17,5% da população mundial sofrerá com obesidade, revela estudo

17,5% da população mundial sofrerá com obesidade, revela estudo - saudeCrédito: Pixabay

Segundo estudo do Atlas Mundial da Obesidade, o mundo deve registrar cerca de um bilhão de pessoas obesas até o ano de 2030. Ou seja, 17,5% de toda população do planeta sofrerá com a doença. Os dados mostram que uma a cada cinco mulheres será obesa, enquanto um a cada sete homens sofrerá com o quadro daqui a oito anos.

“A obesidade não deve ser pensada apenas pela face da estética, pois os problemas provocados pela doença vão muito além disso. Estamos falando sobre saúde. O excesso de gordura no organismo pode comprometer o funcionamento dos órgãos, a circulação sanguínea e causar muitos outros problemas”, explica Leandro Dias, coordenador da Alpha Fitness.

Esse estudo mostra também que 29,7% da população adulta do Brasil viverá com a obesidade em 2030, o que significa que quase um terço dos brasileiros adultos será obeso. E o alerta já vem sendo dado… o Brasil está entre os 11 países onde vivem metade das mulheres obesas do mundo e entre as 9 nações que abrigam metade dos homens obesos. Um ponto agravante – e que colaborou para esse aumento – foi a pandemia da Covid-19. Nesse período de dois anos de isolamento social, aumentou consideravelmente o número de brasileiros com sobrepeso, segundo dados do Ministério da Saúde. (mais…)

Depilar escroto e púbis tem algum risco?

Depilar escroto e púbis tem algum risco? - saudeImagem de kropekk_pl por Pixabay

Não são incomuns visitas ao consultório do urologista por questões referentes a lesões no pênis e região pubiana relacionadas ao hábito da depilação de pelos. Vale lembrar que os pelos não nascem nestas regiões por mero capricho da natureza e sua manifestação ocorre em uma fase da vida do menino chamada de puberdade.

A puberdade é a fase de transformação do menino em homem que começa por volta dos 12 anos de idade e é desencadeada por ação da testosterona (hormônio masculino). Nesta fase observa-se a mudança na voz, aumento de tamanho do pênis, testículos, próstata e vesículas seminais, além do desenvolvimento de músculos, ossos e o aparecimento de pelos na face, axilas, púbis e escroto.

Os pelos da região genital masculina têm como função: indicar a maturidade sexual, reter o suor da transpiração, promover o prazer sexual pelo atrito promovido entre os genitais, proteger a pele durante a fricção do caminhar e do ato sexual, além de manter o microambiente saudável. Pode-se mencionar, também, que os pelos ao redor dos genitais evitam infecções sexualmente transmissíveis e outras doenças dermatológicas. (mais…)

Campanha chama atenção para a prevenção e combate ao Glaucoma

Campanha chama atenção para a prevenção e combate ao Glaucoma - saudeImage by Martin Lutze from Pixabay

O maio verde é considerado o mês de prevenção e combate ao glaucoma, uma doença que pode causar cegueira irreversível se não for tratada a tempo. Apesar da gravidade do quadro, quatro em cada dez pessoas não sabem o que é, de acordo com levantamento realizado pelo Ibope Inteligência. Conforme destaca o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, em 80% dos casos o paciente não apresenta sintomas logo que se instala a doença.

Segundo o médico oftalmologista e professor de Medicina da Faculdade Unime, Roberto Lauande, o glaucoma é uma enfermidade que provoca a atrofia do nervo óptico, responsável por conectar o olho ao cérebro, interrompendo, assim, a transmissão dos sinais entre esses dois órgãos e levando à cegueira. No geral, a doença ocorre devido ao aumento da pressão intraocular. Trata-se de um processo lento, que pode progredir durante anos, até o aparecimento dos primeiros sintomas.

“Eu sempre reforço que o glaucoma não apresenta sintomas na fase inicial na maioria dos pacientes. Quando algum incômodo surge a doença já está causando a perda gradativa da visão”, alerta o especialista.

