Jacobina: Manifestação ocupa ruas contra reforma da previdência e corte na educação

Foto: Reprodução/ Augusto Urgente

Um protesto também marcou a sexta-feira (14) em Jacobina, no Piemonte da Diamantina. Manifestantes percorreram ruas do centro com faixas e cartazes com críticas à reforma da previdência e de cortes na educação.

O ato reuniu professores, estudantes, entidades sociais e trabalhadores rurais. A manifestação começou na Praça do Garimpeiro e seguiu até a Praça Rio Branco.

Manifestações ocorrem em todo país e foram puxadas por centrais sindicais e movimentos sociais críticos ao governo Bolsonaro.

Redação: Bahia Noticias | Fonte: Blog do Augusto Urgente

Jacobina: Corpo de recém-nascido é achado por catadores de lixo

Foto: Reprodução/ Jacobina Notícias

Um bebê foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (04) em Jacobina, no Piemonte da Diamantina. Catadores de materiais recicláveis trabalhavam no aterro sanitário, às margens da BA-131, quando se depararam com um corpo dentro de um saco plástico.

Uma catadora relatou que o saco continha papel higiênico, o que poderia disfarçar o conteúdo do recipiente. Após a descoberta, os catadores acionaram a polícia. Até o momento não há informações sobre quem cometeu o crime. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil local.

Jacobina Noticias

Jacobina: Polícia localiza plantação com 120 mil pés de maconha

Foto: Ascom/ PC

Policiais da Delegacia Territorial (DT) da cidade de Jacobina (BA) localizaram na quinta-feira (30), uma plantação com 120 pés de maconha, nas proximidades do povoado de Lages do Batata. Até o fechamento dessa matéria os proprietários da área e responsáveis pelo plantio ainda eram desconhecidos.

Batizada de “Campo Limpo”, a operação impediu a produção de aproximadamente 240 toneladas da droga, de acordo com a Polícia Civil. A plantação foi incinerada, enquanto uma parte do material foi enviada para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Bahia.ba

Mineradora nega venda de minas em Jacobina e Santaluz

Foto: Divulgação

A mineradora Yamana Gold, que opera em Jacobina e Santaluz, disse em nota que não há negociações para a venda das minas baianas. A possiblidade do negócio foi ventilada após compra pela empresa canadense Lundin Mining da participação da Yamana na Mineração Maracá, situada em Goiás (ver aqui).

“No momento não há negociações para a venda da Jacobina Mineração e Comércio (JMC)”, diz o comunicado. A empresa disse ainda que a operação nas cidades baianas faz parte de objetivos estratégicos.

“A flexibilidade financeira é um valor central e de importância estratégica para a empresa. A transação de venda da Unidade de Chapada —localizada no norte de Goiás— proporciona à Yamana uma melhora imediata e significativa em seu balanço, enquanto posiciona a empresa como líder na produção de ouro entre as empresas de porte intermediário, sendo consistente com o objetivo estratégico de longo prazo e aumentando a solidez da operação da JMC”, acrescenta a empresa.

Bahia Noticias

Espetáculo de humor e dança “Tombé” se apresenta em Jacobina, Itacaré e Vitória da Conquista

Foto: Alex Oliveira

Depois de passar por palcos de Salvador, Feira de Santana e Santo Amaro, o espetáculo de humor e dança “Tombé”, dirigido por Jorge Alencar, encerra sua turnê pela Bahia no mês de maio, com apresentações gratuitas em Jacobina, Itacaré e Vitória da Conquista. Com mais de 15 anos de atividade, a peça se assume como um ‘stand up dance comedy’, aproximando o público do mundo da criação artística, especialmente pessoas que nunca tiveram contato com as artes contemporâneas, com comicidade e senso crítico.

Com elenco formado por Eduardo Gomes, Fábio Osório Monteiro, Neto Machado, Rúbia Romani e o próprio diretor Jorge Alencar, “Tombé” é uma obra interessada em refletir sobre estratégias de convivência em grupo, sobre as semelhanças e diferenças entre a arte e outras áreas profissionais. Em uma companhia de dança ficcional, estão: o diretor/coreógrafo, o dançarino, a bailarina, o ator e o técnico – são figuras arquetípicas de diversos ambientes de trabalho com seus chefes e funcionários, com suas hierarquias e embates de poder.

Assim, a peça se constrói com diversos vocabulários corporais (do balé à capoeira), teorias cabeludas, textões de Facebook, citações de obras de autores variados. O espetáculo se renova constantemente para atualizar o jeito com que as pessoas se relacionam e produzem discursos nos variados campos profissionais, na internet, na universidade, na TV, entre outros espaços. (mais…)

Após fortes chuvas prefeituras de Jacobina e Lençóis decretam situação de emergência

Foto: Divulgação/ Prefeitura de Lençóis

As prefeituras de Jacobina e Lençóis, na região da Chapada Diamantina, decretaram situação de emergência após as fortes chuvas que atingiram as duas cidades na madrugada desta terça-feira (02). As chuvas derrubaram pontes, casas e deixaram famílias desabrigadas. A prefeitura de Jacobina informou que o município foi o mais atingido com 180 milímetros de chuva.

O Rio do Ouro, que corta a cidade, transbordou e inundou algumas localidades, como o bairro Leader que as águas chegaram a quase 1 metro. Segundo a prefeitura, três casas desabaram e as famílias foram resgatadas. Além disso, duas pontes sobre o Rio do Ouro sofreram danos e estão interditadas. A Defesa Civil da cidade ainda registrou dois desmoronamentos no bairro da Bananeira e iminência de desabamento em uma residência no bairro Serrinha.

