web analytics

Simular a própria morte é a nova mania no Instagram

Foto: Pixabay

A nova moda do Instagram é simular a própria morte. Segundo o site Engadget, muitos jovens estão pedindo a seguidores que comentem em sua última foto como se tivessem falecido e usando a hashtag #RIP (Rest in Peace, que significa ‘Descanse em paz’). A ‘brincadeira’ visa ganhar curtidas e ganhar ainda mais seguidores. Ainda segundo o site, tudo teria começado com o usuário Ahmed Simrin, de 15 anos, que conseguiu 4 mil curtidas e 22 mil comentários em uma única foto, graças à pegadinha.

O adolescente disse ao Engadget que, entre 24 e 30 de agosto, seu perfil foi visitado 316 mil vezes. A ideia teria surgido de repente, como uma forma de fazer algo diferente do que já existia na web. “Eu decidi fazer isso porque ‘por que não tentar [e] fazer algo novo no qual [você] pode se entreter?’ Pessoas ficam famosas do nada nos dias de hoje”, disse explicando sua motivação ao site.

Após saber do ocorrido, o Instagram baniu uma das publicações de Simrin, afirmando que as postagens desrespeitam as Diretrizes da Comunidade, alegando que a foto incita a violência ou discriminação de religião e etnia, e ilustra ameaças de dano físico ou financeiro, roubo e vandalismo. (Noticias ao Minuto)

Instagram: Golpe com promoção da Adidas atinge milhares de brasileiros

Foto: Pixabay

Um golpe no Instagram já fez milhares de vítimas no Brasil. Uma suposta campanha da Adidas prometia patrocínio da marca a 100 pessoas. Para participar, bastava compartilhar um post e começar a seguir o perfil. Mas a promessa de uma “carreira de influencer” era golpe.

A campanha pedida que os usuários da rede social publicassem a imagem de divulgação da “promoção” usando a hashtag #adidasinfluenciadores e seguissem o perfil de mesmo nome para participarem, criando um efeito viral. Depois de atingir milhares de pessoas, o perfil que divulgou a campanha mudou de nome e se tornou uma conta privada. A partir daí, diversos clones surgiram com a mesma imagem.

A página oficial da Adida deixa claro que não há campanhas em andamento. Como explica o ‘Olhar Digital’, o objetivo do golpista era angariar o maior número de seguidores possível. Contas com milhares de seguidores podem ser vendidas ou usadas para distribuir spam. Na dúvida, a orientação é não participar da promoção. (Noticias ao Minuto)

É comportado nas redes sociais? Facebook vai dar notas para usuários

Foto: Pixabay

O Facebook passará a avaliar a reputação dos usuários da rede social por meio de um ranking. A novidade vai funcionar como um “medidor de confiabilidade”, cujo grau poderá variar em uma escala de 0 a 1. A medida tem como objetivo tentar diminuir os problemas enfrentados pela rede social, que acabou sendo utilizada para influenciar votações nos Estados Unidos e Europa.

A estratégia faz parte de um esforço do Facebook em diminuir a quantidade de notícias falsas que circulam na plataforma. O Facebook também vai passar a monitorar veículos que são considerados confiáveis por usuários e pessoas que tem uma maior tendência em denunciar conteúdos problemáticos.

Apesar de tudo, a companhia ainda não informou quais critérios serão utilizados para determinar o grau de confiança de cada usuário. Isso quer dizer que ainda não sabemos se todos os usuários passarão a ter uma nota, nem como esse número será utilizado pela rede sociais. (Noticias ao Minuto/ UOL)

Entenda o que muda com a nova lei de proteção de dados

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Logo em seguida ao início da vigência da legislação europeia, a GDPR – General Data Protection Regulation, e diante dos diversos questionamentos éticos e jurídicos sobre o uso de dados pessoais, dos constantes vazamentos e da falta de regulamentação específica em nosso país, o Congresso Nacional aprovou o projeto de lei que criou a LGPD – Legislação Geral de Proteção de Dados brasileira, que foi transformado em lei pelo presidente Michel Temer nesta terça-feira (14).

