Queiroga erra e atribui 4 mil mortes à vacinação

Queiroga erra e atribui 4 mil mortes à vacinação - politicaNa foto, Marcelo Queiroga | Crédito: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, cometeu um erro nesta segunda-feira, dia 17, ao dizer que há 4.000 óbitos comprovadamente relacionados à vacinação contra a Covid-19. O dado errado se choca com informações oficiais da própria pasta.

Em boletim epidemiológico publicado em outubro de 2021, com dados compilados até aquele mês, a Saúde apontava uma morte “tendo como relação causal com as vacinas”. Questionado, o ministro repetiu o erro e disse que há 3.935 óbitos.

Mais tarde, cobrado novamente sobre o dado, reconheceu que a informação estava errada e disse que são casos em investigação. O ministro não quis compartilhar o dado mais atual consolidado do Ministério da Saúde sobre investigação de reações adversas das vacinas da Covid.

Metro1

Filha de Otto Alencar é nomeada para gabinete de Gildásio Penedo no TCE

Filha de Otto Alencar é nomeada para gabinete de Gildásio Penedo no TCE - politica, noticias, bahiaFoto: Reprodução/ Facebook/ Otto Alencar

A filha do senador Otto Alencar (PSD), Isadora Félix de Alencar, foi nomeada para o gabinete do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE-BA), Gildásio Penedo. O ato foi publicado no Diário Oficial da Corte no dia 7 de janeiro deste ano.

Segundo a publicação, Isadora vai ocupar o cargo em comissão de secretária de plenário. Em 2007, o TCE já tinha nomeado uma sobrinha de Otto Alencar, Roberta de Alencar Santana Penedo, esposa de Gildásio. Roberta é servidora de carreira do estado e está à disposição da Corte de contas desde 2007.

O atual presidente do TCE chegou ao órgão apenas em 2014, sete anos após a chegada de Roberta para compor o quadro funcional do Tribunal.

Bahia Noticias

ARTIGO: A CONSTRUÇÃO DO PERFIL E DA REPUTAÇÃO DO CANDIDATO

ARTIGO: A CONSTRUÇÃO DO PERFIL E DA REPUTAÇÃO DO CANDIDATO - politica, noticias, artigos

 Eleições 2022.

A Construção do Perfil e da Reputação do Candidato. 

Da Serie: Quero Ser Candidato e Agora?

A Construção de um Projeto Político Eleitoral.

Parte 2 

Por Luciano Ferreira Lima*

Apresentação:

Iniciamos aqui a segunda apresentação semanal de um conjunto de artigos sobre a construção de um Projeto Politico Eleitoral. Essa publicação é mais uma contribuição a democratização ao acesso ao poder politico e eleitoral. Resultado do compromisso com a qualidade do processo, a qualidade dos candidatos e a qualidade da representação política.

Utilizando uma linguagem simples e de fácil compreensão, apresentamos aqui, as variadas fases e técnicas necessárias a conquista do poder político eleitoral, dentro de um processo estruturado e organizado, O que, ao final, proporcionará aos interessados a compreensão da importância da construção de um projeto político. Passando longe das aventuras eleitorais.

Buscando sempre uma ordem cronológica e começando pela situação e posição pessoal do futuro candidato; visitaremos, no curso das publicações, temas como: Imagem do Candidato, Narrativa Politica, Reputação, Fases do Projeto Eleitoral, Técnicas de Persuasão, Leitura de Cenários Políticos e Eleitorais, Definição dos Eleitores (Personas), Utilização das Redes Sociais, para fins eleitorais,  Montagem de Equipes de Pré-campanha e de Campanha, Lançamento de Pré-campanha e de Campanha, Montagem do Plano de Comunicação etc.

Esperamos que você, que iniciou essa leitura e se interessa pelo tema, acompanhe aqui, as publicações semanais dos artigos e, se possível, visite minhas Redes Sociais e compartilhe com os amigos.

BOA LEITURA. (mais…)

Comissão aprova multa para proprietário que deixar animal circular em estradas

Comissão aprova multa para proprietário que deixar animal circular em estradas - politicaImage by Wolfgang Claussen from Pixabay

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, da Câmara dos Deputados, aprovou o Projeto de Lei 1211/21, que proíbe a presença de animais soltos nas vias e determina aplicação de multa a proprietários, posseiros ou tratadores.

O texto, do deputado João Maia (PL-RN), altera o Código de Trânsito Brasileiro. O projeto determina punição a quem permitir ou deixar de adotar providências que impeçam a circulação, em via pública, de animais de sua propriedade. A multa é escalonada de acordo com o porte do animal, mas em todos os casos a infração é considerada gravíssima.