(mais…)

Conheça três formas de evitar o HPV

Conheça três formas de evitar o HPV - saudeImagem de Arek Socha do Pixabay

Cerca de 5% de todos os cânceres dos homens e 10% dos das mulheres são causados pelo Papilomavírus Humano (HPV), que atinge mais de 630 milhões de pessoas, segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). A doença ocasiona lesões precursoras de alguns tipos de cânceres, dentre eles o do colo do útero, da vulva, da vagina, pênis e ânus, sendo os sintomas mais comuns o surgimento de verrugas ou lesões na pele.

Além disso, de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), entre 2020 e 2022, somente no Brasil, devem ser registrados 16.710 novos casos de câncer de colo de útero. Por isso, levando em consideração a importância do assunto, a Amanda Reis, Gerente de Imunizações na Beep – healthtech líder em saúde domiciliar – listou três formas de ajudar os brasileiros a se prevenirem contra o HPV:

1- Usar preservativos no ato sexual:
A transmissão do HPV se dá, principalmente, por via sexual e/ou por meio do contato com mãos e boca infectados. Desta forma, o uso de preservativos diminui o risco de contaminação pelo vírus. (mais…)

Conheça as cinco principais doenças decorrentes da hipertensão arterial

Conheça as cinco principais doenças decorrentes da hipertensão arterial - saudeImagem de Thomas H. por Pixabay

Conhecida popularmente como pressão alta, a hipertensão é considerada um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares, renais e até mesmo neurológicas. É caracterizada pelo aumento anormal e por tempo prolongado da pressão causada pela circulação do sangue pelas artérias do corpo.

Uma pessoa é considerada hipertensa quando a pressão arterial em repouso é igual ou superior a 14×9. Os sintomas tendem a aparecer apenas nos estágios mais avançados e, se não tratados adequadamente, podem evoluir para outras doenças. Médicos especialistas da plataforma Doctoralia apresentam as principais consequências da hipertensão arterial.

AVC

De acordo com o Dr. Carlos Henrique Carneiro, neurologista, a hipertensão pode contribuir para vários tipos de AVC. Com o aumento da pressão e a incapacidade de dilatação das artérias da cabeça, amplia-se o risco de entupimentos. A consequência pode ser obstrução ou rompimento de vasos sanguíneos no cérebro. (mais…)

Saiba como a alimentação saudável pode auxiliar na prevenção das Doenças Inflamatórias Intestinais

Saiba como a alimentação saudável pode auxiliar na prevenção das Doenças Inflamatórias Intestinais - saudeImagem Ilustrativa | Foto: Pixabay

O Maio Roxo, mês de conscientização das Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs), chama a atenção para as patologias gastrointestinais que afetam cerca de cinco milhões de pessoas no planeta, segundo dados da Sociedade Brasileira de Coloproctologia. Essas enfermidades ocorrem quando o intestino tem sua função prejudicada em uma ou mais partes, causando, entre outros problemas, a diminuição da absorção de nutrientes, etapa que ocorre no intestino delgado.

A nutricionista do Sistema Hapvida, Cíntia Menezes, explica que as causas dessas disfunções são multifatoriais e vão desde fatores genéticos até físicos e comportamentais, como tabagismo, desordens da microbiota intestinal, falta de fibras e água, estresse, depressão e ansiedade o que eleva a sensibilidade das células nervosas no intestino. A idade também tem influência, visto que a capacidade de absorção de alguns nutrientes diminui com o passar dos anos.

“Os sintomas mais comuns incluem perda repentina de peso, mudanças nos hábitos intestinais, sensação de estufamento, desconforto abdominal, acúmulo de gases, aquela sensação de barriga inchada, cólicas intestinais, diarreia, constipação (intestino preso) e sangue nas fezes”, enumera a especialista.

