Por Paula Moraes – Redatora Freelancer

Uma coisa é certa, a educação bilíngue é importante e segue em crescimento no Brasil. Mas, mesmo em expansão, os desafios são encontrados pelo meio do caminho, e necessitam ser superados para que assim ocorra uma boa implementação. Você deve estar se perguntando, quais são esses desafios? Bom, através desse conteúdo iremos apresentar os principais desafios do ensino bilíngue no Brasil. Boa leitura!

Como funciona a educação bilíngue 

A educação bilíngue ocorre quando uma escola promove a grade curricular dividida em dois idiomas. Ou seja, são ofertados parte da grade curricular para matérias em inglês, por exemplo. O termo é diferente do que apenas ter uma matéria em inglês. No caso do ensino bilíngue, os alunos contam com aulas de portugues, matemática como todas as escolas, porém em inglês. Desse modo, o aluno aprende, desde os seus primeiros anos de ensino, a ter domínio sobre uma segunda língua, o que aumenta as chances para o mercado de trabalho.

Importância da educação bilíngue na infância

Fazer com que a criança aprenda uma segunda língua ainda na infância, já não é somente um diferencial. Mas sim uma necessidade para quem espera ter sucesso no mundo profissional. Quando o ensino bilíngue começa cedo, esses benefícios seguem por toda vida. Incluindo uma melhor socialização e o desenvolvimento da memória e consequentemente da concentração.

Pesquisas comprovam que é na infância que a criança aprende melhor. Assim, o curso de inglês para crianças, irá ajudá-la a aprender a segunda língua da mesma forma em que aprendeu a primeira. Aproveite e veja também: Como dar suporte aos filhos na manutenção da aprendizagem do Inglês em casa. 

Principais desafios da educação bilíngue no Brasil

O ensino bilíngue é de suma importância, porém, carrega inúmeros desafios. As escolas precisam se adaptar e ter preparo na hora de implementar esse tipo de ensino. Veja a seguir quais são os principais desafios enfrentados no Brasil, por conta da educação bilíngue:

#1 Dificuldades no processo de implementação da educação bilíngue

O processo de implementação na educação bilíngue merece atenção. Afinal, para criar ensinos desse gênero é preciso ter um bom suporte metodológico. Muitas vezes, a própria escola monta um mecanismo sobre uma metodologia que já existe. Não existe jeito certo ou errado para implementar a educação bilíngue, tudo depende da escola e se ela quer introduzir esse tipo de aprendizado. Indo ao encontro de uma metodologia ou criando uma do zero.

#2 Falta de professores qualificados

A falta de profissionais qualificados ainda é um grande desafio para a educação bilíngue. Isso porque, diferente das tradicionais aulas de inglês em períodos isolados e determinados, os professores precisam se capacitar para ministrar variados conteúdos. Sendo todos formados em uma segunda língua. A boa notícia é que já existem técnicas e métodos que podem auxiliar na procura de profissionais que dominem esse tipo de aprendizado. Contribuindo de forma efetiva para a educação bilíngue no Brasil.

Acompanhe: SAJ: SEC abre inscrições para processo seletivo de professores em diferentes modalidades na Bahia.

#3 Criar uma cultura bilíngue

De nada adianta apenas apresentar conteúdos em uma segunda língua para as crianças, é importante que uma cultura esteja envolvida, para que assim, a formação seja completa. É indicado que as escolas proporcionem vivências cotidianas nos dois idiomas, criando um ensino completo. Além disso, é uma questão desafiadora, onde os profissionais além de capacitados precisam de uma boa estrutura escolar.

#4 Obstáculo em elaborar um currículo pedagógico

Esse é sem dúvidas um dos maiores desafios para que a educação bilíngue seja efetivada no Brasil. Por conta de um ensino de segunda linha, pode haver dificuldades na hora de realizar a integração da língua materna em um segundo idioma. Contudo, é indicado que a instituição de ensino tenha conhecimento sobre as abordagens, entendendo que vai além de um simples idioma. Na hora de criar um currículo pedagógico, é fundamental que a grade seja voltada para aprendizado da língua natural e imersiva. O que permite o desenvolvimento de habilidades acadêmicas, linguísticas e cognitivas na língua estrangeira.

Vantagens da educação bilíngue

A educação bilíngue e domínio do segundo idioma auxiliam a encontrar as melhores oportunidades no mercado de trabalho. O inglês, por exemplo, passou a se tornar essencial para diversas carreiras. Sobretudo para aqueles que querem fazer um business school relacionado à tecnologia. Além disso, a educação bilíngue conta com benefícios superimportantes, sendo eles:

  • Bagagem cultural: momento em que o aprendizado de um novo idioma possibilita o contato com a cultura de países diferentes. Ou seja, é possível aprender sobre outros comportamentos e tradições;
  • Criatividade: a criança passa a adquirir uma melhor percepção sobre o mundo e tudo o que a rodeia. Assim, influencia na forma como esse conhecimento é passado para o próximo.

De forma geral, a criança aprende a segunda língua, igual aprendeu a primeira. Mas, para garantir um aprendizado eficaz é preciso que ocorram situações lúdicas, que incluam brincadeiras, histórias, jogos e músicas. Lembre-se, quanto mais se aprende na infância, mais promissor será o futuro profissional e pessoal!

Gostou desse assunto? Acompanhe nossa editoria de educação e conheça sobre esse tema.

Paula Moraes/ Redatora Freelancer