Também será punida a condução do animal fora dos parâmetros da lei em vigor: os rebanhos devem ser divididos em grupos de tamanho moderado no transporte e separados por espaços suficientes para não obstruir o trânsito. A infração é considerada grave ou leve a depender do porte do rebanho e o animal poderá ser recolhido pela Polícia Rodoviária Federal se não for organizado o transporte nos moldes da lei.

Agência Câmara de Notícias

Randolfe protocola requerimento para nova CPI da Covid no Senado

Randolfe protocola requerimento para nova CPI da Covid no Senado - politicaFoto: Waldemir Barreto/ Agência Senado

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição no Senado Federal, protocolou, nesta terça-feira, dia 11, um requerimento solicitando a instalação de uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) focada na Covid-19. A nova CPI teria como objetivo apurar as ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia a partir do mês de novembro de 2021.

No requerimento, são citados como tópicos a serem analisados: o atraso e a insuficiência na vacinação infantil; a insuficiência de provisão para doses de reforço em 2022; os ataques do Presidente da República aos técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e à vacinação da população adulta e infantil; a insuficiência da política de testagem; e o apagão de dados do Ministério da Saúde com as suas consequências no correto monitoramento da evolução da pandemia. Para a abertura de uma CPI no Senado são necessárias assinaturas de ao menos 27 dos 81 senadores.

Em fevereiro do ano passado, foi Randolfe Rodrigues quem protocolou o requerimento que resultou na CPI da Covid no Senado. Apesar de também investigar o uso de recursos da União transferidos para Estados e municípios, o colegiado focou na conduta do governo durante a pandemia. A instalação da CPI foi determinada em 8 de abril pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, que concedeu liminar em ação movida pelos senadores Alessandro Vieira e Jorge Kajuru.

Bahia.Ba

Bolsonaro diz que haverá ‘rebelião e caos’ se for decretado lockdown

Bolsonaro diz que haverá ‘rebelião e caos’ se for decretado lockdown - politica, economiaFoto: Marcos Corrêa/ PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que o país será palco de uma “rebelião” e que haverá um cenário de “caos” caso governadores e prefeitos decretem suspendam mais uma vez as atividades sociais e econômicas e decretem lockdown. Além de criticar os chefes do Executivo nos estados e municípios, Bolsonaro voltou a dizer que não vai se vacinar contra a Covid-19.

Para Bolsonaro, na hipótese de ser decretada a suspensão das atividades, as Forças Armadas não conseguiriam garantir a ordem. “O Brasil não resiste a um novo lockdown. Será o caos. Será uma rebelião, uma explosão de ações onde grupos vão defender o seu direito à sobrevivência. Não teremos Forças Armadas suficientes para a garantia da lei e da ordem”, afirmou o presidente em entrevista, que foi ao ar nesta terça-feira, dia 11.

O presidente voltou a dizer que não se vacinou contra a doença e que não vai tomar o imunizante. “Eu não tomei a vacina. É o meu direito”, afirmou. “Não vão forçar, porque eu não vou tomar. Nenhum homem aqui no Brasil ou uma mulher vai me obrigar a tomar a vacina”, disse o presidente, que afirmou novamente que se fosse infectado, não teria complicações em razão de seu “passado atlético”.

Redação: Bahia.Ba | Informações: TV Jovem Pan News

Moro revela que Bolsonaro vibrou com soltura de Lula em 2019

Moro revela que Bolsonaro vibrou com soltura de Lula em 2019 - politicaFoto: José Cruz/ Agência Brasil

O ex-juiz federal Serio Moro revelou nesta terça-feira, dia 11, que o presidente Jair Bolsonaro vibrou com a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Já tinha visto que ele sabotava o combate à corrupção. Ele nunca ajudou uma vírgula a prisão em segunda instância. Inclusive, comemoraram no Planalto quando Lula foi solto em 2019, quando acabaram com a prisão em segunda instância, porque ele via que isso favorecia a ele, essa polarização, uma coisa maluca”, disse.

Em novembro de 2019, por 6 votos a 5, o STF mudou de entendimento e vetou a prisão de condenados em segunda instância. Um dia depois, beneficiado pela decisão da Corte, o ex-presidente petista foi solto na Superintendência da PF (Polícia Federal) em Curitiba, após determinação da Justiça Federal. Moro disse ainda que sugeriu a ele pensar no pior cenário possível no início da pandemia do coronavírus.

“Fiquei chocado que o presidente reclamou uma nota de pesar. Um policial rodoviário federal morreu de por Covid. Ele reclamou porque colocaram que morreu por Covid”, disse. Moro deixou o cargo de ministro da Justiça em abril de 2020 após o presidente decidir exonerar o então diretor-geral da PF (Polícia Federal) Maurício Valeixo, profissional de confiança do ex-juiz.

Matéria: Bnews | Reportagem: Rádio Metrópole

“Saí do governo quando percebi que Bolsonaro não protegia o combate à corrupção”, diz Moro

"Saí do governo quando percebi que Bolsonaro não protegia o combate à corrupção", diz Moro - politicaFoto: Wilson Dias/ Agência Brasil

Em entrevista nesta terça-feira, dia 11, o ex-juiz Sérgio Moro disse que saiu do governo Bolsonaro quando percebeu que o presidente “não protegia o combate à corrupção”. Moro foi ministro da Justiça de Bolsonaro por um ano e quatro meses.

“Não fui pelo cargo. Fui pelo projeto. As pessoas sofrem muito. Emprego, sálarios caindo, as tragédias… As pessoas se sentem abandonadas. Em 2018, o Brasil estava dando uma virada. A corrupção sempre foi um problema no Brasil. Não o maior problema, mas ela vai se disseminando. Vai gerando uma ineficiência do estado… esAs pessoas tão me representando em Brasília ou não tão me representando? Eu fui. E até a prova que não fui pelo cargo de Minsitro foi que saí. Fiquei um ano e 4 meses. Quando percebi que o projeto de combate à corrupção não estava sendo protegido pelo presidente, eu saí. Meu compromisso maior era com a população brasileira. Quando chegou o momento que vi isto estava sendo sabotado, eu saí. A gota d’água foi a troca da Polícia Federal”, diz.

Nas pesquisas de intenção de voto, Moro tem aparecido em terceiro lugar, atrás de Lula (PT) e do atual presidente Jair Bolsonaro (PL). Em seu melhor desempenho, soma 11% das intenções de voto.

Redação: Metro1 | Reportagem: Rádio Metropole

Confirmado veto à renegociação de dívidas dos MEIs e micro empresas

Confirmado veto à renegociação de dívidas dos MEIs e micro empresas - politica, economiaFoto: Uanderson Alves/ Tribuna do Recôncavo

Conforme foi antecipado na quinta-feira, dia 06, o presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto que previa a criação de um programa de renegociação de dívidas para microempreendedores individuais (MEIs), microempresas e empresas de pequeno porte enquadrados no Simples Nacional. A medida foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira, dia 07.

Bolsonaro justificou que a proposta incorre em vício de inconstitucionalidade e contrariedade ao interesse público, uma vez que, ao instituir o benefício fiscal, implicaria em renúncia de receita. A Câmara dos Deputados aprovou o projeto em dezembro.

O programa foi batizado de Renegociação em Longo Prazo de débitos para com a Fazenda Nacional ou devidos no âmbito do Simples Nacional (Relp). Pelo texto, o prazo para adesão se encerraria um mês após a sanção da proposta.

Bahia.Ba

João Roma destaca papel do Exército na resposta às enchentes

João Roma destaca papel do Exército na resposta às enchentes - salvador, politica, bahiaFoto: Valter Campanato/ Agência Brasil

Presente em Salvador para o ato de lançamento da Escola Municipal do Curralinho, o ministro da Cidadania, João Roma, destacou o papel do Exército no atendimento às vítimas das chuvas que atingiram o sul e extremo sul baianos, sobretudo em dezembro.

O deputado federal licenciado e pré-candidato a governador foi um dos auxiliares escalados pelo presidente Jair Bolsonaro para monitorar os efeitos das enchentes no estado e em Minas Gerais.

“O Exército foi decisivo na vida de muita gente. E tem sido ainda. Às vezes o necessário é chegar com o helicóptero e fazer o resgate. Às vezes o necessário é chegar com carro pipa para lavar a cidade, porque não estava sendo possível ne andar de tanto fedor, de tanto entulho, de tanta destruição nestas cidades. Foram cenas realmente muito tristes”, comentou Roma.

Bahia.Ba

Sancionada lei que flexibiliza teto de gastos dos estados

Sancionada lei que flexibiliza teto de gastos dos estados - politica, economiaFoto: Antonio José/ Agencia Brasil

Foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, dia 05, a sanção da lei que exclui da regra do teto de gastos dos estados as despesas bancadas pela União e emendas parlamentares. O projeto que deu origem à lei foi aprovado pelo Senado em dezembro e sancionado nesta quarta pelo presidente Jair Bolsonaro.

O texto sancionado pelo governo altera a lei que criou o Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal, que criou medidas para buscar o reequilíbrio fiscal, e a lei que instituiu o Regime de Recuperação Fiscal dos Estados.

Segundo a Secretaria-Geral da Presidência, estados que firmaram acordo com a União também poderão deduzir do teto de gastos despesas como: transferências fundo a fundo, Cide, salário-educação e Pronatec.

