Um homem de 56 anos morreu após ficar soterrado durante o desabamento em uma área de garimpo onde ele trabalhava. O caso ocorreu na noite de quarta-feira, dia 12, no povoado Serra Branca, zona rural da cidade de Santaluz (BA). Segundo informações do diretor Oliveira, da Guarda Municipal (GCM) de Santaluz, a vítima, identificada como Braz Reis de Carvalho, trabalhava com o filho no momento do acidente, mas apenas ele foi atingido.

De acordo com o diretor da GCM, a vítima foi resgatada com o auxílio de máquinas pesadas e teve o óbito confirmado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), antes mesmo de dar entrada no Hospital Municipal, para onde foi levado. A Polícia Militar informou que uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionada, para perícia e removeu o corpo para necrópsia. Ainda não há informações sobre a causa do desabamento, nem sobre o enterro de Braz.

A redação entrou em contato com a Polícia Civil para saber se o garimpo era legalizado e pedir detalhes sobre a investigação do caso, mas não obteve retorno. O Ministério Público do Trabalho (MPT) informou que abriu um inquérito para apurar eventuais responsabilidades trabalhistas na morte de Braz Reis de Carvalho. Segundo o MPT, até o início da tarde desta quinta-feira, dia 13, ainda não havia confirmação se o garimpeiro trabalhava para alguém ou prestava serviços a uma empresa.

G1/ Bahia