As barreiras sanitárias realizadas nas entradas da cidade de Amargosa estão mais rígidas. Desde esta última quarta-feira, dia 25, para entrar na cidade é necessário:

1 – Informar para onde está indo e o que vai fazer. A não justificativa dentro do que preconiza o decreto 27/2020 acarretará no impedimento da entrada no município;

2- As pessoas e parentes oriundos de cidades infectadas só poderão entrar se um morador (que deverá comprovar o parentesco de 1º grau) for buscá-los(as) na barreira;

3- Os veículos que estiverem de passagem pela cidade não poderão realizar nenhum tipo de parada no percurso, devendo ser acompanhado por um preposto da GCM (que irá reter CNH e CRLV) até a outra saída da cidade;

4 – Caminhões de carga devem, impreterivelmente, ter o seu compartimento baú/carroceria verificado. No caso de entrega na cidade, apresentar a nota fiscal;

5 – Taxistas de outras cidades ou motoristas de aplicativos que estejam transportando passageiros devem fazer o desembarque na barreira, sendo que os transportados devem aguardar seus parentes de 1º grau no mesmo local supracitado, com as devidas comprovações dos laços familiares.

Dessa forma, será possível realizar a triagem de todas as pessoas que entram na cidade, colhendo informações de onde vão ficar instaladas e sabendo qual seu estado de saúde atual.

As medidas buscam garantir o afastamento do coronavírus da cidade de Amargosa, bem como segurar o abastecimento da cidade, uma vez que as entregas de mercadorias e gêneros alimentícios continuará sendo realizada sob fiscalização da prefeitura.

Atualmente, o município não possui nenhum caso do Covid-19 confirmado e as medidas adotadas nos últimos decretos tem como principal objetivo manter a doença afastada dos cidadãos amargosenses.

Matéria: Tribuna do Recôncavo | Informações: Decreto Municipal Nº 27/2020