Cuba aprova casamento LGBT e barriga de aluguel em votação popular

Cuba aprova casamento LGBT e barriga de aluguel em votação popular - politica, mundoImagem de Talpa por Pixabay

Foi aprovada, em votação popular realizada neste domingo, dia 25, uma nova legislação que legaliza o casamento LGBTQIA+, a barriga de aluguel, entre outras coisas.

O referendo foi o terceiro realizado no país em mais de 60 anos de regime. Segundo o Conselho Eleitoral, o projeto foi aprovado com 66% dos votos. Ele já está em vigor, no lugar de uma lei de 1975.

A nova legislação define o casamento como a união “entre duas pessoas” e permite o reconhecimento de pais e mães além dos biológicos, assim como a barriga de aluguel e agrega outros direitos a crianças, idosos e pessoas com deficiência.

Metro1

15 pessoas são mortas em ataque à escola na Rússia

15 pessoas são mortas em ataque à escola na Rússia - mundoFoto: Antônio Cruz/ Agência Brasil

Com uma camiseta com o símbolo nazista da suástica, um atirador matou, nesta segunda-feira, dia 26, 15 pessoas, 11 delas são crianças, na Rússia. Outras 24 pessoas ficaram feridas, sendo só duas delas adultos.

As autoridades identificaram o agressor como um homem que tinha sido aluno do colégio invadido. O crime ocorreu em Ijevsk, capital da região da Udmúrtia, cerca de 970 quilômetros a leste de Moscou.

Um vídeo divulgado pelos investigadores mostra o corpo do atirador no chão de uma sala de aula, ao lado de manchas de sangue.

Metro1

Referendo russo é realizado em regiões separatistas da Ucrânia

Referendo russo é realizado em regiões separatistas da Ucrânia - mundo, guerraFoto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

As regiões ucranianas de Donetsk e Luhansk iniciam, nesta sexta-feira, dia 23, consultas populares sobre a anexação das áreas à Rússia. Moradores das áreas ocupadas por forças russas e suas milícias aliadas terão até a próxima terça-feira, dia 27, votar no referendo.

Os referendos ocorrem após uma contra ofensiva ucraniana no campo de batalha que levou a Rússia a perder territórios no nordeste da Ucrânia. O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, declarou que essa é uma oportunidade para o povo decidir seu destino.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assegurou que os referendos não terão efeito sobre a ação que tem sido feita para expulsar os soldados russos. Ele prometeu ainda “liquidar” a “ameaça russa”.

Metro1

Presidente da Nicarágua tira canal da CNN do ar

Presidente da Nicarágua tira canal da CNN do ar - mundoFoto: Reprodução/ CNN en Español

Sob comando de Daniel Ortega, o governo da Nicarágua retirou da TV o canal da CNN en Español nesta quinta-feira, dia 22. Segundo informações da CNN Brasil, até então não foi informado o motivo da remoção do sinal da emissora no país.

“Na CNN en Español, acreditamos no papel vital que a liberdade de imprensa desempenha em uma democracia saudável. Hoje, o governo da Nicarágua desativou nosso sinal de televisão, negando aos nicaraguenses notícias e informações de nossa rede, na qual eles confiam há mais de 25 anos”, declarou a emissora, por meio de nota.

Sem o sinal na TV, a CNN en Español informou que “continuará cumprindo sua responsabilidade com o público nicaraguense” e anunciou que irá manter a programação por meio da internet, através do site CNNEspanol.com. “A CNN defende as reportagens de nossa rede e reafirma seu compromisso com a verdade e a transparência”, concluiu. (mais…)

Putin ordena mobilização de soldados e ameaça guerra nuclear

Putin ordena mobilização de soldados e ameaça guerra nuclear - mundo, guerraFoto: Alan Santos/ PR

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, determinou pela primeira vez a mobilização de até 300 mil reservistas para lutar na Guerra da Ucrânia, uma protelada admissão de que sua campanha de 210 dias para subjugar o vizinho não vai como esperado. Em pronunciamento pré-gravado na TV nesta manhã (madrugada no Brasil), o russo disse também que irá proteger as populações de território ocupados que pretende anexar após referendos a serem feitos em quatro regiões ucranianas no leste e no sul do país a partir de sexta, dia 23.