Em um mundo digitalizado e com uma quantidade cada vez maior de dispositivos conectados à internet, são gerados diariamente milhares de dados sobre todo tipo de interação realizada na internet. Nessa nova revolução industrial, a tecnologia permite monitorar esses dados (big data), em detalhes e tempo real e transformá-los em informações preciosas para a estratégia das empresas de acordo com o perfil das pessoas e tendências de consumo. Será que o consumidor tem plena consciência de como e quando os seus dados estão sendo usados? Qual o limite ético e legal para o uso dessas informações pelas empresas? Como deve ser o consentimento?

A nova Lei de Dados regulamenta a proteção e a transferência de dados pessoais no Brasil tanto pelo poder público quanto pelas empresas privadas, tendo como pilar o consentimento explícito para coleta e uso dos dados, exigindo também que sejam dadas opções aos usuários, tais como visualizar, corrigir e excluir, a qualquer momento, os dados previamente fornecidos. O texto também prevê a criação de um órgão regulador: a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), ponto que está gerando polêmica em função da necessidade de orçamento, além de outras questões como punição para infrações com multa de até R$ 50 milhões, além de proibição parcial ou total do exercício de atividades relacionadas ao tratamento de dados. (Noticias ao Minuto)

Especialistas alertam para ‘Momo do WhatsApp’: ‘Usada por criminosos’

Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Uma imagem que viralizou no WhatsApp nas últimas semanas pode representar um risco real para quem decide entrar na “brincadeira”. Especialistas que pesquisam o fenômeno “Momo do WhatsApp”, uma figura com olhos esbugalhados e aparência aterrorizante, indicam que o artifício pode ser utilizado por pessoas mal intencionadas e ultrapassar o limite de “lenda urbana”. A teoria que prevalece, segundo matéria da BBC, é a de que um usuário do WhatsApp espalha rumores de Momo.

Desta conta, enviaria mensagens inquietantes para quem entrou em contato, e chega a insinuar que tem informações pessoas sobre a pessoa. Segundo o especialista Rodrigo Nejm, cada vez mais se multiplicam perfis de Momo no aplicativo. Rodrigo Njem, fundador da ONG Safenet, alerta para os riscos do viral: “É mais uma isca usada por criminosos para roubar dados e extorquir pessoas na internet”, explicou. Na Espanha, a Polícia Nacional reforçou que “é melhor ignorar desafios absurdos que entram em moda”.

O brasileiro ressalta que é importante que os pais fiquem ligados no uso que os filhos fazem da tecnologia e observem de perto. “”Pais devem orientar seus filhos de que é mais um golpe e deixar claro para eles que é importante proteger seus dados pessoais na internet”, diz Nejm. Ele pondera e afirma que “ter domínio do aparelho não significa ter maturidade”. (Bahia.Ba)

Facebook exigirá autorização especial para páginas de grande audiência

Foto: Pixabay

O Facebook anunciou nesta sexta-feira (10), um novo sistema de autorização para os responsáveis por páginas de grandes audiências. A novidade faz parte de medidas adotadas pela plataforma nos últimos meses com o intuito de dar resposta às críticas pela difusão de desinformação e multiplicação de discurso de ódio no interior da rede. A exigência será implementada inicialmente nos Estados Unidos e deve depois ser expandida para outros países. Mas não há previsão de quando ela passará a valer no Brasil. O objetivo é tornar “mais difícil para que contas falsas possam administrar uma página”, explicou a empresa em comunicado anunciando as ferramentas.

Para seguir publicando, os responsáveis pelas páginas terão de fazer um tipo de acesso mais seguro denominado “autenticação de dois fatores”. Além disso, a pessoa deverá confirmar o local de residência dela. Outra medida anunciada foi a inclusão de mais dados sobre as páginas na seção “Informações e Anúncios”. O Facebook já havia anunciado que disponibilizaria registros sobre as páginas para que os usuários pudessem conhecê-la, como a data de criação. No comunicado divulgado hoje, a empresa informou que vai identificar também se uma página foi mesclada com outra. Também será incluída uma seção denominada “Pessoas que gerenciam esta página”.

