Assim como seu ex-ministro da Justiça, Sergio Moro (União Brasil), o presidente Jair Bolsonaro (PL) utilizou as redes sociais neste sábado, dia 08, para comentar sobre a segurança pública no país. No Twitter, o chefe do Executivo nacional criticou o tratamento dado por campos da esquerda a assaltantes, como se fossem “vítimas da sociedade”.

“Tratar assaltante como vítima da sociedade é isentá-lo de sua responsabilidade. Existem milhões de pessoas humildes que levam a vida honestamente. É o bandido, não essas pessoas, que escolhe ameaçar pais e mães de família e tomar à força o que foi conquistado com muito suor. Esse é o grande mal da inversão de valores. Enquanto “especialistas” preferirem falar que um inocente morreu por causa de um celular, ao invés de dizer que um vagabundo escolheu matar um pai ou uma mãe de família por isso, eles se sentirão no direito de fazer o que fazem”, escreveu Bolsonaro.

Bahia.Ba