Três pessoas morreram soterradas no município de Amargosa (BA) após a casa que moravam ser soterrada durante um deslizamento de terra. A tragédia aconteceu na localidade rural conhecida como Ribeirão dos Caldeirões, na madrugada deste sábado, dia 11, após as fortes chuvas que caíram na região. As vítimas foram o idoso de prenome Gildásio de 80 anos, sua esposa e sua filha.

Por conta da lama, equipes da infraestrutura utilizaram um trator para liberar o acesso para o Corpo de Bombeiros. Até a noite desse sábado os corpos ainda não tinham sido resgatados, as buscas serão retomadas na manhã desse domingo.

Uma outra casa desabou na noite de sexta-feira, dia 10, na Avenida São Cristóvão, no Bairro da Catiara, mas felizmente não houve vítimas, pois, o imóvel estava fechado para ser alugado.

Neste sábado o prefeito Júlio Pinheiro decretou situação de emergência em Amargosa. Segundo Pinheiro, choveu no município 200 mm em apenas quatro horas, o que representa o maior volume de chuva dos últimos 50 anos em Amargosa. “Estamos desde cedo nas ruas trabalhando na busca das pessoas em situação de risco. Estamos acolhendo os desabrigados nas escolas municipais”, disse o prefeito.

Redação: Tribuna do Recôncavo | Informações: Criativa, Recôncavo Noticias e G1