Beneficiários do Bolsa Família com NIS 6 recebem o auxílio emergencial nesta segunda, 25

Beneficiários do Bolsa Família com NIS 6 recebem o auxílio emergencial nesta segunda, 25 - economiaFoto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Os beneficiários do Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) terminado em 6 recebem nesta segunda, dia 25, a sétima parcela do auxílio emergencial 2021. Os recursos podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem, por quem recebe pela conta poupança social digital, ou sacados por meio do Cartão Bolsa Família ou do Cartão Cidadão.

O recebimento dos recursos segue o calendário regular do programa social, pago nos últimos dez dias úteis de cada mês. Os pagamentos são feitos a cada dia, conforme o dígito final do NIS. As datas da prorrogação do auxílio emergencial foram anunciadas em agosto.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br. Valores: (mais…)

Itambé: Contas da Câmara de Vereadores são rejeitadas pelo TCM

Itambé: Contas da Câmara de Vereadores são rejeitadas pelo TCM - itambe, economiaNa foto, prédio do TCM - Foto: Mateus Pereira/ AGECOM

As contas da Câmara de Vereadores da cidade de Itambé, no Médio Sudoeste da Bahia, foram rejeitadas pelo Tribunal de Consta dos Municípios (TCM-BA), durante sessão desta quarta-feira, dia 20. De acordo com o órgão, as contas de responsabilidade do vereador Sivaldo de Abreu Santos, relativas ao exercício de 2020, foram consideradas irregulares porque o gestor não promoveu o pagamento de multa a ele imputada em processo anterior.

Ele foi multado em R$1 mil. Ainda de acordo com o órgão, a Câmara recebeu, a título de duodécimos, a quantia de R$1.994.646,38, e realizou despesas no total de R$1.894.452,93, respeitando, assim, o limite previsto no artigo 29-A da Constituição Federal.

A despesa com pessoal alcançou o montante de R$1.547.113,06, que correspondeu a 2,42% da Receita Corrente Líquida, não ultrapassando o limite de 6% definido na Lei de Responsabilidade Fiscal. Já os gastos com o pagamento de diárias atingiram R$99.000,00, correspondente a 6,40% da despesa com pessoal. O gestor foi advertido a observar o princípio da razoabilidade também em relação a essas despesas.

Bahia Noticias

América Latina pode levar “muitos anos” para superar impacto da pandemia, diz FMI

América Latina pode levar "muitos anos" para superar impacto da pandemia, diz FMI - economiaImagem Ilustrativa de Pexels por Pixabay

Os efeitos negativos da pandemia de Covid em termos de produtividade, emprego e capital humano na América Latina e Caribe podem “demorar muitos anos para serem revertidos”. O alerta foi feito nesta quinta-feira, dia 21, pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

“O crescimento para a maior parte da região não está voltando à trajetória que previmos antes da pandemia”, disse o diretor interino do Departamento das Américas do FMI, Nigel Chalk, ao revelar as perspectivas econômicas para a região. O Fundo aumentou sua previsão de crescimento de 2021 para os países latino-americanos e caribenhos para 6,3%, 0,5 ponto percentual acima do estimado em julho.

No entanto, revisou para baixo sua projeção para 2022, em 3% (-0,2 ponto). Embora a recuperação tenha se mantido este ano, não foi suficiente para apagar a recessão histórica de 2020 na região, que levou a uma contração do PIB de 7%, muito acima do -3,1% em nível mundial.

Metro1

Governo do Estado vai antecipar salário de servidores

Governo do Estado vai antecipar salário de servidores - economia, bahiaImagem de Free-Photos por Pixabay

O Governo do Estado vai antecipar o salário de ativos e pensionistas para 28 de outubro, quando é comemorado o Dia do Servidor. A decisão foi tomada nesta sexta-feira, dia 22, após conversa por telefone entre o governador em exercício, Adolfo Menezes, e o governador Rui Costa, que está em missão na República Tcheca.

Além da antecipação do salário, o Governo do Estado transferiu o feriado do Dia do Servidor para 1º de novembro, uma segunda-feira.

A medida assegura um feriado prolongado à categoria, que já tinha no calendário de feriados do ano o Dia de Finados, na terça-feira, dia 02/11. Esta decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira.

