A Mercedes-Benz anunciou na última quinta-feira, dia 19, que vendeu o carro mais caro do mundo, o exclusivo e raro coupé Mercedes-Benz SLR de 1955, que fazia parte da coleção da montadora.

O automóvel foi vendido a um proprietário privado por US$ 142 milhões, cerca de R$ 700 milhões, na cotação atual. Com esse valor, o veículo se tornou o mais caro já vendido, segundo a Hagerty, empresa que acompanha os valores dos automóveis de colecionador.

No anúncio, a Mercedes informou que o montante acumulado na venda será usado para estabelecer o Fundo Mercedes-Benz, um fundo global de bolsas de estudo. Antes da venda, o preço recorde anterior registrado de um carro foi de R$ 345 milhões, valor que foi pago em 2018 por uma Ferrari 250 GTO de 1963.

Bahia.Ba