Presidente Jair Bolsonaro está com coronavírus

Presidente Jair Bolsonaro está com coronavírus - politica, brasilFoto: Carolina Antunes/ PR

O exame feito pelo presidente Jair Bolsonaro na ultima segunda-feira, dia 06, para detectar se ele está com coronavírus deu positivo, informou o próprio presidente. “Se eu nao tivesse feito o exame, não saberia do resultado. Acabou de dar positivo. Como isso tudo aconteceu: começou domingo com uma breve indisposiçao, mal estar e cansaço.”, disse Bolsonaro.

O presidente tem 65 anos e faz parte da faixa etária considerada por especialistas como grupo de risco. Na segunda-feira, dia 06, Bolsonaro disse que estava com 38°C de febre, 96% de taxa de oxigenação no sangue, e que já toma hidroxicloroquina. Ele fez um exame para Covid-19 no próprio Palácio da Alvorada, sua residência oficial, em Brasília.

O presidente declarou nesta terça-feira, dia 07, que a febre diminuiu. “A febre baixou e estou me sentindo muito bem. Estou afim de trabalhar, estou me sentindo bem, tenho obra para inaugurar no país”, afirmou. De acordo com a apuração da CNN, além da primeira-dama Michelle Bolsonaro, familiares do presidente e funcionários do Palácio do Alvorada também realizarão exames para a Covid-19.

Redação: Metro1 | Informações: CNN Brasil

AGU recorre de decisão que impôs uso de máscara ao presidente

AGU recorre de decisão que impôs uso de máscara ao presidente - politicaFoto: Marcos Corrêa/ PR

A Advocacia-Geral da União (AGU) recorreu da decisão da Justiça Federal do Distrito Federal que impôs ao presidente Jair Bolsonaro o uso obrigatório de máscara em locais públicos, para proteção contra o novo coronavírus (covid-19).

No recurso, a AGU argumenta que o presidente Jair Bolsonaro já está sujeito à norma do governo do Distrito Federal (GDF), que desde abril obriga o uso da máscara, sendo “absolutamente dispensável e desnecessária” que uma decisão judicial obrigue o presidente a fazer uso da proteção.

Segundo a Agência Brasil, o órgão argumenta ainda que Bolsonaro deve ser tratado como qualquer cidadão, não podendo ser alvo de uma sanção adicional, além da multa já prevista no decreto do GDF. Na decisão, assinada na segunda-feira, dia 22, o juiz Renato Coelho Borelli, da 9ª Vara Federal Cível de Brasília, estipulou multa de R$ 2 mil por dia, caso Bolsonaro descumpra a determinação.

Metro1

Senado votará PEC do adiamento das eleições municipais

Senado votará PEC do adiamento das eleições municipais - politicaFoto: Nelson Jr./ ASICS/ TSE

A Proposta de Emenda à Constituição 18/2020, que estabelece o adiamento do primeiro e segundo turnos da eleição municipal deste ano, será votada no senado na próxima terça feira, dia 23. A data foi anunciada nesta sexta-feira, pelo presidente do Congresso Nacional e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Na segunda-feira, dia 22, às 14h, senadores ouvirão representantes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e outras instituições em sessão temática para discutir.

O relator, senador Weverton Rocha (PDT-MA), ainda não leu o relatório, mas o mais provável é o primerio turno ser prorrogado de 4 de outubro para 15 de novembro. Se o texto for aprovado em dois turnos na terça, seguirá para apreciação da Câmara, onde não há ainda um consenso suficiente para garantir os três quintos de votos favoráveis necessários para se aprovar uma PEC.

Bahia.Ba

Bolsonaro responsabiliza governadores e prefeitos por combate à covid-19

Bolsonaro responsabiliza governadores e prefeitos por combate à covid-19 - politicaFoto: Isac Nóbrega/ PR

O presidente Jair Bolsonaro usou o Twitter, na manhã desta 8, para rebater críticas sobre condução das medidas de combate ao novo coronavírus e tentar se isentar da responsabilidade sobre os números da pandemia, afirmando que as decisões são de governadores e prefeitos. Ele ainda afirmou que “forças nada ocultas” tentam deslegitimá-lo e atrapalhar o governo.

