. Então, começamos numa primeira fase com crianças menores de 5 anos. Depois, numa segunda fase, de 20 a 29 anos. Nessa fase, a vacinação foi muito baixa. Distribuímos 9 milhões de doses de vacina e fizemos pouco mais de 1,8 milhão”. (mais…)

Especialista esclarece mitos sobre dor muscular após o treino

Especialista esclarece mitos sobre dor muscular após o treino - saudeEditada | Foto: Lucas Figueiredo/ CBF/ Fotos Públicas

Muita gente já deu largada em seu projeto verão, mesmo aqueles retardatários. A poucos dias da maior festa de rua do planeta, algumas pessoas ganham uma dose extra de animação e chegam à academia com a promessa de não desistir.

Para alguns, a ideia é ir além da estação e treinar com força total! Mas com tanta energia acumulada e com o curto tempo para um resultado desejado, ao terminar os treinos, algumas pessoas sentem aquelas dores e aí é hora de entender como identificar o que pode ser comum daquilo que pode causar lesão. Existem diversas adaptações no corpo e no pós treino, algumas podem passar despercebidas por ocorrerem de forma muito discreta.

“Quando uma pessoa faz um exercício novo ou mais intenso, há sempre uma sensação de dor na região no dia seguinte. Isso ocorre porque durante a sobrecarga ocorrem microlesões nas fibras musculares e, com isso, inicia-se um processo inflamatório no local – que faz parte de um processo de adaptação do sistema neuromuscular”, explica Guilherme Reis, Coordenador Geral da Rede Alpha Fitness.

(mais…)

Doença do Beijo: Risco de infecção cresce no Carnaval

Doença do Beijo: Risco de infecção cresce no Carnaval - saude, destaqueFoto: Daniele Rodrigues/ GOVBA

É fevereiro, é Carnaval, é festa! O período mais animado do ano pode ser o cenário perfeito para a mononucleose. Isso porque o vírus Epstein-Barr (VEB), da mesma família do herpes, é transmitido, principalmente, pela saliva e por objetos compartilhados, como copos e canudos. Devido ao modo de contágio, a enfermidade ficou popularmente conhecida como a doença do beijo.

De acordo com a infectologista da Doctoralia, Flávia Cunha Gomide, a doença apresenta sintomas que perduram de duas a quatro semanas. “Os principais são febre, gânglios inchados no pescoço, virilhas e axilas, cansaço, dores no corpo, dor e inflamação na garganta e erupção cutânea”, revela.

Por ter sintomas parecidos com os de outras infecções (como amidalite bacteriana e até HIV em fase muito inicial), ao notar os sinais, é importante procurar um médico para o diagnóstico correto. “Não há um tratamento específico para a doença do beijo. Geralmente, são indicados repouso e medicamentos que amenizem os sintomas”, conta Flávia.

Confira abaixo as dicas de prevenção da infectologista Flávia Cunha Gomide, membro da Doctoralia:

Tenha hábitos saudáveis. Exercícios, boa alimentação e horas adequadas de sono aumentam sua resistência para se defender contra infecções;

Cubra a boca com a parte interna do braço, quando for tossir ou espirrar;

Não compartilhe alimentos, pratos, copos e outros utensílios;

Higienize as mãos com álcool gel; e,

Mantenha a sua vacinação em dia.

ASCOM

Exercícios físicos durante a gestação são aliados da saúde e bem-estar

Exercícios físicos durante a gestação são aliados da saúde e bem-estar - saudeFoto: Pixabay

Não há dúvidas quando o assunto são os benefícios que os exercícios físicos promovem à saúde. E durante o período de gestação não é diferente. O ideal é que cada mulher entenda assuas limitações, mas que não deixe de lado a prática da atividade física que proporcione um maior bem-estar, em conjunto com uma alimentação balanceada, e uma gravidez mais ativa.

Segundo Guilherme Reis, Coordenador Geral da Rede Alpha Fitness, os exercícios físicos podem ser iniciados em qualquer fase da gestação, desde que o médico autorize a prática e que a grávida tenha um acompanhamento de um profissional de educação física. Além disso, os exercícios podem ajudar a diminuir o estresse e a ansiedade, aumentar a autoestima, e reduzir as dores nas costas, devido ao ganho de peso normal do período.