Gov-BA

Reajuste salarial médio fica 1,9 ponto abaixo do INPC

Reajuste salarial médio fica 1,9 ponto abaixo do INPC - economiaFoto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

O reajuste médio dos salários obtidos nas negociações em setembro ficou 1,9 ponto percentual abaixo do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado dos últimos 12 meses: 10,4%. Essa foi a maior perda dos últimos 12 meses, de acordo com dados do boletim mensal da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Salariômetro-Mercado de Trabalho e Negociações Coletivas.

Segundo o boletim, divulgado nesta sexta-feira, dia 22, em São Paulo, somente 9,5% das negociações resultaram em ganhos reais, acima do INPC. Já a proporção de reajustes abaixo do INPC foi de 67%, enquanto as que conseguiram aumentos iguais ao índice somam 23,5%. O setor de comércio atacadista e varejista realizou 26 negociações e não obteve sucesso em nenhuma delas. Indústrias de alimentos tiveram 13 negociações com reajuste mediano real de -0,9%.

Entre as organizações não governamentais também houve 13 negociações sem avanços nos salários. Gráficas e editoras conseguiram reajuste mediano real de 0,1% em duas negociações. O percentual foi o mesmo para o setor de artefatos de borracha que participou de cinco rodadas de entendimentos. Os estados onde o êxito foi maior são dois: Amapá (1,7% de sucesso na única negociação ocorrida) e Minas Gerais (1,1% entre três negociações).

Agência Brasil

‘Inflação do motorista’ é a maior em 21 anos

‘Inflação do motorista’ é a maior em 21 anos - economia, bahiaFoto: Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas

O aumento do preço dos combustíveis passou a consumir boa parte do orçamento dos brasileiros nos últimos meses. A alta também provocou uma enxurrada de reclamações de motoristas de aplicativo, que viram a renda do trabalho diminuir – as principais empresas do setor até anunciaram um aumento no repasse no valor da corrida para os trabalhadores.

Com o preço da gasolina, do gás natural (GNV) e do etanol em alta, a inflação para o motorista no Brasil disparou e já chega a 18,46% no acumulado em 12 meses até outubro. O levantamento é do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV). É a maior inflação para esse grupo desde 2000.

Para calcular a ‘inflação do motorista’, o FGE Ibre considerou outros custos, além da variação do combustível. No cálculo, estão preço do automóvel novo e usado, gasto com peças e acessórios, seguro, entre outros.”A gasolina, o GNV (Gás Natural Veicular) e o etanol têm sido o principal vilão”, afirma Matheus Peçanha, pesquisador a autor do levantamento.

G1/ Bahia

Presidente do Senado quer mediar reunião entre estados e Petrobras

Presidente do Senado quer mediar reunião entre estados e Petrobras - politica, economiaFoto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Em reunião virtual com governadores nesta quinta-feira, dia 21, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), prometeu intermediar um encontro entre governador de cada região do país e a direção da Petrobras para discutir a atual política de preços de combustíveis.

A audiência entre Pacheco e os chefes de Executivos estaduais foi motivada pela aprovação, na semana passada, pela Câmara da proposta que altera a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis.

Para baratear custo para o consumidor final, pelo texto, o imposto deixa de ser cobrado em porcentagem sobre o preço final do produto e passa a ter um valor fixo, em reais, por litro de combustível. Os governadores reclamam que a matéria, que agora precisa passar pela análise do Senado, implica na perda de R$ 24,1 bilhões em arrecadação apenas para os estados. O levantamento é do Comitê Nacional de Secretários de Fazenda Estaduais (Comsefaz).

Agência Brasil

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em fevereiro

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em fevereiro - economiaFoto: Marcello Casal/ Agência Brasil

Trabalhadores informais nascidos em fevereiro recebem nesta quinta-feira, dia 21, a sétima parcela do auxílio emergencial em 2021. O benefício tem parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família. O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro é depositado nas contas poupança digitais e pode ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a três semanas após o depósito, poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta corrente.

Também hoje, recebem a sétima parcela do auxílio emergencial os participantes do Bolsa Família com Número de Inscrição Social (NIS) de final 4. As datas da prorrogação do benefício foram anunciadas em agosto. Ao todo, 45,6 milhões de brasileiros estão sendo beneficiados pela rodada do auxílio emergencial deste ano. O benefício começou a ser pago em abril. Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS. O pagamento da sétima parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 18 e segue até o dia 29.