Nela, diz a nota da companhia, será informado o país dos responsáveis. O mecanismo é uma resposta às acusações que o Facebook teria permitido a atuação de pessoas e organizações russas no debate das eleições presidenciais dos Estados Unidos de 2016. A preocupação com a possível influência decorrente dessa atuação motivou a abertura de uma investigação no Congresso americano no ano passado. Também foi alvo de questionamentos durante o depoimento que o presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, deu ao parlamento do país em maio deste ano. (Agência Brasil)

Instagram receberá filtros de maquiagem em realidade aumentada

Foto: Pixabay

O Facebook e a L’Oreal anunciaram uma parceira que levará à criação de filtros em realidade aumentada que permitirá aos usuários terem demonstrações de maquiagem da marca francesa.

Segundo a Reuters, os filtros estarão disponíveis no Instagram, mas ainda não há data de lançamento.

No entanto, Mark Zuckerberg já antecipou que será em breve. Além da L’Oreal, também farão parte da novidade a Lancome, a NYX, a Urban Decay e a Yves Saint Laurent. (Noticias ao Minuto)

Snapchat perde cada vez mais usuários

Foto: Pixabay

A ideia de criar um novo layout para o Snapchat parece ter sido um tiro no pé. Segundo o site ‘The Verge’, o app já perdeu 2% de seus usuários ativos apenas nos últimos três meses, passando de 191 milhões para 188 milhões. O CEO do app, Evan Spiegel, falou sobre o assunto.

“Sentimos que respondemos às maiores frustrações que ouvimos e estamos ansiosos por fazer mais progressos na tremenda oportunidade que agora temos de mostrar mais do conteúdo apropriado para as pessoas certas”, declarou o executivo durante a publicação do relatório financeiro trimestral.

Cerca de 1,2 milhões d e usuários ativos assinaram uma petição online que pediu a volta do antigo layout do app.  (Noticias ao Minuto)

WhatsApp deverá mostrar anúncios a partir de 2019

Foto: Pìxabay

O WhatsApp pretende começar a passar anúncios no ‘Status’ (ferramenta que funciona como o Stories, do Instagram) a partir do ano que vem. As informações foram dadas por executivos da empresa para o Wall Street Journal.

O WhatsApp Status tem sido um sucesso desde o seu lançamento, em 2017. Cerca de 450 milhões de pessoas utilizam a ferramenta do mensageiro diariamente. Ao todo, o app conta atualmente com 1,5 bilhão de usuários ativos. (Notícias ao Minuto/ TechTudo)

Instagram: Perfis de Whindersson e Carlinhos Maia estão entre os 10 Stories mais visualizados no mundo

Montagem: Tribuna do Recôncavo | Foto: Reprodução/ Instagram

Instagram divulgou os perfis mais famosos no Stories a partir de dados obtidos em junho. O influenciador brasileiro Carlinhos Maia é o dono do segundo perfil mais visto no mundo durante o mês, ultrapassando ninguém menos que Beyoncé e ficando atrás apenas de Kim Kardashian. E ele não é o único brasileiro no top 10 mundial: Whindersson Nunes aparece em 6º lugar, bem na frente de Khloe Kardashian. Os dados foram divulgados em celebração aos dois anos do Instagram Stories, lançado dia 2 de agosto de 2016.

Inspirado no Snapchat, o recurso de vídeos efêmeros fez sucesso imediatamente e se tornou um dos principais atrativos da rede social do Facebook. Confira a seguir quem tem os Stories mais vizualizados do mundo e conheça também os adesivos e filtros preferidos dos usuários. Considerando apenas o Brasil, Carlinhos Maia aparece em primeiro lugar como era esperado, e é seguido imediatamente pelo humorista Whindersson Nunes. A cantora Anitta ficou na terceira colocação, ultrapassando o casal Brumar, Neymar está em quarto lugar e Bruna Marquezine, em quinto. Esses perfis não foram os que, necessariamente, produziram mais vídeos.