(mais…)

Ruídos em excesso no ambiente de trabalho trazem riscos à audição

Ruídos em excesso no ambiente de trabalho trazem riscos à audição - saudeImagem de Tomislav Jakupec por Pixabay

O ambiente de trabalho pode ser perigoso para a audição, dependendo da atividade profissional. Por isso, a necessidade do uso frequente de equipamentos de proteção individual (EPIs). No entanto, o que se vê em muitas profissões é a falta de consciência quanto à gravidade da exposição ao ruído.

Músico, DJ, operador de áudio em emissoras de rádio e TV, produtor musical, funcionário de bar/boate, comissário de bordo, atendente de call center, cabeleireiro, carpinteiro, trabalhador de gráfica, operário de fábrica, operador de britadeira, entre muitos outros, estão expostos a ruídos. Por causa do barulho intenso do trânsito, pessoas que trabalham nas ruas também têm frequentemente perda auditiva induzida por ruído. Entre elas, estão policiais, ambulantes, motoristas de ônibus e de caminhão, motociclistas e guardas de trânsito.

A perda auditiva gera muitos impactos na vida de um indivíduo. Além da difícil comunicação com familiares e amigos e um frequente isolamento da vida em sociedade, o aspecto econômico também preocupa. A surdez pode tornar mais difícil conseguir emprego em igualdade de condições com pessoas de audição normal. (mais…)

ARTIGO – Psicofobia: preconceito contra vítimas de transtornos mentais agrava sintomas

ARTIGO - Psicofobia: preconceito contra vítimas de transtornos mentais agrava sintomas - saude, artigosNa foto, Dr. Rogério Jesus | Crédito da foto: Divulgação

Você já ouviu frases como “Depressão não é doença, é preguiça, é falta de Deus, é falta de vergonha,” “Vai gastar essa energia, vai correr, isso é frescura” (transtorno de ansiedade). “Senta um pouco na carteira. Você não para quieto” (transtorno de déficit de atenção e hiperatividade).

Transtornos como estes, conforme dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), atingem cerca de 720 milhões de pessoas em todo o mundo o que corresponde aproximadamente 10% de toda a população mundial. O Brasil ocupa o terceiro lugar no ranking mundial das doenças mentais.

Segundo dados da Associação Brasileira de Psiquiatria, (ABP), no país, cerca de 50 milhões de pessoas sofrem algum tipo de doença mental como depressão, transtornos de humor, déficit de atenção, ansiedade, crise de pânico, burnout, entre outras. São doenças que podem afetar crianças, jovens, adultos e idosos de todas as faixas etárias e que podem favorecer esse público a sofrer alguma ação preconceituosa por serem pacientes psiquiátricos. (mais…)

Aumentam casos de síndrome respiratória aguda em crianças

Aumentam casos de síndrome respiratória aguda em crianças - saudeImagem de Clker-Free-Vector-Images por Pixabay

A síndrome respiratória aguda grave (SRAG) tem tendência de alta entre crianças e jovens. É isso que revela o boletim da Fiocruz sobre casos de SRAG publicado nesta semana. O documento considera a notificação dos casos feita pelos estados até o dia 11 de abril. Desde fevereiro, os diversos estados têm demonstrado tendência de alta, especialmente entre crianças de 0 a 11 anos.

Quase todo o país está classificado como epidêmico em decorrência do número de casos. O Distrito Federal, o Nordeste de Minas Gerais e o Noroeste do Mato Grosso do Sul foram as regiões que apresentaram maior incidência por 100 mil habitantes. “Nos menores de cinco anos esse cenário é um pouco mais acentuado. Porque, para essa faixa etária, ainda não tem vacina e, além disso, é uma faixa etária em que predomina a questão dos vírus respiratórios, sendo causa de mais de 35% dos casos de síndrome respiratória aguda”, analisa a infectologista Dra. Joana Darc.

