web analytics

Partido de Ciro convoca reunião para anunciar apoio a Haddad

Foto: Marcelo Camargo/ Fotos Públicas

A cúpula do PDT e as principais lideranças do partido de Ciro Gomes vão anunciar na quarta-feira (10), apoio a Fernando Haddad (PT), no segundo turno das eleições para a Presidência da República. O presidente da legenda, o ex-ministro Carlos Lupi, chamou de “apoio crítico” ao petista contra Jair Bolsonaro (PSL).

A reunião vai acontecer em Brasília e não deve tratar da participação do PDT em um eventual governo de Haddad. “Nossa proposta é de apoio crítico a Haddad, mas sem compor com um governo petista, caso ele seja eleito agora no segundo turno. Vou trabalhar para que isso dê certo”, disse Carlos Lupi.

Neste domingo (07), após a confirmação da derrota nas urnas, Ciro Gomes agradeceu o apoio recebido dos eleitores e declarou que não iria apoiar Bolsonaro no segundo turno. “Uma coisa eu posso adiantar logo, como vocês já viram: minha história de vida é uma história de vida de defesa da democracia e contra o fascismo”, declarou o candidato.

Redação: Metro1 | Fonte: Portal Buzz Feed

São Miguel: Filas enormes são registradas neste domingo de eleição

Foto: Criativa On Line

O domingo de eleição em São Miguel das Matas foi marcado pelas enormes filas e muita demora entre um voto e outro. Outro ponto marcante foi a quantidade de sujeira provocada pelas praguinhas jogadas pelo chão, indicando o nível do processo eleitoral no país. (Criativa On Line)

Cruz das Almas: Confira a lista dos candidatos mais votados

Foto: Forte na Noticia

Segundo dados da Justiça Eleitoral, 38.588 pessoas foram às urnas espalhadas pela cidade de Cruz das Almas, no Recôncavo baiano, para escolher os próximos candidatos para ocuparem os cargos de deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidente.

Após a contagem dos votos, que terminou por volta das 21h30 deste domingo, no Fórum Eleitoral, foi feito um levantamento dos candidatos que tiveram a preferência dos cruzalmenses. (Forte na Noticia) Confira: (mais…)

Em São Paulo, Marco Feliciano é reeleito deputado federal

Foto: Nilson Bastian/ Câmara dos Deputados

O deputado federal Marco Feliciano (PODE), foi reeleito por São Paulo. O candidato ficou em 10º com 239.778 votos, sendo o primeiro de seu partido.

Um dos deputados mais influentes das redes sociais, Feliciano é conservador e luta pelos direitos da família. Há uma semana, ele falou sobre seu papel na política.

“Eu defendo minhas convicções. Eu apanho e sofro porque tenho posição. É preciso ter coragem. Na política tem que ter lado, não se pode ter medo e nem vergonha”, afirmou. (Pleno.News)

Fiscalização da Anatel atuará no segundo turno das eleições

Foto: José Cruz/ Agência Brasil

A fiscalização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), acompanhará o funcionamento das redes utilizadas na transmissão dos dados das urnas eletrônicas para os sistemas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), durante o segundo turno das eleições, em 28 de outubro.

De acordo com a fiscalização da Anatel, não houve nenhum problema no primeiro turno, realizado nesse último domingo (07). Antes das eleições, a Anatel emitiu 85 notificações ou ofícios a outros órgãos para evitar situações que prejudicassem a transmissão das informações das urnas para a apuração dos votos.

A interação com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e o Exército, entre outros, buscou evitar a realização de obras nos estados que pudessem danificar a infraestrutura das redes das prestadoras. (Bahia.Ba)

Magno Malta, Eduardo Suplicy e outros não conseguem reeleição no Senado; veja outros nomes

Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado

Políticos com influência nos partidos e no Senado perderam espaço e não conseguiram a reeleição. Nomes como Roberto Requião (MDB-PR), Lindberg Farias (PT-RJ), Eduardo Suplicy (PT-SP), Cristovam Buarque (PPS-DF), Magno Malta (PR-ES), Eunício Oliveira (MDB-CE), Cesar Maia (DEM-RJ) e Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) não figuraram entre os dois mais votados dos estados pelos quais se candidataram.

