No último sábado, dia 31, três pessoas da mesma família foram sequestradas na região de Olivença, zona sul de Ilhéus, por um grupo de homens armados. O trio foi levado para uma área de mata fechada, onde foi promovido o chamado “tribunal do crime” e duas das vítimas foram torturadas e executadas.

As vítimas Joalisson, de 22 anos, e Joanderson, de 18 anos, eram primos, moravam na cidade de Barro Preto e estavam em Ilhéus para passar a virada do ano. Eles foram mortos com vários disparos de arma de fogo e os corpos foram encontrados na manhã desta terça-feira, dia 3.

O terceiro homem sequestrado, que era pai e tio das vítimas mortas, conseguiu sobreviver porque fingiu que estava morto. Depois que os criminosos deixaram o local, ele foi em busca de socorro e conseguiu ser levado para o Hospital Regional Costa do Cacau. O sobrevivente relatou à polícia que os criminosos acessaram mensagens no celular do sobrinho dele e encontraram informações relacionadas ao tráfico de drogas. Foi então que começou uma sessão de espancamento e, logo depois, a execução.

A Polícia Civil de Ilhéus, por meio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, investiga o caso.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Pauta.blog