Seis nativos da Reserva Indígena Caramuru, na cidade de Pau Brasil, no sul da Bahia, foram presos durante a “Operação Arabutã”. Eles são investigados por tentativa de homicídio, tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e outros cometidos na reserva.

A ação foi deflagrada na quinta-feira, dia 12, pela 6º Coordenadoria Regional de Polícia do Interior de Itabuna, e contou com apoio de unidades da Polícia Militar.

O delegado Evy Paternostro informou que as ordens judiciais de busca e apreensão foram cumpridas na Reserva Indígena Caramuru e no Conjunto Penal de Itabuna, enquanto as prisões ocorreram na aldeia.

Com os investigados foram apreendidos uma pistola calibre 7,65, um revólver calibre 38, uma espingarda, munições de diversos tipos, celulares e balança.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: G1/ Bahia