A prática regular de atividade reduz também o risco de desenvolvimento de diabetes gestacional. O risco de pré-eclâmpsia e parto cesáreo também é reduzido pelos efeitos fisiológicos do exercício físico. Há ainda uma redução no acúmulo de água nos membros inferiores. (mais…)

Contato com água das chuvas, que são típicas do Verão, aumentam riscos de leptospirose

Contato com água das chuvas, que são típicas do Verão, aumentam riscos de leptospirose - saude, noticiasFoto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Pancadas de chuva são comuns nos meses de Verão devido ao aumento da temperatura característico do período. Porém, o grande volume de água pode provocar alagamentos e transtornos, e a população afetada é exposta a doenças como a leptospirose. O contato direto com a água da chuva pode representar um risco elevado de contaminação. Nos últimos dias a chuva tem provocado estragos em cidades dos estados da Região Sudeste e em algumas regiões da Bahia, aumentando a probabilidade de alagamentos, deslizamentos de encostas, queda de barreiras e transbordamentos de rios. Por isso, o Hospital Alemão Oswaldo Cruz alerta para riscos de leptospirose;

Os principais agentes transmissores da doença são os ratos, que por meio da urina eliminam a bactéria causadora da doença, a Leptospira. Portanto, evitar o contato com a água de enxurradas e enchentes é o mais recomendado como medida preventiva, assim como evitar lavar sem proteção adequada quintais, caixas de esgoto e áreas que possam ter sido contaminadas.

De acordo com informações do Ministério da Saúde, a leptospirose é uma doença de alta incidência no país e em manifestações mais graves a letalidade pode chegar a 40% dos casos. Por isso, de acordo com o Dr. Ivan França, infectologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, evitar o contato com água de enchentes é a melhor forma de prevenção. “Quando essas enchentes acontecem, a urina de ratos existente em esgotos e bueiros mistura-se a água das enxurradas e lama”, explica. (mais…)

Carnaval: Especialista dá dicas sobre a preparação física para os dias de festa

Carnaval: Especialista dá dicas sobre a preparação física para os dias de festa - saudeFoto: Daniele Rodrigues/ GOVBA

Faltando pouco menos de um mês para o carnaval, os foliões já precisam se preparar, pois é preciso estar com o condicionamento em dia para curtir a festa sem problemas. O carnaval exige bastante resistência para quem curte brincar e, segundo Igor Castro, Diretor Técnico da Rede Alpha Fitness de academias, mesmo faltando um tempo razoável para o início da folia de Momo, dá tempo, até para os sedentários, de se preparar.

Com os excessos alimentares e a ingestão exagerada de bebidas alcoólicas, o profissional alerta que a saúde pode ser comprometida e o risco de lesões aumenta. “É importante respeitar os limites do corpo. Os abusos do período causam aumento da fadiga, que podem levar à irritabilidade, baixa da imunidade, desidratação e mau humor”, afirma Igor.

De acordo com o especialista, é possível iniciar a preparação física para o Carnaval com atividades aeróbicas de baixa intensidade (caminhada ou dança), e depois partir para exercícios de força e flexibilidade. “Corrida, caminhada, bicicleta e lutas em geral são atividades que trabalham o condicionamento físico. Musculação, funcional e ginástica localizada são exercícios que definem e fortalecem a musculatura”, complementa. (mais…)

Lesões na pele podem resultar em sérias complicações a pacientes acamados

Lesões na pele podem resultar em sérias complicações a pacientes acamados - saudeFoto: Pixabay

Diagnosticada com síndrome de reconstituição imune, anemia por doença crônica e transtorno de ansiedade, Jéssica Silva, de 28 anos, ficou quatro meses internada em um hospital de Salvador. Nesse período permaneceu acamada, e apresentou múltiplas lesões por pressão, na região lombar, costas e no pé. Após apresentar melhora no estado clínico, o médico responsável indicou o trabalho de Home Care para dar seguimento no tratamento das lesões e conclusão de antibióticos para tratar infecção.

Ela faz parte de um cenário onde, somente em 2018, foram registradas no Brasil 19.297 ocorrências de úlcera por pressão, a terceira maior causa de notificação junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os dados são do último relatório de Incidentes Relacionados à Assistência à Saúde, do órgão, divulgado no último ano. As lesões de pele podem parecer ocorrências simples, mas exigem atenção, já que uma lesão nessa região pode ter complicações como infecção, que pode atingir órgãos, ossos, sangue e até levar a morte. A precaução deve ser ainda maior com quem está acamado ou imobilizado por longos períodos em casa ou no hospital. Estima-se que cerca de 59% dos pacientes nestas condições desenvolvem lesões na pele, chamadas de lesões por pressão.

