Termina nesta sexta-feira, dia 2, a capacitação em boas práticas de cultivo para o sistema orgânico de produção de fruteiras ministrado pela Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA) para os colaboradores da Bioenergia Orgânicos desde o dia 29.

O evento acontece na Fazenda Ceral, em Lençóis (BA), onde a Embrapa exerce, há quase 11 anos, diversas atividades de pesquisa e transferência de tecnologia por meio do projeto Desenvolvimento de sistemas orgânicos de produção para fruteiras de clima tropical – Fase II.

Coordenado pelos pesquisadores Tullio Raphael Pereira de Pádua, líder do projeto, e Aristoteles Pires de Matos, o treinamento contou com palestras da equipe técnica da Embrapa e da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).

Na segunda e na terça-feira, as aulas abordaram temas gerais a todas as culturas, como amostragem do solo para análises químicas, físicas e biológicas, calagem e gessagem, coberturas vegetais do solo, importância do solo e da matéria orgânica, princípios básicos em manejo e conservação do solo e mecanização no preparo do solo em sistemas orgânicos de produção (SOP), com aulas teóricas e práticas.

Na quarta e quinta, houve aulas específicas sobre manejo fitotécnico de acerola, abacaxi, banana, limão Tahiti, mamão, maracujá, manga e umbu, além de manejo de doenças de banana e práticas de controle de nematoides em SOP. A manhã da sexta-feira (2) será destinada às práticas sobre manejo fitotécnico de fruteiras, realizadas em campo de produção da Fazenda Ceral.

Os instrutores/palestrantes são os pesquisadores Ana Lúcia Borges, Aristoteles Pires de Matos, Dimmy Herllen Silveira G. Barbosa, Francisco Alisson da Silva Xavier, João Roberto Pereira Oliveira, Tullio Raphael Pereira de Pádua e Nelson Fonseca, além do professor Marcos Roberto da Silva (UFRB).

No dia 30, aconteceu ainda, em Wagner (BA), oficina para produtores parceiros da Bioenergia no cultivo orgânico de mangueiras, com Nelson Fonseca e Aristóteles Pires de Matos como instrutores. Pela manhã, aconteceu reunião com produtores parceiros da Bioenergia, que tiveram a oportunidade de fazer relatos sobre o local e problemas sobre o plantio de mudas de mangueiras. Em seguida, palestra abordou as etapas do plantio e de tratos culturais. No período da tarde, o grupo visitou áreas de produtores.

A primeira parte do treinamento aconteceu no último dia 18, quando a pesquisadora Marilene Fancelli conduziu curso de monitoramento e manejo de pragas em sistema orgânico de produção, por meio de palestra e prática de campo.

ASCOM