O ministro da saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta sexta-feira, dia 10, em Belo Horizonte esperar encontrar e punir “exemplarmente” os autores do ataque hacker a sites e ao sistema Conecte SUS. Afirmou ainda que há como resgatar os dados. “É um prejuízo muito grande. Pessoas criminosas que nós esperamos encontrá-las e punir exemplarmente”, afirmou na capital mineira, onde cumpre agenda de visitas a hospitais.

O ministro mencionou avanços que a tecnologia traz para a medicina, mas citou também o que chamou de “outro lado”. “Tem vulnerabilidades, pessoas criminosas que invadem o Ministério da Saúde criando prejuízo às pessoas”, afirmou. Queiroga garantiu que a pasta tem como recuperar as informações. “Mas esses dados não serão perdidos. O Ministério da Saúde tem todos os dados. É só uma questão de resgatar esses dados”, disse.

A pasta disse ainda que o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e a Polícia Federal já foram acionados e que o Departamento de Informática do SUS (Datasus) procura reestabelecer as plataformas. Não há previsão de quando o serviço voltará ao normal. Nas redes sociais, pessoas que conseguiram acessar o aplicativo do Conecte SUS relatam o sumiço das informações sobre vacinação.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Metro1 e G1