G1/ Bahia

Moro anuncia início de viagens pelo Brasil e alfineta adversários

Moro anuncia início de viagens pelo Brasil e alfineta adversários - politicaFoto: José Cruz/ Agência Brasil

Pré-candidato à presidência nas eleições de outubro deste ano, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro anunciou o início das viagens de campanha pelo país e aproveitou para alfinetar os adversários, a quem classificou de “pelegos” e “milicianos”, referindo-se a Lula e Jair Bolsonaro.

“Começo hoje a rodar o Brasil. Nesta semana, estarei na Paraíba. Conto com vocês nessa jornada que está só começando. Temos um país para salvar de uma triste polarização entre pelegos e milicianos”, escreveu o ex-juiz. “Vamos construir a nação moderna e inclusiva que queremos”, acrescentou.

Bahia.Ba

Presidente tem melhora clínica, diz boletim médico

Presidente tem melhora clínica, diz boletim médico - politicaFoto: Isac Nóbrega/ PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, apresentou melhora clínica após a passagem de uma sonda nasogástrica, segundo boletim médico divulgado na noite desta segunda-feira, dia 03, pelo hospital Vila Nova Star, onde está internado desde a madrugada, na zona Sul da capital paulista. De acordo com o boletim, o presidente evolui sem febre ou dor abdominal. Ainda não há, no entanto, avaliação definitiva quanto à necessidade de intervenção cirúrgica.

“O Hospital Vila Nova Star informa que o Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, apresentou melhora clínica após a passagem da sonda nasogástrica, evoluindo sem febre ou dor abdominal. O paciente fez uma curta caminhada pelo corredor do hospital e permanece em tratamento clínico”, diz o hospital.

Bolsonaro foi internado na madrugada de hoje em razão de dor abdominal. Nas primeiras informações divulgadas na manhã desta terça, os médicos que atendem o presidente informaram que Bolsonaro tem um quadro de obstrução intestinal. O presidente desembarcou em São Paulo por volta de 1h30, após deixar o Forte Marechal Luz, em São Francisco do Sul, no litoral de Santa Catarina, onde passou a virada do ano.

Metro1

Band divulga data do primeiro debate entre candidatos ao governo da Bahia

Band divulga data do primeiro debate entre candidatos ao governo da Bahia - politica, bahiaFoto: Divulgação

A TV Bandeirantes já confirmou a data do primeiro debate entre os candidatos ao governo da Bahia nas eleições de 2022. O dia definido pela emissora é 11 de agosto.

A Band é, tradicionalmente, a emissora que abre a temporada de debates entre candidatos nas eleições nas televisões. No dia 4 de agosto serão realizados os confrontos entre os candidatos à presidência da República.

Bahia.Ba

‘Comecei a passar mal após o almoço de domingo’, revela Bolsonaro

‘Comecei a passar mal após o almoço de domingo’, revela Bolsonaro - politicaFoto: Reprodução/ Twitter/ @jairbolsonaro

Após o hospital paulista Vila Nova Star divulgar o primeiro boletim médico desde que Jair Bolsonaro (PL) deu entrada na unidade, nesta segunda-feira, d3, o presidente utilizou as redes sociais para trazer esclarecimentos sobre o ocorrido. De acordo com o boletim, o chefe do Executivo sofre de um quadro de “suboclusão intestinal”.

“Comecei a passa mal após o almoço de domingo (2). Cheguei ao hospital às 3 horas de hoje (3). Me colocaram sonda nasogástrica. Mais exames serão feitos para possível cirurgia de obstrução interna na região abdominal”, disse.

O presidente lembrou ainda que essa é a segunda internação com os mesmos sintomas, como consequência da facada que ele sofreu no dia seis de setembro de 2018. Quatro grandes cirurgias foram realizadas desde então.

Bahia.Ba

Em meio à tragédia na Bahia, Bolsonaro viaja de férias para Santa Catarina

Em meio à tragédia na Bahia, Bolsonaro viaja de férias para Santa Catarina - politica, noticias, bahiaFoto: Marcos Corrêa/ PR

Em meio às tragédias nas regiões sul, extremo sul e sudoeste da Bahia, o presidente Jair Bolsonaro (PL) deu início ao recesso de fim de ano. O destino escolhido é o estado de Santa Catarina, no sul do Brasil.

A previsão é que ele retorne para Brasília apenas na próxima segunda-feira, dia 3 de janeiro. Desde que as fortes chuvas voltaram a castigar a Bahia, neste fim de semana, Bolsonaro não deu nem sequer uma declaração em apoio às vítimas das enchentes. No dia 12 de dezembro, há exatos 15 dias, Bolsonaro sobrevoou o extremo sul da Bahia, na ocasião da visita sua equipe de segurança se envolveu em um episódio de agressão a jornalistas baianos que tentavam entrevistar o presidente.

Pelos números oficiais do governo da Bahia, até o momento, já são 20 mortes confirmadas, 286 feridos e mais de 430 mil pessoas afetadas de alguma forma pelo temporal.

Metro1