Na série de mensagens publicadas, ele citou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que atribuiu aos governadores e prefeitos as ações de combate à pandemia, além de afirmar que o governo destina recursos para combater o desemprego e pagar o auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais.

“Ao lado disso forças nada ocultas, apoiadas por parte da mídia, açoitam o presidente da República das mais variadas formas para deslegitimá-lo ou atrapalhar a governança. Com fé em Deus e no povo seguirei meu destino de melhor servir ao meu País”, diz Bolsonaro. Na semana passada, o Brasil foi citado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como “mau exemplo” na condução da pandemia.

Bahia.Ba

Grupo hacker Anonymous expõe dados de Bolsonaro, filhos e membros do governo

Grupo hacker Anonymous expõe dados de Bolsonaro, filhos e membros do governo - politicaImagem de Gerd Altmann por Pixabay

O grupo hacker Anonymous Brasil iniciou na noite desta segunda-feira, dia 01, a exposição de dados pessoais do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), de seus filhos, da sua ex-esposa e dos ministros da Educação, Abraham Weintraub, e da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves. Algumas das informações já eram de conhecimento público, como a declaração de bens imobiliários. Nenhum dos filhos de Jair Bolsonaro, dos ministros ou o próprio presidente se manifestou sobre o vazamento.

A autenticidade do ataque hacker foi confirmada pelo deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP), que também teve dados divulgados e afirmou pelas redes sociais que vai registrar um boletim de ocorrência sobre o assunto. Mais cedo, ele havia cobrado na internet a publicação de informações similares de membros do movimento antifascismo. Os filhos do presidente que tiveram dados vazados foram o vereador Carlos Bolsonaro e o deputado federal Eduardo Bolsonaro. Todas as divulgações ocorreram pelo twitter do Anonymous Brasil, conta que foi derrubada pouco após a publicação.

Um novo perfil foi criado, desta vez com outro nome, que afirmou que não seria o fim das divulgações. “Não nos importamos, pois somos como uma hydra, corte uma cabeça e nascerá outras duas no lugar”, afirmou a conta, que se disse ligada ao grupo do vazamento. O grupo Anonymous existe há mais de 15 anos e tem atuação em diversos manifestos e revoltas em escala global. Os hackers tiveram participação na exposição de informações vazadas durante os ataques contra Julian Assange, Occupy Wall Street, na Primavera Árabe e também nas revoltas de 2013 ocorridas no Brasil.

Metro1

Deputado baiano processa MBL e acusa movimento de divulgar fake news

Deputado baiano processa MBL e acusa movimento de divulgar fake news - politicaFoto: Reprodução/ Instagram/ abiliosantanna

O deputado federal pastor Abílio Santana (PL-BA) ingressou com um processo judicial contra o Movimento Brasil Livre (MBL), após uma publicação no site oficial do grupo, apontada pelo parlamentar como fake news. A matéria afirma que o parlamentar estaria negociando o cargo da presidência da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) com o objetivo de obter vantagens. Posteriormente a matéria foi excluída do site.

A ação indenizatória por danos morais, acusa o grupo político, coordenado por Kin Kataguari, de divulgar uma mensagem de voz, atribuída a Abílio, para fazer acusações “infundadas e nitidamente tendenciosas”. “O grupo político, de forma baixa, utilizou um áudio para descaradamente deturpar fatos e tentar sujar minha imagem, em ilações descabidas. Isso é crime e não vou deixar barato. Agora, vão ter que responder judicialmente, afirmou Abílio Santana.

