Os festejos juninos em Santo Antônio de Jesus (BA) começaram nesta quarta-feira, dia 22, com os shows de Kart Love, Del Feliz, Tarcísio do Acordeon e Calcinha Preta, a atração mais esperada da noite. Antes, subiram ao palco duas pratas da casa: Zé de Belém e Os Cumpadi.

Com a trégua da chuva no início da noite, o público levantou a poeira arrastando o pé no Melhor São João da Bahia. Quando Tarcísio do Acordeon subiu ao palco, o público foi ao delírio e mostrou que tinha os hits na ponta da língua. Nesse momento, a chuva abaixava a poeira da arena, mas não esfriava os ânimos. Como disse o artista, a Bahia é mesmo muito apaixonada.

Característica que se confirmou com a chegada da Calcinha Preta, que encerrou a primeira noite com chave de ouro. A banda sergipana se apresentou na capital do Recôncavo após anos longe e fez a galera relembrar os velhos tempos das festas de São João. No repertório, Mágica e Cobertor, que não podiam faltar, e outros sucessos, que o público cantou literalmente do começo ao fim. Para quem ficou esperando o show, Silvania, Daniel Dial e Bell Oliver não decepcionaram. Foi de emocionar.

Veja como foi a primeira noite do São João de Santo Antônio de Jesus - saj, noticias, destaque

Bell, Silvana e Daniel – Calcinha Preta | Crédito: Luciano Almeida

Para essa quinta (23), são esperados João Gomes, Unha Pintada e Solange Almeida, além de Flor do Nordeste, Verena Santana, Luziel Andrade e Mara Ribeiro. Animam ainda as noites de Santo Antônio, até domingo (26), Simone e Simaria, Adelmário Coelho, Thiago Aquino e Barões da Pisadinha, entre outros. A expectativa é de que passem pelo Melhor São João da Bahia cerca de 100 mil pessoas por dia.

CONFIRA A ENTREVISTA COM TARCÍSIO DO ACORDEON:

HOMENAGEM

Este ano, os palcos receberam nomes de personalidades da cidade, como forma de homenagem da Secretaria Municipal da Cultura e Turismo e da prefeitura àqueles que tanto contribuíram para a cultura regional. Os principais foram batizados de Assis Amâncio, grande artista santoantoniense, e Correia de Melo, o saudoso poeta boêmio. A Vila do Forró recebeu o nome de Bonfim Mercês, criador do Jegue Trio, sucesso nas micaretas da cidade. O Alternativo chama Renan Rocha, da banda Kamikaze, falecido ano passado vítima de Covid-19.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM