‘Estou comendo o pão que o diabo amassou’, diz Bolsonaro

'Estou comendo o pão que o diabo amassou', diz Bolsonaro - politicaFoto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse estar “comendo o pão que o diabo amassou”, mas que só muda se cassarem seu mandato. A afirmação foi feita em almoço com caminhoneiros em um restaurante de beira de estrada em Anápolis (GO). “Eu estou comendo o pão que o diabo amassou. Não loteamos ministérios, bancos oficiais e estatais. (…) Só muda se alguém cassar o meu mandato”, afirmou o presidente a um caminhoneiro que disse acreditar que falta boa vontade em Brasília.

Rodeado por cerca de 30 caminhoneiros, Bolsonaro incentivou o grupo a dar entrada no pedido de porte de arma de fogo, se comprometeu a acabar com os radares móveis. Ele ainda disse que pretende aumentar a validade da carteira de motorista para dez anos e passar o limite de pontos para 40.

“Foi aleatória (a ida para o restaurante). Foi feito levantamento de ontem para hoje de onde teria mais caminhões neste horário, eu estava vindo de Goiânia e paramos aqui para conversar com os caminhoneiros”, explicou o presidente sobre o encontro. Ao final do encontro, Bolsonaro disse que a conversa foi “bastante cordial”.

Metro1

Com Bolsonaro, The Noite é líder de audiência e vence a Globo

Com Bolsonaro, The Noite é líder de audiência e vence a Globo - politica, celebridade, entretenimentoFoto: Gabriel Cardoso/ SBT

Com a participação do presidente Jair Bolsonaro, o The Noite, programa do SBT apresentado por Danilo Gentili, venceu a Globo e foi líder de audiência nesta quinta-feira (30.

O talk show marcou 7,5 pontos de média, e fechou na liderança, de acordo com dados consolidados da Grande São Paulo. Com esse ibope, o The Noite com a presença de Bolsonaro desbancou a Globo, que ficou na segunda colocação na mesma faixa horária.

O SBT ainda alcançou a liderança com programas como A Praça é Nossa (10,8), Roda a Roda (5,3), Operação Mesquita (4,9) e SBT Notícias (4,5 e 4,7). Cada ponto equivale 73 mil domicílios na Grande São Paulo.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: TV Foco

Eduardo Cunha é transferido para Bangu 8, no Rio

Eduardo Cunha é transferido para Bangu 8, no Rio - politicaFoto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Condenado pela Lava Jato,  o ex-deputado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha deixou o Complexo Médico Penal (CMP), em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, nesta sexta-feira (31), para ser transferido para o Rio de Janeiro.

Ele deixou o presídio paranaense às 8h desta sexta-feira. De acordo com a Polícia Federal (PF), Cunha ficará detido no Presídio Pedrolino Werling de Oliveira, conhecido como Bangu 8.

Cunha estava preso no Paraná há mais de 2 anos e sete meses, desde outubro de 2016. Em março de 2017, ele foi condenado na 1ª instância a 15 anos e quatro meses de reclusão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Bahia.Ba

Bolsonaro diz ter ‘muito mais poder’ que Maia por ter ‘caneta para editar decretos’

Bolsonaro diz ter 'muito mais poder' que Maia por ter 'caneta para editar decretos' - politicaFoto: Marcos Corrêa/ PR

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, nesta terça-feira (28), horas após se reunir com os chefes do Legislativo e do Judiciário, que tem “muito mais poder” do que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), por conseguir editar decretos.

“Hoje pela manhã, tomando café com Dias Toffoli, Alcolumbre e Maia eu disse para Maia: com a caneta eu tenho muito mais poder do que você. Apesar de você, na verdade, fazer as leis, eu tenho o poder de fazer decreto. Logicamente decretos com fundamento”, disse Bolsonaro na noite desta terça-feira (28).

A declaração foi dada pelo presidente em evento, em Brasília, pelo lançamento da Frente Parlamentar da Marinha Mercante. Ele afirmou ter falado com Maia durante café da manhã no Palácio da Alvorada na manhã de ontem, no qual os Poderes assumiram o compromisso de firmar um “Pacto pelo Brasil”.

Metro1

Justiça autoriza transferência de Eduardo Cunha para o Rio de Janeiro

Justiça autoriza transferência de Eduardo Cunha para o Rio de Janeiro - politica, justicaFoto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Câmara

A Justiça Federal do Paraná autorizou a transferência do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, para um presídio no Rio de Janeiro, onde ele continuará cumprindo pena.

Cunha está preso em Curitiba desde outubro de 2016, condenado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas a 14 anos e seis meses de prisão.

