Na manhã deste domingo (12/05), a Igreja Matriz da Paróquia Beato Isidoro Bakanja, na cidade de Dablo, no norte de Burkina Faso, na África, foi atacada por um grupo armado que atirou contra fiéis e depois ateou fogo no templo. O ataque deixou seis mortos incluindo o pároco, padre Siméon Yampa, de 34 anos, que presidia a missa.

O ataque foi realizado por um grupo de homens armados estimado entre vinte e trinta pessoas. “Eles queimaram a igreja e depois lojas e maquis (pequeno restaurante ou bar), antes de se dirigirem ao centro de saúde, onde invadiram o local e incendiaram o veículo da enfermeira-chefe”, relatou o prefeito Zongo.

Este ataque ocorre dois dias depois da libertação, no norte de Burkina Fasso, de quatro reféns por forças especiais francesas que perderam dois homens.

Fontes: Folha de S. Paulo e Agência France Press | Redação: Bahia Noticias | Editado por Tribuna do Recôncavo