Um menino de 3 anos morreu depois que a casa onde ele morava ter sido incendiada em Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia. O caso aconteceu na noite de segunda-feira, dia 30, e as chamas foram provocadas por uma vela. A vítima foi identificada pelas iniciais de E.G.S.D. Ele dormia junto com a mãe e outros três irmãos, que têm 5 e 2 anos, e um recém-nascido de apenas 15 dias de vida.

A família mora em um imóvel que não tinha energia elétrica, por isso a mãe das crianças havia utilizado a vela para iluminar o espaço. A vela caiu sobre um colchão e as chamas se espalharam rapidamente. Os vizinhos contaram que a mulher acordou em desespero, pedindo ajuda, e que ainda conseguiu tirar os irmãos da vítima do local. Quando a mulher retornou ao imóvel para buscar o garoto, ele já estava sem vida.

O corpo da criança ficou carbonizado, e foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Barreiras, que vai esclarecer se ele morreu pelos ferimentos ou por sufocamento, provocado pela fumaça. A mulher também ficou ferida por causa do fogo e teve os cabelos queimados. Ela e as crianças foram levadas para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde estão internadas, porque inalaram muita fumaça. Nesta terça-feira, dia 31, a família passará por exames médicos.

G1/ Bahia