O Partido dos Trabalhadores na Bahia fechou questão interna, na tarde de quinta-feira, dia 10, para o lançamento do nome de Júlio Pinheiro (PT), prefeito de Amargosa, para a presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB). A legenda ainda busca o consenso dentro da base governista para oficializar a candidatura.

O movimento do PT-BA frustra os planos do prefeito de Belo Campo, Quinho (PSD), que havia anunciado sua candidatura nas últimas semanas com um suposto apoio do governador eleito Jerônimo Rodrigues (PT), do atual governador Rui Costa (PT) e do senador Otto Alencar (PSD), que é o presidente de sua legenda. A antecipação do debate por parte de Quinho, porém, provocou insatisfação na base governista, que se movimentou para lançar uma outra candidatura. A postura do prefeito de Belo Campo acabou antecipando o início da discussão dentro do PT.

Na reunião desta quinta, outros nomes estavam colocados, como o de Cacá (PT), prefeito de Miguel Calmon. Mas o nome de Júlio Pinheiro acabou prevalecendo, segundo interlocutores petistas, devido ao seu perfil de renovação, que é o que tem sido buscado pelo governador eleito Jerônimo Rodrigues (PT). O PT-BA, entretanto, ainda não deve anunciar oficialmente a candidatura de Júlio Pinheiro. Antes, haverá uma reunião na próxima quinta-feira, dia 17, entre lideranças petistas e do PSD na Bahia, para definir um único nome da base para a disputa.

Bahia Noticias