Para algumas pessoas, a atividade física pode despertar uma relação de amor e ódio, mas um fato indiscutível entre os especialistas é que sua prática traz diversos benefícios à saúde. Além de controlar o peso e melhorar a circulação sanguínea, praticar exercícios físicos regularmente pode ajudar, também, na prevenção de doenças crônicas, como o diabetes.

Normalmente silencioso, o problema afeta mais de 13 milhões de brasileiros, segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). Número que cresceu mais de 60% nos últimos 10 anos. Existe uma falsa ideia de que uma redução no consumo de açúcar será o suficiente para não desenvolver diabetes. Mas, na verdade, pode ser um dos fatores que contribuem para o aumento.

“Geralmente o desconhecimento sobre o assunto faz com que as pessoas tenham menor atenção à saúde do corpo e, com isso,acabam tendo maior propensão em desenvolver a patologia. O risco se torna ainda maior entre pessoas que não mantêm uma vida ativa”, explica o coordenador geral da Rede Alpha Fitness, Guilherme Reis.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) a doença pode ser desencadeada de duas formas. A de tipo1, que é uma reposta a pouca produção de insulina pelo organismo e a de tipo 2, que afeta 90% das pessoas nessa condição; e que estaria ligada ao estilo de vida desregrado.

Um estudo publicado no periódico Jama Internal Medicine mostrou, por exemplo, que uma dieta rica em frutas, vegetais e oleaginosas pode diminuir em até 23% a chance de desenvolver o diabetes do tipo 2. Além disso, a pesquisa apontou a atividade física como forte aliada no controle da doença.

“A garantia do bom funcionamento do organismo e de uma vida mais disposta se dá muito pela forma como você leva a vida”, ratifica o especialista da Rede Alpha Fitness.

Pipa Comunicação