Com receio de variante da covid, França suspende voos ligados ao Brasil

Com receio de variante da covid, França suspende voos ligados ao Brasil - mundoFoto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

O primeiro-ministro da França, Jean Castex, anunciou nesta terça, dia 13, a suspensão de todos os voos ligados ao Brasil por conta de preocupações com a variante da Covid-19 surgida em Manaus.

“Constatamos que a situação se agrava e decidimos, portanto, suspender, até um novo aviso, todos os voos entre Brasil e França”, avisou Castex. A cepa, chamada de P1, tem uma possível relação com uma maior transmissibilidade e letalidade do vírus.

Em março, o ministro da Saúde francês, Antoine Flahaut, informou que 6% dos casos de coronavírus no país foram diagnosticados como mutações do Brasil e da África do Sul. Desde o início da pandemia na França, foram registrados 5,1 milhões de infecções confirmadas e 99 mil óbitos pela doença.

Metro1

Variante britânica da Covid-19 não causa doença mais grave, diz estudo

Variante britânica da Covid-19 não causa doença mais grave, diz estudo - mundoImage by Gerd Altmann from Pixabay

Em artigo publicado no boletim The Lancet Infectious Diseases, foram analisados 341 doentes admitidos no hospital do University College e no hospital da Universidade de North Middlessex em novembro e dezembro passado. A conclusão foi que os infectados com a variante não ficaram doentes com maior gravidade, mas a carga viral foi superior.

Em outro estudo, divulgado na publicação The Lancet Public Health, analisaram-se dados submetidos à aplicação Covid Symptom Study entre setembro e dezembro de 2020, que foram cruzados com as análises genéticas regionais conduzidas pelas autoridades de saúde britânicas destinadas a detectar a presença de variantes. “A análise revelou que não há associações estatisticamente significativas entre a proporção da B.1.1.7. entre regiões e os tipos de sintomas que as pessoas tiveram”, concluíram os pesquisadores.

Além disso, a proporção de pessoas que tiveram casos prolongados de covid-19, com sintomas persistentes, não foi alterada pela presença da variante. No entanto, os autores concluíram que o índice de transmissibilidade (Rt) é 1,35 vez superior na variante B.1.1.7. A pesquisadora Britta Jewel, do Imperial College, comentou que o estudo contribui para o consenso de que a B.1.1.7. aumenta a transmissibilidade, o que levou, em grande parte, ao aumento exponencial de casos no Reino Unido e em outros países europeus.

Metro1

Índia passa Brasil e é 2º país com mais casos de Covid-19 no mundo

Índia passa Brasil e é 2º país com mais casos de Covid-19 no mundo - mundoPrimeiro-ministro da República da Índia | Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

Após a Índia registrar um recorde de 168.912 infecções pela Covid-19 em um dia, o país ultrapassou o Brasil nesta segunda-feira, dia 12, e agora é o segundo país com maior número de casos confirmados da doença. Os Estados Unidos continuam em primeiro lugar.

No entanto, na comparação proporcional entre os três países, levando em conta o tamanho das populações, o Brasil apresenta o pior cenário, com média móvel de casos diários por milhão de habitantes de 334, 07. Em segundo lugar, vêm os EUA (211,6) e a Índia (97,17) em terceiro.

Metro1

Egito exige US$ 1 bilhão para liberar navio que encalhou no Suez

Egito exige US$ 1 bilhão para liberar navio que encalhou no Suez - mundoImagem Ilustrativa by Paul Brennan from Pixabay

Autoridades do Egito cobram o pagamento de uma multa de pelo menos US$ 1 bilhão (cerca de R$ 5,7 bilhões) para liberar o Ever Given. Com cerca de 18 mil contêineres a bordo, o cargueiro encalhou no Canal de Suez em 23 de março, obstruindo o fluxo na região. Mas de 400 embarcações ficaram esperando o problema ser resolvido e apenas em 3 de abril o canal voltou a normalidade.

Osama Rabie, presidente da Autoridade do Canal de Suez (SCA, na sigla em inglês), argumentou em entrevista a uma emissora estatal que o Egito vai reter o navio enquanto investiga as causas do incidente. A embarcação está no Grande Lago Amargo, uma área mais larga que divide o canal entre os trechos sul e norte.

