Um policial militar, identificado como Fabiano Júnior Garcia, de 37 anos, matou oito pessoas, sendo seis da própria família, em Toledo e Céu Azul, cidades no oeste do Paraná. Os crimes foram cometidos na noite de quinta-feira, dia 14, e foram confirmados pela Polícia Civil e Militar. Fabiano matou seus dois filhos, uma enteada, a esposa, a mãe dele, um irmão e outras duas pessoas desconhecidas que estavam na rua.

Após matá-las, ele se suicidou. Dentre as vítimas, três eram crianças. O policial trabalhava há 12 anos no 19º Batalhão de Polícia Militar de Toledo. A PM informou que o agente trabalhou normalmente na quinta-feira e deixou o plantão por volta das 19h. A corporação acredita que, ainda na cidade de Toledo, Fabiano tenha matado a esposa e a enteada de 12 anos. Depois, foi até a casa da mãe dele, que foi morta a facadas. Em seguida, matou o irmão com disparos de arma de fogo.

A suspeita é que depois disso ele tenha se dirigido para a cidade de Céu Azul, onde matou os dois filhos, com tiros, que moravam com a avó materna. De lá, teria retornado para Toledo, onde matou dois jovens aleatórios que estavam na rua. Por fim, tirou a própria vida. Há a informação de que Fabiano estava em processo de separação da esposa e tinha algumas dívidas, mas a motivação do crime ainda está sendo investigada.

Metro1