Cachoeira receberá projeto de Educação em Direitos da DPU, dias 7 e 8

Cachoeira receberá projeto de Educação em Direitos da DPU, dias 7 e 8 - destaque, cachoeiraFoto: Alberto Coutinho/ GOV-BA

A cidade de Cachoeira, no Recôncavo baiano, sediará mais uma edição do projeto Educação em Direitos da Defensoria Pública da União (DPU. Nos dias 7 e 8 de novembro, estão previstas na cidade a realização de palestras para orientar os cidadãos acerca de seus direitos e informar sobre as atribuições da DPU, com ênfase nos direitos das comunidades tradicionais.

No primeiro dia, quinta-feira (7), às 9h, será realizada uma palestra no espaço Hanse Bahia (Rua Treze de Maio, 13, Cachoeira – BA). O evento tem como público-alvo líderes comunitários quilombolas, mas é aberto ao público em geral, estando sujeito apenas à lotação do espaço. À tarde, a partir das 14h, a equipe da DPU realizará palestra na Associação Cultural e Artística de Santiago do Iguape (Matriz, s/n, Zona Rural).

Na sexta-feira (8), a partir das 9h, as defensoras visitarão a Comunidade São Francisco do Paraguaçu (sede do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, Rua das Areias). A última palestra acontecerá às 14h no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Rua Augusto de Azevedo, s/n, Centro). Este último evento será voltado aos técnicos que atuam na área. (mais…)

Flica garante ocupação de 100% nos hotéis de Cachoeira

Flica garante ocupação de 100% nos hotéis de Cachoeira - cachoeiraFoto: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Iniciada no dia 24 de outubro a 9ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), reuniu cerca de 35 mil visitantes no Recôncavo baiano, segundo os organizadores. A grande movimentação de pessoas na cidade para participar do evento refletiu positivamente na taxa de ocupação hoteleira. Com patrocínio do Governo da Bahia, a Flica seguiu até o dia 27 de outubro, com acesso gratuito e recebeu grandes autores como Thalita Rebouças, Gláucia Lemos e o poeta Bráulio Bessa.

De acordo com o secretário municipal de Turismo de Cachoeira, Cleydson do Rosário, a taxa de ocupação hoteleira na cidade foi de 100%. Além de Cachoeira, os participantes da Flica também se hospedaram em Santo Antônio de Jesus, São Félix, Muritiba e Cruz das Almas.

Um dos empreendimentos mais novos de Cachoeira, a Pousada Pai Tomaz teve todos os 13 quartos reservados. Já a Pousada Treze de Março foi um dos poucos meios de hospedagem com vagas disponíveis, mas os quatro últimos apartamentos foram ocupados com reservas de última hora, de acordo com a recepcionista Renata Araújo.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Ascom/ Secretaria de Turismo do Estado

Jovem de Nova Redenção recita na Flica crônica “Mãe Preta”

Jovem de Nova Redenção recita na Flica crônica "Mãe Preta" - noticias, flica-2019, cachoeiraFoto: Cosme Santos/ Tribuna do Recôncavo

Durante a Flica 2019, em Cachoeira, a jovem Larissa Novais, da cidade de Nova Redenção, na Chapada Diamantina, apresentou no Espaço Educar para Transformar, a crônica “Mãe Preta”, uma história elaborada por ela para o projeto Educação Patrimonial e Artística (EPA).

Ao Tribuna do Recôncavo, Larissa falou que seu texto representa o que acontece com as mães nas favelas brasileiras, que sempre estão perdendo seus filhos para o racismo e para a violência. A crônica de Larissa conta a história de uma mãe negra que chora ao ver o seu filho morto.

“É triste mas é necessário que a gente esteja sempre fazendo esse tipo de intervenção, porque quem tem que lutar somos nós”, disse Novais.

Confira no vídeo abaixo a entrevista e parte da crônica:

Reportagem, redação e edição: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Flica: Escritor Matheus Rocha faz sessão de autógrafos de seu livro sobre ansiedade

Flica: Escritor Matheus Rocha faz sessão de autógrafos de seu livro sobre ansiedade - flica-2019, cachoeiraFoto: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

No último sábado, dia 26, o escritor feirense Matheus Rocha participou da Mesa 9, da Geração Flica, sediada na Casa do Iphan, em Cachoeira. A Geração Flica é uma novidade do evento, cuja programação foi voltada para os jovens leitores.

Matheus falou sobre a importância da literatura LGBTQIA+ para os jovens do Brasil e sua relação com a ansiedade. Após o bate-papo o escritor realizou uma sessão de autógrafos do seu livro “Não me julgue pela capa”, uma obra que fala sobre ansiedade.