O auxílio emergencial somente é depositado quando o valor é superior ao benefício do programa social. Em todos os casos, o auxílio está sendo pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à atual rodada. O programa se encerraria em julho, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para as parcelas. A partir de novembro, o público do Bolsa Família será migrado para o Auxílio Brasil, caso o programa social, autorizado por medida provisória, seja criado.

Agência Brasil

Produção de petróleo e gás no pré-sal bate recorde em setembro

Produção de petróleo e gás no pré-sal bate recorde em setembro - economiaFoto: Stéferson Faria/ Ag. Petrobras/ Fotos Públicas

Nesta quinta-feira, dia 21, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou, no Painel Dinâmico de Produção de Petróleo e Gás Natural, que a produção de petróleo e gás natural nos campos da camada pré-sal totalizou 2,85 milhões de barris de óleo equivalente por dia em setembro, o que representa 74,10% do total nacional, que alcançou no mês 3,84 milhões de barris. Os dados são recorde na produção.

Desde a descoberta do Campo de Tupi, em abril de 2009, a produção acumulada no pré-sal chegou a 5,02 bilhões de barris. A ANP pontua que esse número ultrapassou toda a produção acumulada em campos terrestres desde 1941, que somou 4,96 bilhões de barris óleo equivalente. A maior produção no mês de setembro, por bacia sedimentar, foi em Santos, com 2,74 milhões de barris, atingindo 71,36% do total nacional. O valor também é recorde histórico para a Bacia de Santos.

O poço com a maior produção foi o 7-BUZ-10-RJS, do Campo de Búzios, que registrou no mês passado 67,5 mil barris, a quarta maior produção histórica por poço. Por estado, o Rio de Janeiro é o maior produtor do país, com 3 milhões de barris, o que corresponde a 78,5% do total nacional, sendo 81,8% do petróleo e 66,3% do gás natural produzidos no país. A ANP ressalta que os dados do Painel Dinâmico são preliminares e podem mudar, de acordo com os ajustes feitos pelas empresas concessionárias até a publicação dos dados consolidados no Boletim Mensal da Produção de Petróleo e Gás Natural.

Bahia.Ba

Levantamento da Setur-BA aponta crescimento no desempenho de atividades turísticas na Bahia

Levantamento da Setur-BA aponta crescimento no desempenho de atividades turísticas na Bahia - economia, bahiaFoto: Elói Corrêa/ GOV-BA

Indicadores de desempenho de atividades turísticas apontam crescimento na retomada do setor na Bahia, comparando números de antes da pandemia da Covid-19 com a situação atual. De acordo com levantamento da Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA), em setembro deste ano, a taxa de ocupação hoteleira em Salvador foi de 62,6%, índice 0,6% maior que o registrado no mesmo mês de 2019.

No último feriado de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro), os hotéis da capital registraram 100% de ocupação. A previsão é que o número se repita nos feriados de Finados (2 de novembro) e Proclamação da República (15 de novembro). Para o Natal e Réveillon, as reservas seguem no ritmo para o índice máximo, sendo que alguns hotéis já não dispõem de vagas. Em relação à movimentação de passageiros nos principais aeroportos baianos, apesar do crescimento nos últimos meses, o número em setembro de 2021 foi 17,2 % menor que no mesmo período de 2019.

A exceção foi o aeroporto de Ilhéus, que teve aumento de 48,7%. A expectativa no setor é de aumento na demanda, por causa da ampliação de voos regulares das empresas aéreas Gol, Latam e Azul, até o final do ano. O levantamento mostrou também que houve aumento no movimento nos pedágios das estradas que cortam a Bahia. Em setembro de 2021, o índice foi 3,5% maior, em comparação com o mesmo mês de 2019, o que demonstra o fortalecimento do turismo regional.

Setur-BA

João Roma anuncia pagamento do Auxílio Brasil a partir de novembro

João Roma anuncia pagamento do Auxílio Brasil a partir de novembro - noticias, economiaFoto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), anunciou nesta quarta-feira, dia 20, em coletiva no Palácio do Planalto, que o Auxílio Brasil (substituto do Bolsa Família e Auxílio Emergencial) será oferecido a famílias em situação de vulnerabilidade a partir de novembro.