E que está disposto fazer isso com armas nucleares contra os EUA e aliados que apoiam Kiev. Segundo o presidente, a Rússia enfrenta 1.000 km de linhas de frente contra o Ocidente na Ucrânia —uma referência ao fato de que os EUA e aliados forneceram bilhões de dólares em armas e inteligência a Kiev. “Na sua política agressiva antirrussa, o Ocidente cruzou todas as linhas”, disse Putin.

“Chantagem nuclear tem sido usada, e não estamos falando apenas do bombardeio da usina de Zaporíjia. Mas também de pronunciamentos de altos representantes da Otan sobre a possibilidade de usarem armas de destruição em massa contra a Rússia”, afirmou o líder —no domingo, dia 18, o presidente americano Joe Biden havia alertado o russo a não usar a bomba, insinuando reação proporcional. (mais…)

Ucrânia desliga maior usina nuclear da Europa

Ucrânia desliga maior usina nuclear da Europa - mundoImagem Ilustrativa de Markus Distelrath por Pixabay

A Ucrânia anunciou o desligamento, neste domingo, dia 11, do último dos seis reatores que ainda estava em operação na usina nuclear de Zaporíjia, atualmente ocupada por tropas russas. A planta foi desconectada da rede elétrica e deixa de gerar eletricidade, por questões de segurança.

A maior usina nuclear da Europa foi tomada por forças russas nos primeiros dias de sua invasão ao país vizinho, e vem sendo palco de violentos combates após investidas das tropas locais para tentar retomar o controle da usina. O desligamento foi possível após o restabelecimento no fornecimento de eletricidade à usina, que havia sido cortado na segunda-feira, dia 05, devido a combates na região.

A operação para desligamento da usina ocorreu poucos dias após a divulgação do relatório dos inspetores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) sobre as condições do local. Inspeção feita pela missão da ONU alertou para ameaças à segurança que poderiam resultar em vazamentos de radiação, após relatarem “danos extensivos” em algumas estruturas.

Redação: Metro1 | Informações: G1

Reino Unido determina “período de luto real” por até sete dias após funeral da rainha

Reino Unido determina "período de luto real" por até sete dias após funeral da rainha - mundoFoto: José Dias/ PR

O palácio de Buckingham informou nesta sexta-feira, dia 09, que o rei Charles III solicitou que um “período de luto real seja observado a partir de agora até sete dias após o funeral da rainha Elizabeth II”.

“O luto real será observado por membros da Família Real, funcionários da Casa Real e representantes da Casa Real em deveres oficiais, juntamente com tropas comprometidas com deveres cerimoniais”, disse o palácio em comunicado.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Metro1

Pelé relembra encontros com Elizabeth II e diz que seu “legado durará para sempre”

Pelé relembra encontros com Elizabeth II e diz que seu "legado durará para sempre" - noticias, mundo, celebridade, esporteFoto: Rener Pinheiro/ CBF

Em meio às manifestações pela morte da rainha Elizabeth II, aos 96 anos, uma delas veio de Pelé. O rei do futebol usou suas redes sociais para prestar solidariedade aos ingleses. O ex-jogador compartilhou uma foto do dia em que ela esteve no Maracanã e o viu marcar seu gol de número 900.

“Sou um grande admirador da Rainha Elizabeth II desde a primeira vez que a vi pessoalmente, em 1968, quando ela veio ao Brasil testemunhar nosso amor pelo futebol e conheceu a magia do Maracanã lotado”, escreveu Pelé, que ainda lembrou de outro encontro que os dois tiveram, anos mais tarde.

Em 1997, o Rei foi condecorado com a Ordem de Cavaleiro do Império Britânico, uma honraria equivalente ao título de ‘Sir’ para aqueles que são britânicos.

Metro1

Charles III assume o trono aos 73 anos

Charles III assume o trono aos 73 anos - noticias, mundoFoto: José Dias/ PR

Com a morte da Rainha Elizabeth II, nesta quinta-feira, dia 08, quem assume o trono é príncipe Charles. Primogênito da monarca, ele ocupa o trono após o reinado mais longo da história do Reino Unido, que durou mais de sete décadas. Ele já fez seu primeiro pronunciamento. “A morte da minha querida mãe, a majestade a rainha, é um momento de grande tristeza para mim e para os membros da minha família”, Charles em comunicado.

Ele tem 73 anos e é o monarca mais velho a iniciar um reinado. Ele já vinha assumindo aos poucos as funções da mãe, com o avanço da idade da mãe. Por ser o primogênito, Charles era o primeiro na linha de sucessão ao trono. Depois dele, está o seu filho mais velho, o príncipe William; na sequência, vem primogênito de William, o príncipe George. Agora, o novo rei deve participar de uma audiência com a primeira-ministra e realizar um pronunciamento à nação, além de viajar pelo Reino Unido.