Ao Tribuna do Recôncavo, Matheus contou que seu livro fala sobre as inseguranças com o corpo, com o futuro, com o relacionamento e com os sonhos. “É um livro que fala de um ansioso para outro ansioso”, disse o autor. Para adquiri-lo é só acessar o link: www.amazon.com.br/N%C3…

Na entrevista abaixo, Matheus fala sobre sua alegria por participar da Flica e dá dicas para ajudar a pessoa a conviver com a ansiedade. Ouça:

Reportagem e redação: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Estudante de Catu recita na Flica poesia “80 Tiros”; assista

Estudante de Catu recita na Flica poesia "80 Tiros"; assista - noticias, flica-2019, destaque, cachoeiraFoto: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Durante a Flica – Festa Literária Internacional de Cachoeira, realizada entre os dias 24 e 27 de outubro, a poetisa e aluna do Colégio Luiz Viana, em Catu, Bruna Bispo, apresentou a poesia “80 Tiros”, uma crítica ao fato ocorrido em abril deste ano, no Rio de Janeiro, quando o músico Evaldo Rosa, de 46 anos, morreu após ter seu carro fuzilado por militares.

No Espaço Educar para Transformar, criado pela Secretaria da Educação, na Fundação Hansen Bahia, em Cachoeira, “Sol”, como é conhecida, mostrou em sua poesia a revolta social com a morte do músico Evaldo, uma pessoa negra que foi alvejada na presença do filho e da esposa.

“Todo mundo sabe que o preto na sociedade é sempre taxado como bandido, inconsequente e agressor, só que não é. E quando aconteceu esse fato, que foi a morte desse músico por conta da negligência do comando militar, isso me incomodou e eu sentir uma grande necessidade de produzir essa poesia”, disse Bruna ao Tribuna do Recôncavo.

Confira no vídeo abaixo a entrevista e parte da poesia “80 Tiros”:

Reportagem, redação e edição: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Charanga Literária do projeto OXE agita ruas de Cachoeira durante a Flica

Charanga Literária do projeto OXE agita ruas de Cachoeira durante a Flica - noticias, flica-2019, destaque, cachoeiraFoto: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Durante a FLICA – Festa Literária Internacional de Cachoeira, integrantes do projeto OXE: Literatura Baiana Contemporânea, do IFBA de Santo Amaro, realizaram entre os dias 24 e 26, em parceria com a Minerva Cachoeirana, o evento Diálogos Lítero-Musical.

Em entrevista ao Tribuna do Recôncavo, Lídia Souza falou que o objetivo do projeto é dar visibilidade aos escritores baianos contemporâneos que não são tão visíveis como Jorge Amado e Castro Alves. “A gente mostra com esse projeto que tem vários outros autores muito bons, como Mairant Gallo, Júlio Braga e Lidiane Nunes”, disse.

No evento Diálogos Lítero-Musical foram oferecidas atividades literárias e musicais, a exemplo da Charanga que percorreu as ruas de Cachoeira, na tarde de sábado, dia 26, puxada por uma carroça cheia de livros e animada pela filarmônica Minerva Cachoeirana.

Confira no vídeo abaixo a entrevista com os integrantes do projeto OXE, Lídia Souza e Rodrigo Carvalho, como também a apresentação da Charanga.

Reportagem, redação e edição: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Cachoeira recebe 15º Panorama Coisa de Cinema com exibição gratuita de mais de 50 filmes

Cachoeira recebe 15º Panorama Coisa de Cinema com exibição gratuita de mais de 50 filmes - cinema, cachoeiraImagem Ilustrativa | Crédito: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Mais de 50 filmes serão exibidos gratuitamente na programação do 15º Panorama Internacional Coisa de Cinema em Cachoeira, entre os dias 30 de outubro e 6 de novembro. O documentário Meu Amigo Fela, de Joel Zito Araújo, será o filme de abertura do Panorama, com sessão dia 30, às 19h, no Cine Theatro Cachoeirano. O longa mergulha na vida do multi-instrumentista Fela Kuti (1938-1997), considerado o criador do afrobeat.

A cidade conta com uma mostra competitiva exclusiva, onde serão exibidos os longas-metragens A Mulher da Luz Própria (Sinai Sganzerla), A Rainha Nzinga Chegou (Júnia Torres e Isabel Casimira), Casa (Letícia Simões), Selvagem (Diego da Costa) e Um Filme de Verão (Jo Serfaty). A lista de filmes selecionados pela cineasta Camila Gregório, coordenadora do Panorama em Cachoeira, reúne ainda mais de 30 curtas.

