O adolescente Wemerson Cardoso da Silva, de 17 anos, que morreu na noite desta última terça-feira, dia 31, após ser atingido por um disparo de arma de fogo, estaria “brincando” de roleta-russa com um amigo. O fato aconteceu por volta das 18:30 na Rua de Dentro, Bairro São Benedito.

Depois dos disparos, vizinhos socorreram Wemerson para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, mas ele não resistiu. Horas depois, a mãe do adolescente que fez o disparo saiu pelas ruas à procura de uma viatura da Polícia Militar, e encontrou agentes na Rua de Dentro, no bairro de São Benedito. Ela relatou que queria levar o filho para a delegacia, mas que não conseguia sair com o adolescente porque estava recebendo ameaças da vizinhança.

Os policiais foram até a casa do jovem, acompanhados da mulher, e levaram os dois até a unidade policial. Na delegacia, o adolescente contou que o disparo não foi intencional, e que os dois faziam a “brincadeira”. Após ser ouvido, ele foi apreendido e está à disposição do Ministério Público. A polícia não informou a quem pertencia a arma.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: G1