Vice-presidente dos ‘sonhos’ de Jair Bolsonaro (PSL), Magno Malta não foi reeleito no Espírito Santo e deixará em dezembro o cargo que ocupa desde 2003. Os escolhidos para representar o estado foram Fabiano Contarato (Rede) e Marcos do Val (PPS). Presidente e primeiro vice-presidente do Senado também não foram reeleitos. Eunício Oliveira, que ocupa o principal cargo na Casa, foi apenas o terceiro colocado no Ceará. O estado elegeu Cid Gomes (PDT-CE), irmão do presidenciável Ciro Gomes, e Eduardo Girão (Pros-CE) como representantes. Na Paraíba, Cássio Cunha Lima, substituto de Eunício, ficou na quarta posição.

No Rio de Janeiro, dois figurões não foram reeleitos e viram Flavio Bolsonaro, filho do presidenciável Jair Bolsonaro, ser o mais votado, com com 31%. Lindberg terminou na quarta posição, bem longe dos dois primeiros. Cesar Maia (DEM-RJ), pai do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, foi o terceiro. O ex-prefeito do Rio de Janeiro disputou voto a voto com Arolde de Oliveira (PSD), mas perdeu. (mais…)

Quem não votou no primeiro turno pode votar no segundo? Entenda

Foto: José Cruz/ Agência Brasil

O eleitor que não votou no primeiro turno das eleições realizadas no Brasil neste domingo (07), poderá votar no segundo, que acontece no próximo dia 28, desde que tenha situação eleitoral regular, ou seja, que o título de eleitor não esteja cancelado ou suspenso.

Cerca de 147 milhões de eleitores são esperados para comparecer às urnas para escolher quem vai comandar o Brasil pelos próximos quatro anos. No caso da presidência, a disputa fica entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL).

Os votantes que não votaram e nem justificaram o voto nos três últimos pleitos terão o título cancelado e não poderão votar no segundo turno das eleições de 2018. Isso acontece porque o Tribunal Superior Eleitoral conta cada turno como uma eleição. (Noticias ao Minuto)

Jean Wyllys consegue reeleição para deputado federal no RJ

Foto: Luis Macedo/ Câmara dos Deputados

Desafeto de Jair Bolsonaro (PSL), o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) conseguiu se reeleger e vai para seu terceiro mandato na Câmara dos Deputados. Com 24.294, ele voltará ao Congresso com a menor votação entre os 46 parlamentares que formam a bancada fluminense.

O deputado veterano foi beneficiado pelo desempenho de seus colegas de partido. Marcelo Freixo conquistou 342.491 votos e foi o segundo candidato mais votado no estado.

Talíria Petrone aparece na nona posição, com 107.317 votos. Quem também se beneficiou foi Glauber Braga, que foi reeleito deputado pelo partido com 40.199 votos. (Noticias ao Minuto)

‘Nunca mais quero pisar nesse lugar’, diz Ciro Gomes sobre Globo

Foto: André Carvalho/ CNI/ Fotos Públicas

Candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes disse que não quer “nunca mais” pisar na Rede Globo. De acordo com o Estadão, na madrugada desta sexta-feira (5), ele se irritou porque, ao chegar ao camarim, findo o debate, encontrou um oficial de Justiça que estava ali para entregar a ele notificação de ação movida pelo ex-prefeito de São Paulo João Doria (PSDB), candidato tucano ao governo do Estado.

O pedetista chamou o tucano de “farsante”, o que motivou a ação. Ciro estranhou o fato de o caso estar na Justiça do Rio, sendo ele do Ceará e Doria de São Paulo. Ele chegou para a entrevista, realizada em outro espaço do Projac, bastante contrariado. Disse que chamou Doria de “farsante” quando de fato queria dizer “corrupto”.

Sobre o debate, afirmou que “a Globo não manda” no voto dos brasileiros. “Estou preocupado com a sorte do Brasil. Meu país está caminhando para um precipício. Eu peço ao brasileiro que pense muito antes de votar num despreparado que representa os interesse mais subalternos do baronato brasileiro ou no petismo. Confio no povo brasileiro”, declarou. Ele se referia à polarização entre Jair Bolsonaro  (PSL) e Fernando Haddad (PT). (Metro1)

Daciolo entra na Justiça para participar de debate na TV Globo

Foto: Antonio Augusto/ Câmara dos Deputados

O deputado federal Cabo Daciolo (Patri) e seu partido pediram, em ação cautelar, ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para que participe do debate dos presidenciáveis promovido pela TV Globo nesta quinta-feira (04).

O pedido foi feito no dia 2 de outubro e foi distribuído para o ministro Carlos Horbach, que ainda não tomou decisão. A TV Globo decidiu não convidar Daciolo porque 4 dos 5 congressistas do seu partido foram eleitos pelo Patriota, um deles migrou para a legenda durante a janela partidária, no início do ano.

A janela partidária é um período de 30 dias, previsto em lei, em que deputados federais e estaduais podem mudar de partido sem a possibilidade de perder o mandato por infidelidade partidária. (Noticias ao Minuto)

Candidato a governador tem carro alvejado por tiros

Foto: Reprodução/ Facebook

O carro do candidato ao governo de São Paulo, Major Costa e Silva (DC), foi alvejado por tiros na noite desta quarta-feira (3), na Estrada Cooperativa, em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo. De acordo com o boletim de ocorrência registrado na delegacia do município, dois homens em uma moto se aproximaram do carro onde o candidato estava com seu coordenador de campanha, Capitão Munhoz. Da moto, eles efetuaram disparos contra o veículo.

Os motociclistas fugiram e ninguém ficou ferido. Um dos tiros chegou atingir Capitão Munhoz, mas ele usava colete à prova de balas e reagiu. Já o candidato ao governo não foi atingido. Segundo a assessoria de imprensa do major, os tiros também atingiram o pneu do carro, o que fez o veículo capotar e cair em um córrego.

Major Costa e Silva e Capitão Munhoz só conseguiram sair do veículo após atirarem contra o para-brisa. Os dois foram levados para o Hospital Santa Helena, em Santo André.

Redação: Bahia Noticias | Fonte: G1

Candidatos têm só até hoje para fazer propaganda eleitoral

Foto: Sumaia Villela/ Agência Brasil

O prazo do horário eleitoral gratuito no rádio e na TV acabou na última quinta-feira (04), mas os candidatos têm até esta sexta-feira(05), para finalizar suas propagandas eleitorais na internet, jornais e revistas.

Segundo informa o artigo 43 da Lei Eleitoral (9.504/1997), a partir desta data não serão mais permitidas divulgações pagas em qualquer veículo midiático. “São permitidas, até a antevéspera das eleições, a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução na Internet do jornal impresso, de até 10 (dez) anúncios de propaganda eleitoral, por veículo, em datas diversas, para cada candidato”, determina o artigo.

As mesmas regras dos demais dias de campanha servem para esta sexta. Em caso de descumprimento do artigo, os veículos de imprensa responsáveis pela veiculação da propaganda, assim como os partidos que contrataram o anúncio podem ser condenados a pagar multa entre R$ 1.000 e R$ 10 mil. (Notícias ao Minuto)

Eleições 2018: O Brasil dos altos preços e da baixa qualidade

Na foto: Alexandre Pierro | Crédito: Divulgação

Por Alexandre Pierro

No próximo domingo, o país inteiro vai para a urna eletrônica eleger os representantes políticos que irão governar o Brasil pelos próximos quatro anos. Apesar do período eleitoral ser o momento crucial para debater ideias e planos, muito se fala sobre o histórico de corrupção e da vida pessoal dos candidatos e, pouco se vê sobre o plano estratégico de cada candidato para construirmos um Brasil melhor.

Essa falta de planejamento para executar um plano de governo não é de hoje. Infelizmente, ela é sistêmica e faz parte da nossa história desde o Brasil Império. Nos primeiros séculos, logo após o descobrimento e quando ainda éramos colônia de Portugal, vivemos um momento nomeado como O Quinto. O Quinto era um imposto cobrado pelo governo. Recebeu esse nome porque correspondia a 20%, um quinto, do metal extraído que era registrado pelas casas de fundição. Era um tributo altíssimo e os brasileiros o odiavam tanto que acabaram o apelidando de “O Quinto dos Infernos”.

Se você concorda que no século XVII essa tributação era absurda, porque não estamos revoltados com o fato de hoje em dia pagarmos cerca de dois quintos de impostos em tudo o que produzimos e consumimos? A alta carga tributária é uma das principais vilãs que impedem o desenvolvimento de pequenas empresas. Os empresários precisam trabalhar quatro meses por ano só para pagar impostos e, preocupados em fechar a conta no azul, não investem em melhoria de processo e qualidade, maquinário, capacitação de pessoas e etc, mantendo a empresa longe da inovação e do crescimento. (mais…)

Bolsonaro desiste de debate da Globo após recomendação médica

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) não vai participar do último debate da campanha presidencial, na TV Globo, nesta quinta-feira (03). Este será o último compromisso dos candidatos durante o primeiro turno das eleições, que acontecem no domingo (07).

A campanha de Bolsonaro pretende fazer uma transmissão ao vivo pelas redes sociais durante o horário do debate, às 21h30. Segundo os médicos, o capitão reformado do Exército não tem condições de ficar por mais de 10, 15 minutos em discussão ou atividade que exija esforço físico.

Segundo o médico Antonio Luiz de Vasconcellos Macedo, um dos profissionais de saúde que cuidam da saúde de Bolsonaro, o militar deverá recuperar as atividades de 7 a 10 dias. (Metro1)

Eleitores só podem ser presos em casos especiais a partir desta terça, 02

Foto: Thiago Gomes/ Ascom Susipe/ Fotos Públicas

A partir desta terça-feira (02), a cinco dias das eleições, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, exceto em casos de flagrante delito ou de sentença criminal condenatória por crime inafiançável por desrespeito a salvo-conduto. A orientação está na legislação e prevista no calendário eleitoral.

Também será o último dia para a verificação das assinaturas digitais do Sistema de Transporte de Arquivos da Urna Eletrônica, do Subsistema de Instalação e Segurança e da Solução JE-Connect instalados nos equipamentos da Justiça Eleitoral.

Essa verificação deve ser feita por representantes dos partidos políticos e das coligações, da Ordem dos Advogados do Brasil, do Ministério Público e das pessoas autorizadas em resolução específica a formalizar pedido ao juízo eleitoral. Também é o último dia para os tribunais regionais eleitorais divulgarem na internet os pontos de transmissão de dados que funcionarão em locais distintos daquele de funcionamento da junta eleitoral. (Agência Brasil)

SAJ: Cartório Eleitoral realiza vistoria das urnas que serão utilizadas na 56º zona eleitoral

Foto: José Cruz/ Agência Brasil

Na última sexta-feira (28), o cartório eleitoral de Santo Antônio de Jesus realizou vistorias nas urnas eletrônicas que serão utilizadas pela 56º zona eleitoral do município.

O chefe Jonas Ribeiro, comentou sobre os bastidores das eleições e a responsabilidade que deve ser tomada com as urnas: “Tivemos aqui o início da preparação das urnas, onde colocamos os dados dos eleitores, candidatos, sessões e locais de votação. Passamos o dia todo preparando as urnas de Santo Antônio de Jesus correspondente a zona eleitoral 56º e também urnas da cidade de Varzedo”, declarou.

Além das urnas que serão utilizadas no dia da votação, o cartório preparou também as urnas reservas, utilizadas quando há urnas com defeitos em alguma sessão, “caso haja alguma eventualidade precisaremos substituir, mas as urnas já devem estar devidamente preparadas em contingencia. Há 120 urnas na zona 56, sendo 98 de Santo Antonio de Jesus e 22 de Varzedo, além de 16 urnas de contingencia. É um trabalho simples, mas exige muita atenção”, afirmou.

Reportagem: Joselito Fróes/ Rádio Recôncavo FM | Redação: Voz da Bahia

Voltar à página inicial