Exames de imagem ajudam a detectar contusões e a direcionar tratamentos mais assertivos.

A lista dos benefícios que a prática de esportes traz para saúde é grande. Aumento do condicionamento físico; redução do colesterol, hipertensão e glicose; estímulo das atividades cognitivas; e diminuição do estresse são alguns deles. Embora os exercícios físicos estejam relacionados à vida saudável, exagerar ou se exercitar de forma incorreta pode gerar lesões.

Segundo o médico radiologista especialista em musculoesqueleto da Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem (FIDI), Dr. Marcos Cohen, praticar atividades físicas requer orientação de um profissional de educação física e respeitar os limites do corpo.

“Qualquer pessoa está suscetível uma lesão ao praticar uma atividade física, como corrida, musculação, futebol e outros esportes. As causas dessas lesões geralmente estão associadas a movimentos equivocados, quedas e pancadas durante a prática esportiva. É fundamental consultar um especialista médico quando perceber algum sinal diferente no corpo, como dor”, explica.

Para diagnosticar essas lesões, os exames de imagem são ferramentas-chave para identificar a gravidade, e ajudar na definição do melhor tratamento. Exames como a ressonância magnética e a ultrassonografia são os mais comuns, por determinarem, com grande precisão, a graduação e a extensão das contusões sofridas pelos pacientes.

“É a partir desse ponto que especialistas podem e solicitar novos exames ao longo do tempo. Com os exames é possível acompanhar a evolução do quadro e revisar o tratamento definido anteriormente caso o quadro clínico do paciente não esteja evoluindo conforme o esperado”, complementa o médico.

Antes de iniciar uma atividade física, é importante procurar orientação de um especialista e fazer todos os exames para avaliar as condições do corpo.

ASCOM – FIDI