Um dos acusados de praticar os últimos ataques a banco nos municípios de Irará e Muritiba, na Bahia, morreu na manhã desta sexta-feira, dia 11, após ser localizado por policiais. David Alef da Paixão foi encontrado em um condomínio, em Vilas de Abrantes. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, os policiais foram recebidos a tiros por David Alef. O acusado foi alvejado durante o confronto e encaminhado para o Hospital Geral Menandro de Faria, mas não resistiu aos ferimentos.

“Segundo as investigações, ele é o principal articulador dos recentes ataques à bancos ocorridos nos municípios de Muritiba e Irará. No grupo o qual pertencia, o criminoso era o responsável pela confecção dos artefatos explosivos. Também já foi preso anteriormente pelo Draco, decorrente da mesma prática”, explicou o diretor do Draco, delegado José Bezerra.

Com David foi encontrado uma pistola 9mm, mesmo calibre utilizado no crime de Irará e Muritiba. Participou também da ação em Vila de Abrantes, policiais da 18ª Delegacia Territorial (DT) de Camaçari. As investigações continuam, com a cooperação da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança (SI-SSP), da Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Metro1