Um artista plástico e cientista que marcou para sempre a história da humanidade. Assim foi o italiano Leonardo da Vinci. Em 2019, 500 anos após sua morte, a exposição ‘O Gênio dos Gênios’ presta uma homenagem a da Vinci por meio de 60 réplicas de suas obras, construídas pelo engenheiro Thales de Azevedo Filho. Pinturas e invenções estão em cartaz até 29 de setembro, no Palacete das Artes, no bairro da Graça, em Salvador.

A mostra é uma oportunidade de conhecer a trajetória do gênio a partir de suas pinturas, incluindo a Mona Lisa e a Última Ceia, e invenções como as diversas criações náuticas, as máquinas de guerra (como o canhão e a catapulta), os instrumentos de aviação (como a asa delta, o helicóptero e o paraquedas), entre outras invenções que transformaram arte, ciência e tecnologia.

A entrada para a exposição é gratuita. O Palacete das Artes funciona de terça à sexta, das 13h às 19h. Aos sábados, domingos e feriados, o espaço abre das 14h às 18h.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Reportagem: Lina Magalí