Jéssica está sendo acompanhada em casa há dois meses por uma equipe multidisciplinar da S.O.S Vida, com nutricionista, fisioterapeuta, enfermeira e técnico de enfermagem, dentre outros profissionais. “Fui informada quais alimentos e suplementos deveriam ser consumidos para ajudar na cicatrização. Com uma semana já mudou o curativo. Graças a Deus está melhorando”, felicita. A alimentação também pode auxiliar no tratamento e prevenção. De acordo com o Protocolo de Nutrição para tratamento de feridas criado pela empresa especializada em Home Care, uma dieta baseada em proteína, vitamina C e minerais como zinco e ferro ajuda a construir colágeno para recuperar o tecido cutâneo. Essa dieta pode ser realizada por meio de alimentos naturais ou com o auxílio de suplementos, a depender de cada caso. A alimentação é um importante recurso para regenerar áreas já afetadas por lesões, mas também para fortalecer o organismo e prevenir feridas. (mais…)

Cientistas criam tecnologia que identifica infecção urinária com uso de smartphone

Cientistas criam tecnologia que identifica infecção urinária com uso de smartphone - tecnologia, saudeImagem Ilustrativa | Foto: Pixabay

Semelhante a um teste de gravidez e com duração de 25 minutos, um novo diagnóstico de bactérias causadoras da infecção urinária está sendo desenvolvida por cientistas da Universidade de Bath, na Inglaterra. Para identificação da patologia, o infectado usará a câmera de um smartphone.

De acordo com o portal Techtudo, a nova tecnologia traz redução de custos para o médico e rapidez no diagnóstico para o paciente. Atualmente, os exames de detecção de infecções no trato urinário demoram dias para se chegar em um resultado. Com isso, é esperado que países subdesenvolvidos e áreas de difícil acesso sejam beneficiados com a novidade.

Para realização do teste, além do uso do smartphone, são utilizados uma tira plástica contendo anticorpos – local onde vai ser aplicada a amostra de urina – e uma enzima, que será aplicada na tira. É com o uso conjunto do material plástico e da substância que muda as bactérias de cor, que a câmera do celular consegue detectar a presença destes micro-organismos. (mais…)

Cirurgia bariátrica: Conheça os principais mitos e verdades sobre o procedimento

Cirurgia bariátrica: Conheça os principais mitos e verdades sobre o procedimento - saudeImagem Ilustrativa Foto: Ascom/ HPEG Belém-Pará/ Fotos Públicas

Perder peso é um grande desafio para muitas pessoas e em diversos casos, a luta em busca pelo emagrecimento não acontece apenas pela questão estética, mas também pela saúde. Atualmente, a obesidade é uma das condições de saúde que mais atingem a população brasileira, e essa condição está ligada não só a fatores genéticos, mas também pelos hábitos de vida pouco saudáveis, como alimentação desequilibrada e falta de exercícios físicos.

De acordo com os dados mais recentes do Ministério da Saúde divulgados em 2017, um em cada cinco brasileiros está muito acima do peso. A pesquisa apontou que 41,6 milhões de pessoas ou 19,8% da população possui índice de massa corporal (IMC) acima de 30, o que é considerado obesidade. Destes, um terço (ou 13,6 milhões), possuem IMC acima de 35, o que os coloca na posição de obesos mórbidos.

E esses números alarmantes aos poucos começam a se refletir também no volume de cirurgias bariátricas realizadas no País: de acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), em 2018 foram realizadas 63.969 cirurgias de redução do estômago, como o procedimento é popularmente conhecido. Destes, 49.521 foram realizados por meio da saúde suplementar (planos de saúde), 11.402 cirurgias pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e 3.046 cirurgias particulares. (mais…)

É necessário não alimentar sentimentos ruins e se afastar de pessoas negativas? Reflita com Dr. Jorge Soares

Na Mensagem da Semana desta segunda-feira, dia 18, o Psicanalista Dr. Jorge Soares fala sobre a importância do ser humano ter autocontrole. Para isso, entre outras atitudes, é necessário não alimentar sentimentos ruins e se afastar de pessoas negativas.

Confira o vídeo abaixo:

Sobre o autor:

Dr. Jorge Soares é Psicanalista, Neuropedagogo, Psicopedagogo e Terapeuta de Regressão. Ele atende na cidade de Cruz das Almas(BA) e realiza palestras para empresas em toda região. WhatsApp (71) 9 8123-9592.

Um em cada seis homens tem câncer de próstata no Brasil, segundo Inca

Um em cada seis homens tem câncer de próstata no Brasil, segundo Inca - saudeFoto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

Um em cada seis homens tem câncer de próstata no Brasil, como mostram dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Mesmo sendo a segunda principal causa de morte por câncer de pessoas do sexo masculino, com cerca de 14 mil óbitos por ano, pouco é feito para previnir a doença, já que metade dos brasileiros nunca foram a um urologista.

“Infelizmente ainda há muito bloqueio por parte do público masculino em relação ao exame do toque retal. Felizmente, isso tem melhorado um pouco ao longo dos anos. Associado a esse tabu, de ser um exame um pouco mais evasivo, de mexer com a parte da sexualidade masculina, o homem acaba ficando com um pouco mais de receio de ir ao médico”, explicou Felipe Costa, médico urologista do Hospital do Homem, em São Paulo.