A decisão foi publicada nesta quarta-feira (29), no sistema da Justiça pelo juiz Ronaldo Sansone Guerra, que não detalha em qual presídio Cunha será detido. A juíza Luciana Maronezi havia pedido, em abril, que as autoridades do Rio de Janeiro fossem consultadas para checar se seria possível transferir o ex-deputado.

Metro1

Bolsonaro aparece de surpresa em homenagem a humorista na Câmara

Bolsonaro aparece de surpresa em homenagem a humorista na Câmara - politicaFoto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Após receber o humorista Carlos Alberto de Nóbrega na terça-feira (28), o presidente Jair Bolsonaro apareceu de surpresa na manhã desta quarta-feira (29), na Câmara dos Deputados, para sessão em homenagem ao apresentador do programa A Praça É Nossa, do SBT. A presença do chefe do Palácio do Planalto pegou até o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM), de surpresa.

“Agradeço a presença de todos aqui na Câmara dos Deputados. Principalmente ao deputado Alexandre Frota, que já leu o meu discurso. Mas principalmente ao homenageado, Carlos Alberto. Ao presidente Bolsonaro, por estar prestigiando mais uma vez a Câmara dos Deputados, com a sua presença fora da agenda, o que desorganiza a nossa agenda também. Eu estava com cinco reuniões, tive que vestir o terno e vir correndo”, afirmou o democrata, ao entrar no plenário.

Além de Bolsonaro, compareceram à sessão, presidida pelo deputado Alexandre Frota (PSL), os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Augusto Heleno (GSI) e Osmar Terra (Cidadania).

Bahia.Ba

Governo prepara compra de 106 mil pistolas para polícias civis e militares

Governo prepara compra de 106 mil pistolas para polícias civis e militares - politica, policiaFoto: Pixabay

O Ministério da Justiça e Segurança Pública prepara uma licitação para a aquisição de 106 mil pistolas, que serão distribuídas para a Força Nacional e a policiais civis e militares dos estados. É a primeira vez que o órgão promove uma licitação desse tipo, que prevê a participação de empresas estrangeiras e tem custo estimado de R$ 444 milhões. Parte das armas será bancada pelo governo federal e outro montante terá de ser adquirido diretamente pelas secretarias de Segurança Pública dos estados.

No último dia 9 de maio, a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), órgão subordinado à pasta, promoveu uma audiência pública com a participação de representantes de empresas do setor para apresentar um modelo preliminar do edital de licitação, obtido pelo jornal caricoa. Na ocasião, a Senasp acolheu sugestões de alterações, que está analisando para confeccionar o edital definitivo, a ser lançado no segundo semestre.

O objeto da licitação descreve o produto a ser adquirido da seguinte forma: “pistolas de calibre 9x19mm com quatro carregadores e uma maleta”. Serão cinco lotes divididos por região, na seguinte quantidade: 15.414 para o Norte, 29.117 para o Nordeste, 34.965 para o Centro-Oeste, 4.560 para a região Sudeste e 22.480 para o Sul.

Redação: Bahia.Ba | Fonte: O Globo

Vereadora quer proibir liberação de verba a eventos que ofendam cristãos

Vereadora quer proibir liberação de verba a eventos que ofendam cristãos - politicaFoto: Pixabay

A vereadora Ireuda Silva (PRB) quer proibir a liberação de verba pública para eventos que ofendam a religião cristã na capital baiana. Ela apresentou o Projeto de Lei Nº 165/19, publicado no Diário da Câmara Municipal de Salvador nesta segunda-feira (27), para impedir o “vilipêndio de dogmas e crenças relativas à religião cristã sob forma de sátira, ridicularização e menosprezo”.

O projeto prevê como ofensa “a utilização de todo e qualquer objeto vinculado à religião ou a crença, de forma desrespeitosa ao dogma”, em pejorativas manifestações sociais, culturais ou de gênero.

Sendo assim, se a matéria for aprovada na Casa, em caso de descumprimento da lei, o infrator ficaria sujeito a multa no valor de R$ 6 mil a R$ 500 mil, assim como à proibição de realizar eventos que dependem de autorização do poder público, pelo prazo de dois a oito anos.

Metro1

Bolsonaro anuncia convocação de mais de mil policiais federais

Bolsonaro anuncia convocação de mais de mil policiais federais - politica, policiaFoto: Alan Santos/ PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta quinta-feira (23), que autorizou o Ministério da Justiça a convocar 1.047 aprovados no concurso da Polícia Federal. “O ministro (Sergio) Moro trabalhou muito nessa proposta junto ao ministro da Economia Paulo Guedes e, hoje, assinei o decreto. A convocação será feita o mais rápido possível”, afirmou o presidente, em transmissão ao vivo nas redes sociais.