Carlinhos Maia é o único que manteve a primeira posição também nessa categoria, sendo o brasileiro que mais publicou Stories em junho de 2018. Pabllo Vittar aparece com a segunda conta mais presente no canal. Celso Portiolli, Tati Zaqui e MC Bin Laden completam o top 5, nessa ordem. A rede social também divulgou alguns recursos queridinhos do público no mundo todo. O Smoothing é o filtro mais usado no Stories, acompanhando o “Love” e o “Puppy”. O adesivo “Faça uma pergunta” foi o mais usado em julho, tendo sido lançado no início do mês. O sticker foi seguido pelos de hora e de localização, respectivamente. Veja as listas completas abaixo: (mais…)

Usuários do Facebook e do Instagram vão poder controlar tempo gasto na rede social

Foto: Divulgação

O Facebook e o Instagram lançaram nesta quarta-feira ferramentas que permitem aos usuários controlar o tempo gasto nas duas redes sociais. As novidades são resultados de uma pesquisa própria da empresa e de parcerias feitas com especialistas em saúde. O objetivo é ajudar os internautas a perceberem o quanto vivem conectados e a gerenciarem melhor o dia a dia.

Uma das novas opções oferecidas é um painel de atividades no qual a pessoa verifica o tempo gasto todos os dias com cada rede social. Há, inclusive, métricas individuais apresentadas em barras, mostrando os dias de maior ou menor utilização. Há também um meio de o usuário limitar o tempo diário de navegação, tanto no Facebook quanto no Instagram. Quando atinge esse teto, o acesso não é bloqueado, mas o internauta recebe uma notificação de que está ultrapassando o patamar que ele mesmo estabeleceu com razoável para a navegação.

Por fim, resta a possibilidade de limitar as notificações recebidas, de forma a reduzir a tentação de acessar seu cada perfil a cada instante. Esses alertas podem ser silenciados por períodos de 15 minutos a oito horas. “O tempo que as pessoas passam no Instagram e no Facebook deve ser positivo, inspirador e com propósito”, declarou Ameet Ranadive, executivo do Instagram, em comunicado oficial, para justificar os lançamentos. (Notícias ao Minuto)

Como reagir com avião no Facebook? Bug cria reação inédita

Sem querer, o Facebook liberou uma reação que os usuários rapidamente aderiram: o avião. O botão da aeronave estava localizado junto ao “curtir”, mas rapidamente a empresa se posicionou e emitiu nota dizendo que o recurso se tratava de um bug e não deveria estar ali.

Algumas pessoas chegaram a conseguir usar o avião do Facebook, outras só ficaram curiosas tentando descobrir como fazer. Em uma carta bem humorada, a rede social disse que o avião “Não tinha autorização para decolar”, e que já estava tomando as devidas providências para excluir o ícone.

Ainda segundo a nota, o erro resultou de um experimento realizado em hackathon. Em tese, bastaria comentar em algum post com #addplanereact para ter acesso à figura, mas o recurso já saiu do ar. (Noticias ao Minuto/ TecTudo)

Facebook perde US$ 121 bilhões na Bolsa, a maior queda diária da história

Foto: Pixabay

O Facebook sabe mesmo como bater recordes. Em apenas um dia, a ação da rede social sofreu um tremendo tombo e a empresa perdeu um valor recorde de US$ 121 bilhões (R$ 453,4 bilhões), em valor de mercado. O montante é quase igual ao valor da Nike (US$ 125,1 bilhões) e maior que gigantes como General Electric (US$ 114,2 bilhões) ou todo o mercado de ações argentino.

Foi a maior queda diária em toda a história do mercado de capitais americanos. O movimento afetou Wall Street e empurrou os índices para baixo. Os papeis caíram 18,96%, para US$ 176,26, de acordo com Valor Econômico.

Entre as 3.407 empresas listadas na Nasdaq Secutiries, apenas 14 possuem valor de mercado maior que a perda de “market cap” do Facebook hoje. A queda dramática do Facebook supera o PIB [Produto Interno Bruto] de pelo menos 133 nações. (Bahia.Ba/ Noticias ao Minuto)

Perfil macabro de WhatsApp pode roubar seus dados

Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Um perfil de WhatsApp misterioso chamado Momo tem despertado curiosidade e aterrorizado usuários do mensageiro. Além disso, o viral tem sido motivo de grande desconfiança. De acordo com o UOL, o número do usuário macabro tem o código do Japão. E a imagem de perfil é uma mulher de olhos e boca arregalados, como uma verdadeira personagem de filme de terror.

A foto, na verdade, é de uma escultura chamada “Guai Bird”, que foi exibida em 2016 no museu Vanilla Gallery, de Tóquio.Agora, o que acontece com os corajosos que de fato falam com Momo? Enquanto algumas pessoas dizem que o perfil não responde, outras falam que o número manda vídeos perturbadores, faz chamadas surpreendentes de madrugada e mais.

Brincadeira à parte, Momo pode representar um perigo para a segurança digital. Segundo o presidente da empresa de segurança digital ESET no Brasil, Camillo di Jorge, o perfil pode se aproveitar informações e imagens expostas no WhatsApp para adquirir informações mais sensíveis de usuários do app. Como Momo viralizou, diversos usuários tem se aproveitado da situação e criado perfis fakes da menina macabra. Na dúvida, não adicione nenhum destes números à sua lista de contatos. (Noticias ao Minuto)

Celular se torna principal forma de acesso à internet no Brasil

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

A conexão à internet somente pelo celular se tornou a forma mais comum de navegar na web no Brasil. A conclusão é da pesquisa TIC Domicílios 2017, produzida pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (CETIC.Br), vinculado às Nações Unidas e ao Comitê Gestor da Internet no Brasil. O levantamento divulgado nesta sexta-feira (24) é um dos mais importantes do país sobre o tema. Em 2017, 49% dos lares brasileiros dependiam de um celular para acessar a rede mundial de computadores. O índice foi pela primeira vez superior aos domicílios que usam tanto dispositivos móveis quanto computadores de mesa (os chamados desktops) para se conectarem. Dos lares pesquisados, 19% acessavam a internet mas não possuíam computador.

A exclusividade da conexão móvel está mais presente nas classes de menor renda. Enquanto na classe A o índice de domicílios com acesso à web e computador é de 98%, nas classes D e E esse índice é de apenas 7%. Entre os usuários deste segmento, 80% dependem de um celular pra navegar. Essa prevalência se manifesta também nas áreas rurais (72%) e no recorte de gênero, estando presente mais entre mulheres (53%) do que entre homens (45%). O fator socioeconômico foi confirmado pelos entrevistados como barreira. A dificuldade de pagar pelo serviço foi apontada como principal obstáculo à conexão, mencionado por 27% dos entrevistados. Os dados revelam desigualdade no acesso à internet em geral com índice na casa dos 30% nas classes D e E e em 99% na classe A.

“Existe uma população de internautas no Brasil que tem relação exclusivamente mediada pelo telefone celular. Isso está ligado ao marcador socioeconômico. Os de A e B combinam atividades mais convenientes pelo celular e outras pelo computador, quando requer teclado ou tela maior. Quem não tem acesso ao computador utiliza apenas o celular e isso acaba sendo um fator de limitação dos serviços que a pessoa acessa e das habilidades que vai desenvolver”, analisa Winston Oyadomari, coordenador da pesquisa. O coordenador acrescenta que esta exclusividade da conexão móvel muitas vezes não significa que seja por meio de tecnologias 3G ou 4G, ficando limitada, em determinados casos, apenas às transmissões sem fio conhecidas como Wi-Fi.

Redação: Jonas Valente | Fonte: Agência Brasil

Agora é possível buscar vídeos com o uso de hashtags no YouTube

Foto: Pixabay

O YouTube vai facilitar as buscas ao permitir que seus usuários busquem conteúdo na plataforma com o uso de hashtags. Para explorar melhor os temas, basta que o usuário busque pela hashtag no campo de pesquisa ou ao clique em termos linkados no vídeo e na descrição.

Desta forma, o YouTube vai funcionar com um sistema de busca que se assemelha mais a outras redes sociais, como o Twitter. De acordo com o TechTudo, a novidade vai aparecer primeiro na versão web e no aplicativo para Android. Ainda não foi anunciada a chegada das buscas por hashtag no sistema iOS. (Noticias ao Minuto)

Voltar à página inicial