Helicóptero cai na Ucrânia e deixa 18 mortos, entre eles ministro do Interior

Helicóptero cai na Ucrânia e deixa 18 mortos, entre eles ministro do Interior - mundo, transitoImagem Ilustrativa by Pexels from Pixabay

A queda de um helicóptero na cidade de Brovary, nos arredores de Kiev, na Ucrânia, deixou 18 mortos, entre eles, três autoridades. O ministro do Interior do país, Denys Monastyrsky; o vice-ministro do Interior, Yevhen Yenin; e o secretário de Estado do Ministério de Assuntos Internos, Yuriy Lubkovych, estavam entre as vítimas.

O helicóptero caiu nesta quarta-feira, dia 18, próximo a um jardim de infância e a um prédio residencial. No momento da tragédia, crianças e funcionários estavam no local. Ao todo, nove dos mortos estavam dentro do helicóptero. Três crianças também estão entre as vítimas fatais.

De acordo com o chefe da Polícia Nacional, Ihor Klymenko, 29 pessoas ficaram feridos e já estão hospitalizadas, incluindo 15 crianças. A região é alvo de ataques russos, porém, não se sabe ainda se a queda foi acidental ou provocada pela guerra.

Metro1

Em um mês China registra quase 60 mil mortes ligadas à Covid-19

Em um mês China registra quase 60 mil mortes ligadas à Covid-19 - mundoImage by PIRO4D from Pixabay

Quase 60 mil mortes relacionadas à Covid-19 foram registradas na China em pouco mais de um mês. A informação foi divulgada no sábado, dia 14, pela comunicação do próprio país. Esse é o primeiro grande número de mortes publicado pelo governo desde que flexibilizou as rígidas medidas sanitárias em dezembro.

Este saldo não inclui os óbitos registrados fora dos hospitais. O número inclui 5.503 mortes causadas por insuficiência respiratória diretamente devido ao vírus e 54.435 mortes causadas por doenças subjacentes combinadas com a covid.

A China é acusada de não declarar todas as mortes causadas pelo vírus desde que abandonou sua política de “covid zero” em dezembro.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Metro1

Jogador do Irã é condenado à morte por protestar a favor das mulheres no país

Jogador do Irã é condenado à morte por protestar a favor das mulheres no país - mundoImagem de jorono por Pixabay

O jogador iraniano Amir Nasr-Azadani, 26 anos, foi condenado à morte nesta segunda-feira, dia 12, após participar de manifestações pelos direitos das mulheres no país. Ele é acusado, juntamente com outros oito homens, pela morte de três policiais durante os protestos que ocorrem no Irã.

Ele também é acusado de traição pelas autoridades iranianas, que alegam que o atleta faz parte de um “grupo armado e organizado que tem a intenção de atacar a República Islâmica do Irã”. Azadani está preso desde 27 de novembro, dois dias após a morte dos policiais.

A Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol (FIFPro) se manifestou nas redes sociais dizendo estar “chocada e enojada com relatos de que o jogador de futebol profissional Amir Nasr-Azadani pode ser executado no Irã depois de fazer campanha pelos direitos das mulheres e pela liberdade básica em seu país” e pedindo a “remoção imediata de sua punição”.

Metro1

Jornalista morre após passar mal durante partida de Argentina X Holanda no Qatar

Jornalista morre após passar mal durante partida de Argentina X Holanda no Qatar - mundoFoto: Arquivo Pessoal

Aos 48 anos de idade, um jornalista esportivo norte-americano morreu na sexta-feira, dia 9, após passar mal durante a partida entre Holanda e Argentina.

A morte de Grant Wahl foi confirmada pela federação de futebol dos Estados Unidos. “Todos do futebol dos EUA estamos com o coração partido ao saber que perdemos Grant Wahl”, disse a federação.

O mal súbito ocorreu durante a prorrogação do jogo em questão. Nos últimos dias, Grant Wahl teria tido um caso de bronquite, e revelou que estava com muitas tosses.

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: Metro1

Homem é morto no Irã após celebrar derrota para os EUA na Copa

Homem é morto no Irã após celebrar derrota para os EUA na Copa - mundo, esporteImagem de walsarabi por Pixabay

Um iraniano foi morto a tiros por forças de segurança depois de supostamente comemorar a eliminação de seu país da Copa do Mundo do Catar 2022 pelos Estados Unidos – disseram grupos de direitos humanos nesta quarta-feira, dia 30. Mehran Samak, de 27 anos, foi assassinado após buzinar de seu carro, em Bandar Anzali, uma cidade na costa do Mar Cáspio, ao noroeste de Teerã, relataram grupos de direitos humanos.