O decreto assinado pelo presidente especifica a distribuição de efetivo entre os 547 aprovados que não tiveram vagas previstas no concurso inicial, que previa apenas 500 convocados: 169 delegados de polícia; 229 agentes de Polícia Federal; 68 escrivães; 17 papiloscopistas e 64 peritos criminais federais. A convocação do contingente é uma reivindicação da categoria para reduzir um déficit de mais de 4 mil policiais em todo Brasil.

Para a presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Federal do Estado de São Paulo (SINDPF-SP) e diretora regional da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Tania Prado, o anúncio é um importante passo para fortalecer a instituição. A Polícia Federal tem hoje o menor efetivo desde 2008, segundo dados da instituição. Para operar com o quadro completo, a instituição ainda precisa contratar 675 delegados, 127 peritos criminais, 2.414 agentes de polícia, 965 escrivães e 129 papiloscopistas.

Metro1

‘Dizer que não tem violência é uma piada’, diz Damares sobre homofobia

'Dizer que não tem violência é uma piada', diz Damares sobre homofobia - politicaFoto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, saiu em defesa do combate à violência contra a comunidade LGBTI (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Transgêneros e Intersex), um dia após o STF (Supremo Tribunal Federal) votar pela criminalização da homofobia.

“Nós temos que combater a violência contra o segmento. Dizer que não existe a questão da violência é piada, existe a violência contra o segmento, e no segmento. Tenho um público que tenho um carinho muito grande, que são as travestis. Existe violência, vai nas ruas ver o que acontece com os travestis” disse.

A ministra ressaltou que prefere aguardar o final do julgamento para fazer um posicionamento mais formal sobre a homofobia. A Corte retomará o tema em 5 de junho.

Metro1

Ciro Gomes receberá título de cidadão baiano

Ciro Gomes receberá título de cidadão baiano - politicaFoto: Marcelo Camargo/ Fotos Públicas

O ex-governador do Ceará e ex-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT), receberá o título de cidadão baiano no dia 10 de junho.

A honraria foi concedida pelo deputado Roberto Carlos (PDT) e será entregue em evento no plenário Luiz Eduardo Magalhães, na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA).

“Esta honraria será o resultado da proposição apresentada por mim, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao Estado, quando, como ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes desenvolveu importantíssimos programas e projetos para ampliar o sistema de abastecimento de água, na Bahia”, afirmou o deputado em sua conta pessoal do Instagram.

Metro1

Primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May anuncia renúncia ao cargo

Primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May anuncia renúncia ao cargo - politica, mundoFoto: Reprodução/ Instagram

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, anunciou nesta sexta-feira (24), que vai deixar o cargo. A saída oficial será no dia 7 de junho. A mandatária abandona o posto depois do fracasso na gestão do processo de retirada do Reino Unido da União Europeia, o plano do Brexit.

Ela sofria uma pressão forte, inclusive dentro do seu próprio partido, o Conservador, após três derrotas no Parlamento britânico. No discurso de despedida, May não escondeu a frustração por ter falhado na principal missão da sua liderança. “Fiz tudo o que foi possível para convencer os deputados para apoiar o acordo com a UE. Infelizmente, não consegui”, declarou May.

“Tentei três vezes. Acredito que foi correcto perseverar, mesmo quando as probabilidades de insucesso pareciam elevadas. Mas tornou-se, agora, claro que é do interesse superior do país que um novo primeiro-ministro lidere estes esforços”, completou. No final do discurso, May se emocionou. “Foi a grande honra da minha vida ter sido a segunda primeira-ministra, mas certamente não a última”, disse, terminando o pronunciamento com a voz embargada pelas lágrimas.

Metro1

Castro Alves: Justiça Eleitoral convoca eleitores para recadastramento biométrico

Castro Alves: Justiça Eleitoral convoca eleitores para recadastramento biométrico - politica, castro-alvesFoto: Divulgação/ TRE

A Justiça Eleitoral convoca os eleitores de Castro Alves, município pertencente a 43ª Zona Eleitoral, para a realização do recadastramento biométrico obrigatório. O eleitor que não comparecer terá o título cancelado. Os eleitores precisam passar pela identificação biométrica.

Para fazer o recadastramento biométrico, basta apresentar original do documento de identidade e do comprovante de residência atualizado. O atendimento é realizado no Cartório Eleitoral ou no posto de atendimento, instalado na Praça da Liberdade, no centro da cidade.