Segundo a SCA, a estimativa dos prejuízos causados após a embarcação encalhar e interromper o fluxo é de pelo menos US$ 95 milhões (cerca de R$ 541 milhões) apenas em taxas de uso do canal perdidas depois que diversos outros navios desviaram a rota e para África do Sul. Há também os custos da operação de desencalhe e outras despesas para serem reembolsados.

R7

Príncipe Harry chega ao Reino Unido dois dias após a morte do avô príncipe Philip

Príncipe Harry chega ao Reino Unido dois dias após a morte do avô príncipe Philip - mundoFoto: Joe Pugliese/ Harpo Productions

O príncipe Harry está de volta ao Reino Unido. Harry, 36 anos, chegou neste domingo, dia 11, da Califórnia, onde vive com sua esposa Meghan Markle e seu filho Archie, que fará 2 anos em 6 de maio.

É a primeira vez que Harry visita o seu país em mais de um ano. É também a primeira vez que ele verá membros da Família Real desde que a entrevista que ele e Meghan deram a Oprah Winfrey foi ao ar no mês passado.

Ele deve passar um tempo em quarentena antes de comparecer ao funeral do Duque de Edimburgo no sábado. Apenas 30 pessoas comparecerão à cerimônia, de acordo com os rígidos limites do país para reuniões de grupo. Meghan, que está esperando seu segundo filho, uma menina, não acompanhou o marido.

G1/ Monet

Morte do príncipe Philip marca o fim do casamento mais duradouro da coroa britânica

Morte do príncipe Philip marca o fim do casamento mais duradouro da coroa britânica - mundoFoto: Omar Camilleri/ Doi/ Fotos Públicas

A morte do príncipe Philip, na sexta-feira, dia 09, marcou o fim do casamento mais duradouro da coroa britânica. Ao lado da rainha Elizabeth II, Philip aproximou a monarquia dos súditos e cumpriu com diligência seu papel institucional ao longo de mais de sete décadas.

Quando quase 90% da população britânica nasceu, Philip já era marido da rainha. Bandeiras a meio mastro em todo país sinalizam um vazio, como se Elizabeth II tivesse perdido uma metade. Foram 73 anos de casados.

Antes de se casar com a futura rainha britânica, Philip teve que renunciar à cidadania grega e se naturalizar britânico; abandonou a Igreja Ortodoxa grega e virou anglicano. Ele abriu mão dos títulos da Grécia para ganhar os do Reino Unido – mas seria mais conhecido como “o marido da rainha”.

G1

Marido de Elizabeth II, príncipe Philip morre aos 99 anos

Marido de Elizabeth II, príncipe Philip morre aos 99 anos - mundoFoto: Omar Camilleri/ Doi/ Fotos Públicas

O príncipe Philip, marido da Rainha Elizabeth II, morreu na manhã desta sexta-feira, dia 09, aos 99 anos, conforme comunicado anunciado pelo palácio de Buckingham.

A família real anunciou que a morte aconteceu no Castelo de Windsor, pela manhã, de causas naturais. Duque de Edimburgo, ele tinha o recorde de longevidade de todos os consortes ingleses.

Philip serviu à Marinha durante a Segunda Guerra, e sua aposentadoria como figura pública foi anunciada em maio de 2017. No mês passado, ele havia sido internado na Inglaterra com problemas cardíacos.

Metro1

Tribunal europeu decide que vacinação pode ser obrigatória

Tribunal europeu decide que vacinação pode ser obrigatória - mundoImagem de LuAnn Hunt do Pixabay

O Tribunal Europeu de Direitos Humanos decidiu nesta quinta-feira, dia 08, que a vacinação pode ser obrigatória no continente e a política de saúde pública da República Tcheca “não viola a convenção europeia dos direitos humanos nem o direito ao respeito da vida privada”.

O pronunciamento foi uma resposta à demanda de pais de crianças que foram rejeitadas por creches na República Tcheca por não estarem vacinadas. O país obriga a vacinação dos menores contra nove doenças, incluindo difteria, tétano, hepatite B e sarampo.

Foi a primeira vez que a corte europeia de direitos humanos se pronunciou sobre a vacinação obrigatória contra doenças infantis.

Metro1

Polícia da Califórnia foi acionada 9 vezes por tentativa de invasão à casa do Príncipe Harry

Polícia da Califórnia foi acionada 9 vezes por tentativa de invasão à casa do Príncipe Harry - mundoFoto: Royal.uk/ Fotos Públicas

O príncipe Harry e a esposa, Meghan Markle, vem enfrentando problemas de segurança desde que deixou de forma definitiva a família Real. De acordo com a polícia da Califórnia, o casal já sofreu nove tentativas de invasão a nova casa nos Estados Unidos, desde junho de 2020.

