Foragido há quase três anos, o empresário assassino do ator Rafael Miguel e dos pais do jovem, foi preso nesta segunda-feira, dia 16, em São Paulo. O crime ocorreu em 9 de junho de 2019, quando Cupertino matou a família do menino por não aceitar seu namoro com a filha Isabela Tibcherani. Na época, a jovem tinha 18 anos e o namorado, Rafael, 22.

Os pais do ator eram João Alcisio Miguel, de 52, e Miriam Selma Miguel, de 50. Cupertino atirou 13 vezes contra Rafael e a cena foi registrada por câmeras de segurança. O empresário é acusado de triplo homicídio qualificado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas.

Segundo a Polícia Civil, uma equipe de policiais recebeu uma informação de que Cupertino estaria na capital paulista, foram checar e encontraram o procurado. O empresário era o número 1 na lista de criminosos mais perigosos de São Paulo.

Bahia.Ba