O Centro Gemológico da Bahia (CGB) abriu a 3ª Mostra de Joalheria, Pedras Preciosas e Artesanato Mineral nesta terça-feira, dia 1º. O evento ocorre até o dia 6, sempre das 9h às 17h, na Rua Gregório de Matos nº 27, Pelourinho, em Salvador. Os 10 expositores são ex-alunos dos cursos de Joalheria e Lapidação oferecido pelo CGB em parceria com o SENAI. Em paralelo à Mostra, ocorrerá o III Concurso Joia da Bahia. Cada artesão poderá inscrever 01 peça no concurso e o vencedor será eleito pelo público da Mostra, mediante votação em urna lacrada.

Mônica Correa, coordenadora do CGB, explica que o principal foco da Mostra é abrir espaço para ex-alunos dos cursos. “A ideia é que eles tenham espaço para expor, para interagir com o público e seja também uma porta de entrada para o mercado. Além disso, serve também para desmistificar que a joalheria é para poucos e mostrar que todos podem ter acesso. Os cursos também são acessíveis, tem parceria com o SENAI e incentivo do Estado “, afirma e lembra que as peças podem ser adquiridas pelo público.

Victor Eloy, que trabalha como lapidário, destaca o suporte recebido pelo CGB. “Comecei a profissão no Centro Gemológico da Bahia. Foi um curso que me abriu as portas para conhecer um pouco mais dessa profissão, entrar no mercado de trabalho e descobrir os polos que existem aqui no Brasil. Hoje vivo de algo que eu gosto”, destaca.

“Comecei a trabalhar com adornos de decoração e esculturas, daí surgiu a vontade de trabalhar com metal e joalheria. Foi assim que cheguei ao CGB, que nos acolhe de forma amorosa. O curso foi um divisor de águas na minha vida e me abriu muitas portas”, declara Cris Conte, que fez o curso em 2019. Já a artesã Valderez Macedo atua na área há 18 anos. Conta que trabalhava como faxineira em uma loja que tinha um ourives. “Comecei a olhar e aprendi, fiz o curso no CGB e hoje amo meu trabalho”, diz.

O CGB promove cursos de formação e aperfeiçoamento profissional em joalheria, lapidação e gemologia em parceria com o SENAI. O objetivo é formar, qualificar, especializar e certificar profissionais para o setor joalheiro, de modo a facilitar o acesso de mão de obra para um mercado produtivo que necessita de ampliação e modernização, como forma de apoiar ao segmento de Gemas e Joias no estado da Bahia.

Ascom/SDE