Charles tinha apenas 3 anos quando sua mãe assumiu o trono, após o falecimento do avô, o Rei George VI. Aos 9 anos, ele se tornou príncipe de Gales, título tradicional do herdeiro do trono britânico. Ele também herdou outros títulos de seus pais, como Duque da Cornualha e Duque de Edimburgo. Ao assumir o trono do Reino Unido, o herdeiro pode escolher como ser chamado. Segundo os ritos oficiais, Charles tinha duas opções. A primeira, seguir o caminho tradicional e assumir o título de rei Charles III. Ele também poderia ter adotado um novo “título real”, optando por rei George VII, seu último nome, por exemplo.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: G1

Rainha Elizabeth morre, aos 96 anos, na Escócia

Rainha Elizabeth morre, aos 96 anos, na Escócia - noticias, mundoImagem de WikiImages por Pixabay

A Rainha Elizabeth II faleceu aos 96 anos de idade. A monarca, que ocupou o trono britânico por mais de sete décadas e foi uma das monarcas mais longevas da história, deve ser sucedida pelo filho mais velho, o príncipe Charles, de 73 anos. Na quinta-feira, dia 08, o Palácio de Buckingham emitiu um comunicado falando sobre o estado de saúde delicado da monarca. Na ocasião, Membros da família real foram chamados para ir ao palácio de Balmoral, na Escócia, residência de férias onde Elizabeth II estava há mais de uma semana.

Elizabeth Alexandra Mary, conhecida a partir de 1952 como rainha Elizabeth II, nasceu em Londres, no dia 21 de abril de 1926. Ele era filha de Albert Frederick Arthur George, o duque de York, e de Lady Elizabeth Bowes-Lyon. Durante o nascimento de Elizabeth, o rei do Reino Unido era Jorge V, e seu pai, o duque de York, era o segundo na linha de sucessão ao trono inglês.

Elizabeth virou herdeira direta do trono quando seu tio, Eduardo VIII, abdicou do trono para casar-se com uma norte-americana divorciada chamada Wallis Simpson. Com isso, Elizabeth tornou-se a herdeira imediata ao trono britânico. No entanto, como mencionado, se seu pai tivesse um filho, este tomaria seu lugar na linha de sucessão. Quando seu pai foi coroado rei do Reino Unido, Elizabeth tinha apenas 10 anos de idade.

Metro1

Com 57,4% dos votos, Liz Truss é a nova primeira-ministra do Reino Unido

Com 57,4% dos votos, Liz Truss é a nova primeira-ministra do Reino Unido - politica, mundoFoto: Reprodução/ YouTube - AFP Português

Liz Truss foi anunciada nesta segunda-feira, dia 05, como a nova chefe do Partido Conservador britânico e, por consequência, nova primeira-ministra do Reino Unido. Ela teve mais de 81 mil votos válidos (57,4%), enquanto Rishi Sunak teve pouco mais de 60 mil (42,6%).

Admiradora da primeira-ministra Margaret Thatcher, a quem interpretou quando criança em uma peça no colégio, Elizabeth “Liz” Truss espera agora seguir seus passos como a terceira mulher a chefiar o governo no Reino Unido. Ela ficará a frente do país até as próximas eleições, previstas para 2024.

Ela venceu Rishi Sunak na última fase da eleição interna do Partido Conservador. Sunak foi ministro da economia do governo de Boris Johnson, é descendente de indianos e deixou uma lucrativa carreira em finanças, que incluiu passagens pelo Goldman Sachs e pelo fundo de hedge TCI, para se tornar parlamentar em 2015.

G1

Brasileiro tenta matar vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner

Brasileiro tenta matar vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner - politica, mundoFoto: Reprodução/ Vídeo

Um brasileiro de 35 anos tentou assassinar a vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, na noite desta quinta-feira, dia 1°, quando ela chegava com sua comitiva e escolta ao elegante bairro da Recoleta, na Zona Norte de Buenos Aires.

As gravações mostram Cristina se aproximando de uma multidão que a esperava em apoio quando de repente um homem puxa algo e ela se esquiva rapidamente. Imediatamente seus guarda-costas se jogam em cima do agressor, ajudado pela militância que estava no local.