Samak “foi um alvo deliberado. As forças de segurança atiraram nele, na cabeça (…) após a derrota da seleção nacional contra os Estados Unidos”, denunciou o grupo Iran Human Rights (IHR), com sede na Noruega. O Centro para os Direitos Humanos no Irã (CHRI, na sigla em inglês), com sede em Nova York, também informou que Samak foi morto pelas forças de segurança por comemorar a derrota. A vítima  era amigo de Saeid Ezatolahi, meio-campista da seleção iraniana.

“Depois da derrota amarga da noite passada, a notícia de sua morte incendiou meu coração”, escreveu Ezatolahi em uma mensagem no Instagram, na qual se referiu a Samak como um “amigo de infância”. “Chegará o dia em que as máscaras cairão e a verdade será descoberta. Não é o que nós, jovens, merecemos. Isto não é o que a nossa nação merece”, acrescentou o jogador.

Bahia.Ba

Brasileiro viraliza ao se infiltrar em torcida da Argentina e comemorar gol da Arábia Saudita

Brasileiro viraliza ao se infiltrar em torcida da Argentina e comemorar gol da Arábia Saudita - mundo, esporteFoto: Reprodução/ TV Globo

Um torcedor brasileiro viralizou nas redes sociais após roubar a cena durante a transmissão da TV Globo da derrota da Argentina para a Arábia Saudita por 2 a 1, nesta terça-feira, dia 22, pela primeira rodada do Grupo C da Copa do Mundo no Catar.

“Infiltrado” em uma Fan Fest com argentinos, o brasileiro estava com uma camisa do Brasil por baixo de um casaco. O torcedor apareceu na transmissão quando a Argentina vencia por 1 a 0 a partida. Em entrevista, o torcedor prometeu comemorar caso a Arábia Saudita fizesse gols. No segundo tempo, os gols saíram e os internautas não pararam de citar o torcedor nas redes.

“O Brasileiro na fan fest em Buenos Aires dizendo que se a Arábia fazer um gol ele vai comemorar… Esse não tem medo da morte”, disse um usuário do Twitter. Outro escreveu: “O meu herói é o brasileiro infiltrado no fanfest da Argentina, eu te amo amigo.”

Editado pelo Tribuna do Recôncavo | Informações: G1

Polícia do Catar pede que repórter vítima de furto decida pena de suspeito

Polícia do Catar pede que repórter vítima de furto decida pena de suspeito - mundo, esporteFoto: Reprodução

Uma situação no mínimo estranha aconteceu com a jornalista argentina Dominique Metzger no Catar. A repórter denunciou ter sido roubada durante uma participação ao vivo em um canal de TV, na última sexta-feira, dia 18. Ela estava nas ruas de Doha, capital do país que sedia a Copa do Mundo de 2022, quando percebeu o furto.

“Bem, experiência do Catar: minha carteira acabou de ser roubada quando estávamos fazendo a transmissão ao vivo. Estou na delegacia de polícia e me mandaram aqui fazer queixa porque garantem que está tudo sob vigilância e que vão encontrar a carteira que tinha os meus documentos, dinheiro, cartões, que obviamente é o que mais me preocupa”, disse Metzger, nos Stories do Instagram.

A jornalista ainda relatou ter recebido uma pergunta inusitada de uma policial durante o preenchimento do boletim de ocorrência. Segundo Dominique, ela foi questionada sobre que punição escolheria para o ladrão. De início, achou que era brincadeira, mas percebeu que a oficial falava sério logo depois.

Metro1

Repórter dinamarquês é ameaçado enquanto faz cobertura da Copa no Catar

Repórter dinamarquês é ameaçado enquanto faz cobertura da Copa no Catar - mundoFoto: Reprodução/ TV 2 Danmark

Durante uma transmissão ao vivo no Catar, o repórter Rasmus Tantholdt, da TV 2 dinamarquesa, foi interrompido por seguranças, que exigiram o término da gravação e ameaçaram quebrar os equipamentos de vídeo do profissional, caso ele insistisse em realizar sua participação no programa.

“Vocês convidaram o mundo inteiro para cá. Por que motivo não podemos filmar? É um local público. Você quer quebrar a câmera? Vá em frente. Vocês estão nos ameaçando”, questionou Tantholdt para um dos seguranças. O jornalista permaneceu tentando convencer os dois homens que o abordaram que ele tinha autorização, mostrando que possuía as credenciais e licenças necessárias para gravar na localidade. Mesmo assim, os seguranças não recuaram e começaram a tapar a câmera do dinamarquês.

“Diz muito sobre o que é o Catar. Você pode ser atacado e ameaçado enquanto trabalha na mídia livre. Não é um país democrático. Minha experiência após visitar 110 países no mundo é: quanto mais você tem a esconder, mais difícil é pra fazer uma reportagem lá”, desabafou o repórter. Após a situação repercutir mundialmente, o Comitê Supremo do Catar lamentou formalmente o ocorrido, enviando um pedido de desculpas oficial à TV 2.