A corporação afirma que do total de ligações, duas aconteceram em decorrência de tentativas de invasões na época d Natal, e as outras foram descobertas pela ativação do alarme de segurança. O registro mais recente foi feito no dia 16 de fevereiro deste ano. Os representantes do casal não quiseram comentar o caso.

Desde a entrevista à Oprah Winfrey, o casal vem sofrendo ameaças de morte. Segundo a imprensa internacional, Meghan, que espera o segundo filho do casal, uma menina, teria enviado cartas implorando à família de Harry que não tirassem seus oficiais de proteção pessoal, por medo do que poderia acontecer.

Bahia.Ba

Agência europeia mantém recomendação para vacina de Oxford

Agência europeia mantém recomendação para vacina de Oxford - mundo, cienciaFoto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA), manteve a recomendação de uso da vacina produzido pela Oxford/Astrazeneca. O órgão afirmou que os coágulos sanguíneos sofridos por algumas pessoas vacinadas com o imunizante contra a Covid-19 devem ser considerados um efeito colateral “muito raro”.

A EMA ainda aponta “uma possível ligação com casos muito raros de coágulos sanguíneos incomuns, juntamente com níveis baixos de plaquetas sanguíneas”. Para a agência, o balanço entre riscos e benefícios permanece “positivo”.

No Brasil, a vacina já teve o uso emergencial aprovado por unanimidade pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em janeiro. Em março,o imunizante recebeu também o registro definitivo no país. O processo envolveu uma série de testes de segurança e eficácia que atestaram a sua qualidade.

Metro1

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto é celebrado nesta quarta, 07

Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto é celebrado nesta quarta, 07 - mundoImage by larahcv from Pixabay

Nesta quarta-feira, dia 07, é feriado nacional em Israel. Dia de Yom Hashoá. A data é dedicada à lembrança das vítimas do Holocausto, perpetrado pelos nazistas e seus colaboradores durante a Segunda Guerra Mundial. Chamada de Yom HaShoá VehaGvurá (Dia do Holocausto e do Heroísmo), a data também celebra o espírito de resistência de todos os judeus que pegaram em armas para combater as tropas nazistas, mesmo sabendo que não tinham chances de vencer ou sobreviver. O episódio mais famoso é o levante do Gueto de Varsóvia, que começou em abril de 1943, quando os nazistas decretaram a liquidação do gueto judaico na capital polonesa e iniciaram o envio de seus habitantes para os campos de extermínio, como o de Treblinka.

Por este motivo, a data inicial proposta para celebrar o feriado foi o dia 15 do mês hebraico de Nissan, dia no calendário judaico que marcou o início da revolta no gueto. Mas a proposta foi rejeitada devido ao fato de coincidir com o primeiro dia de Pessach, a Páscoa judaica. O feriado, aprovado como lei por David Ben Gurion, em 1959, foi estabelecido no 27º dia de Nissan, por se antecipar em oito dias aos festejos de Iom Haatzmahut (Dia da Independência de Israel), em uma analogia da tragédia e da redenção do povo judeu após o Holocausto.

No Iom Hashoá, as sirenes soam por dois minutos e os israelenses param tudo o que estão fazendo em homenagem às vítimas do nazismo. O ato central do feriado se realiza no Memorial Yad Vashem, em Jerusalém, que além de museu e monumentos, concentra um dos maiores arquivos do mundo de imagens e textos sobre o Holocausto.

Metro1

Fundador da Amazon, Jeff Bezos é considerado homem mais rico do mundo pela quarta vez consecutiva

Fundador da Amazon, Jeff Bezos é considerado homem mais rico do mundo pela quarta vez consecutiva - mundo, economiaFoto: Tiberio Barchielli/ Palazzo Chigi/ Fotos Públicas

Pelo quarto ano consecutivo, o bilionário Jeff Bezos, fundador da Amazon, foi considerado o homem mais rico do mundo pela revista Forbes em lista divulgada nesta terça-feira, dia 06. Sua fortuna é avaliada em US$ 177 bilhões.

