Com estoque crítico agravado por desabastecimento durante os feriados de outubro, a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) faz apelo por doação de sangue, com o objetivo de suprir as necessidades dos hospitais do estado. As transfusões são indicadas em casos em que as pessoas sofrem lesões graves, se submetem a cirurgia ou fazem tratamento contra câncer ou outras doenças, a exemplo da anemia falciforme. Na Bahia, a Hemoba conta com 27 unidades fixas de coletas, sendo seis na capital e 21 no interior.

Em Salvador, o Hemocentro Coordenador, na Av. Vasco da Gama, recebe os doadores de segunda-feira a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h às 12h30. Nos shoppings Salvador e Salvador Norte, o atendimento ocorre de segunda a sábado, das 9h às 18h; nos hospitais do Subúrbio e Ana Nery, a doação ocorre de segunda a sexta, das 7h30 às 16h30. Já no Hospital Irmã Dulce, a coleta funciona de segunda a sexta-, das 7h10 às 11h30 e das 13h às 16h. Os horários de atendimento no interior do estado estão disponíveis no site http://hemoba.ba.gov.br/.

Para doar é preciso ter entre 16 e 69 anos, sendo que os menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal. Os doadores também devem apresentar um documento original com foto, estar com o peso acima de 50 kg, bem de saúde, descansados e alimentados, ter evitado alimentos gordurosos algumas horas antes da doação, não fumar por pelo menos duas horas e não ingerir bebida alcoólica 12 horas antes.

Bahia.Ba