As comunidades de Campinhos, Atalaia, Poxim da Praia e Oiticica, localizadas no município de Canavieiras (BA), que fazem parte da Reserva Extrativista de Canavieiras, unidade de conservação de uso sustentável, integram um projeto de Turismo de Base Comunitária (TBC). Uma iniciativa inovadora do projeto do Governo do Estado, Bahia Produtiva, executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).

Nas comunidades, localizadas em um cenário de inúmeras belezas naturais, a atividade do Turismo de Base Comunitária está sendo fortalecida com o acompanhamento da equipe da Humana Brasil, organização não-governamental que presta o serviço de assistência técnica e extensão rural (ATER), no âmbito do projeto. A ação, que já está em execução, irá reestruturar essas comunidades e potencializar o Turismo de Base Comunitária, gerando renda e movimentando a economia local e regional.

De acordo com a técnica de campo do projeto e engenheira florestal com especialização em Gestão Ambiental, Jéssica Nobre, a elaboração do projeto técnico seguiu as normas legais de preservação e conservação do ecossistema e da biodiversidade da Reserva, e foi elaborado de forma participativa, com a comunidade, após estudo prévio de viabilidade ambiental, social e econômica.

Estão sendo destinados, por meio do Bahia Produtiva, recursos da ordem de R$ 465,4 mil, para a Associação dos Pescadores Marisqueiras e Moradores da Comunidade de Atalaia (Apema), em máquinas e equipamentos, para a estruturação do serviço, beneficiando cerca de duas mil famílias. As ações vão desde a estruturação dos espaços para o receptivo, com equipamentos de proteção individual (EPIs) e para as casas, até a reforma e aquisição de novas embarcações, para os passeios.

Na comunidade de Campinhos vive João Gonçalves, conhecido na comunidade por “João Barba”, que comemora a chegada do apoio para o Turismo de Base Comunitária, visando o futuro dos filhos de seus cinco filhos e das novas gerações. “Nossa preocupação com esse projeto é o de proporcionar aos jovens um futuro. Ter esses parceiros foi muito importante. Conseguimos e, com isso, mostramos aos jovens que é possível trabalhar aqui e evoluir”.

O projeto chega para alavancar essas atividades que já estavam acontecendo nas comunidades e trazer melhoria da qualidade de vida dessas populações ribeirinhas, por meio da geração de renda, tanto por meio do extrativismo quanto do Turismo de Base Comunitária, além de incentivar o aproveitamento de frutíferas como coco e mangaba. O projeto prevê ainda a estruturação de cozinhas para a oferta da culinária típica da região e também a vivência cultural com os extrativistas.

Além do acompanhamento técnico para o desenvolvimento, também são realizadas capacitações para beneficiárias e beneficiários, nas diversas áreas relacionadas ao Turismo de Base Comunitária, a exemplo da construção de roteiros, recepção de turistas, dimensionamento das capacidades, etc. Dessa forma, as chances de sucesso do projeto serão potencializadas.

O Bahia Produtiva é um projeto executado pela CAR, empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial.

Fonte: Revista Bahia Produtiva