Endividamento sobe pelo 6º mês seguido e atinge maior valor desde 2013

Foto: Pixabay

O porcentual de famílias endividadas subiu pelo sexto mês seguido em junho, chegando a 64%, atingindo o maior nível desde julho de 2013, de acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), feita pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Apesar disso, houve diminuição no porcentual de famílias com contas ou dívidas em atraso. O endividamento cresceu 0,6% em junho quando comparado a maio, e 5,4% quando comparado a junho de 2018.

Em contrapartida, a Peic identificou uma queda no número de famílias com dívidas ou contas em atraso, tanto na comparação mensal quanto na anual.

Metro1

Prazo para sacar o PIS/Pasep acaba na sexta, 28

Foto: Marcello Casal jr/ Agência Brasil

O prazo para os trabalhadores sacarem o abono salarial PIS-Pasep do calendário 2018-2019, relativo ao ano-base 2017, termina na próxima sexta-feira (28). Segundo último balanço divulgado pelo Ministério da Economia, 2,2 milhões de trabalhadores ainda não sacaram R$ 6,5 bilhões.

O PIS é pago na Caixa Econômica Federal. O Pasep é pago para servidores públicos por meio do Banco do Brasil. O valor do abono varia de R$ 84 a R$ 998, dependendo do período trabalhado formalmente em 2018.

O abono salarial ano-base 2017 começou a ser pago em julho de 2018, de forma escalonada. O calendário de recebimento leva em consideração o mês de nascimento, para trabalhadores da iniciativa privada, e o número final da inscrição, para servidores públicos.

Bahia.Ba

Bolsa fecha acima dos 100 mil pontos pela primeira vez na história

Foto: Pixabay

De olho nas decisões sobre as taxas básicas de juros dos Estados Unidos e do Brasil, a Bolsa de Valores rompeu a barreira dos 100 mil pontos, e o dólar fechou no menor valor em dois meses. O índice Ibovespa, da B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), encerrou o dia com alta de 0,9%, aos 100.303 pontos. Este é o maior nível da história.

Considerando a inflação, a Bolsa ainda está longe do nível registrado em 2008. No mercado de câmbio, o dólar comercial caiu 0,25% e foi vendido a R$ 3,85. Em queda pelo segundo dia seguido, a divisa chegou ao no menor valor desde 10 de abril (R$ 3,824).

O Banco Central dos Estados Unidos – manteve os juros da maior economia do planeta entre 2,25% e 2,5% ao ano. A instituição, no entanto, indicou que pode cortar a taxa ainda este ano. Juros mais baixos em economias avançadas aumentam o fluxo de capitais para países emergentes, como o Brasil, pressionando para baixo a cotação do dólar e estimulando investimentos no mercado de ações.

Metro1

Facebook lança sua moeda digital própria, a libra

Foto: APEC PERU 2016/ Fotos Públicas

O Facebook anuncia nesta terça-feira, 17, a criação de uma moeda digital própria. Chamada de libra (sem nenhuma ligação com a moeda britânica), ela chegará ao mercado em 2020, permitindo transações dentro das plataformas da empresa, como WhatsApp e Facebook Messenger. A iniciativa é parte de um projeto ambicioso da rede social, que pode romper fronteiras monetárias, promover inclusão financeira e, de quebra, transformar a companhia de Mark Zuckerberg em uma fintech (startup de serviços financeiros).

Para garantir a implementação do projeto, o Facebook criou a Libra Association, fundação responsável por administrar o tesouro da moeda, criar suas especificações técnicas e promover a iniciativa. A associação será autônoma e terá sede em Genebra, na Suíça. Além do Facebook, haverá ainda outros 27 membros fundadores – todos terão os mesmos poderes da rede social. Entre eles, estão nomes tradicionais do mercado financeiro (Visa, Mastercard e PayPal), empresas de tecnologia (Uber, Lyft, Spotify e eBay) e fundos do Vale do Silício (Ribbit Capital e Thrive Capital). Cada um deles teve de colaborar com uma cota mínima de US$ 10 milhões para desenvolver a tecnologia e compor as reservas da moeda, que viabilizam a operação da libra e evitam volatilidade em sua cotação.

Até sua estreia, a meta da associação é atingir a marca de 100 membros, levando as reservas para a casa de US$ 1 bilhão, disse ao Estado David Marcus, líder da área de blockchain do Facebook e um dos principais líderes do projeto. (mais…)

Capital deve receber 687 mil turistas durante a Copa América

Foto: Jefferson Peixoto/ Secom PMS

Salvador deverá receber cerca de 687 mil turistas durante a Copa América, prevê a prefeitura de Salvador. Depois do jogo entre Argentina e Colômbia, no último sábado (15), a capital baiana sediará mais quatro partidas da competição, incluindo o duelo entre Brasil e Venezuela, nesta terça-feira (18). A média de ocupação hoteleira no município no último fim de semana alcançou 85%.