Apesar de o boletim também apontar a tendência de platô (estabilização), a médica indica que o momento é de cautela, uma vez que entre maio e setembro há maior circulação de vírus respiratórios no Brasil, como a influenza e a própria Covid-19. “Mais de 80% das crianças que morreram nessa faixa etária foram por Covid e não por outros vírus respiratórios. A gente tem que continuar mantendo certa cautela e cuidado com relação aos nossos filhos para evitar as infecções.”, considera Dra. Joana. (mais…)

Chegada do outono aumenta riscos de doenças respiratórias

Chegada do outono aumenta riscos de doenças respiratórias - saudeImagem de Anastasia Gepp por Pixabay

A chegada do outono e a proximidade do inverno provocam mudanças na temperatura e aumento da umidade. Esses fatores favorecem o aparecimento de alergias e doenças respiratórias. Isso porque as condições climáticas proporcionam um aumento na transmissão de vírus respiratórios e podem piorar o quadro de doenças como rinite, asma e bronquite. Médicos alertam que há um aumento de 40% na incidência de quadros alérgicos nesse período.

Para entender como acontecem as alergias da estação, o pneumologista do Sistema Hapvida, Dr. André Gentil explica que o clima mais frio favorece a manifestação de infecções respiratórias, devido à inversão térmica. A massa de ar mais pesada demora em ascender para a camada mais extensa da terra, o que provoca a retenção de poeiras, bactérias, poluentes e vírus no ar. De acordo com Gentil, asma e rinite alérgicas estão entre os problemas que mais atingem a população nesse período e, geralmente associada a elas, vêm as dermatites tópicas.

Sintomas e Tratamento

As manifestações alérgicas das vias aéreas costumam apresentar sintomas como espirros, corizas, tosse seca e irritativa. Conforme explica o médico, no caso da rinite os sintomas que prevalecem são espirros associado à coriza, além de tosse seca e irritativa e prurido nasal intenso. Já os principais sintomas da asma são broncoespasmo (pulmão fechado), sensação de falta de ar e peito chiando. (mais…)

Dia do Obstetra: qualidade na assistência ao parto reduz risco de mortalidade neonatal e materna

Dia do Obstetra: qualidade na assistência ao parto reduz risco de mortalidade neonatal e materna - saudeImagem de StockSnap de Pixabay

A palavra obstetra tem origem no latim e significa “ficar ao lado”. Essa definição é essencial para compreender a importância da atividade desempenhada pelo médico obstetra, que comemora seu dia em 12 de abril. Segundo dados do último Censo Demografia Médica no Brasil, os ginecologistas obstetras representam cerca de 6,5% de todas as 55 especialidades médicas, correspondendo a uma das maiores taxas mundiais.

Omar Darze, médico obstetra e professor do curso de Medicina da Unime, complementa o sentido e a essência da origem da palavra que dá nome à profissão. “É a nossa função: estar ao lado, acompanhando e observando, não só o parto como todo o evoluir da gestação”, observa.

O acolhimento para um parto seguro e respeitoso, além de reduzir a taxa de mortalidade materna e perinatal, também consegue promover a saúde das mães e do recém-nascido. Essa rede de proteção envolve desde o período inicial da gestação, o parto e período do puerpério, o que garante experiência positiva das parturientes. (mais…)

Como a saúde mental afeta o seu corpo: 4 sinais de que você precisa descansar

Como a saúde mental afeta o seu corpo: 4 sinais de que você precisa descansar - saudeImagem de Serena Wong por Pixabay

É muito comum associarmos o tema “saúde” à exercícios, exames, dores físicas, mas, nos últimos anos, a saúde mental também deve ser levada em conta e este tema se tornou um pilar muito forte no contexto, principalmente no mundo corporativo. Para 86% dos trabalhadores ter benefícios como terapia online e treinamentos de habilidades emocionais podem ajudar a lidar com os impactos negativos da pandemia, é o que mostra uma pesquisa realizada pelo DataFolha.

O tema saúde mental não abrange somente doenças como depressão e ansiedade, mas sim o sono, a capacidade de concentração, o humor, e muito mais. Além da ajuda de profissionais capacitados, como psicólogos e psicoterapeutas, a tecnologia também se tornou uma aliada na conscientização. Pensando nisso, Gympass e o Guia da Alma, prepararam uma lista com quatro sinais de que sua mente precisa de um descanso e dicas de como desacelerar e melhorar sua saúde por inteiro.