Segundo ele, a única forma segura de prevenir a doença é a consulta clínica, com todos os homens a partir dos 50 anos realizando o exame anualmente, e grupos de maior risco, como negros e indivíduos que têm histórico familiar de câncer de próstata abaixo dos 60 anos, fazendo acompanhamento a partir dos 40 a 45 anos.

Metro1

Jovens de 20 a 29 anos são alvo de nova etapa de vacinação contra sarampo

Jovens de 20 a 29 anos são alvo de nova etapa de vacinação contra sarampo - saudeFoto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

A partir da próxima segunda-feira, dia 18, os postos de imunização de rede municipal de saúde de Salvador darão início à próxima etapa da campanha nacional de vacinação contra o sarampo. O público-alvo é formado por jovens de 20 a 29 anos não vacinados ou que estão com esquema vacinal incompleto da tríplice viral, que protege do vírus do sarampo, caxumba e rubéola.

Na capital baiana, cerca de 880 mil pessoas estão nessa faixa etária, que tem maior incidência nos casos de sarampo registrados no país. A fim de ampliar o acesso do público às doses, a Secretaria Municipal da Saúde ainda vai promover, no próximo dia 30, um novo “Dia D” da estratégia, quando, além de postos de saúde convencionais, pontos com grande circulação de pessoas espalhados pela cidade serão instalados para vacinação contra o sarampo.

Apesar da nova etapa da campanha intensificar a imunização das pessoas de 20 a 29 anos, as doses permanecem disponíveis para os demais grupos, de 6 meses a 49 anos de idade.

Metro1

Bons hábitos alimentares e atividade física previnem e controlam diabetes

Bons hábitos alimentares e atividade física previnem e controlam diabetes - saudeFoto: Diogo Moreira/ A2D/ Fotos Publicas

Para algumas pessoas, a atividade física pode despertar uma relação de amor e ódio, mas um fato indiscutível entre os especialistas é que sua prática traz diversos benefícios à saúde. Além de controlar o peso e melhorar a circulação sanguínea, praticar exercícios físicos regularmente pode ajudar, também, na prevenção de doenças crônicas, como o diabetes.

Normalmente silencioso, o problema afeta mais de 13 milhões de brasileiros, segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). Número que cresceu mais de 60% nos últimos 10 anos. Existe uma falsa ideia de que uma redução no consumo de açúcar será o suficiente para não desenvolver diabetes. Mas, na verdade, pode ser um dos fatores que contribuem para o aumento.

“Geralmente o desconhecimento sobre o assunto faz com que as pessoas tenham menor atenção à saúde do corpo e, com isso,acabam tendo maior propensão em desenvolver a patologia. O risco se torna ainda maior entre pessoas que não mantêm uma vida ativa”, explica o coordenador geral da Rede Alpha Fitness, Guilherme Reis. (mais…)

Bahia registra quase duas mil mortes por Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica em 2019

Bahia registra quase duas mil mortes por Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica em 2019 - saudeCrédito: Pixabay

O Estado da Bahia registrou em 2019 quase duas mil mortes por DPOC, ou Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, uma síndrome clínica que compreende a bronquite crônica e o enfisema pulmonar. As mortes foram em sua maioria (806) de idosos acima dos 80 anos.

Os sintomas mais comuns da DPOC são falta de ar aos esforços, tosse, expectoração e cansaço, que aparecem quando a inflamação dos brônquios e o excesso de muco dificultam a passagem do ar, causando perda progressiva da função pulmonar.

A pneumologista e membro da Diretoria da Sociedade de Pneumologia Regional Bahia, Dra. Larissa VossSadigursky, explica o diagnóstico da doença. “A DPOC inclui o diagnóstico de bronquite obstrutiva crônica e enfisema. Muitas pessoas têm ambos os distúrbios”, esclarece. (mais…)

Diagnóstico de câncer de próstata pode impactar saúde mental dos pacientes

Diagnóstico de câncer de próstata pode impactar saúde mental dos pacientes - saudeFoto: Alexandre Carvalho/ A2img/ Fotos Públicas

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. A estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA) apontou para 68.220 novos casos em 2018. Conscientizar sobre a doença, a prevenção e o tratamento é o objetivo da campanha Novembro Azul.

Para os pacientes que enfrentam um diagnóstico positivo, é importante destacar que, mesmo sendo um tipo de câncer com altas chances de cura, transtornos psicológicos, como ansiedade e depressão, podem ser desencadeados.

Enfrentar um diagnóstico de câncer é algo que gera muitos sentimentos, como tristeza, ansiedade e medo, sensações naturais, mas que podem se agravar até virar um transtorno. No caso do câncer de próstata existem particularidades que precisam ser consideradas. (mais…)

Voltar à página inicial