O presidente da Câmara de Vereadores de Amargosa, Marquinhos da Saúde, criticou um Decreto de autoria do prefeito Júlio Pinheiro, que regulamenta o acesso das comissões da câmara aos órgãos públicos. Marquinhos defendeu a atuação dos vereadores de Amargosa e lembrou que o papel de fiscalização aos órgãos municipais sempre ocorreu de forma amistosa.

“Conheço cada um dos vereadores e vereadores de Amargosa e sei do seu compromisso em buscar o melhor para nosso povo, não vejo nenhum vereador fazendo baderna ou tumulto. A relação sempre foi amistosa e cordial. Os vereadores antes de tudo, são cidadãos do município e assim devem ser recebidos nos prédios públicos com o mesmo respeito e carinho que deve ser dado ao pai do aluno que visita uma escola, por exemplo”, declarou.

No último dia 25 de abril, o presidente da Câmara de Amargosa, Marquinhos da Saúde e o vereador Miguel Silva anunciaram oficialmente a ruptura com o governo do prefeito Júlio Pinheiro (PT). Na ocasião, os vereadores alegaram falta de espaço dentro do governo.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: Amargosa News