Estão obrigados a fazer o recadastramento biométrico todos os eleitores domiciliados no município de Castro Alves, inclusive aqueles cujo voto é facultativo (analfabetos, eleitores com idade entre 16 e 18 anos e os maiores de 70 anos de idade), mas que queiram continuar a exercer o direito ao voto. A exceção é somente para aqueles que já realizaram a coleta de dados biométricos na respectiva municipalidade.

Forte na Noticia

Comissão do Senado aprova projeto que criminaliza homofobia

Comissão do Senado aprova projeto que criminaliza homofobia - politicaFoto: Paulo Pinto/ Fotos Publicas

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira, por 20 votos a 1, um projeto que criminaliza a homofobia, mas que faz uma exceção para garantir a liberdade religiosa. O projeto é de autoria do senador Weverton (PDT-MA). O relator, Alessandro Vieira (PPS-SE), acrescentou um trecho que proíbe a restrição de “manifestação razoável de afetividade de qualquer pessoa em local público ou privado aberto ao público”, mas determinou que a regra não vale para templos religiosos. Embora a proposta tenha sido aprovada, ainda serão votadas emendas ao texto.

A decisão ocorreu na véspera do Supremo Tribunal Federal (STF) retomar o julgamento sobre a questão. O placar está 4 a zero a favor da criminalização. Um grupo de senadores, liderados pela presidente da CCJ, senadora Simone Tebet (MDB-MS), pretende recorrer ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para que ele peça ao ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, a suspensão da discussão do caso na Corte.

“Esta presidência vai entrar em contato com o presidente Davi Alcolumbre, para deixar muito claro para o presidente que (a aprovação do texto) foi terminativo e que, portanto, caberia um gesto do presidente junto ao STF, para que pudesse aguardar o término deste projeto, seja na Câmara, seja no Senado, até para evitarmos aquilo que constantemente estamos dizendo, do ativismo judicial, que, numa democracia forte, não deve nunca se fazer presente. Uma coisa é a judicialização da política, levar questões em que todos nós temos conflito para o Supremo, e, numa interpretação até criativa, o Supremo poder deliberar; outra coisa é o ativismo judicial”, afirmou a senadora. (mais…)

Manifestações pró-governo: Atos acontecerão em 18 cidades na Bahia; confira

Manifestações pró-governo: Atos acontecerão em 18 cidades na Bahia; confira - saj, politicaFoto: Reprodução/ Facebook

Ao todo, 18 cidades baianas receberão as manifestações em favor do governo Bolsonaro, neste domingo (26). Os dados foram disponibilizados pelo monitor na Bahia do Avança Brasil, Antônio Braga. O grupo é organizador dos atos em todo o país.

“A manifestação não contam com a participação do MBL e nem do Vem Pra Rua, que faziam esse papel de organização e monitoramento. Desta vez, com a não participação desses dois movimentos, o Avança Brasil assumiu o protagonismo”, explicou Braga, em entrevista.

Segundo o organizador, o movimento defende as seguintes pautas: reforma da Previdência; pacotes anticrime e anticorrupção do ministro Sergio Moro; aprovação das PECs 870 e 871; e apoio à Operação Lava Jato.  Em Salvador, o ato terá início ás 9h, no Farol da Barra. Oficialmente, de acordo com a organização, 300 cidades no Brasil terão manifestações.

Bahia Noticias

Confira os demais locais do estado que haverá protestos: (mais…)

Governo federal aprova registro de mais 31 agrotóxicos, somando 169 no ano

Governo federal aprova registro de mais 31 agrotóxicos, somando 169 no ano - politicaFoto: Arquivo/ Agência Brasil

O Ministério da Agricultura formalizou nesta terça-feira (21), o registro de mais 31 agrotóxicos. Em todo o ano, já são 169 produtos autorizados. O número de agrotóxicos aprovados no Brasil vem crescendo de forma significativa nos últimos três anos, o que gera preocupação em ambientalistas e profissionais da saúde. Em 2015, foram 139, enquanto em 2018 a quantidade subiu para 450.

O Ministério da Agricultura afirma que o aumento da velocidade dos registros se deve a ganhos de eficiência possibilitados por “medidas desburocratizantes”. Um agrotóxico só é liberado para uso após ser autorizado pelo Ministério da Agricultura, que verifica a eficiência no combate a pragas e doenças no campo; pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que avalia os riscos à saúde; e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), que analisa os perigos ambientais.

A lista dos 169 produtos autorizados contém desde um novo princípio ativo (produto técnico) e suas “cópias” quando caem as patentes (produto técnico equivalente) até o composto que chega ao agricultor (produto formulado) e os “genéricos” desse composto (produto formulado equivalente).

Metro1

Voltar à página inicial