Os moradores da cidade de Ubaíra, no Vale do Jiquiriça, estão sofrendo com a falta de água que assola a cidade nos últimos 30 dias. Por conta disso os munícipes organizam um protesto para segunda-feira (18), em Ubaíra, em frente à sede da Embasa.

Nas redes sociais, diversos relatos de moradores da cidade atestam a gravidade da crise que atinge a população. Um dos vídeos que circulam pelo WhatsApp mostra uma confusão na sede da Embasa, onde populares insinuam um suposto “privilégio aos grandes”.

Representantes da Prefeitura de Ubaira se reuniram com uma equipe da Embasa, na sexta-feira (15), para tratar da crise hídrica na cidade. A gestão municipal afirma que desde 2017 vem reivindicando junto ao governo estadual a construção de uma nova barragem, limpeza e manutenção da atual, para que no período de estiagem, a população não sofra colapsos no abastecimento. A Embasa assegurou ao prefeito Fred Andrade cinco carros pipas, isenção de cobranças das contas correspondentes ao período em curso e a construção da adutora que fará a transposição de água.

O ex-prefeito Lúcio Monteiro (PSD) apontou omissão: “Se houver necessidade de licença ambiental, a própria Prefeitura tem competência e autonomia pra licenciar sem precisar de autorização do Ibama ou do Inema. Então falta vontade política e preocupação com a população, falta vontade pra estabelecer parcerias entre prefeitura, Convale e Embasa. Esse seria o primeiro passo pra no curto prazo prevenir novo um colapso no abastecimento de água. E já está passando da hora, pois a barragem está seca”.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: Bocão News