Alunos da UFRB, em Santo Antônio de Jesus (BA), emitiram uma nota para anunciar a suspensão das atividades do rodízio de saúde mental realizadas no internato de medicina da UFRB, na unidade do CAPS no município. Segundo a nota, a decisão foi tomada pela Secretaria de Saúde sem justificativa ou oportunidade de diálogo.

Segundo o secretário de saúde, Leandro Lobo, a suspensão das atividades foi por medidas cautelares e provisória.

“Aproveitamos o recesso do carnaval para estudar a situação dos CAPS AD e do CAPS Nova Vida, no que diz respeito ao internato. Há uma sobrecarga de pessoas e é preciso lembrar que são pacientes especiais e precisamos ter um máximo de cuidado e atenção. Eu preciso, enquanto autoridade sanitária, estudar a situação e a suspensão temporária. Não há nenhuma medida arbitrária e sei da importância para o estudante de medicina ter um campo para estudar. A medida é provisória e o atendimento aos pacientes não foram interrompidos”, pontuou.

O secretário salientou ainda que uma reunião foi marcada com a reitoria para tratar sobre o assunto, “não podemos tratar de um assunto só pelo calor da emoção de um estudante ou que um professor acha que pode pautar a gestão da Unidade de Saúde”, disse.

Leandro Lobo ressaltou a importância dos Centros e recordou que as unidades estavam desmontadas e passaram por processo de requalificação. “Quando iniciamos a gestão não haviam internatos e os CAPS estavam desativados. Remontamos os postos e reativamos os CAPS”, completou.

Reportagem: Andaiá FM | Reação: Blog do Valente

MATÉRIA RELACIONADA: SAJ: Estudantes da UFRB se manifestam sobre suspensão de atividades de saúde mental no CAPS