O deputado ressaltou ainda seu posicionamento favorável ao presidente Jair Bolsonaro. “Sou bolsonarista declarado, e isso incomoda a muito gente. Não tenho telhado de vidro. E o nosso governo não se submete ao toma lá dá cá em nenhuma hipótese”, disse.

Bahia.Ba

Projeto proíbe comícios e distribuição de santinhos durante campanha

Projeto proíbe comícios e distribuição de santinhos durante campanha - politica, justicaFoto: Sumaia Villela/ Agência Brasil

A pandemia do novo coronavírus deve impactar também na forma como será feita a campanha eleitoral deste ano. Além do “corpo a corpo” tradicional em xeque por causa das recomendações para evitar aglomerações, uma proposta proíbe também a realização de comícios e distribuição de santinhos.

O projeto de lei foi apresentado pelo deputado Hildo Rocha (MDB-MA). A condição para realização desses atos de propaganda partidária é o respeito aos protocolos estabelecidos pelas vigilâncias sanitária e epidemiológica.

A medida altera o artigo 39 da Lei 9.504/1997, ao incluir um novo parágrafo ao dispositivo. O objetivo é adequar as campanhas aos cuidados sanitários no período como o que estamos vivendo.

Bahia.Ba

Rui Costa lamenta saída de ministro da Saúde e pede respeito à vida

Rui Costa lamenta saída de ministro da Saúde e pede respeito à vida - politicaFoto: Elói Correa/ GOV-BA

O governador Rui Costa se pronunciou na tarde desta sexta-feira, dia 15, sobre a saída do ministro da Saúde, Nelson Teich. Em uma publicação em sua rede social no Twitter, Rui pediu “respeito à vida, à medicina e à ciência”.

Rui disse que é inaceitável a saída do segundo ministro em menos de um mês de nomeação. “Inaceitável. Plena pandemia, em 30 dias, dois ministros da Saúde demitidos por não aceitarem seguir as orientações médicas de um presidente que nada entende de Saúde. O país exige respeito à vida, à medicina e à ciência”, escreveu.

Nelson Teich pediu demissão do governo Bolsonaro no início da tarde desta sexta. Ele completaria um mês no cargo neste sábado, dia 16.

Bahia.Ba

Ministro da Saúde pede demissão do governo Bolsonaro

Ministro da Saúde pede demissão do governo Bolsonaro - politicaFoto: Marcello Casal Jr/ Agencia Brasil

O ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu demissão do governo no início da tarde desta sexta-feira, dia 15, após reunião com o presidente Jair Bolsonaro. A decisão foi comunicada pessoalmente ao presidente. Ele assumiu o ministério após a saída de Henrique Mandetta do cargo. Teich ficou menos de um mês no ministério.

Assim como Mandetta, o agora ex-ministro também apresentou discordâncias com o presidente sobre as medidas para combate ao coronavírus. Uma delas foi a estratégia de uso da cloroquina no tratamento da Covid-19.

Bolsonaro também chegou a ampliar o rol de atividades essenciais no período da pandemia e incluiu salões de beleza, barbearia e academias de ginástica. A medida não contou com apoio de Teich. Para o lugar dele, o presidente avalia como substituto o general Eduardo Pazuello, número dois do Ministério da Saúde.

Metro1

Bolsonaro anuncia que vai enviar projeto de lei ao Congresso para proibir ‘ideologia de gênero’

Bolsonaro anuncia que vai enviar projeto de lei ao Congresso para proibir 'ideologia de gênero' - politicaFoto: Isac Nóbrega/ PR

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira, dia 12, antes de comandar uma reunião ministerial no Palácio da Alvorada, que o governo vai enviar ao Congresso um projeto de lei federal para proibir a chamada “ideologia de gênero” no país.

A declaração foi dada pouco mais de duas semanas depois de o Supremo Tribunal Federal (STF), declarar inconstitucional, por unanimidade, uma lei municipal de Nova Gama (GO) que vetava a discussão de gênero em escolas. Segundo o jornal O Globo, o presidente fez o anúncio diante de crianças levadas ao local por um padre.

