ARTIGO – Ivete já cantava o Apocalipse muito antes de Baby falar sobre

ARTIGO - Ivete já cantava o Apocalipse muito antes de Baby falar sobre - noticias, artigosFotos: Reprodução/ Vídeo - Band Folia

Por Dimas Roque

Em uma “polemica” criada a partir de uma interação entre as cantoras, Baby do Brasil e Ivete Sangalo durante o Carnaval 2024 em Salvador/Ba, após a primeira saldar a segunda e anunciar que o “apocalipse está voltando” e ver isto se transformar em uma disputa de espaço na avenida entre os que acham que uma Cristã não deveria estar ali e os que acham que “a palavra de Deus deve ir a todos os lugares” é que começamos um papo ao celular, eu e meu amigo Jorge Papapá, compositor de vários sucessos, interpretados por Ivete, entre outros artistas da Bahia e do Brasil.

Papapá, muito cirúrgico em suas falas, me lembrou que há que se respeitar a história das duas cantoras. A Baby, que participou do grupo “Novos Baianos”, aquele mesmo que tem o disco “Acabou Chorare” escolhido entre os dez melhores já produzidos no mundo até hoje. Há que se respeitar isto!

E a Ivete, que muito antes da Baby já cantava sobre o Apocalipse em uma de suas músicas. Ou você não lembra de “Minha Pequena Eva?” Você é uma daquelas pessoas que acham, ainda hoje, que a canção dos italianos Umberto Tozzi e Giancarlo Bigazzi é sobre “Erva?” Pois estás engado(a). A letra é sobre o fim dos tempos, o mesmo que a Baby falou e a Ivete não gostou.

Vamos a letra para entendermos melhor a situação: (mais…)

Mais de 20 mil pessoas têm deficiência auditiva na Bahia

Mais de 20 mil pessoas têm deficiência auditiva na Bahia - artigosImagem de Mohamed Hassan por Pixabay

Por Rodrigo Brayner de Farias – fonoaudiólogo.

A perda auditiva ultrapassa a questão da saúde, envolvendo-se em uma teia de mitos e estigmas. Aqueles que enfrentam esse desafio muitas vezes experimentam não apenas frustração, mas também vergonha, o que pode levá-los ao isolamento social. Progressivamente, é comum observar esses indivíduos se afastarem de seus círculos sociais, incapazes de se comunicar claramente ou sentindo constrangimento ao utilizar dispositivos auditivos. Por conta disso, é importante desconstruir os mitos em torno da perda auditiva, como forma de evitar que os desafios enfrentados pelos pacientes sejam acentuados.

Na Bahia, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, 21.495 pessoas possuíam deficiência auditiva. Destes, 2.471 tinha a condição na forma severa. Já em todo o país, dados de 2022 do Ministério da Saúde apontam que 10 milhões de pessoas possuem alguma deficiência auditiva. Em todo o mundo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que uma em cada quatro pessoas terão problemas auditivos até 2050.

De acordo com o fonoaudiólogo e audiologista, sócio e diretor técnico da Smart Audius, Rodrigo Brayner de Farias, existem três mitos comuns que cercam a perda auditiva: trata-se de uma condição que só atinge idosos, não tem solução e o aparelho auditivo só é indicado em casos graves. (mais…)

ARTIGO – Como atrair e reter talentos nas empresas em 2024

ARTIGO - Como atrair e reter talentos nas empresas em 2024 - artigosImagem de StartupStockPhotos por Pixabay

O Brasil é o país com o maior índice de rotatividade no mercado de trabalho, segundo levantamento realizado pela empresa Robert Half, com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) em 2023. O aumento de 56% no turnover e o crescimento no número de desligamentos voluntários (33% para 48%) chamam atenção para a necessidade de medidas que fomentem a retenção de talentos.

A retenção de talentos é uma das prioridades estratégicas no mundo corporativo. A rotatividade de funcionários, quando elevada, resulta em custos adicionais, perda de conhecimento institucional, instabilidade e um ambiente de trabalho pouco atrativo, o que impacta negativamente nos resultados. De acordo com a gestora de carreira, Andrea Deis, uma das maneiras de incentivo é por meio da oferta de oportunidades de desenvolvimento e crescimento profissional.

As empresas devem oferecer aos seus funcionários oportunidades de desenvolvimento e crescimento profissional, como treinamentos, cursos, workshops e programas de mentoria. Isso ajuda os colaboradores a se sentirem valorizados e estimulados a continuar aprendendo e se desenvolvendo. Além disso, segundo a especialista, autonomia, propósito e domínio desempenham um papel-chave na motivação. (mais…)

Esportes Radicais no Brasil: quais são e onde praticar?

Esportes Radicais no Brasil: quais são e onde praticar? - artigosImagem de StockSnap por Pixabay

Você gosta de adrenalina e emoção?