Minutos depois, o Ministério da Segurança Pública informou que o indivíduo que tentou matar Cristina é um brasileiro, que segue preso para ser interrogado. Ele já tinha sido preso em março deste ano por porte ilegal de arma na Argentina.

Bahia.Ba

Morre Mikhail Gorbachev, ex-líder da União Soviética

Morre Mikhail Gorbachev, ex-líder da União Soviética - politica, mundoImagem de Victoria_Borodinova por Pixabay

Morreu nesta terça-feira, dia 30, o último líder da União Soviética, Mikhail Gorbachev, o político que encerrou a Guerra Fria.

A informação foi divulgada por agências de notícias russas, citando funcionários de um hospital. Gorbachev chegou a receber o Prêmio Nobel da Paz em 1990, mas muitos russos o acusavam de ter iniciado ousadas reformas de aberturas no estado que levaram ao colapso soviético.

O ex-líder nasceu em 2 de março de 1931 em Stravropol, na Rússia, filho de uma família de imigrantes russo-ucranianos.

Metro1

Papa Francisco empossa 20 novos cardeais; dois são brasileiros

Papa Francisco empossa 20 novos cardeais; dois são brasileiros - mundo, eventos-catolicosCrédito: Vatican Media

O papa Francisco participou no último sábado, dia 27, no Vaticano, da cerimônia de posse de 20 novos cardeais da Igreja Católica, dois dos quais são brasileiros: o arcebispo da Amazônia, Dom Leonardo Steiner, e o de Brasília, Dom Paulo Cezar Costa.

O chamado Consistório Ordinário Público, reunião em que são empossados novos cardeais, foi realizado na Basílica de São Pedro, e pode ser visto na página da Santa Sé na internet. O consistório deste ano deve auxiliar o papa na decisão sobre pedidos de canonização.

Com as posses, o Brasil passa a ter oito integrantes no Colégio Cardinalício, corpo responsável por tomar as principais decisões e, na prática, ocupar cargos e funções ativas na administração do Vaticano.

Metro1

Míssil russo fere 12 pessoas em cidade ucraniana próxima de usina nuclear

Míssil russo fere 12 pessoas em cidade ucraniana próxima de usina nuclear - mundoImagem Ilustrativa de SpaceX-Imagery por Pixabay

Um míssil russo atingiu neste sábado uma área residencial em uma cidade no sul da Ucrânia próxima de uma usina nuclear, ferindo 12 civis e aumentando os temores de um acidente nuclear durante a guerra na Ucrânia, afirmaram autoridades ucranianas.

Vitaliy Kim, governador da região de Mykolaiv, disse no aplicativo de mensagens Telegram que quatro crianças estavam entre os feriados em um ataque que danificou várias casas e um prédio de apartamento com cinco andares em Voznesenk.

A cidade fica a cerca de 30 km da usina nuclear Pivdennoukrainsk, a segunda maior da Ucrânia. O gabinete do procurador-geral da região de Mykolaiv, atualizando uma contagem anterior, disse que 12 civis haviam sido feridos.

Bahia.Ba

Presidente da Colômbia diz que vai legalizar plantio da maconha sem licença

Presidente da Colômbia diz que vai legalizar plantio da maconha sem licença - politica, mundoImagem ilustrativa | de Stay Regular por Pixabay

O novo presidente da Colômbia, Gustavo Petro, propõe como uma das medias de combate ao narcotráfico no país ampliar a legalização da cannabis sem licenças, cujo cultivo e comercialização já é permitido no país para fins medicinais. O tema do combate ao narcotráfico está presente no discurso de Petro desde sua campanha presidencial. Agora, ele tem dados novos indícios do que tentará implementar.

“Vamos conversar: o que acontece se a cannabis for legalizada na Colômbia sem licenças? Como plantar milho, como plantar batatas”, questionou o presidente de esquerda durante uma reunião com prefeitos do sudoeste do país na semana passada, onde as plantações ilegais de maconha são numerosas.

Nesta quarta-feira, dia 17, Petro voltou a falar, durante discurso de posse de alguns integrantes de seu gabinete, da necessidade de se ter uma nova política carcerária na Colômbia, “buscando fundamentalmente a descriminalização de certas condutas”. A Colômbia, maior produtor de cocaína do mundo, legalizou a maconha medicinal em 2016. Desde então, várias empresas estrangeiras receberam licenças para produzir e exportar o produto, mas o comércio com fins recreativos segue criminalizado.

Bahia.Ba