Metro1

País da Otan é atingido pela primeira vez desde início da guerra entre Rússia e Ucrânia

País da Otan é atingido pela primeira vez desde início da guerra entre Rússia e Ucrânia - mundo, guerraFoto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

Na última terça-feira, dia 15, dois projéteis de fabricação russa caíram em uma área rural da Polônia e deixaram, ao menos, duas pessoas mortas. A área fica a cerca de 5 km de distância da fronteira com a Ucrânia. Essa é a primeira vez, desde o início da guerra entre Rússia e Ucrânia, que um país membro da Otan é atingido.

Mateusz Morawiecki, primeiro-ministro polonês, já convocou reunião de emergência do Conselho de Segurança Nacional e um porta-voz do Pentágono reafirmou o compromisso de “defender cada polegada de território da Otan”. Ainda não está claro se caíram mísseis na área ou se eram fragmentos. A região atingida fica próxima de Lviv, a principal cidade do oeste ucraniano, que foi alvo de mísseis russos nesta terça-feira, dia 15. Um eventual ataque a um país membro, poderia levar a Othan a invocar o Artigo 5º da Carta da Aliança, que prevê a defesa de seus 30 países.

Para evitar essa reação, a Rússia precisaria comunicar à Polônia que se tratou de um acidente. Até agora, os governos dos Estados Unidos e da Rússia dizem que os mísseis não parecem ter sido disparados por forças de Moscou. No início da manhã desta quarta-feira, dia 16, o secretário-geral da Othan, Jens Stoltenberg, afirmou que a explosão foi provocada provavelmente por um míssil de defesa da área ucraniana, disparado para defender o território contra ataques de projéteis russos.

Metro1

Donald Trump anuncia pré-candidatura à Presidência dos Estados Unidos em 2024

Donald Trump anuncia pré-candidatura à Presidência dos Estados Unidos em 2024 - politica, mundoFoto: Shealah Craighead/ Official White House

Donald Trump anuncia sua pré-candidatura à Presidência dos Estados Unidos em 2024. O ex-presidente fez um discurso de sua mansão em Mar-a-Lago, na Flórida, acompanhado de apoiadores.

O republicano voltou a usar o slogan de campanhas passadas durande sua fala. “Para fazer a América voltar a ser grande de novo, estou anunciando esta noite minha candidatura para presidente dos Estados Unidos”.

Mais cedo, assessores do ex-presidente protocolaram na Comissão Eleitoral Federal dos EUA os documentos necessários para a formalização da campanha.

Metro1

Aproveite o final de semana e veja 5 dicas para morar fora em 2023

Aproveite o final de semana e veja 5 dicas para morar fora em 2023 - mundoImagem de Joshua Woroniecki de Pixabay

O desejo de morar fora é muito presente na vida dos brasileiros, quando questionados os motivos são os mais diversos: insatisfação com as condições de trabalho, procura por uma qualidade de vida melhor, desejo de conhecer novos lugares, desenvoltura do idioma. O ano de 2023 está próximo, e com isso a motivação para se estabelecer novas metas e desbravar está a todo vapor!

De acordo com uma reportagem especial da rádio câmara, cerca de 2,5 milhões de brasileiros moram fora do país, trabalhando e buscando novos ares. Para quem procura essa nova oportunidade deve ficar ciente que o processo não é tão simples e exige preparo de documentação, vistos e entendimento que a vida no exterior não é regada somente de coisas boas, mas que existem muitos desafios a serem enfrentados. Buscar ajuda e qualificação são ações essenciais para auxiliar nesses pontos.

“O Inglês abre muitas portas, ele é nosso carro-chefe aqui na Aliança. Buscamos facilitar ao máximo para que os alunos consigam estar entretidos, tenham contato direto com a língua por meio de intercâmbios que disponibilizamos, e aulas personalizadas para um tipo de estudante diferente, permitindo assim que o contato com o inglês não fique maçante ou chato”, afirma Helaman Fernandes, CEO da Aliança. (mais…)

Ex-ministro de Finanças é o novo premiê do Reino Unido

Ex-ministro de Finanças é o novo premiê do Reino Unido - politica, mundoFoto: Reprodução/ YouTube - Record News

Depois que o ex-primeiro-ministro Boris Johnson saiu do páreo e nenhum outro nome reuniu o apoio mínimo de 100 parlamentares do Partido Conservador, o ex-ministro das Finanças Rishi Sunak foi confirmado nesta segunda-feira, dia 24, como o novo premiê do Reino Unido.