No júri de Cachoeira estão a atriz e performer Jamile Cazumbá; Maria da Conceição Abade, pescadora e agricultura quilombola, produtora cultural e educadora social; e Vinny Nepomuceno, graduando em Cinema e Audiovisual e curador no grupo de extensão Cineclube Mário Gusmão (UFRB). (mais…)

Cachoeira: Quadrinhos como expressão das culturas compõem penúltima mesa da Flica

Cachoeira: Quadrinhos como expressão das culturas compõem penúltima mesa da Flica - noticias, flica-2019, destaque, cachoeiraFoto: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

A penúltima mesa da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) no sábado (27) discutiu a contribuição das histórias em quadrinhos (HQs) para compor lacunas sobre a formação da sociedade brasileira e ajudar a falar melhor sobre assuntos tratados de maneira enviesada. “Quer que desenhe? Perspectivas negras nos quadrinhos” contou com os autores Marcelo D’Salette e Hugo Canuto.

A partir das provocações feitas pela jornalista Luana Assiz, os dois abordaram os quadrinhos no século 21 como expressão e afirmação das culturas urbanas, em interação com as tradições, em um processo de ressignificação e de representatividade do povo negro. Além disso, comentaram sobre o processo criativo das HQs assinadas por eles e acerca de temáticas como escravidão; ancestralidade e intolerância religiosa, apoiando-se em documentos e na ficção.

D’Salette é paulista e autor da premiada HQ Cumbe; e de obras como Encruzilhada e Angola Janga – esta última, selecionada pelo Governo Federal para compor as bibliotecas públicas escolares. “Talvez seja se sensibilizando com o outro que a gente encontre uma maneira de derrubar essas fronteiras sociais, como o racismo”, afirmou D’Salette numa de suas reflexões.

Já o baiano Canuto, alcançou o prestígio com o Conto dos Orixás. Na visão do quadrinista, o poder da sua arte está em conseguir chegar nas pessoas. “Nós temos que manter a chama acesa e seguir lutando cada vez mais por liberdade, por mais democracia. E o campo da arte é onde a gente consegue mostrar tudo isso, esse nosso pertencimento coletivo”, resumiu.

Matéria do jornalista Edvan Lessa cedida ao Tribuna do Recôncavo

Cachoeira: Quadrinhos como expressão das culturas compõem penúltima mesa da Flica - noticias, flica-2019, destaque, cachoeira

Foto: Hélio Alves/ Tribuna do Recôncavo

Homenageada pela Flica 2019, Gláucia Lemos completa 40 anos de literatura

Homenageada pela Flica 2019, Gláucia Lemos completa 40 anos de literatura - cachoeiraFoto: Divulgação/ Flica

Natural de Salvador, a autora Gláucia Lemos é a grande homenageada da nona edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica). A mesa estrelada por ela será na noite de sábado, dia 26, no Claustro do Convento do Carmo. Pela primeira vez na curadoria da festa, a professora Kátia Borges destaca o fato de a homenageam coincidir com o ano em que a escritora completa mais uma década em exercício.

“Quando a gente foi falar com ela, a gente descobriu que ela está completando 40 anos de literatura. Então, a Flica chegou pra ela como parte das comemorações pelos 40 anos”, declarou Kátia, ao comentar a coincidência com o Bahia Notícias.

A curadora explica que a autora foi consagrada com a homenagem pela versatilidade que apresenta ao longo de sua carreira. Gláucia publicou 40 livros, sendo 20 infanto-juvenis, e tem quatro de seus romances premiados. “Ela tem reconhecimento nacional e nunca parou de publicar”, frisa a curadora (mais…)

Começou nesta quinta a FLICA – Festa Literária Internacional de Cachoeira

Começou nesta quinta a FLICA - Festa Literária Internacional de Cachoeira - cachoeiraFoto: Maria do Carmo/ Tribuna do Recôncavo

Teve início nesta quinta-feira, dia 25, na cidade de Cachoeira, no Recôncavo baiano, a 9ª edição da FLICA – Festa Literária Internacional de Cachoeira, contemplando uma extensa e diversificada programação, como Mesas Literárias, Fliquinha – destinada ao público infantil, e Geração Flica, abordando temas variados pertinentes a Literatura em seus variados gêneros.

Intervenções artísticas, mostra de livros, saraus, oficinas literárias e lançamento de livros integram este renomado evento que contribui de forma significativa com a formação de leitores e também de novos escritores.

Nesta edição a autora homenageada é Gláucia Lemos. Autoridades municipais, representantes do Governo do Estado, escritores, estudantes e artistas marcaram presença na abertura da FLICA, que prossegue até domingo, dia 27, e tem a cobertura do Tribuna do Recôncavo.

Matéria: Maria do Carmo/ Tribuna do Recôncavo

Cachoeira: Projeto CO2 Manguezal apresenta Sarau Poético Ambiental na FLICA nesta sexta

Cachoeira: Projeto CO2 Manguezal apresenta Sarau Poético Ambiental na FLICA nesta sexta - cachoeiraArte: Divulgação

O Projeto CO2 Manguezal apresenta nesta sexta-feira, dia 25, o Sarau Poético Ambiental, durante a FLICA – Festa Literária Internacional de Cachoeira. O objetivo é alertar a sociedade sobre a necessidade de preservar os ecossistemas manguezais e da mata atlântica.

A apresentação vai contar com poesias que retratam o ecossistema manguezal, distribuição dos boletins informativos, além da participação da banda ‘Os Manguenaltas’, que é composta por navegantes, músicos e artistas maragojipanos, colaboradores do Projeto CO2 Manguezal.

O Projeto CO2 Manguezal é patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, além do apoio da UFRB e ICMBio e é realizado pela Fundação Vovó do Mangue, que possui mais de 22 anos de atuação nas áreas de meio ambiente, desenvolvimento social, cultura e educação ambiental.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM

Cachoeira recebe a Exposição “Hécuba: um olhar fotográfico” a partir desta quinta

Cachoeira recebe a Exposição “Hécuba: um olhar fotográfico” a partir desta quinta - noticias, cachoeiraFoto: Lia Nascimento, Milena Nascimento e Chica Carelli. Crédito: Sílvio Benevides

A exposição “Hécuba: um olhar fotográfico” retrata o premiado espetáculo “Por Que Hécuba”, uma realização da Companhia Teatro dos Novos, do Teatro Vila Velha, pelas lentes do fotógrafo e cientista social, Sílvio Benevides.

Com o principal objetivo de reverenciar o teatro baiano, a mostra entra em cartaz no dia 24 de outubro e segue disponível para visitação até o dia 10 de novembro, no prédio do Núcleo de Memória e Documentação do Recôncavo (NUDOC), na cidade de Cachoeira (BA). A mostra está aberta das 09 às 22h, de segunda a sexta-feira. A entrada é gratuita.

O drama e a tragédia da peça, que este ano venceu o Prêmio Braskem de Melhor Espetáculo Baiano de 2018, são revelados pelo jogo de luz e sombras presentes nas 30 imagens que compõem a exposição. “O principal desafio da fotografia de espetáculos é que, durante a cena, o fotografo não tem o controle sobre nada. A luz não está a serviço da fotografia, mas da narrativa. Ao mesmo tempo em que revela, também esconde”, explica Sílvio. (mais…)

Flica garante ocupação de 100% nos hotéis de Cachoeira

Flica garante ocupação de 100% nos hotéis de Cachoeira - caxixis-2019, cachoeiraArquivo: Tribuna do Recôncavo

Começa nesta quinta-feira, dia 24, a 9ª edição da Flica – Festa Literária Internacional de Cachoeira, que deve reunir 35 mil visitantes no Recôncavo Baiano. A grande movimentação de pessoas na cidade para participar do evento reflete positivamente na taxa de ocupação hoteleira. Com patrocínio do Governo da Bahia, a Flica segue até domingo, dia 27, com acesso gratuito, e recebe grandes autores como Thalita Rebouças, Gláucia Lemos e o poeta Bráulio Bessa.

De acordo com o secretário municipal de Turismo de Cachoeira, Cleydson do Rosário, a taxa de ocupação hoteleira na cidade é de 100%. “Temos cerca de 20 meios de hospedagem. A procura é grande e reflete em outros municípios da região, como São Félix, Muritiba e Cruz das Almas, que também hospedam visitantes”, explica Cleydson.