“Nossa previsão era de algo em torno de 65% a 70%, já que tivemos muitas perdas e cancelamentos em função da crise da Avianca. Mas a Copa trouxe um alento. Muita gente veio de carro do interior e até de estados próximos, a exemplo de Sergipe”, afirmou o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis secção Bahia (Abih-Bahia), Glicério Lemos.

Em junho do ano passado, os hotéis da cidade alcançaram 48% de ocupação. A expectativa do trade, segundo Glicério, é fechar junho com 55% a 60%, mas os números podem variar de acordo com o jogo que acontecerá pelas quartas de final no último sábado do mês – o confronto só será definido após os resultados da fase de grupos.

Bahia.Ba

Câmara começa a discutir reforma da Previdência nesta terça, 18

Foto: Thyago Marcel/ Câmara dos Deputados

Começará a ser discutida nesta terça-feira (18), na comissão especial da Câmara, responsável por analisar a reforma da Previdência, o parecer do relator, Samuel Moreira (PSDB-SP).

O relatório foi apresentado na semana passada e modifica trechos da proposta enviada pelo governo Jair Bolsonaro. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), articula a votação da proposta na comissão para o próximo dia 25.

Até as 18h desta segunda (17), segundo a comissão, 143 deputados já haviam se inscrito para discursar. O número, contudo, pode mudar. Isso porque os deputados podem se inscrever até o primeiro orador inscrito começar a fazer o discurso.

Bahia.Ba

Relator da reforma estima economia de mais de R$ 1 trilhão em 10 anos

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O relator da reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB), estima que, com as alterações propostas por ele, a economia feita em dez anos será de R$ 913,4 bilhões.

Além disso, R$ 217 bilhões serão economizados em uma década com o fim da transferência de recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com uma economia total prevista em R$ 1,13 trilhão.

A proposta original do governo previa economia de R$ 1,236 trilhão no mesmo período. Na estimativa atual, também está incluída a expectativa de arrecadação de R$ 50 bilhões com o aumento da alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) para instituições financeiras.

Metro1

Caixa devolve R$ 3 bilhões ao Tesouro

Foto: Divulgação/ Caixa Econômica

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira (12) a devolução de R$ 3 bilhões ao Tesouro Nacional.

A expectativa do banco é devolver R$ 20 bilhões até o final deste ano. No total, a Caixa deve ao Tesouro cerca de R$ 42 bilhões.

O anúncio foi feito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, na reunião com presidentes de bancos públicos nesta manhã, no Ministério da Economia, em Brasília.

Agência Brasil

Percentual de famílias endividadas sobe para 63,4%, diz CNC

Foto: Pixabay

O total de famílias endividadas no Brasil ficou em 63,4% em maio deste ano, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (11) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

A taxa é superior à registrada em abril (62,7%), e é a quinta alta consecutiva deste valor.

O percentual de famílias com dívidas ou contas em atraso ficou em 24,1%, acima do valor do mês anterior, e o de famílias que não tem condições de pagar suas dívidas ficou em 9,5%, o mesmo percentual de abril.

Metro1

Número de consumidores inadimplentes sobe 4,8% em maio

Foto: DR/ Fotos Públicas

O índice de consumidores brasileiros inadimplentes cresceu 4,8% em maio deste ano, ante abril. Contudo, segundo o levantamento da Boa Vista, quando se compara com maio de 2018, houve recuo de 0,6% no indicador, que acumula queda de 2,5% nos últimos 12 meses e de 5,9% em 2019.

“A queda da inadimplência observada desde o final de 2016 pode ser explicada pela maior cautela das famílias, pela capacidade de endividamento dos consumidores ainda limitada pelo fraco crescimento da renda e pelo efeito defasado da maior seletividade dos bancos no período mais agudo da crise”, diz a Boa Vista, em nota.

Porém, a empresa alerta para um possível aumento da inadimplência, destacando “o elevado nível de desocupação e subutilização da mão de obra e a lenta recuperação da renda” como fatores que podem contribuir para a piora no índice. (mais…)

Bolsonaro e Guedes debatem criação de moeda comum com Argentina

Foto: Alan Santos/ PR

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes trataram, na noite desta quinta-feira (06/06), de um plano,  ainda em fase de discussão, para criar uma moeda única de uso entre Brasil e Argentina.

A comitiva de autoridades brasileiras esteve ontem com empresários em Buenos Aires. É a primeira viagem de Bolsonaro ao país vizinho como presidente desde a posse. O tema da criação da moeda já foi colocado em pauta junto ao ministro da Economia de Mauricio Macri e idealizador do plano, Nicolás Dujovne.

Desde a criação do bloco Mercosul, os países do grupo citam a possibilidade da criação de uma moeda comum, embora nenhuma iniciativa nesse sentido tenha sido concretizada por conta das diferenças de políticas cambiárias dos integrantes.

