Em decreto assinado pelo prefeito de Brumado, Eduardo Vasconcelos (PSB) ficou desobrigado o uso de máscara facial no território do município, em razão da pandemia do Covid-19, em local aberto ou fechado.

A Capital do Minério é a primeira cidade da Bahia a ter essa liberação. Em 2020, o prefeito também havia liberado as aulas presenciais, mas a justiça impediu que a decisão fosse aprovada. No entanto, o entendimento de especialistas diverge do gestor. Ao Bahia Notícias a Sesab informou que especificamente para o uso das máscaras, ainda não há orientação do estado para a suspensão do uso do equipamento em qualquer ambiente.

Para a epidemiologista do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (Cidacs), Andrêa Ferreira, a decisão do gestor é precipitada. “Considero que seja uma decisão precipitada, e não alinhada com as evidências disponibilizadas pela ciência até o momento, mesmo diante dos avanços nos números da vacinação neste município”, disse.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Agora Sudoeste e Bahia Noticias