O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta sexta-feira, dia 02, que montará o seu ministério depois do dia 12, quando será diplomado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Lula ainda justificou a permanência de Gleisi Hoffmann na presidência do PT e longe do comando de alguma pasta. Segundo o presidente, 80% das pastas já estão estruturadas em sua cabeça.

A declaração foi dada durante conversa com a imprensa na chegada do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede do governo de transição. Ele estava acompanhado da presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann.

“Vou ser diplomado no dia 12. Depois que eu for presidente da República, reconhecido, eu vou escolher o meu ministério. Eu já tenho 80% do ministério na cabeça, mas não quero construir um ministério para mim. Quero construir para as forças que ganharam as eleições”, disse.

Redação: Metro1 | Informações: G1