Então você precisa conhecer os esportes radicais que o Brasil oferece. São atividades que desafiam os limites físicos e mentais, proporcionando experiências incríveis e inesquecíveis. Eles podem ser praticados em diferentes ambientes, como ar, água, terra e neve. No Brasil, há muitas opções de esportes radicais para quem gosta de desafiar os próprios limites e curtir a natureza. Neste conteúdo, vamos apresentar alguns dos principais esportes radicais praticados no Brasil, e onde você pode encontrá-los.

Confira!

7 esportes radicais no Brasil

Confira 7 esportes radicais no Brasil:

Rafting

O rafting é um esporte que consiste em descer rios turbulentos em botes infláveis, enfrentando corredeiras, quedas d’água e obstáculos naturais. É uma atividade que exige trabalho em equipe, coordenação, equilíbrio e coragem. O Brasil possui diversos rios propícios para o rafting, como o Rio Paraibuna (SP), o Rio Jacaré (BA), o Rio Juquiá (SP), o Rio Paranhana (RS) e o Rio Macaé (RJ). (mais…)

ARTIGO – Bets regulamentadas: O que esperar da publicidade a partir de agora?

ARTIGO - Bets regulamentadas: O que esperar da publicidade a partir de agora? - artigosImagem por Photo Mix de Pixabay

Por Fabricio Murakami, CMO e cofundador da Pay4Fun.

O fenômeno das Bets no Brasil é uma verdade incontestável. O Brasil já representa um dos maiores mercados globais do setor, movimentando cifras bilionárias. Quando se trata de publicidade, o país não fica atrás. Basta assistir a uma partida de futebol para constatar a presença de letreiros, logotipos estampados nas camisas dos clubes e placas publicitárias de casas de apostas.

A regulamentação do setor de apostas esportivas e outras verticais de jogos online, aprovada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 30 de dezembro de 2023, deve impulsionar ainda mais o segmento. A lei 14.790, que estabelece regras claras para a publicidade das casas de apostas, era uma demanda antiga do setor, que antes era apenas legalizado, sem diretrizes de como operar, desde 2018.O Conar, órgão responsável pela autorregulamentação da publicidade no Brasil, publicou o Anexo X, que determina as regras para as mensagens publicitárias desse segmento.

As novas regras proíbem a publicidade direcionada a crianças e adolescentes, a promoção de apostas compulsivas e torna mandatório a veracidade das informações. Também exigem que as mensagens sejam claras e transparentes, informando os riscos envolvidos nas apostas. O objetivo é garantir que as ações de marketing e publicidade sejam responsáveis e éticas, contribuindo para um ambiente seguro para os apostadores e operadores. (mais…)

ARTIGO – Compra coletiva ajuda colaboradores a economizar na aquisição de material escolar

ARTIGO - Compra coletiva ajuda colaboradores a economizar na aquisição de material escolar - artigosImagem Ilustrativa por Poison_Ivy do Pixabay

Por Denise Luz – enfermeira e Vanessa Barbosa – supervisora de Recursos Humanos.

O mês de janeiro é sinônimo de férias e de aproveitar o verão, mas também de planejar, para quem tem filhos estudando, o começo do novo ano letivo, com o pagamento dos custos escolares. Por isso, muitas famílias já estão em busca de oportunidades de economia com os materiais usados pelos filhos na escola, como cadernos, fichários, canetas, livros e mochilas. Para ajudar nesta tarefa, focando nos colaboradores, algumas empresas, como o Sabin Diagnóstico e Saúde, vêm atuando para negociar descontos mais favoráveis com papelarias.

Na regional Salvador, por exemplo, o setor de Gestão de Pessoas do Sabin firmou parceria com duas: Atlas e A Gomes. O mesmo ocorreu em Barreiras, no oeste da Bahia, onde a empresa fez uma parceria com a Papelaria Irmãos Ribeiro. O intuito é conseguir preços vantajosos que façam a diferença no bolso dos funcionários na compra de material escolar.

Vanessa Barbosa, supervisora de Recursos Humanos do Sabin, destaca que a empresa já realiza essa prática, nacionalmente, há 17 anos, visando o bem-estar e a saúde financeira dos colaboradores. Na capital baiana, ocorre há 11 anos. “Atuamos para ter uma visão ampla, auxiliando os nossos colaboradores em diversas áreas, como na gestão financeira. Por isso, ter ações como essa, no período escolar, proporciona uma economia significativa para os nossos funcionários que são pais ou responsáveis pela educação de seus familiares, tornando o momento de retorno à escola mais tranquilo”, afirma ela, acrescentando que essa iniciativa, além de ajudar no equilíbrio econômico das famílias, também motiva os colaboradores. (mais…)