“O presidente determinou que nenhuma das famílias beneficiárias receba menos de 400. Estamos tratando da área social e econômica para que essa necessidade do povo ocorra também seguindo a responsabilidade fiscal”, disse Roma.

João Roma disse ainda que será dado um reajuste no programa permanente – que vai substituir o Bolsa Família – de quase 20%, mas não detalhou valores. Ele afirmou que o valor do benefício varia de acordo com cada família, de menos de R$ 100 a mais de R$ 500. A decisão do governo Bolsonaro seria divulgada na terça-feira, dia 19, mas foi adiada após a repercussão negativa do novo valor entre a equipe econômica da gestão.

Bahia.Ba

Pesquisa indica retomada nas agências de publicidade baianas

Pesquisa indica retomada nas agências de publicidade baianas - economiaImagem de StartupStockPhotos por Pixabay

A mais recente edição da pesquisa VanPro indica uma retomada econômica das agências de publicidade baianas. Em relação ao faturamento, 56% das agências baianas conseguiram manter ou elevar seu faturamento no segundo trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2020. Entre as que cresceram suas receitas, 40% das agências tiveram um aumento acima de 50%.

Na Bahia, foram entrevistadas 43 agências e, segundo os dados apurados, 54% consideram que as perspectivas de mercado são boas; 28% consideram estáveis; 9% acham que são muito boas e 7% não deram uma previsão. Considerado um termômetro dos negócios no setor, o levantamento é feito pelo Sindicato das Agências de Propaganda do Estado da Bahia (Sinapro-Bahia) e Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro).

Entre as participantes do estudo, 16% avaliam que a carteira tem um equilíbrio de 70% ou mais entre demanda e remuneração; 35% responderam que o equilíbrio está entre 50 e 70%, e 23% afirmaram que está entre 30 e 50%. Na Bahia, 53% das empresas ouvidas no VanPro possuem faturamento até R$ 1 milhão; 23% ganham entre R$ 1 milhão e R$ 3 milhões; 19% entre R$ 3 milhões e R$ 5 milhões e 5%, acima de R$ 5 milhões. A maioria das empresas têm mais de 20 anos de existência (37%) ou mais de 10 anos (37%).

Bahia.Ba

Secretaria da Educação reforça importância do cumprimento dos protocolos de biossegurança e do uso de máscaras nas escolas

Secretaria da Educação reforça importância do cumprimento dos protocolos de biossegurança e do uso de máscaras nas escolas - educacao, economiaImagem de HubertPhotographer por Pixabay

As escolas estaduais receberam recursos da ordem de R$ 250 milhões pelo Programa Retorno Escolar Seguro (PRES), instituído por portaria, no Diário Oficial do Estado, para manter os protocolos de biossegurança. Além disso, foram entregues novas fardas e dois milhões de máscaras de proteção individual para a comunidade escolar. E nesta terceira fase do ano letivo 2020/21, a Secretaria da Educação do Estado disponibilizou novamente uma série de orientações para que a comunidade escolar redobre os cuidados no combate e prevenção ao novo Coronavírus.

As orientações, disponíveis no Portal da Educação, foram direcionadas para o planejamento pedagógico, organização administrativo-financeira, adequação tecnológica e dos espaços físicos das unidades escolares, a partir dos protocolos de Educação, com base nas recomendações dos órgãos de Saúde. No que diz respeito aos protocolos de biossegurança, o documento chama a atenção para que sejam seguidas as orientações dos órgãos de Saúde e uma das principais recomendações é o uso obrigatório de máscara, durante o período de permanência da escola.

“O uso de máscara é uma recomendação da Organização Mundial de Saúde e se faz necessário não só no ambiente escolar como também em todos os ambientes de circulação de pessoas. Não podemos abrir mão de continuar com esta prática, enquanto durar a pandemia, sob o risco de promover uma nova onda de contágio da doença”, alertou o subsecretário da Educação do Estado, Danilo Souza. Ainda sobre o uso de máscara, conforme as orientações para a fase 100% presencial, as máscaras de tecido devem ser lavadas após cada uso. Já as máscaras, do tipo PFF 2 ou N95, que não podem ser lavadas, podem ser usadas mais de uma vez, desde que não estejam sujas e mediante revezamento com outras máscaras. “Elas devem ficar em local arejado e longe do sol por, no mínimo 72 horas após o uso, depois disso podem ser utilizadas”, destaca o documento.