Já o CEO da Tesla e da Space X, Elon Musk, disparou da 31ª posição em 2020 para 2ª este ano, com bens avaliados em US$ 151 bilhões. De acordo com a revista, ao todo, esses bilionários somam US$ 13,1 trilhões em 2021. Em 2020, foram registrados US$ 8 trilhões.

A lista expandiu durante a pandemia da Covid-19, mas os Estados Unidos ainda concentra a maior parte dos ultrarricos, com 724, seguidos pela China (incluindo Hong Kong e Macau) com 698.

Metro1

Fome no mundo pode aumentar com forte alta de preços dos alimentos, aponta FMI

Fome no mundo pode aumentar com forte alta de preços dos alimentos, aponta FMI - mundo, economiaImage by Pexels from Pixabay

O aumento dos preços dos alimentos e das matérias-primas, combinado com a perda de renda pela pandemia de Covid-19, levará mais pessoas a morrerem de fome no mundo, advertiu o Fundo Monetário Internacional (FMI) no relatório “Perspectivas da economia mundial”, divulgado nesta terça-feira, dia 06.

“Sem medidas de intervenção, a queda da renda em 2020 e o aumento dos preços dos alimentos levarão 62 milhões de pessoas a passar fome no mundo, ou seja, quatro milhões a mais”, diz o relatório.

“A pandemia da Covid-19 corre o risco de apagar décadas de progresso contra a desnutrição em todo mundo”, alerta o informe.

Metro1

Após negar que entregadores urinam em garrafas, Amazon volta atrás e pede desculpas

Após negar que entregadores urinam em garrafas, Amazon volta atrás e pede desculpas - mundoImage by Preis_King from Pixabay

Depois de negar que funcionários responsáveis por entregas urinavam em garrafas de plástico durante o serviço, a Amazon voltou atrás e pediu desculpas pelas declarações dadas. A gigante do ecommerce explicou que sua declaração anterior foi incorreta porque não consideravam todo o grupo de profissionais da empresa que estão atuando na pandemia de Covid-19.

A resposta anterior teria focado incorretamente somente nos profissionais que trabalham em centros de distribuição, que contam com dúzias de banheiros e podem usá-los a qualquer momento, mas não em motoristas que relatam dificuldades em encontrar sanitários por causa do trânsito ou das áreas rurais.

De acordo com a Amazon, a situação se agravou com a pandemia, quando muitos banheiros públicos foram fechados. Disse ainda que o problema atinge todo o setor e prometeu procurar soluções.

Bahia.Ba

Presidente da Rússia sanciona lei que pode mantê-lo no poder até 2036

Presidente da Rússia sanciona lei que pode mantê-lo no poder até 2036 - politica, mundoFoto: Kremlin/ Fotos Públicas

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, sancionou a reforma constitucional, nesta segunda-feira, dia 05, que permite que ele mesmo possa concorrer às eleições presidenciais por mais duas vezes. Com isso, Putin pode permanecer no poder até 2036.

A lei foi aprovada pelo parlamento no fim de março. A reforma ainda altera algumas regras para quem deseja lançar candidatura à presidência no país.

A partir de agora, o candidato deve ter pelo menos 35 anos, ter residido por pelo menos 25 anos no país e não pode ter ou ter tido cidadania ou autorização de residência em outro país.

Bahia.Ba

Por medo de variantes, Bolívia fecha fronteiras com Brasil por sete dias

Por medo de variantes, Bolívia fecha fronteiras com Brasil por sete dias - mundo, brasilImage by Michael Christen from Pixabay

O presidente da Bolívia, Luis Arce, anunciou nas redes sociais que as fronteiras com o Brasil serão fechadas por sete dias a partir da 0h da próxima sexta-feira, dia 02. O anúncio foi confirmado pelo ministro da Saúde, Jeyzon Auza, em uma coletiva de imprensa.

“No marco das medidas para proteger a população, instruímos o fechamento temporário das fronteiras com o Brasil, por sete dias. Os Ministérios da Saúde, do Governo da Bolívia e das Relações Exteriores providenciarão o fechamento temporário de outros pontos, com base na situação epidemiológica”, escreveu o presidente em sua conta do Twitter.

O objetivo das medidas é prevenir a entrada da variante do coronavírus identificada em Manaus, chamada de P.1. Além do fechamento, uma espécie de lockdown deve ser feito nas cidades fronteiriças.

Metro1

Voltar à página inicial