Redação: Metro1 | Fonte: Folha

Preço da cesta básica diminui em 13 capitais, diz Dieese

Fotos: Carla Ornelas/ SECOM-BA

Em maio de 2019, o custo do conjunto de alimentos essenciais diminuiu em 13 capitais, conforme mostra resultado da Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada mensalmente pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Diesse) em 17 cidades.

As quedas mais importantes foram observadas em Campo Grande (13,92%), Belo Horizonte (7,02%), Goiânia (-4,48%) e Rio de Janeiro (-4,39%). Os aumentos ocorreram em Florianópolis (1,17%), Aracaju (0,86%), Recife (0,20%) e Brasília (0,06%).

A capital com a cesta mais cara foi São Paulo (R$ 507,07), seguida por Porto Alegre (R$ 496,13) e Rio de Janeiro (R$ 492,93). Os menores valores médios foram observados em Salvador (R$ 392,97) e João Pessoa (R$ 403,57).

Em 12 meses, entre maio de 2018 e o mesmo mês de 2019, todas as cidades pesquisadas acumularam alta, entre 6,49%, em Campo Grande, e 24,23% em Recife. (mais…)

Inflação na Venezuela ultrapassa 1 milhão por cento

Foto: Pixabay

A inflação na Venezuela ultrapassa mais de 1 milhão por cento, segundo dados do Fundo Monetário Internacional (FMI). Milu de Almeida, conselheira das comunidades pela Venezuela, diz que o povo que ganha um salário mínimo não consegue chegar aos produtos e dá um exemplo: “um litro de leite está em 12 mil [bolívares], e o salario mínimo é de 40 mil”.

Muitos dos comerciantes, como já não confiam no valor da moeda oficial, pedem as trocas comerciais em dólares, “o que é ilegal”, afirmou Milu.

Uma reunião conjunta está sendo realizada nesta segunda-feira (03), em Nova York entre o Grupo de Contato Internacional para a Venezuela e o Grupo de Lima. O objetivo do encontro é contribuir para uma solução pacífica e democrática para a crise no país.

Metro1

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 55 milhões neste sábado, 01

Foto: Marcello Casal Jr./ Agência Brasil

A Mega-Sena pode pagar neste sábado (01/06) o prêmio acumulado estimado em R$ 55 milhões. As seis dezenas do concurso 2.156 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Caminhão da Sorte, estacionado no Largo do Farol da Barra, em Salvador.

De acordo com a Caixa, o valor do prêmio principal, caso aplicado na poupança, poderia render mais de R$ 204 mil por mês. Também seria suficiente para adquirir 18 apartamentos, com carro na garagem.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. O bilhete simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50.

Bahia.Ba

Banco Central quer permitir contas em dólares no país

Foto: Pixabay

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse que, “em breve”, será divulgada uma minuta de Projeto de Lei para modernizar a legislação cambial, que deve prever a possibilidade de pessoas e empresas terem contas em moedas estrangeiras no Brasil. As declarações foram dadas durante coletiva de imprensa na manhã de hoje (29/5).

A campanha é uma extensão da Agenda BC+, visando modernizar o sistema financeiro. Campos Neto ainda não deu detalhes de como serão feitas as alterações. “Conversibilidade do real já tem minuta de projeto de lei a ser apresentado em breve. As nossas leis de câmbio são ultrapassadas, desenhadas entre 1920 e 1950”, afirmou.

O diretor de Regulação do Banco Central (BC), Otávio Damaso, disse que o contexto macroeconômico de quanto a legislação foi feita era diferente do atual. “Estamos adaptando o arcabouço legal e regulatório a esse novo contexto, com câmbio flutuante e um nível de reserva adequada”, concluiu.

Metro1

Tesouro Direto registrou vendas líquidas de R$ 1,182 bi em abril

Foto: Marcello Casal jr/ Agência Brasil

As vendas líquidas realizadas pelo Tesouro Direto em abril somaram R$ 1,182 bilhão, resultado de vendas totais de R$ 2,609 bilhões menos os resgates de R$ 1,427 bilhão do período. No mês, foram realizadas 490.453 operações de venda de títulos a investidores.

De acordo com o balanço do Tesouro Direto divulgado nesta segunda-feira (27), o título mais demandado pelos investidores foi o indexado à Selic (Tesouro Selic), cuja participação nas vendas de abril atingiu 49,8%. Os títulos indexados à inflação (Tesouro IPCA+ e Tesouro IPCA+ com juros semestrais) corresponderam a 32,6% do total das vendas e os prefixados, 17,6%. Com relação ao prazo de emissão, 13,9% das vendas no Tesouro Direto em abril corresponderam a títulos com vencimentos acima de 10 anos.

As vendas de papeis com prazo entre 5 e 10 anos representaram 80,5% do total e as com prazo entre 1 e 5 anos, 5,6% do total. Segundo o balanço, a utilização do programa por pequenos investidores pode ser observada pelo número de vendas até R$ 5 mil, que correspondeu a 85,2% das transações ocorridas no mês. O valor médio da operação foi de R$ 5,321 mil.

Noticias ao Minuto

Voltar à página inicial