No dia em que o Brasil alcançou a marca de 432 mil mortes em decorrência da Covid-19, na sexta-feira, 14 de maio, um grupo de 500 pessoas se reuniu no hotel Copacabana Palace, localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro, em uma festa de aniversário para um bicheiro. Cantaram na festa Ludmila, Gustavo Lima, Dudu Nobre, Alexandre Pires e Mumuzinho. Nas redes sociais tanto os artistas como os organizadores do evento foram bastante criticados por desrespeitarem o cenário atual do pais em meio a pandemia.

O hotel Copacabana Palace foi multado pelo município em R$ 15.466,81 por infração considerada “gravíssima”. O hotel também foi proibido de realizar eventos no local pelo período de 10 dias, a contar de sábado, dia 15. A Vigilância Sanitária constatou a infração após receber imagens das aglomerações da festa, desobedecendo, portanto, as medidas em vigor na cidade até 20 de maio de 2021.

Segundo a Vigilância Sanitária do Rio, nas imagens feitas na festa do bicheiro foi constatada aglomeração generalizada em frente a apresentação musical caracterizando pista de dança. Os convidados não usavam máscara facial e não respeitavam o distanciamento mínimo de 1,5m entre os participantes. Na entrada do estabelecimento, as imagens também evidenciaram aglomeração em fila de espera e acesso desordenado ao local.

Nas redes sociais o município também foi criticado por não ter impedido o evento e pelo valor da multa. Um internauta chegou a dizer que R$ 15 mil reais é o preço de um botão do paletó do garçom.

Fonte: Tribuna do Recôncavo