O presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou, durante discurso em Umuarama, no Paraná, a existência de uma “nova classe de ladrão”, que, segundo ele, objetiva roubar a liberdade do povo brasileiro. Ainda de acordo com o presidente, “se precisar, iremos à guerra”.

“Não mais os ladrões de dinheiro do passado. Surgiu uma nova classe de ladrão, que são aqueles que querem roubar a nossa liberdade. Eu peço que vocês cada vez mais se interessem por esse assunto. Se precisar, iremos à guerra. Mas eu quero o povo ao meu lado consciente do que está fazendo e de por quem está lutando”, pontuou Bolsonaro na manhã desta sexta-feira, dia 03.

O presidente esteve no Paraná para acompanhar a obra de um trecho da BR-487, a Estrada Boiadeira.

Bahia.Ba