Ex-comandante do Exército brasileiro, o general Villas Boas criticou o autointitulado filósofo Olavo de Carvalho. De acordo com o militar, o guru do presidente Jair Bolsonaro demonstra “total falta de princípio básicos de educação, de respeito e de um mínimo de humildade e modéstia”.

“A partir de seu vazio existencial derrama seus ataques aos militares […]. Verdadeiro tróstski de direito, não compreende que substituindo uma ideologia pela outra não contribui para a elaboração de uma base de pensamento que promova soluções concretas para os problemas brasileiros”, disse Villas Boas.

O general ressalta ainda que o Brasil precisa “recuperar” a coesão. “A escolha dos militares como alvo é compreensível por sua impotência diante da solidez dessas instituições e a incapacidade de compreender os valores e princípios que as sustentam”.

Metro1