Revelar mulheres capoeiristas com talentos em composição e interpretação de cantigas da Capoeira, este é o objetivo do Festival de Música Maria Felipa (FMMF), que após diversas etapas chega a fase final na cidade de Irará (BA). O evento acontece nos dias 8 e 9 de julho, na sede do Movimento Cultural Viva Irará, no Mercado Municipal e na Praça Pedro Nogueira, aberto ao público. O festival será transmitido ao vivo no canal de Youtube do Movimento Mulher na Capoeira tem Axé.

O Festival que surgiu com a intenção de incentivar mulheres capoeiristas a criarem as suas próprias composições, tocarem instrumentos e conhecerem todos os ritmos cantados nas rodas, reforça a importância de utilizar ferramentas de resistência, da arte da capoeira e da presença feminina neste segmento cultural. “É comum as capoeiristas mulheres se sentirem intimidadas em cantar e apresentar as suas composições, pois essas são artes dominadas tradicionalmente pelos homens na capoeira”, argumenta a Mestra Nzinga (Cris Anjos), capoeirista e uma das organizadoras do evento.

Etapas – A primeira fase do Festival ocorreu em março de 2020, no Pelourinho em Salvador classificando 05 candidatas, além de participantes da Região Metropolitana a etapa contou com a participação de mulheres capoeiristas de mais quatro territórios de identidade da Bahia:  Portal do Sertão, Sisal, Recôncavo e Litoral Norte Agreste Baiano. Devido a pandemia da Covid19 a segunda fase ocorreu em maio de 2022 na cidade de Feira de Santana, classificando mais 05 candidatas, completando o total de 10 finalistas.

Na final serão premiadas três candidatas (compositoras), que além de troféus recebem também prêmios no valor de R$1 mil reais, para campeã, R$600 reais para segunda colocada e R$400 reais para terceira colocada, e terão ainda a oportunidade de gravar suas músicas em estúdio, resultando no lançamento do EP que ficará disponível para download nas principais plataformas digitais. As dez finalistas do festival também participarão da gravação do EP.

Além da parte musical, o evento conta com mesa de diálogos, oficinas, exposição fotográfica, feira de empreendedorismo e claro a tradicional roda de Capoeira e encerra com homenagens e shows de samba de roda.

O Festival de Música Maria Felipa é uma iniciativa do Coletivo Mulher na Capoeira tem Axé, criado em 2014 com o objetivo de fortalecer a presença das mulheres na capoeira, e do Movimento Cultural Viva Irará, organização que atua na preservação e difusão da cultura do município de Irará, no território Portal do Sertão. O evento conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer de Irará, do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural do Estado da Bahia (IPAC/BA), autarquia vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBa).

Confira a programação do evento:

08 de julho de 2022 – Sexta feira

19h30 Abertura – “Cordelizando a Capoeira”

20h Mesa: “Andanças Capoeira da Bahia: Políticas Culturais e a Salvaguarda”

Com Roberto Martins – Secretário Municipal de Cultura de Irará, João Carlos Oliveira – Diretor Geral do IPAC/BA, Professor Corró [CMC] e Mestre Macaco – Vice-presidente do Conselho Gestor da Capoeira.

Mediação: Mestra Nzinga.

21h30 Encerramento

09 de julho de 2022 – Sábado 

08h – Café Receptivo

09h – Oficina Capoeira Regional – Professora Pimenta

10h às 11h30 – Roda de Capoeira aberta

12h – AJEUM

13h30 – Oficina de Confecção de Berimbau – Professor Maskarado

14h30 – Roda de Conversa “Que Ginga é essa: Ancestralidade Preta”

16h30 – Roda de capoeira: Mulher tem Axé

17h30 – Intervenção Cultural: Grito de Libertação

19h – Pocket Show Maria Felipa

19h30 – Apresentação das Finalistas

20h45 – Vai ter Fuá – Homenagem In Memoriam Mestre Kako

21h25 – Resultado das premiadas

21h30 – Grupo de Samba de Roda Espermacete

22h30 – O Bando do Padim Vô

Durante todo o evento haverá Exposição Fotográfica “Mulher na Roda” e Feira Empreender Capoeira.

ASCOM