A prefeitura alerta a população para que redobre a atenção na áreas afetadas. Ainda de acordo com a publicação, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê mais chuva para as próximas 48 horas. Já em Lençóis, as chuvas deixaram 16 famílias desabrigadas. A chuva que caiu na madrugada causou estragos em bairros e inundou ruas da cidade. Entre 0h30 e 4h30 da madrugada foram registrados 123 milímetros.

Redação: Bahia Noticias | Fonte: Correio

Jacobina: TJ-BA suspende ‘Escola sem Partido’; Presidente da Câmara diz que vai recorrer

Foto: Reprodução/ Youtube

Uma decisão do Tribunal de Justiça da Bahia suspendeu a lei “Escola sem Partido” criada pela Câmara de Vereadores de Jacobina, no Piemonte da Diamantina. A decisão do TJ-BA atende a uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) proposta pelo sindicato dos professores (APLB). Conforme a representação dos docentes, a lei criada pela Câmara de Jacobina viola não só a Constituição Federal, como a Constituição Estadual, a Lei Orgânica do Município, além do Plano Municipal de Educação.

A APLB também argumenta que a lei também afronta “o princípio constitucional do pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas, da liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber” previstos no artigo 206, incisos II e III, da Constituição Federal. O presidente da Câmara de Jacobina, Juliano Cruz (PSDB), disse que ainda não foi notificado da decisão. No entanto, declarou que assim que receber a ordem do oficial de Justiça, entrará com recurso para reverter o resultado.

“Eu vou buscar pelas vias legais a manutenção do que foi decidido em Plenário”, disse o vereador, um dos 10 que votaram a favor do Escola sem Partido em dezembro de 2017. À época, seis foram contra a medida. Eleitor confesso de Bolsonaro [que elogia esse projeto] na eleição passada, o presidente da Câmara disse que “ainda é cedo” para avaliar os efeitos do “projeto” durante o período que vigorou na cidade. “A coisa era muito ostensiva. Se diminuiu, foi muito discreto, e ainda é precoce para avaliar esses efeitos da lei”, afirmou. Juliano Cruz está no quinto mandato como vereador. (Bahia Noticias)

Jacobina: Empresa de laticínios tem atividades suspensas pela Justiça por dano ambiental

Foto: Reprodução/ Google Maps

Uma empresa de laticínios de Jacobina, no Piemonte da Diamantina, teve todas as atividades suspensas pela Justiça. Para voltar a operar, a “Mami Produtos Lácteos” terá de comprovar em juízo a regularidade do empreendimento e obediência a leis ambientais. Segundo a promotora de Justiça Andréa Scaff de Paula Mota Ministério Público do Estado (MP-BA), que acionou a empresa à Justiça a partir de 2015, o funcionamento da companhia representava dano ambiental e risco à saúde da população local.

Na sentença do juiz Rodolfo Nascimento Barros, a empresa e o proprietário dela, José Rocha Pires Veloso a, terão de apresentar Projeto de Recuperação da Área Degradada (PRAD), no prazo de 45 dias. Caso desobedeçam ao prazo, vão pagar multa diária no valor de R$ 1 mil. Os acusados terão de repovoar a área com espécies arbóreas nativas em número suficiente para reverter o desmatamento.

Além disso, os acionados foram condenados ao pagamento de multa compensatória no valor de R$ 80 mil, a ser revertido ao Fundo Municipal de Meio Ambiente, com obrigação de custeio de ações de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente. O MP-BA atua no caso desde 2009, no âmbito do programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), que tem o objetivo de melhorar a qualidade ambiental dos recursos naturais e a qualidade de vida da população da Bacia do Rio São Francisco. (Bahia Noticias)

Jacobina: Chuva deixa ruas do centro alagadas

Uma chuva forte deixou ruas de Jacobina, no Piemonte da Diamantina, alagadas na manhã desta quinta-feira (14). O temporal teve início por volta das 5h40 e durou cerca de duas horas.

As chuvas atingiram bairros como Félix Tomaz e Índios. Ruas do centro também ficaram com pontos de alagamentos. O nível do Rio Itapicuru, que corta o centro, também subiu.

Até o fechamento desta matéria não houve informações de desabrigados nem de prejuízos. Bairros mais afastados do centro podem ser mais prejudicados e como a cidade é cercada por serras, há risco de deslizamento de terras.

Informações: Bahia Acontece | Redação: Bahia Noticias

Jacobina: Incêndio atinge área do tamanho de 40 campos de futebol

Foto: Divulgação/ Secretaria do Meio Ambiente

Um incêndio atingiu uma região de serra em Jacobina, no Piemonte da Diamantina. Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, uma área de cerca de 40 hectares – o equivalente a 40 campos de futebol – já foi destruída. Até esta sexta-feira (1°) o fogo ainda não tinha sido extinto. As chamas tiveram início na última segunda-feira (28).

Para combater o incêndio foram acionados bombeiros, brigadistas, voluntários e funcionários da Secretaria de Meio Ambiente e do Instituto do Meio-Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Ainda nesta sexta, um avião chegou na cidade para ajudar nos esforços. Ainda não se sabe o que provocou o fogo. A suspeita é que o incêndio tenha sido criminoso. (Bahia Noticias)

Voltar à página inicial