Lojas, bares e restaurantes permanecerão fechados por mais uma semana em Amargosa. O prefeito Júlio Pinheiro (PT) assinou nesta última sexta-feira, dia 29, um decreto que estende o fechamento do comércio local até o dia 7 de junho.

Estão autorizados a funcionar desde que sigam as regras sanitárias: 

Supermercados, minimercados e mercados;

Padarias;

Farmácias e drogarias;

Postos de Combustíveis, borracharias, oficinas de veículos, autopeças e postos de lavagem;

Lojas de Insumos médicos e hospitalares;

Estabelecimento bancários, inclusive correspondentes e lotéricas;

Funerárias;

Lojas de Insumos agrícolas e produtos/serviços veterinários;

Laboratórios e Clínicas em geral;

Açougues;

Hotéis e pousadas;

Atividades agroindustriais;

Hortifrutigranjeiros;

Imprensa de modo geral;

Distribuidores de água e gás;

Concessionárias de água e energia elétrica;

Chaveiros;

Provedores de internet; e,

Estabelecimentos relacionados à construção civil.

LOJAS COM PORTAS ENTREABERTAS

Os estabelecimentos não mencionados na lista acima poderão funcionar com portas entreabertas somente para receber pagamentos, também respeitando as regras sanitárias.

FEIRA LIVRE

A Feira Livre está autorizada a funciona apenas de segunda (01) até a sexta-feira (05). E permanece proibida a participação de feirantes de outras cidades.

PENALIDADE EM CASO DE DESCUMPRIMENTO 

Em caso de descumprimento por pessoa física ou jurídica a pena varia entre advertências, interdição do local, suspensão, cassação do alvará e multas que podem chegar a 20 mil reais.

Fonte: Tribuna do Recôncavo