Por Cristiano Caveião (doutor em Enfermagem), Benisio Ferreira da Silva Filho (doutor em Biotecnologia) e Vinícius Bednarczuk de Oliveira (doutor em Ciências Farmacêuticas)

Agora que o país recebeu a notícia do início lento e progressivo da vacinação, não podemos deixar a manutenção dos cuidados já adquiridos no ambiente corporativo. Embora diversos municípios estejam com atividades presenciais, é fundamental seguir alguns cuidados para a segurança de todos.

Listaremos aqui 10 medidas para evitar o contágio de covid-19 nos escritórios:

1 – Higienização do local de trabalho: superfícies representam uma das principais formas de contaminação e disseminação da covid-19, pois a presença de gotículas e outras secreções podem, ao entrar em contato com as mãos, serem levadas para o rosto, principalmente olhos e nariz. A higienização deve ser realizada constantemente (em intervalos de poucas horas) com álcool a 70% ou solução com hipoclorito.

2 – Telefones e computadores: se necessário o seu compartilhamento, higienizar com álcool 70% antes da utilização. Preventivamente, mesmo que você saiba quem utilizou o equipamento antes de você, repita a operação de limpeza.

3 – Disponibilização de álcool gel: o ideal é que cada colaborador possua em sua estação de trabalho, um frasco individual para uso continuo, vale ressaltar a importância da limpeza da superfície do álcool em gel, pois na maioria das vezes tocamos no frasco antes da utilização.

4 – Utilização de máscara com tripla camada: essa deverá ser continua e somente retirada para a ingesta de água. Sua troca precisa ocorrer a cada duas horas, portanto é importante levar a quantidade suficiente para um turno de trabalho. A tripla camada não representa aquelas dobrinhas que são vistas em máscaras de tecido e sim 3 camadas de tecido como observado nas máscaras de procedimento cirúrgico.

5 – Distanciamento social: é essencial ocorrer o distanciamento de no mínimo dois metros entre um colaborador e outro.

6 – Lixeiras: utilizar somente as que possuem pedal, para que não haja contato com a superfície para a abertura da tampa.

7 – Corredores, lanchonetes, copa/café: três setores que comumente as pessoas gostam de conversar, porém nesse momento é necessário evitar a aglomeração nos locais, e manter o distanciamento para segurança, verificando se existe limite máximo de pessoas no local.

8 – Materiais de escritório: cada estação de trabalho precisa ter o seu para que não haja compartilhamento de objetos. E caso seja necessário compartilhar, repetir o processo preventivo do item 1.

9 – Ambiente arejado e ventilado: os espaços de trabalho precisam manter as janelas abertas para constante ventilação. Evitar a utilização do ar condicionado é essencial.

10 – Seja o exemplo: é importante que todos os colaboradores possam ser o exemplo uns para os outros, assim é possível que todos acabem seguindo as regras. Evite polêmicas e priorize ações de segurança.

Além dessas dicas, é essencial que os cumprimentos com aperto de mão, abraços e beijo no rosto não ocorram. Adote um comportamento amigável sem o contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto. Se todos seguirem as medidas, a equipe estará com risco reduzido de contágio. E lembre-se sempre, na presença de qualquer um dos sintomas de covid-19, não trabalhe presencialmente, pois o risco de contaminação dos colegas torna-se muito maior.

Sobre os autores:

Prof. Dr. Cristiano Caveião é enfermeiro e doutor em Enfermagem. Coordenador da Área da Saúde e professor do Centro Universitário Internacional Uninter.

Prof. Dr. Benisio Ferreira da Silva Filho é biomédico e mestre em ciências da saúde e doutor em Biotecnologia. Coordenador do curso de Biomedicina do Centro Universitário Internacional Uninter.

Prof. Dr. Vinícius Bednarczuk de Oliveira é farmacêutico, doutor em Ciências Farmacêuticas e coordenador dos cursos de Farmácia e Práticas Integrativas e Complementares do Centro Universitário Internacional Uninter.

Matéria: Elton Telles/ Página 1 Comunicação