“Nós sabemos que, por 11 a 0, o Supremo Tribunal Federal derrubou uma lei municipal que proibia ideologia de gênero. Já pedi ontem para o major Jorge (Oliveira), nosso ministro (da Secretaria-Geral da Presidência), que providenciasse uma lei federal agora, um projeto, e devemos apresentar hoje com urgência constitucional”, disse o presidente, que carregou uma menina no colo enquanto ouviu o grupo cantar “Jesus Cristo”, de Roberto Carlos.

(mais…)

PT lançará TV na web com Haddad e Wagner nesta quinta-feira, dia 23

PT lançará TV na web com Haddad e Wagner nesta quinta-feira, dia 23 - politicaFoto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

O PT da Bahia lançará nesta quinta-feira, dia 23, sua TV web. Batizada de TV PT Bahia, a transmissão inaugural pelo YouTube será coordenada pelo presidente estadual, Éden Valadares.

“Além de Éden, contaremos com as grandes presenças do senador Jaques Wagner e de Fernando Haddad, ex-ministro da educação e nosso candidato à Presidência da República em 2018”, confirmou Adolpho Loyola, secretário de Comunicação da sigla.

Bahia.Ba

‘Impressão que tem é que o presidente não trabalha’, diz Lídice sobre Bolsonaro

'Impressão que tem é que o presidente não trabalha', diz Lídice sobre Bolsonaro - politicaFoto: Andre Corrêa/ Agência Senado

A deputada e relatora da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, Lídice da Matta (PSB), questionou a eficiência do governo do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) e das ações contra a pandemia de coronavírus. Em entrevista nesta segunda-feira, dia 20, a parlamentar reforçou a necessidade de se manter vigilante às ações autoritárias do chefe do Executivo.

“Nós temos que manter uma vigilância sobre essas agressões. Ao mesmo tempo que ele afronta a Constituição com essas manifestações, que não são espontâneas, são articuladas, ele está sempre se colocando contra os governadores, tentando colocar a responsabilidade dos problemas nos governadores, para se livrar da culpa de, como presidente da República, responder por isso”, disse a deputada.

“A impressão que tem é que o presidente não trabalha, passa o dia fazendo confusão, entrando em padarias e farmácias. Eu não sei bem o que ele quer com isso, mas eu não tenho dúvidas, ele quer entrar na linha do confronto defendido por Olavo de Carvalho, que era um ilustre desconhecido e continua sendo do povo brasileiro”, declarou. (mais…)

Bolsonaro diz que demissão de Mandetta foi ‘consensual’ e quer equilíbrio entre saúde e economia

Bolsonaro diz que demissão de Mandetta foi ‘consensual’ e quer equilíbrio entre saúde e economia - politicaFoto: Isac Nóbrega/ PR

O presidente da República Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta, dia 16, que a demissão do ministro Luiz Henrique Mandetta foi “consensual”. “Tivemos uma conversa cordial onde selamos um ciclo no ministério. Ele se prontificou a participar de uma transição com riqueza de detalhes. Em comum acordo eu o exonero do ministério. Foi realmente um divórcio consensual”, afirmou.

O presidente voltou a criticar a atuação de alguns governadores no enfrentamento contra o combate ao novo coronavírus. O chefe do Palácio do Planalto anunciou a chegada do oncologista Nelson Tech para o posto e pediu equilíbrio entre saúde e economia.

“Em nenhum momento eu fui consultado sobre medidas adotadas por grande parte dos governadores e prefeitos. Eles sabem o que estão fazendo. O preço vai ser alto. Tinham que fazer algo? sim, mas se exageraram. Não botem essa conta nas costas do nosso sofrido povo brasileiro. Não queremos aqui criar qualquer polêmica com qualquer poder”, afirmou.