– Sensação de exaustão: quando sentimos fadiga constante, é um sinal de que corpo e mente precisam descansar. Uma rotina desgastante e intensa, sem momentos de autocuidado, pode gerar esgotamento físico e mental, e até Burnout (síndrome do esgotamento profissional). (mais…)

Mulheres têm mais chances de sofrerem transtornos mentais

Mulheres têm mais chances de sofrerem transtornos mentais - saude, artigosNa foto, Dr. Rogério Jesus | Crédito da foto: Divulgação

Os transtornos mentais atingem milhões de pessoas em todo o mundo, sendo visto um crescimento considerável do número de casos em mulheres especificamente. Mas, o que muitas pessoas questionam é sobre o que leva uma pessoa a ter esses transtornos. Na verdade, não há apenas um, mas vários fatores estão associados ao desenvolvimento de um transtorno mental.

Agentes de mudanças sociais importantes, as mulheres são referências dentro de seus núcleos familiares e representam parte fundamental da força de trabalho, entre outras atividades que tornam sua rotina bastante movimentada. Devido a isto, muitas vezes, esquecem do principal: cuidar da saúde mental. Como se não bastasse as inúmeras funções desempenhadas, ainda são frequentemente submetidas a diversos fatores estressores internos e externos que prejudicam a sua estabilidade emocional.

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS) que afirma que a saúde mental feminina é afetada por seu contexto de vida e por fatores externos socioculturais, econômicos, de infraestrutura ou ambientais, a transformação desses fatores seria o ideal para uma prevenção primária dos adoecimentos psicológicos das mulheres. (mais…)

Chocolate faz bem pro coração? SBC explica.

Chocolate faz bem pro coração? SBC explica. - saudeFoto: Marcos Santos/USP Imagens/Fotos Públicas

Chocolate é rico em flavonoides, que têm efeito anti-inflamatório e antioxidante, ou seja, protege as células contra os efeitos dos radicais livres

No dia 26 de março é comemorado o Dia do Cacau. A data foi criada para promover um debate sobre como proteger os cacaueiros dos estados do Espírito Santo e Bahia, mas também serve como reflexão a respeito de como o chocolate, principal produto originário do cacau, interfere na nossa saúde, principalmente em relação a doenças do coração.

Em 2019, foi publicado no International Journal of Cardiovascular Sciences (IJCS), da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), uma pesquisa que associou o consumo de chocolate a menor taxa de hipertensão e diabetes, fatores de risco para doenças cardiovasculares.

O chocolate é rico em flavonoides, que têm efeito anti-inflamatório e antioxidante, ou seja, protege as células contra os efeitos dos radicais livres produzidos pelo organismo. O consumo também aumenta a função do óxido nítrico no nosso corpo, que reduz a pressão arterial e aumenta o fluxo vascular. “Tudo isso contribui para evitar a aterosclerose, que é a inflamação causada pelo acúmulo de gorduras, colesterol e outras substâncias nas paredes das artérias e dentro delas”, explica Claudio Tinoco Mesquita, editor-chefe do IJCS (SBC), professor associado de Medicina da Universidade Federal Fluminense e coordenador do setor de Medicina Nuclear do Hospital Pró-Cardíaco, do Rio de Janeiro. (mais…)

DR. TIAGO ALCÂNTARA FALOU SOBRE COMO EMAGRECER MESMO SEM CORTAR O PÃO

DR. TIAGO ALCÂNTARA FALOU SOBRE COMO EMAGRECER MESMO SEM CORTAR O PÃO - tribuna-on, saude, destaque

O convidado da LIVE Tribuna ON desta segunda-feira, dia 07/03/2022, foi o médico Dr Thiago Brigagão Alcântara – especialista em medicina do esporte e do exercício, e atuante na área de Obesidade e Emagrecimento. Ele desmistificou dietas milagrosas (e perigosas) que circulam constantemente na internet e são opções de muitas pessoas no momento de perder peso.