Secretaria da Educação do Estado

Governo federal adia anúncio do novo valor do Auxílio Brasil

Governo federal adia anúncio do novo valor do Auxílio Brasil - politica, economiaFoto: Isac Nóbrega/ PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) adiou o lançamento do Auxílio Brasil, o substituto do Bolsa Família. O evento de divulgação aconteceria nesta terça-feira, dia 19, às 17h, no Palácio do Planalto.

Pela manhã, a informação de que o governo pagaria R$ 400 até o final de 2022 provocou forte reação da equipe econômica do governo e também do mercado. De acordo com o blog do Valdo Cruz, no G1, apesar do adiamento, o presidente Jair Bolsonaro ainda mantém a intenção de fixar o valor em R$ 400. O adiamento servirá para decidir como alcançar esse objetivo sem ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal.

A última parcela do auxílio emergencial, de R$ 300, será paga neste mês. A partir de novembro, entra em vigor o novo Auxílio Brasil, programa lançado por Bolsonaro para tentar tirar a marca do Bolsa Família, associada aos governos petistas.

Bahia.Ba

Senado aprova crédito de R$ 235 milhões para combate à pandemia em terras indígenas

Senado aprova crédito de R$ 235 milhões para combate à pandemia em terras indígenas - economiaFoto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira, dia 19, Medida Provisória que libera R$ 235,3 milhões em créditos extraordinários para o combate à pandemia de covid-19 em terras indígenas (MP 1.054/2021). A maior parte do dinheiro deve ser aplicada na distribuição de cestas de alimentos. O texto não foi modificado pelo Congresso Nacional e segue para promulgação. Os recursos são direcionados aos beneficiários por meio da Fundação Nacional do Índio (Funai) e dos ministérios da Cidadania e da Defesa, na seguinte divisão:

R$ 41 milhões para a Funai, vinculada ao Ministério da Justiça, para ações de proteção e promoção de direitos dos povos indígenas R$ 173,4 milhões para o Ministério da Cidadania, para ações de segurança alimentar e nutricional e distribuição de alimentos. R$ 20,9 milhões para o Ministério da Defesa, para ações de enfrentamento à doença A edição da MP atendeu a uma decisão liminar do ministro Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou ao governo federal a apresentação de um plano emergencial para o controle da pandemia nas terras indígenas.

A liminar foi concedida após ação movida por partidos políticos e entidades de defesa dos povos indígenas. No relatório, o senador Telmário Mota (PROS-RR) destacou que o atendimento dessa determinação do STF dependia da liberação de recursos para as ações de apoio às comunidades indígenas. Dessa forma, a MP atende a uma necessidade urgente e relevante e está justificada. Os senadores Paulo Rocha (PT-PA), Izalci Lucas (PSDB-DF), Eduardo Braga (MDB-AM) e Nelsinho Trad (PSD-MS) concordaram com a avaliação ao encaminharem a votação favorável ao texto.

Agência Senado

Procon cobra transparência nos reajustes de planos de saúde

Procon cobra transparência nos reajustes de planos de saúde - economiaFoto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

O Procon de São Paulo encaminhou um pedido à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para que os planos de saúde aumentem a transparência com relação às cobranças e valores de reajustes. O órgão de defesa do consumidor quer que as empresas divulguem os cálculos para se chegar aos percentuais de aumento dos planos.

Essas informações ficariam disponíveis nas páginas das operadoras e da ANS. Além disso, o Procon pede que as empresas discriminem nos boletos mensais as cobranças feitas dos usuários. “O consumidor deve ter a noção do que ele está pagando – o que é seguro saúde, o que é taxa de administração, de corretagem etc. Essa informação deve ser fornecida de forma transparente pelas operadoras”, defende o diretor do Procon, Fernando Capez.

O pedido se baseia, de acordo com o Procon, em uma resolução do Conselho Nacional de Saúde Suplementar publicada em setembro. Em abril, o órgão de defesa do consumidor entrou com uma ação civil pública para questionar os aumentos de cinco operadoras de planos de saúde. As empresas já haviam sido multadas pelo Procon pelos reajustes.

Agência Brasil