Um dos empreendimentos mais novos de Cachoeira, a Pousada Pai Tomaz tem todos os 13 quartos reservados. Já a Pousada Treze de Março é um dos poucos meios de hospedagem com vagas disponíveis, mas os quatro últimos apartamentos que devem ser ocupados com reservas de última hora, de acordo com a recepcionista Renata Araújo. (mais…)

Cachoeira: Vem aí o Encontro de Apresentação do Almanaque Pedagógico

Cachoeira: Vem aí o Encontro de Apresentação do Almanaque Pedagógico - cachoeiraEspelho D'água - Paraguaçu | Crédito: Lenny Blue de OIiveira

Acontece no dia 25 de outubro na cidade de Cachoeira-BA o Encontro de Apresentação do Almanaque Pedagógico: Experiência de Educação Quilombola no Vale do Iguape e do Caderno Quilombola. Feitos a partir de construção coletiva, baseados nos saberes e no patrimônio histórico-cultural das Comunidades Quilombolas do Iguape, os livros serão assunto do evento que acontece das 9 às 12h, no Auditório do Leite Alves, em Cachoeira-Ba.

Com o propósito de contribuir para a inclusão do ensino da história e da cultura africana e afro-brasileira nos currículos escolares, o Almanaque Pedagógico é produto da investigação e articulação do Projeto Terra de Direitos junto aos professores das escolas de Ensino Fundamental do município que atendem as comunidades quilombolas do Território do Iguape. Durante o encontro, os autores e autoras apresentarão os livros e suas metodologias com o intuito de promover a primeira etapa de um caminho de formação que procederá até fevereiro.

O Projeto Terra de Direitos, uma parceria entre o Centro de Educação e Cultura do Vale do Iguape – CECVI; a COSPE Onlus; o Centro de Cultura, Linguagens e Tecnologias Aplicadas (CECULT) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia – UFRB, co-financiado pela União Europeia e com o apoio da Secretaria de Educação de Cachoeira, atende aos pedidos da Carta de Demandas de 2015, elaborada pelo Núcleo de Desenvolvimento do Território do Recôncavo e pelo Conselho Quilombola da Bacia e Vale do Iguape. (mais…)

Cachoeira: Produções dos estudantes da rede estadual serão destaque na FLICA 2019

Cachoeira: Produções dos estudantes da rede estadual serão destaque na FLICA 2019 - destaque, cachoeiraFlica 2018 | Arquivo: Tribuna do Recôncavo

Mais uma vez o município de Cachoeira será palco para os estudantes da rede estadual apresentarem suas produções artísticas e literárias durante a Festa Literária Internacional de Cachoeira (FLICA), que acontece entre os dias 24 e 27 de outubro. A programação no Espaço Educar para Transformar terá oficina de turbante, sarau literomusical e apresentações dos projetos de Arte e Cultura desenvolvidos pelos estudantes nas áreas da poesia, Literatura, arte, música e dança.

O evento será aberto com uma apresentação da Fanfarra do Colégio Estadual de Cachoeira, nas ruas da cidade, às 9h. Na Fundação Hansen, o público presente poderá conferir de perto as habilidades dos estudantes nas obras expostas com quadros e esculturas do projeto Artes Visuais Estudantis (AVE) e álbuns do projeto Educação Patrimonial e Artística (EPA). No mesmo espaço, haverá uma oficina de turbantes, na qual o visitante conhecerá um pouco da origem dos turbantes no Brasil ao discutir questões como ancestralidade, identidade e valorização da cultura negra.

Já na praça Teixeira de Freitas, o Grupo Black Dance, composto por estudantes e artistas locais, farão performances de dança de rua para animar ainda mais o público participante composto por turistas e nativos. Estudantes, professores e visitantes participarão do “rolezinho cultural”, pelas ruas da cidade histórica. (mais…)

Casa do Patrimônio em Cachoeira recebe programação da Geração Flica

Casa do Patrimônio em Cachoeira recebe programação da Geração Flica - cachoeiraArte: Divulgação

O Escritório Técnico do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em Cachoeira (BA) abre suas portas para receber a maior novidade da 9ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica): a Geração Flica. A Casa do Patrimônio abrigará, entre os dias 24 e 27 de outubro, uma programação dedicada à literatura e ao público jovem naquele que é considerado um dos maiores eventos literários do país.

Ao todo, serão nove mesas-redondas com escritores que debaterão temas como literatura de Instagram, obras infanto-juvenis e adaptação de livros para o cinema. Entre os convidados estão autores conectados à geração jovem, como Pam Gonçalves, Tatiana Amaral, Thalita Rebouças e Bráulio Bessa. A curadoria é da booktuber Bárbara Sá, 24 anos.

Além da Geração Flica, a programação do evento trará uma série de outras atividades divididas em diferentes espaços na cidade de Cachoeira, que teve seu conjunto arquitetônico e paisagístico tombado pelo Iphan em 1971. (mais…)

Voltar à página inicial