Dr Tiago explicou como ter uma alimentação saudável, inclusive como conseguir emagrecer, mesmo sem cortar o pãozinho, ressaltando que o biscoito de água e sal não é tão saldável como se imagina, pois, 5 biscoitos de água e sal é o equivalente a um pão francês. Ele ainda falou sobre os malefícios causados pela margarina, e orientou que se retire o miolo do pão e coloque no lugar carne, ovo ou queijo.

Falou sobre o mito do suco integral de fruta sem adição de açúcar que muitas pessoas acham que não engorda. Segundo ele, 50 ml de suco de laranja sem açúcar é o equivalente a 2 pães francês. Ele ainda deu dicas para as pessoas se libertarem das garras de muitas “pegadinhas” da indústria alimentícia, falou sobre a importância de preparar alimentos em casa, os malefícios causados pelos achocolatados, suco em pó e em caixinha, etc.

Confira a entrevista no play abaixo: 

Sobre o entrevistado: 

Dr. Thiago Brigagão Alcântara é formado em Medicina pela Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro, com pós graduações nas áreas de Endocrinologia e Metabologia (IPEMED/SP) e Medicina do Esporte e do Exercício (BWS/SP), tendo, também nesta área, o titulo de Especialista expedido pela associação Médica Brasileira (AMB). Possui diversas cerificações internacionais expedidas, entre elas pela Harvard Medical School (2014 e 2019), bem como Stanford University School of Medicine (2020). Ele é autor do livro “EMAGREÇA SEM CORTAR O PÃOZINHO”.

O Tribuna ON é um programa jornalístico em formato de live realizado pelo Portal Tribuna do Recôncavo®, que tem como fundador o radialista, web jornalista e Bacharel em Direito, Hélio Alves. É apresentado por Hélio e seu filho Uanderson Alves, de segunda a sexta, a partir das 21h30, com transmissão no site e nas redes sociais do Tribuna do Recôncavo. Confira AQUI os programas anteriores!

Pesquisa aponta que ao menos 70% dos trabalhadores estão com a saúde mental afetada

Pesquisa aponta que ao menos 70% dos trabalhadores estão com a saúde mental afetada - saude, artigosNa foto, Dr. Rogério Jesus | Crédito da foto: Divulgação

Dados mostram que muitos estão nervosos, tensos ou preocupados e que tristeza, estresse e ansiedade também atingem a categoria  

O trabalho é uma atividade importante para a manutenção da autoestima, porém, também pode ser uma fonte de vários distúrbios psicológicos que causam danos à saúde mental dos indivíduos. Mas, você sabe o que é saúde mental no trabalho? Você conhece os fatores que podem afetar a saúde mental do trabalhador e as consequências em sua vida?

Conforme o médico psiquiatra Dr. Rogério Jesus, a saúde mental de uma pessoa está relacionada à forma como ela reage às exigências da vida e ao modo como harmoniza seus desejos, capacidades, ambições, ideias e emoções. “Seguindo o que diz a Organização Mundial da Saúde, a saúde mental de um indivíduo é um estado de bem-estar em que o indivíduo está ciente de suas próprias habilidades, podendo enfrentar as tensões normais da vida, trabalhar de forma produtiva e frutífera, e ainda, capaz de contribuir com a sua comunidade”, ressalta.

Apesar desse tema ainda ser tabu na relação entre funcionários e empresas, a discussão desse assunto tem sido crescente, sendo reforçado ainda mais, na pandemia.

Dados de um estudo inédito realizado pela Inpress Porter Novelli em parceria com o Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (IBPAD), apontam que ao menos 70% dos trabalhadores se sentem mais nervosos, tensos ou preocupados, o que significa que desde o início da pandemia e a crise humanitária que interferiu nas relações pessoais e profissionais, a saúde mental dos brasileiros piorou. (mais…)