Morreu na quinta-feira, dia 04, o jornalista, advogado e ex-superintendente do jornal A Tarde, Renato Simões, aos 96 anos. A informação foi divulgada por familiares no fim da noite de ontem. Filho de Ernesto Simões, fundador do jornal baiano, Renato morreu de causas naturais, em sua casa no Rio de Janeiro. O velório, seguido de cremação, acontece nesta sexta-feira, dia 05, das 13h às 15h30, no Crematório e Cemitério da Penitência, no bairro do Caju, também no Rio.

Simões foi superintendente de A Tarde entre 1957 e 2012, quando assumiu a presidência do Conselho de Administração do grupo de comunicação. Em seguida recebeu o título de presidente de honra. Ele era tio-avô do atual presidente de jornal, João de Mello Leitão.

A liberdade de imprensa foi uma causa que despertou o ativismo do jornalista, que integrou as direções da Associação Nacional de Jornais (ANJ) e Associação Baiana de Imprensa (ABI).

Metro1