O ginasta Caio Souza, integrante do Time Ajinomoto, encerrou nesta quarta-feira (28) sua participação na final do individual geral da ginástica artística dos Jogos de Tóquio. Na Ariake Arena, o brasileiro terminou em 17º lugar, com a nota 81.532. Na fase de classificação, ele alcançou 84.298.

Agora, Caio volta sua atenção para a disputa da final do salto sobre a mesa, prevista para a próxima segunda-feira (2), a partir das 6h30. Na qualificação do aparelho, o brasileiro teve um ótimo desempenho, tendo como nota média 14.600. No primeiro salto naquela prova, disputado no último sábado (24), ele tirou 14.800.

Nesta quarta-feira, o ginasta do Time Ajinomoto chegou a ocupar a terceira colocação no início da prova, porém foi superado pelos adversários ao longo da apresentação. Ele finalizou sua participação com as notas 12.133 no cavalo com alças; 14.500 nas argolas; 14.200 no salto; 14.500 nas paralelas; 13.266 na barra fixa; e 12.933 no solo.

“Estou feliz com a minha apresentação. Óbvio que tive erros, treinamos muito para que não aconteçam, mas eu estou feliz porque hoje eu me tornei um finalista olímpico. Isso é indescritível. Então, estou muito satisfeito com o que aconteceu, apesar de tudo… As finais por aparelho são diferentes e agora é avaliar o que aconteceu para tentar melhorar e chegar da melhor forma possível”, completou o ginasta.

Projeto Vitória

O Time Ajinomoto faz parte do Projeto Vitória, iniciativa criada pela empresa em 2003, no Japão, e que chegou ao Brasil em 2019 com o objetivo de contribuir para o fortalecimento do esporte nacional. Atualmente, 32 atletas olímpicos e paralímpicos compõem o grupo e recebem suporte relativo à nutrição e aos benefícios da ingestão de aminoácidos por esportistas de alto rendimento.

Sobre a Ajinomoto do Brasil

Presente no Brasil desde 1956, a Ajinomoto é uma multinacional japonesa e referência mundial em aminoácidos. Para saber mais, acesse www.ajinomoto.com.br

Matéria: Race Comunicação