(mais…)

Lula admite erros do PT na economia e diz que Dilma tinha ‘capacidade técnica extraordinária’

Lula admite erros do PT na economia e diz que Dilma tinha 'capacidade técnica extraordinária' - politicaFoto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou o papel da ex-presidente Dilma Rousseff, sua sucessora na presidência da República, e admitiu que o governo petista errou no comando da economia do país. “Dilma era uma pessoa da mais alta competência e fidelidade, uma capacidade técnica extraordinária. Não me arrependo nem um pouco de ter escolhido Dilma e reeleito ela”, comentou o petista, em entrevista a Mário Kertész na Rádio Metrópole nesta quinta-feira, dia 16.

“Aconteceu efetivamente um fenômeno com a Dilma. Tivemos uma política que, na hora que começou a crise econômica mundial, começou a refletir no Brasil. Eu acho que nós, economicamente, fizemos exonerações exageradas. Mas era uma opção política da Dilma para garantir as políticas sociais e o emprego. E ela caiu na desgraça de, ao ganhar o segundo mandato, ter o Eduardo Cunha como presidente da Câmara. Diferente do Temer e do FHC. Quando Temer era presidente da Câmara, todas as reformas que o FHC mandou para o Congresso, o Temer tratou de ajudar e apoiar. Todas que a Dilma mandou, o Cunha fez questão de não aprovar ou de colocar pauta-bomba”, reclamou.

Lula fez uma autocrítica dos 13 anos de governo do Partido dos Trabalhadores e afirmou que a gestão falhou em quesitos econômicos. “Temos que conhecer os nossos erros na economia, valorizar os acertos que tivemos, mas a Dilma não merecia ser ‘impeachada’. Ela é uma das pessoas mais dignas que o Brasil produziu”, declarou.

Metro1

Governador do Pará anuncia que testou positivo para coronavírus

Governador do Pará anuncia que testou positivo para coronavírus - politicaFoto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Após o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) anunciar nesta terça-feira, dia 14, que foi infectado pelo novo coronavírus, outro gestor estadual também informou que testou positivo para a Covid-19. Trata-se de Helder Barbalho (MDB), do Pará.

“Quero informar à população paraense e a todos que estou com coronavírus, mas quero, ao mesmo tempo, tranquilizar. Estou super bem e assintomático. Estou trabalhando desde sexta-feira de casa”, disse, em vídeo divulgado no Twitter.

O diagnóstico positivo só foi dado no terceiro teste. Na primeira vez, no sábado, dia 11, o resultado foi inconclusivo. Na segunda tentativa, o governador testou negativo. No entanto, num terceiro exame realizado nesta terça, ele foi diagnosticado com o novo coronavírus.

“Esse vírus é extremamente contagioso. Ele não escolher idade, classe social. Todo mundo está exposto e pode pegá-lo. Por isso faço um apelo a você: fique em casa. Vamos juntos vencer o coronavírus”, alertou.

Bahia Noticias

Bernie Sanders desiste de candidatura à presidência dos EUA

Bernie Sanders desiste de candidatura à presidência dos EUA - politica, mundoFoto: Reprodução/ YouTube/ MSNBC

Pré-candidato pelo partido democrata dos Estados Unidos, o senador Bernie Sanders desistiu oficialmente da candidatura à presidência do país nesta quarta-feira, dia 08. O anúncio foi feito pela direção de campanha do político.

Aos 78 anos, Bernie abre caminho para a nomeação do adversário Joe Biden ser nomeado candidato pelo bloco democrata para derrotar a tentativa de reeleição de Donald Trump. Nas prévias, Sanders acumulou derrotas e não conseguiu números necessários de delegados para concorrer ao pleito.

Com o bom desempenho de Biden nas prévias democratas, que começaram em fevereiro, a contagem de cada candidato agora estacionou em 1.153 para Biden e 861 para Sanders. Pelo menos 1.191 delegados são necessários para receber a nomeação do Partido Democrata durante a convenção nacional. O evento está marcado para julho, limite para a nomeação democrata.

Metro1

Voltar à página inicial