Descendente de indianos, Sunak integrou o gabinete do próprio Johnson e vai substituir Liz Truss, que renunciou na semana passada após 45 dias no cargo. A ex-primeira ministra foi escolhida em setembro, ganhando na votação final do Partido Conservador contra Rishi Sunak, que agora será o primeiro-ministro a assumir a chefia do governo britânico durante o reinado de Charles III.

Rishi Sunak ainda precisa ser convidado pelo monarca britânico, antes de ser considerado oficialmente o primeiro-ministro. É um ritual meramente formal. O líder do partido majoritário no parlamento assume o gabinete. Após o anúncio do resultado, Sunak ressaltou que a prioridade de seu governo será a estabilidade econômica.

Bahia.Ba

Xi Jinping renova mandato como líder do Partido Comunista na China e consolida poder

Xi Jinping renova mandato como líder do Partido Comunista na China e consolida poder - politica, mundoFoto: Alan Santos/ PR

O presidente da China Xi Jinping foi reeleito como secretário-geral do Partido Comunista Chinês e deve ocupar o cargo pelos próximos cinco anos. O anúncio foi feito pelo próprio presidente, neste domingo, dia 23, ao fim do 20° Congresso do partido.

Este é o terceiro mandato seguido de Xi, consolidando seu poder na liderança do país. O cargo de secretário-geral de presidente na China está entre as funções acumuladas por Xi Jinping.

Ele também foi reeleito como líder do exército, além da presidência – posição que está prestes a iniciar um terceiro mandato histórico como o líder chinês mais poderoso desde Mao Tsé-tung. De acordo com a Reuters, a decisão de manter Xi Jinping no poder já era esperada.

Redação: Metro1 | Informações: G1

Após 45 dias de governo, primeira-ministra do Reino Unido renuncia

Após 45 dias de governo, primeira-ministra do Reino Unido renuncia - politica, mundoPicture by Simon Dawson / No 10 Downing Street / Fotos Públicas

Após apenas 45 dias de mandato, a primeira-ministra britânica, Liz Truss, anunciou, nesta quinta-feira, dia 20, que renuncia ao cargo. Ela se tornou a premiê com o mandato mais curto da história do país. Truss já vinha sofrendo pressão de seu partido para renunciar. Seu plano econômico, que incluía cortes severos de impostos, especialmente para os ricos, acabou levando a libra a mínimas históricas.

Truss chegou a voltar atrás, mas já havia perdido dois ministros importantes e a confiança de seus próprios parlamentares do Partido Conservador. Truss afirmou que continuará no cargo até seu sucessor ser escolhido. A primeira-ministra afirmou ainda que conversou com o rei Charles III, para informá-lo sobre a renúncia.

Antes de conversar com o  rei Charles III, Truss se encontrou com o presidente do Comitê de 1922, Graham Brady, que é líder dos conservadores que não têm cargo no governo. No encontro, eles teriam concordado “que haverá uma eleição de liderança [do partido] a ser concluída na próxima semana”. “Isso garantirá que permaneçamos no caminho para entregar nossos planos fiscais e manter a estabilidade econômica e a segurança nacional de nosso país”, disse Truss.

Metro1

Novos bombardeios atingem capital da Ucrânia

Novos bombardeios atingem capital da Ucrânia - mundo, guerraFoto: Reprodução/Redes Sociais - Anton Gerashchenko

A Rússia usou drones iranianos para bombardear a capital da Ucrânia, Kiev, na manhã desta segunda-feira, dia 17. Dados preliminares do governo ucraniano indicam que três pessoas morreram, entre elas uma mulher grávida de seis meses.

Ao menos 18 ucranianos ficaram feridos e dois estão soterrados. Além disso, um prédio de 120 anos, considerado patrimônio da cidade, foi destruído. Conhecida como ‘drones kamikazes’, a arma utilizada para o bombardeio causou vários incêndios e danificou quarteirões residenciais de Kiev.

Em tentativa de defesa, a Força Aérea da Ucrânia destruiu 15 drones e três mísseis de cruzeiro russos. A investida de Vladimir Putin seria um contra-ataque a uma ação, que considera como terrorista, que deixou 11 mortos e 15 feridos, no último sábado, dia 15, em um campo de treinamento da Rússia.

Metro1

Papa Francisco pede reforma da ONU em novo livro

Papa Francisco pede reforma da ONU em novo livro - noticias, mundoFoto: Mazur/ cbcew.org.uk/ Fotos Públicas

O Papa Franscisco defende uma reforma da Organização das Nações Unidas (ONU), que, para ele, “demostrou seus limites” diante da pandemia e da guerra na Ucrânia.

As declarações estão em um novo livro segundo trechos de um novo livro do pontífice, publicados pelo jornal italiano La Stampa neste domingo, dia 16.

Intitulado “Peço-vos em nome de Deus. Dez orações para um futuro de esperança”, o livro será publicado na próxima terça-feira, dia 18, na Itália.

Metro1