O Partido Republicano da Califórnia, nos EUA, admitiu ter instalado urnas próprias “em todo o estado”. As autoridades eleitorais disseram ter enviado uma ordem judicial para que os republicanos removam as urnas “informais e não autorizadas”, mas eles se recusam.

O porta-voz do Partido Republicano no estado, Hector Barajas, diz que as leis da Califórnia permitem que terceiros recolham e entreguem votos com o consentimento do eleitor, uma prática que os republicamos chamam de “colheita de votos”.

O Procurador-Geral da Califórnia, Xavier Becerra, entretanto, postou nesta segunda-feira (12), em seu perfil no Twitter que o Partido Republicano da Califórnia e o de condados do estado “devem cessar e desistir da coordenação, uso ou promoção de caixas falsas de depósito de votos”.

Metro1